Concorreram à 1ª fase do Concurso Nacional de Acesso mais de 52 mil alunos, dos quais 85,7% ficaram colocados. Das 50.838 vagas disponíveis, ficaram 6.225 livres, o menor número de vagas sobrantes desde 2009.

Verificou-se que 49% dos alunos ficou colocado na 1ª opção, pelo que existe uma percentagem considerável que estará a considerar voltar a concorrer à 2 fase de candidaturas, a que se juntam os milhares de alunos que só estão habilitados a concorrer nesta fase.

 

Como funciona a 2ª fase de candidaturas?

  • Prazo de candidaturas: 11 a 22 de setembro.
  • Divulgação dos resultados: 28 de setembro.

Podes consultar aqui todo o calendário.

Já deves ter reparado que muitos dos cursos preencheram todas as vagas, mas ainda há esperança! Na 2ª fase de candidaturas as vagas a que poderás concorrer são a soma das seguintes:

  1. As vagas sobrantes da 1.ª fase do concurso – que já podes consultar aqui.
  2. As vagas ocupadas na 1.ª fase do concurso em que os colocados não façam a matrícula e inscrição, com exceção das vagas adicionais criadas nos termos do regulamento do concurso nacional de acesso – disponível aqui.
  3. As vagas libertadas em consequência da recolocação de estudantes colocados na 1.ª fase, com exceção das vagas adicionais criadas nos termos do regulamento do concurso nacional de acesso – só terás conhecimento destas nas colocações, pelo que mesmo um curso com 0 vagas disponíveis pode libertar uma vaga nesta fase.
  4. As vagas libertadas em consequência de retificações na colocação na 1.ª fase.

Depois de deduzidas as vagas adicionais criadas nos termos do regulamento do concurso nacional de acesso e as vagas que, até ao início da seriação dos candidatos, sejam utilizadas no atendimento de reclamações.

No caso de cursos em que sobraram vagas da 1.ª fase do concurso, o número de vagas colocado a concurso é de no minimo 1.

 

Quem pode concorrer à 2ª fase de candidaturas?

Podem concorrer a esta fase de candidaturas:

  1. Os candidatos à 1.ª fase não colocados;
  2. Os candidatos colocados na 1.ª fase que pretendam concorrer de novo (tem em atenção que se fores colocados na 2.ª fase, a colocação na 1.ª fase, bem como a matrícula e inscrição que realizaste, são anuladas. Se tiveres pago alguma prestação das propinas essa quantia é transferida para a nova instituição);
  3. Os candidatos que, embora colocados na 1.ª fase, não procederam à respetiva matrícula e inscrição;
  4. Os estudantes que, embora reunindo condições de candidatura no prazo de apresentação das candidaturas à 1.ª fase, não se apresentaram a ela;
  5. Os estudantes que só reuniram as condições de candidatura após o fim do prazo de apresentação das candidaturas à 1.ª fase.

 

Matrículas à 1ª fase

Quer concorras ou não à 2ª fase de candidaturas, deverás efetuar a matrícula no curso em que ficaste colocado caso o queiras frequentar ou garantir a vaga enquanto esperas o resultado das candidaturas seguintes.

  • Prazo da inscrição: 11 a 15 de setembro.

Algumas universidades fazem algum tipo de escala durante a semana, por exemplo, ordem alfabética ou determinados cursos para cada dia, mas essa é apenas uma forma de garantir que os alunos não efetuem as matrículas nos mesmos dias. Poderás matricular-te num dia que não o que te foi atribuído, devendo confirmar esta informação com a instituição em causa.

Os candidatos residentes nas Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira colocados em instituição de ensino superior do continente ou de outra Região Autónoma podem realizar a matrícula e inscrição no prazo especial fixado por despacho do diretor-geral do Ensino Superior desde que, até ao fim do prazo normal, entreguem, no Gabinete de Acesso ao Ensino Superior da Região Autónoma respetiva, uma declaração de intenção de matrícula e inscrição na vaga em que foram colocados. O mesmo acontece com os alunos continentais colocados nas ilhas segundo o artigo 52.º do Guia da Candidatura 2017.

Deverás consultar a página da respetiva universidade para saberes os horários e os documentos necessários para a inscrição, lembrando que no caso de cursos que pedem Pré-requisitos estes são entregues na matrícula.

Aproveitamos para dar os parabéns aos colocados e desejar a melhor das sortes aos que concorrem agora à 2ª fase de candidaturas.