Conhecidos os resultados da 1.ª fase de candidaturas do concurso nacional de acesso de 2017, analisamos quais são as 13 instituições públicas mais procuradas nesta fase, com base nos dados da DGES fornecidos relativamente ao número de candidatos em 1.ª opção e o número de vagas iniciais.

Assim, seguem as 13 instituições públicas mais procuradas, que constituem todas as que tiveram mais candidatos em 1.ª opção do que vagas, divididas entre ensino universitário (liderado pela Universidade do Porto) e ensino politécnico (liderado pela Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril). É adicionado entre parêntesis a variação relativamente à lista do ano passado, que podes consultar aqui.

 

Ensino Superior Público Universitário

Universidade do Porto

Vagas iniciais 4185
Candidatos em 1.ª opção 7454
% candidatos/vagas

(variação 2016-2017)

178%

(-8%)

  ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa  Vagas iniciais  1102
 Candidatos em 1.ª opção  1904
 % candidatos/vagas

(variação 2016-2017)

 173%

(+1%)

 Universidade Nova de Lisboa  Vagas iniciais  2706
 Candidatos em 1.ª opção 4362
% candidatos/vagas

(variação 2016-2017)

161%

(-4%)

Universidade do Minho

Vagas iniciais 2733
Candidatos em 1.ª opção 3582
% candidatos/vagas

(variação 2016-2017)

131%

(+7%)

Universidade de Lisboa

Vagas iniciais 7661
Candidatos em 1.ª opção 9373
% candidatos/vagas

(variação 2016-2017)

122%

(+3%)

Universidade de Aveiro

Vagas iniciais 2114
Candidatos em 1.ª opção 2282
% candidatos/vagas

(variação 2016-2017)

108%

(+7%)

Universidade da Madeira

Vagas iniciais 593
Candidatos em 1.ª opção 629
% candidatos/vagas

(variação 2016-2017)

106%

(+29%)

Universidade de Coimbra

Vagas iniciais 3189
Candidatos em 1.ª opção 3327
% candidatos/vagas

(variação 2016-2017)

104%

(=%)

 

Ensino Superior Público Politécnico

Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril

Vagas iniciais 430
Candidatos em 1.ª opção 635
% candidatos/vagas

(variação 2016-2017)

148%

(+11%)

Escola Superior de Enfermagem do Porto

Vagas iniciais 270
Candidatos em 1.ª opção 392
% candidatos/vagas

(variação 2016-2017)

145%

(-3%)

Escola Superior de Enfermagem de Lisboa

Vagas iniciais 300
Candidatos em 1.ª opção 431
candidatos/vagas

(variação 2016-2017)

144%

(+9%)

Instituto Politécnico do Porto

Vagas iniciais 3010
Candidatos em 1.ª opção 4118
candidatos/vagas

(variação 2016-2017)

137%

(+23%)

Instituto Politécnico de Lisboa

Vagas iniciais 2403
Candidatos em 1.ª opção 2586
Candidatos/vagas

(variação 2016-2017)

108%

(+18%)

 

O maior destaque vai para a entrada nesta lista da Universidade da Madeira, com uma subida de 29 pontos percentuais, ultrapassando inclusive a Universidade de Coimbra que mantém o mesmo valor do ano anterior. O pódio das instituições de ensino superior universitário, e que é também o pódio geral, é liderado pela Universidade do Porto, seguida em segundo lugar pelo ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa e em terceiro pela Universidade Nova de Lisboa.

No que toca às instituições do ensino superior politécnico, destaque para a subida de 23 pontos percentuais do Instituto Politécnico do Porto e de 18 pontos percentuais do Instituto Politécnico de Lisboa. Esta última entra na lista de 2017 graças a essa subida. A liderança em 2016 detida pela Escola Superior de Enfermagem do Porto passa este ano para a Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril.