Os professores são, sem dúvida, das pessoas que mais marcam a vida de um estudante. De facto, muitas vezes são eles que moldam o estudante relativamente à disciplina, ou seja, fazem com que o aluno tenha uma certa opinião acerca de um tópico, devido à maneira como eles explicam a matéria. Mas, analisando bem, existem milhares de formas de transmitir informação. Alguns professores vão mais longe do que apenas recitar os livros ou do que falar sobre a matéria. Alguns deles inspiram-nos, outros… Bem… Tornam as aulas num completo inferno, para nossa infelicidade! De qualquer maneira, todo e qualquer professor tem a sua técnica de ensino, as características que o fazem “único” na profissão que desempenha.

Mesmo assim, essas características têm alguns pontos em comum. Por isso, membros do fórum do Uniarea decidiram agrupar os professores por tipos, consoante esses diferentes aspetos.



Antes de os apresentar, gostaríamos de vos avisar de algo: este artigo foi criado simplesmente por diversão. Nada do que está aqui presente foi escrito para ferir

 

O Galinha

Vive para a escola e para o seu trabalho. Dedica-se de corpo e alma aos alunos e pensa que estes só têm a disciplina deles. Manda montes de trabalhos para casa e está sempre disposto a esclarecer dúvidas. Demora a explicar as coisas, pois anda sempre a meter detalhes novos e estratagemas para fazer os alunos “raciocinar”. (blackuro)

tumblr_n2wu4faDFV1sgjum7o2_500

 

A Surpresa

Consiste no tipo de professores que não dão matéria durante as aulas e quando dão, é de forma muito leve e ninguém percebe a matéria. Assim, os alunos interessados tornam-se autodidatas. Caracteriza-se, no caso de melhor cenário, por enviar a matéria para o e-mail de turma, e pelas aulas onde a turma consegue fazer tudo que não seja relacionado com a disciplina em causa. (LeonorRodrigues15)

giphasdasdsy

O Papão

O típico professor que passa as aulas a comer, enquanto os alunos têm que esperar, no mínimo, cerca de 45 minutos, para que possam preencher aquele vazio existencial que sentem no seu estômago. Já para não falar dos inconvenientes e barulhentos movimentos peristálticos. (Joaopcba)

giphyasdaghhjhk

Professores de Educação Física

Acham que a disciplina importa para a média e, por isso ameaçam dar má nota. Acham que alunos com braços partidos podem sempre tentar fazer aula. Frequentemente vistos a gritar “Mexam-me esses rabos, olhem que eu desconto-vos na nota!” São pessoas que têm desculpa para usar fato de treino no emprego sem que alguém comente. (BrunaS98)

giphyprofessor

 

O “sudorese” Teacher

Aqueles professores que, faça sol, faça chuva, seja verão, seja inverno, suam como se não houvesse amanhã (lecionando em salas de aulas fechadas, cerradas, isoladas e onde o ar fresco é sinónimo de desconhecido). (Joaopcba)

giphyprofessor2

O Fumador compulsivo

Aquele professor que anda sempre com um maço de tabaco em cada bolso da bata, que toca para a saída e vai direito à rua fumar o máximo de cigarros que consegue, cujos testes cheiram intensamente a tabaco e que, pior que tudo, tens o azar de encontrar quando sais à noite e, como é obvio, está a fumar e oferece-te cigarros!! (Azami)

giphyfumador

 

Don Juan (versão pouco romântica)

Aquele professor que se vê como um verdadeiro sex symbol e julga que toda a comunidade escolar partilha da mesma opinião. Qualquer debate iniciado na aula termina em contexto sexual. Utiliza todos os pretextos para poder tocar nas suas alunas numa tentativa (FALHADA!) de as seduzir. Por outro lado, os alunos mais desesperados vêm-no como uma referência e um exemplo a seguir. Aconselha-se às meninas uma distância mínima de segurança. (Cláudia Amorim)

giphydonjuan

 

O anti-tecnológico

Despreza as tecnologias e pede frequentemente ao “engenheiro” da turma para o ajudar a ligar o computador ou a introduzir a pen na ranhura correspondente. Manifesta-se como um orgulhoso seguidor da norma antiga e revela asco por tudo o que esteja relacionado com as novas tecnologias. Diz a palavra “eletrónico” como se a estivesse a vomitar e recusa-se a aprender a manipular o computador. Conta muitas histórias sobre o tempo A.C. (antes-do-computador) e insere-se nessa geração. Revela imensas dificuldades a dizer, por exemplo, PowerPoint. Manda os alunos realizar trabalhos a papel e caneta e fuzila quem ousar perguntar se pode ser em suporte digital.



Nota: as calculadoras, por vezes, também podem ser interpretadas por ele como “inimigas” da sociedade. Como tal, calcula as médias dos alunos através de cálculos auxiliares na borda dos papéis (somas e divisões), processo que não é isento de erro… (LordKelvin)

giphytecnologia

O otimista

Não há problema se não entrarmos no curso que queremos. Hoje em dia há desemprego em todas as áreas por isso podemos escolher um curso qualquer só para termos uma licenciatura. E também não há problemas em ficarmos um tempo parados porque somos muito jovens. Para ele, está sempre “tudo na boa”! (MedDreamer)

giphyotimita

O Demónio Sarcástico

Sempre que tem oportunidade, tenta ridicularizar os alunos com comentários sarcásticos. Normalmente é injusto em relação a notas e é frio e distante. Alegra-se em atribuir as notas dos testes consoante a temperatura dos seus pés, em dias de inverno! Ectotérmicos. (blackuro)

giphyevil

O Crazy

Aquele professor que salta para cima das mesas para explicar a matéria, que atira os apagadores aos alunos que estão a conversar, que põe canetas nas orelhas só para chamar à atenção e que passa o tempo a fazer apostas com estes! Mas no fundo explica bem a matéria e sabes que se fores a exame estás bem preparado. (Azami)

giphycrazy