Passando a fase dos exames nacionais, esta é a pergunta que irá pairar na tua mente “E agora? O que é que eu vou escolher para o meu futuro?”. Muitos de vocês já terão um curso definido, outros já saberão que não querem prosseguir estudos, contudo outros ainda estarão muito indecisos e confusos e foi por isso que eu decidi ajudar-te, anda daí.

Primeiro que tudo é essencial que escrevas num papel tudo aquilo que gostas de fazer, aquilo que mais te dá prazer e felicidade. Quantas vezes não somos pressionados e desencorajados por termos sonhos considerados pelos outros irrealistas ou parvos, por termos ideias demasiado ambiciosas… É fundamental que não te deixes ir abaixo, lembra-te sempre que o futuro está reservado para ti e depende apenas de ti, és tu que o vais viver, logo ele terá de ser necessariamente único e divertido, caso contrário não terá sentido nem conseguirás ser feliz nem mesmo um bom profissional. E muito importante, nunca vás para um curso ou faculdade apenas porque os teus amigos vão para aquele local ou área, é o pior erro que podes cometer e acredita conheço imensos casos desses e nunca acabam bem. As amizades irão manter-se independentemente da distância e é normal que em certas alturas das nossas vidas tenhamos que nos separar dos nossos amigos, é normal que entrem pessoas novas nas nossas vidas, mas tudo o que é verdadeiro supera a distância acredita em mim. Agora que já tens uma lista com todas as coisas que gostas de fazer, separa-as por categorias. Define as que pertencem a áreas de engenharia, a áreas de desporto, de ciências… Feito isto, agora está na altura de analisares a tua média, é ela que irá definir a tua colocação e depois tens de saber se preferes ir para o ensino público ou privado. Posto isto, está na hora de começares a escolher a universidade que será a tua próxima casa. Aqui neste ponto, terás de ter em conta várias coisas. Em primeiro lugar, a distância. Tens de pensar se queres ir para um local longe ou perto de casa, se os teus pais ou mesmo tu, têm condições para estudar num local longe, pois estão em causa muitas despesas, são as propinas, a renda da casa, as contas, as viagens e muitas coisas mais. Pensa se tu próprio tens maturidade emocional para viveres sozinho, pode parecer muito fácil, mas acredita que não é. Terás muitas responsabilidades, terás a preocupação e a responsabilidade de gerir dinheiro, de organizares uma casa, de disponibilizares tempo para as tarefas domésticas, para as compras mensais e depois o mais difícil, de gerires o teu tempo. É tão fácil cedermos às festas universitárias, aos convites diários dos nossos amigos, às idas diárias para as praxes, mas não te esqueças que no meio de todas estas tentações tens um curso para fazer e acredita que a passagem do secundário para o ensino universitário é um grande passo, é algo muito diferente.

Definidos todos estes pontos, começa por ver as condições das universidades que escolheste. Aqui, poderás utilizar os fóruns da Uniarea e pedires a opinião de alunos daquelas universidades, é o melhor a fazer. Analisa o que as universidades escolhidas te oferecem, analisa os planos de estudos para veres se as disciplinas vão de encontro aos teus gostos e capacidades, reflete sobre tudo isto. Questiona a alunos dessas instituições a qualidade do ensino, das instalações, dos professores.. Tudo isso irá ajudar-te a teres uma decisão mais acertada e as probabilidades de te arrependeres da tua escolha serão menores.

Analisados a distância, o tipo de ensino escolhido, a universidade, o curso, os planos de estudo e as opiniões sobre essas instituições está na altura de te desejar boa sorte para os resultados =)

Desejo-te uma excelente jornada rumo ao futuro!