Portugal tem sete cursos de Ensino Superior entre os 50 melhores nas respetivas áreas. Universidades de Lisboa, Porto, Coimbra e o Politécnico de Bragança estão no topo do ranking por disciplinas.

De acordo com o ranking de Xangai, divulgado esta terça-feira, o Instituto Superior Técnico da Universidade de Lisboa foi a instituição do ensino superior nacional que mais se destacou na edição deste ano, onde estão incluídos três dos seus cursos: Engenharia Naval, Engenharia Civil e Eletrotecnia.



A melhor classificação portuguesa faz parte da área de Engenharia Marítima, na qual a Universidade de Lisboa está em quarto lugar a nível mundial com o curso de Engenharia Naval do Instituto Superior Técnico. O técnico destaca-se ainda pelo curso de Engenharia Civil, classificado como o 45.º melhor do mundo, e a Eletrotecnia, classificado com o décimo lugar no ranking de Xangai. Em 11.º, surge a Universidade de Coimbra, com o mesmo curso, que, no ano passado, não fazia parte da lista.

No norte do país, a especialidade é a Tecnologia Alimentar, na qual a Universidade do Porto é a 12.ª melhor a nível internacional e o Instituto Politécnico de Bragança aparece em 33.º lugar. A Universidade do Porto também se destaca pelo curso de Engenharia Química, que se classifica como a 41.ª melhor.

Na tabela mais alargada do ranking de Xangai surgem 187 cursos de instituições nacionais, mais 49 do que no ano passado. Ao todo, estão representadas 15 instituições de ensino portuguesas, das quais 12 são universidades públicas. Nesta lista por disciplinas, que se baseia em indicadores de produtividade científica e qualidade da investigação, surgem mais de 1400 universidades de 80 países.