Uma estudante de arquitetura da Universidade de Nottingham, na Inglaterra, tirou uma selfie todos os dias para documentar o seu declínio físico e psicológico ao preparar o projeto final da faculdade.

Eleni Mizali tinha 22 anos no seu último ano da faculdade e decidiu registar a sua preparação para a entrega do projeto final do curso com uma selfie por dia, durante 42 dias. Conta que dormia cerca de 4 horas e meia nesta altura, e que isso acontecia a cada dois ou três dias. A sua vida resumia-se a cafeína, bebidas energéticas e drogas para se manter concentrada, segundo contou ao jornal estudantil The Tab.



Mesmo após a entrega do projeto, quando Eleni pode enfim voltar à sua rotina normal, o pior não havia passado: uma semana depois foi hospitalizada graças a uma infecção, o que mostra o declínio da sua saúde durante o período. “Por meses eu senti que a minha personalidade alegre tinha sido diminuída a um robô escravo do computador que chorava pelo menos uma vez por semana“, relata.

Podes ver aqui a compilação dessas fotos:

Um ano depois da gravação das imagens conta que, apesar de todos os problemas enfrentados, não poderia estar mais feliz. “Eu olho para estas fotos do meu eu-triste e não consigo deixar de pensar que valeu totalmente a pena“, lembra, que ressalta estar finalmente a trabalhar em algo em que acredita.