Concurso Nacional de Acesso

Nesta página podes ver todas as informações relativamente ao concurso nacional de acesso ao ensino superior.

 

Como funciona?

O Acesso ao Ensino Superior Público é feita anualmente através de um concurso nacional organizado pela DGES – Direção Geral do Ensino Superior.

Este concurso nacional decorre em três fases no final do ano letivo, conforme o Calendário anualmente aprovado.

 

O que é necessário?

  • Seres titular de um curso de ensino secundário, ou de habilitação legalmente equivalente.
  • Realizares, ou teres realizado nos últimos dois anos, os exames nacionais correspondentes às Provas de Ingresso exigidas para os diferentes cursos e instituições a que vais concorrer.
  • Realizares os Pré-requisitos se forem exigidos pela instituição para o curso a que vais concorrer.
  • Obteres em cada prova de ingresso, bem como na tua nota de candidatura, uma classificação igual ou superior à mínima fixada.

As classificações mínimas referidas em cima são fixadas anualmente por cada instituição de ensino superior para cada um dos seus cursos e são divulgadas no Guia da Candidatura.

 

Posso concorrer às várias fases?

Os candidatos podem concorrer às várias fases do concurso de acesso ao ensino superior. No entanto, caso fiques colocado na 1ª fase, e voltes a concorrer à 2ª fase e nela fiques colocado, ficas automaticamente com a colocação da 1ª fase anulada e, consequentemente, a matrícula e inscrição que realizaste.

O mesmo acontece se ficares colocado na 1ª ou 2ª fases e concorras novamente à 3ª fase e nela sejas colocado.

 

Vagas

A entrada num determinado curso está limitada pelo número de vagas fixado anualmente pelas instituições de ensino superior. Esse número de vagas é divulgado anualmente no Guia da Candidatura. Podes consultar o de 2017 aqui:

Na 1ª fase tens acesso ao número de vagas fixado, estando dependente nas restantes fases das que sobrarem desta primeira, bem como das que são libertadas pelos que não se matriculam na fase anterior e das sobrantes dos regimes especiais.

 

Processo de Candidatura e Seriação

No concurso nacional de acesso ao ensino superior podes concorrer até seis pares curso/instituição, que indicarás por ordem de preferência.

A colocação em cada curso é feita segundo a lista ordenada por ordem decrescente dos candidatos a esse mesmo curso até estarem esgotadas as vagas disponíveis.

Portanto é um processo que combina por um lado a ordem de preferência indicada para cada par curso/instituição e por outro a posição em que o candidato fica nas listas ordenadas de cada par.

Em cada fase do acesso ao ensino superior só é possível obteres uma colocação.

 

Contingentes

Na 1ª fase do concurso nacional de acesso ao ensino superior as vagas fixadas para cada curso em cada instituição de ensino superior são distribuídas por um contingente geral e por contingentes especiais aos quais são reservados determinadas percentagens de vagas:

Estes contingentes são exclusivos da 1ª fase, existindo na 2ª e 3ª fases um único contingente. Mais informações sobre os contingentes aqui

 

Tens alguma dúvida? Coloca-a no fórum:

Fórum