1. Mantém tudo limpinho e arrumado

O teu quarto pode estar a maior bagunça do século, mas o resto da casa não deve. Lembra-te que partilhas a casa com mais pessoas e que a tua desarrumação afeta-os a eles também. Usaste a loiça? Lava-a. Desarrumaste algo? Arruma. Estiveste a ver TV? Desliga-a antes de ires embora. A sala não é o teu guarda fatos para deixares a roupa espalhada por lá, nem a casa de banho o teu spa privado para deixares tudo sujo. Sê cuidoso com a forma como deixas as coisas.

 

2. Avisa se planeias fazer festas ou jantares

Sim, a casa é tua. Mas também é das outras pessoas com quem a partilhas. É altamente improvável que os teus colegas façam objeções a que leves amigos lá a casa, mas é respeitoso perguntar-lhes primeiro. Para jantares e festas, então, é imperial que fales com eles. Lembra-te que vocês são todos estudantes – ou trabalhadores – e que têm uma vida que requer levantar cedo ou estudar e que jantares e festas podem perturbar isso.



3. Escolhe as tuas batalhas

Um dos teus colegas de casa é terrível – suja tudo, desarruma tudo, usa as coisas dos outros. Ou então até é impecável, mas cometeu um deslize de que não gostaste nada. Bem, pensa muito bem antes de ir ter com a pessoa e discutir o assunto, e analisa se vale a pena. O problema é ter usado a tua pasta de dentes sem permissão? Pode ter sido uma emergência de uma só vez – e se não foi, talvez seja mais fácil guardares a pasta de dentes no teu quarto. Eu sei que é complicado lidar com pessoas que não respeitam as regras, mas viver constantemente a discutir – sobretudo sobre coisas pequeninas – apenas vai piorar o ambiente lá de casa e, pior, quando quiseres discutir sobre algo realmente importante, ninguém te vai dar ouvidos.

4. ‘Não comerás os cereais do colega sem permissão’

Parece a história da paste de dentes outra vez, mas desta vez és tu. Respeita aquilo que é propriedade dos teus colegas. Não uses, comas, bebas ou sujes aquilo que não é teu sem permissão. É simples. Se necessário, usa etiquetas ou marcadores para definir exatamente o que é teu.

 

5. Conversa sobre os problemas

Ali em cima eu disse para evitar discussões, mas, caso não haja realmente como evitar confrontar o assunto, o que se deve fazer é conversar. Conversar calmamente e sem levantar a voz ou fazer acusações imediatas. Perguntar primeiro e disparar depois – com balas de borracha, nunca as verdadeiras. O objetivo é chamar à atenção, não é começar uma guerra. Se o teu colega não aceita a conversa e começa a levantar a voz, deves procurar manter-te calmo e fazê-lo ver a razão. Eu sei, mais fácil falar do que fazer, mas tentar não custa.

6. Mantém as contas a tempo e horas

Normalmente as despesas são pagas diretamente a/o senhoria/o, mas há contas que são pagas entre os colegas – seja a conta da TV Cabo, dos produtos de limpeza ou da mulher-a-dias que costuma ir lá a casa. Podes até pensar que são menos importantes e atrasar uns dias não vai ter mal nenhum, mas a verdade é que influenciam a relação que tens com os teus colegas. Mantém as contas pagas a tempo e horas e não faças dívidas com os teus colegas.

7. Passem tempo juntos

Sou culpada por falhar um pouco neste quesito, porque sou o que se chama de ‘pessoa ocupada’, mas reconheço a importância de passar tempo com os colegas de casa e, sempre que posso, pego no meu computador e vou trabalhar para a sala – em vez do quarto -, ou saio com eles para um café. Conhecer os colegas de casa, criar relações de amizade (ou apenas de boa convivência) é importante para a harmonia da casa e o bom ambiente. Além do mais, quem sabe se não estás a perder um grande amigo por não estares a conhecer as pessoas lá de casa?

8. Estabeleçam regras

Há coisas de que uns gostam e outros não ligam, e há coisas que uns detestam e os outros adoram. A única forma de encontrar um equilibro é estabelecer algumas regras. Não fazer barulho antes/depois de determinada hora, quais os espaços onde se pode fumar e quais não, o que é ou não dividido (por exemplo, loiça), quem toma banho a que horas (para evitar atrasos porque fulano a ou b demorou demasiado tempo) e por aí diante. E depois, cumpre-as!

9. Cuidado com o barulho

É muito chato quando estás a dormir muito bem e chega o teu colega bêbado às três da manhã a fazer montes de barulho. Ou então, em situações menos dramáticas, quando a tua colega de casa está a lavar a oiça às onze da noite e não consegues adormecer por causa do barulho das panelas. E aquela colega que decide aspirar o quarto às sete da manhã? Ou aquele que tem sempre a música no volume máximo, independentemente da hora? Pois é. Não queres ser nenhum desses colegas, pois não? Respeita os horários estabelecidos e evita fazer barulho desnecessário.

Colabora!

Este texto faz parte de uma série de textos de opinião de alunos do ensino secundário e superior sobre a sua visão do ensino e da educação.

Gostavas de publicar um texto? Colabora connosco.