ICBAS Medicina - ICBAS

Matrícula
4 Junho 2015
Mensagens
38
Gostos
63
#1
Como sugerido pelo(a) Fraser eu resolvi fazer um tópico sobre o que acho que pode estar relacionado com a entrada no curso de Medicina no ICBAS. Há que ter em atenção que isto é a minha opinião pessoal única e exclusivamente.

É importante ressalvar que o ICBAS tem em marcha um plano de reestruturação do plano curricular mas não sei para quando está previsto ser posto em prática.

Curso - Descrição Geral:
O 1º semestre do 1º ano não tem nada a ver com Medicina e o 2º pouco tem, o que pode ser um pouco desmotivador. Porém, na minha perspetiva, acaba por ser melhor uma vez que facilita uma melhor integração na vida universitária, a fazer a transição do ensino secundário para o superior e, verdade seja dita, aproveitar para sair, conhecer o Porto à noite (RIBEIRA à 2.ª :D ), jantares, viver o academismo. À medida que os anos vão avançando o tempo vai sendo mais escasso e é mais difícil isso.


Curso - Unidades Curriculares:
http://sigarra.up.pt/icbas/pt/cur_g...tivo=2015&pv_tipo_cur_sigla=MI&pv_origem=CAND

No primeiro ano, as Químicas Biológicas são complicadas (dizem, eu tive equivalências vindas da FFUP não faço ideia).

Quanto às Anatomias são super fáceis. O regente é um professor muito bom que incide apenas no que é fundamental, não somos obrigados a saber pormenores que não interessam.
O ensino prático é feito em cadáveres ou ossos humanos geralmente. Porém, pode-se requisitar num determinado horário ossos (sim, pode-se requisitar um úmero, um crânio e ir para a cantina ou para a biblioteca) mas às vezes podem ser dados ossos em plástico dependendo do osso em questão mas nas aulas é quase sempre humano. Exceto os corações que nos dão para dissecarmos em anatomia II, esses são de porco.

Relativamente às Fisiologias, acho que os alunos têm que investir, por eles, bastante porque senão os conhecimentos ficam muito superficiais e depois quando estivermos a falar de doenças torna-se mais complicado perceber.

O 3.º ano é o pior deles todos (todas as faculdades têm um). É quando se tem todas as disciplinas que fazem a ponte entre o ciclo básico e o ciclo clínico e acreditem, é um pequeno inferno mas nada que estudo regular não ajude.

Os anos seguintes, 4.º e 5.º são super acessíveis. Têm por semestre uma unidade curricular mais difícil (Cirurgia ou Medicina) e depois as outras são extremamente acessíveis.
Quanto a rácio aluno/tutor é cerca de 11-12/1 atualmente. Os médicos que dão as aulas práticas são muito acessíveis, deixam-nos ir a consultas, urgência e, se já tivermos prática em algumas coisas até nos deixam fazer suturas, gasimetrias e exame físico. Todavia, é importante ter em atenção que o interesse do professor também é um fator importante mas passa muito por vocês. Se querem aprender, eles ajudam mas é necessário terem muita iniciativa.

Temos aulas com simuladores (podem ver aqui alguns dos manequins http://aeicbasup.pt/iiabc/centro-de-simulacao-biomedica/ ) já desde o 1º ano. Por exemplo, um dos profs de Fisiologia, o Prof. Doutor Manuel Laranjeira deixa-nos ir com ele assistir a cirurgias para a Casa de Saúde da Boavista e assim. No meu 2.º ano já tinha visto cirurgias cardiotorácicas e neurocirurgia.

O último ano, o 6.º por agora é dos piores porque temos exames nas variadas disciplinas ao contrário do que me foram dizendo relativamente às outras faculdades. Mas nada que não se consiga fazer, até porque já se pode ir adiantando a tese antes, tal como eu estou a fazer agora.


Curso - Avaliação:
Quanto às avaliações das unidades curriculares, estas podem ser por frequências ou por exames. As frequências são geralmente no fim de outubro, meio de abril (as primeiras do 1º e do 2º semestre respetivamente) e as segundas são uma semana antes do início da época de exames. Há uma disciplina no quinto ano que se passa com trabalhos, quer dizer, é obrigatório fazer o exame, mas os trabalhos valem (ou valiam quando fiz) 13 valores e raramente as pessoas têm menos de dez logo estão automaticamente passadas como disse o prof.

As frequências substituem os exames, ou seja, se os exames tiverem um peso de 100% para a nota final, a média das notas nas duas frequências também tem esse peso. Porém, na maior parte das disciplinas é necessário ter uma nota mínima na 1a frequência para poder fazer a segunda.


Componente prática extra-curso:

A AEICBAS disponibiliza imensas workshops nas mais variadas áreas (http://aeicbasup.pt/category/todos-os-artigos/departamentos/medicina/) e mesmo estágios em vários locais. Além disso, existem os estágios e outras atividades desenvolvidas pela ANEM.
Eu já participei em atividades de ambos e recomendo fortemente porque sempre se vão adquirindo capacidades e conhecimento clínicos para além de se ver como é o ambiente entre médicos especialistas, médicos internos, o funcionamento do hospital, a burocracia associada a procedimentos e consultas que não é possível observar durante as aulas.


Praxe:
Nunca houve problemas na praxe do ICBAS pelo menos do meu conhecimento. Mas eu não passo lá muito tempo, pelo menos desde o meu ano de caloira, não sei como anda aquilo. E quem não pertencer à praxe não vai ser excluído porque vai-se sempre conhecendo novas pessoas nas turmas, nas festas, convívios. Atenção que os mais fanáticos podem olhar de lado quem não vai à praxe porque já vi isso acontecer algumas vezes.
 
Matrícula
4 Junho 2015
Mensagens
38
Gostos
63
#2
[CONTINUAÇÃO]

Edifícios:
O ensino da Medicina no ICBAS é feito em vários edifícios que na gíria dos alunos são o ICBAS NOVO (Complexo ICBAS/FFUP na Rua Jorge de Viterbo Ferreira onde estão os alunos até ao 3.º ano), o ICBAS VELHO (Largo Prof. Abel Salazar do 4.º ao 6.º ano), o CMIN (Pediatria/Ginecologia/Obstetrícia; este fica a cerca de 10 min a pé do ICBAS NOVO mas os horários estão feitos de forma a ficar a manhã/tarde toda no mesmo edifício), Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho (antigo Hospital Santos Silva em Gaia; módulo de cirurgia plástica 6-7 semanas) e Instituto Nacional de Medicina Legal - Delegação Porto (Medicina Legal; comum à FMUP).
O edifício "novo", apesar de ser novo foi muito mal projetado para a capacidade educacional atual do ICBAS e da FFUP em que a cantina é bastante pequena (acho que é o grande problema) e quem projetou a biblioteca esqueceu-se da insonorização porque qualquer pessoa a caminhar é ouvida em toda a biblioteca.
O ICBAS velho é uma espécie de edifício satélite onde vão sendo ministradas algumas aulas teóricas e outras práticas (quando o hospital não tem sala para albergar os alunos porque em determinadas unidades curriculares são juntas 3 turmas).


ICBAS vs. Restantes Faculdades onde é ensinada Medicina:
Claro que o ICBAS é o melhor não estivesse eu cá :D
Agora sem brincar. Eu gosto bastante do ICBAS, gostei e gosto do tempo que passo cá.

Quanto ao ICBAS ser melhor que as outras na área da investigação não é bem verdade. Quem quiser fazer investigação pode mas tem que falar com um prof da área que mais goste e averiguar se eles têm algum projeto que o possa acolher porque não temos especificamente uma unidade curricular de investigação.

Quanto ao ICBAS ser melhor que a FMUP ou o contrário, bem, acho que vai depender MUITO de cada pessoa. Conheço duas pessoas que mudaram da FMUP para o ICBAS, uma da UMinho e outra da UBI também para o ICBAS. Também há o caso de pessoas que mudaram do ICBAS para a UMinho. Isto porque ou não gostaram do clima entre colegas ou então porque não gostaram dos planos curriculares.


Tirar boas notas no ICBAS:
Vá eu não sou exemplo para ninguém no estudo diga-se mas consegue-se passar e tirar boas notas... O 3o ano implica muito estudo no ICBAS porque marca, como já disse, a transição para os anos clínicos e alguns professores quase exigem que já saibamos tudo mas às vezes pode-se trabalhar muito e não se colher frutos desse trabalho porque os profs nem se lembram da tua cara...
Nos anos clínicos com algum estudo tira-se muito boas notas. Tem uma ou outra unidade curricular que é mais difícil ter boa nota mas em geral consegue-se ter notas a rondar os 14-15 nos anos básicos e 17-18 nos anos clínicos.


Morar no centro do Porto:
- Habitação

Existe quartos, apartamentos ou então residenciais (da UP http://sigarra.up.pt/sasup/pt/web_base.gera_pagina?P_pagina=265393 ou um Lar Universitário dirigido por freiras na Rua do Breiner). Há ainda um projeto da Federação Académica do Porto (se não estou em erro) em que podem ficar na casa de um idoso da zona, fazendo-lhe companhia e em troca ele dá casa ao aluno (comida não tenho a certeza).
Na minha modesta opinião, acho que é mais fácil, por exemplo, arranjar quartos melhores a preços mais acessíveis (nunca abaixo dos 150€ mas geralmente a rondar os 200€) na zona da FMUP porém já vi de tudo. Há várias páginas no facebook e sites onde podem ver a habitação que querem e também conseguem muito bons quartos no centro pelos 200€.

- Vida Social
Não há nada melhor que o centro do Porto. Se quiserem tomar um café, comer um gelado, passear, jantar/almoçar fora de casa ir a uma disco/bar nada melhor que o centro. Existe o Costa, a Santini, a Spirito, Moustache, Piolho, Rendez-vous, Plano B, Galerias de Paris, Baixa Burger, Tropical Burger, o McDonalds (acho que o mais bonito do mundo), restaurantes chineses, indianos, gregos, italianos, Munchies, low cost.come, o Via Catarina, a Ribeira, o Cais de Gaia,.... (nunca mais saía daqui a descrever tudo o que tem de bom)

-Transportes
Tem a estação S. Bento a 10 min. a pé do Hospital, cerca de 20 min. do Complexo ICBAS/FFUP.
Tem paragens de autocarro quase em frente ao Complexo ICBAS/FFUP e ao Hospital. Durante a noite também há imensos autocarros noturnos a vir para a zona do centro (vindos da zona do São João ou então da zona industrial --> zona com algumas discos conhecidas como o Via Rápida).
Tem várias estações de metro relativamente próximas (Casa da Música, Carolina Michaelis, Lapa, Trindade, Aliados) que, se não gostarem de andar a pé, podem apanhar um autocarro (com a mesma viagem Andante) e estão logo lá.
Se preferirem usar o carro é um pouco mais complicado pelo estacionamento porque o centro está sempre cheio. Se não quiserem pagar a tarifa nem usar um parque têm que o deixar relativamente longe mas mesmo assim a Polícia Municipal agora dedicou-se a multar as ruas envolventes ao Complexo e não existe, no Complexo, um parque de estacionamento para alunos.




Opinião muito pessoal
É tudo um mar de rosas? Não. Não gostei de alguns profs (ensinavam mal, acham-se os donos de tudo e mais alguma coisa), não gostei de algumas unidades curriculares (a forma como ensinavam não era apelativa para mim ou o grau de exigência nas aulas é diferente do do exame ou estão MUITO mal organizadas). Atendendo ao global, a experiência é muito positiva porque pude aprender muita coisa mas também tive que me esforçar para tal e "roubar" algum do meu "tempo livre" para ir a consultas e urgências extra-aulas porque os professores mostraram-se sempre disponíveis para me receber (isto nos anos clínicos) ou então fazer estágios nas férias e workshops. Nos anos básicos (1º ao 3º) nunca fui ao gabinete dos professores tirar dúvidas, geralmente mandava email ou perguntava no início/fim de uma aula teórica/prática e sempre me esclareceram muito bem as dúvidas. Nos anos clínicos (4.º e 5.º), os professores são muito acessíveis e podem-se rir um pouco da tua cara por fazermos perguntas absolutamente óbvias (aos olhos deles) mas em não se é prejudicado por isso. Pelo menos eu nunca fui.

Em termos de formação no final, apesar de todas as picardias entre ICBAS e FMUP, acho que ambas dão muito boa formação.

Depois há a eterna questão do ambiente, que na FMUP são mais nariz empinado e blá blá blá. Bem, eu conheço pessoas q foram para a FMUP e sim, algumas são nariz empinado, mas quando as conheci já o eram mas também conheço pessoas na FMUP que são super simpáticas para comigo e conheço pessoas que vieram da FMUP para o ICBAS e que são espetaculares, super simpáticas, divertidas. Por isso, a questão do ambiente não sei dizer, deve haver um pouco de tudo.
No ICBAS, há sempre um espírito competitivo como em tudo (também nas turmas de secundário é habitual existir) mas consegue-se estabelecer boas relações com as pessoas e toda a gente tende a acolher bem os novatos. Aliás, no ICBAS vamos passando apontamentos de uns anos para os outros, disponibilizamos isso em grupos secretos/fechados no facebook, nunca senti, ao longo destes muiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiitos anos (já vou para o 6º) que me tentassem prejudicar.




Depois deste mega post, se alguém ainda tiver alguma dúvida não hesite em perguntar :)
 

GonçaloT

Membro Caloiro
Matrícula
30 Julho 2015
Mensagens
4
Gostos
3
#3
Disses-te que foste transferida da FFUP para o ICBAS, gostava de saber quão difícil foi essa tranferências, como foi feita, e que critérios de seleção são utilizados para tranferir os alunos, etc... Muito obrigado e desculpa o incomodo :tongueout:
 
Matrícula
4 Junho 2015
Mensagens
38
Gostos
63
#4
Disses-te que foste transferida da FFUP para o ICBAS, gostava de saber quão difícil foi essa tranferências, como foi feita, e que critérios de seleção são utilizados para tranferir os alunos, etc... Muito obrigado e desculpa o incomodo :tongueout:
Olá. Se disse transferida foi sem querer pq não foi o que ocorreu :s eu voltei a fazer os exames e entrei como qq aluno q sai do secundário entra :x
 
Gostos: GonçaloT

GonçaloT

Membro Caloiro
Matrícula
30 Julho 2015
Mensagens
4
Gostos
3
#5
[CONTINUAÇÃO]

Edifícios:
O ensino da Medicina no ICBAS é feito em vários edifícios que na gíria dos alunos são o ICBAS NOVO (Complexo ICBAS/FFUP na Rua Jorge de Viterbo Ferreira onde estão os alunos até ao 3.º ano), o ICBAS VELHO (Largo Prof. Abel Salazar do 4.º ao 6.º ano), o CMIN (Pediatria/Ginecologia/Obstetrícia; este fica a cerca de 10 min a pé do ICBAS NOVO mas os horários estão feitos de forma a ficar a manhã/tarde toda no mesmo edifício), Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho (antigo Hospital Santos Silva em Gaia; módulo de cirurgia plástica 6-7 semanas) e Instituto Nacional de Medicina Legal - Delegação Porto (Medicina Legal; comum à FMUP).
O edifício "novo", apesar de ser novo foi muito mal projetado para a capacidade educacional atual do ICBAS e da FFUP em que a cantina é bastante pequena (acho que é o grande problema) e quem projetou a biblioteca esqueceu-se da insonorização porque qualquer pessoa a caminhar é ouvida em toda a biblioteca.
O ICBAS velho é uma espécie de edifício satélite onde vão sendo ministradas algumas aulas teóricas e outras práticas (quando o hospital não tem sala para albergar os alunos porque em determinadas unidades curriculares são juntas 3 turmas).


ICBAS vs. Restantes Faculdades onde é ensinada Medicina:
Claro que o ICBAS é o melhor não estivesse eu cá :D
Agora sem brincar. Eu gosto bastante do ICBAS, gostei e gosto do tempo que passo cá.

Quanto ao ICBAS ser melhor que as outras na área da investigação não é bem verdade. Quem quiser fazer investigação pode mas tem que falar com um prof da área que mais goste e averiguar se eles têm algum projeto que o possa acolher porque não temos especificamente uma unidade curricular de investigação.

Quanto ao ICBAS ser melhor que a FMUP ou o contrário, bem, acho que vai depender MUITO de cada pessoa. Conheço duas pessoas que mudaram da FMUP para o ICBAS, uma da UMinho e outra da UBI também para o ICBAS. Também há o caso de pessoas que mudaram do ICBAS para a UMinho. Isto porque ou não gostaram do clima entre colegas ou então porque não gostaram dos planos curriculares.


Tirar boas notas no ICBAS:
Vá eu não sou exemplo para ninguém no estudo diga-se mas consegue-se passar e tirar boas notas... O 3o ano implica muito estudo no ICBAS porque marca, como já disse, a transição para os anos clínicos e alguns professores quase exigem que já saibamos tudo mas às vezes pode-se trabalhar muito e não se colher frutos desse trabalho porque os profs nem se lembram da tua cara...
Nos anos clínicos com algum estudo tira-se muito boas notas. Tem uma ou outra unidade curricular que é mais difícil ter boa nota mas em geral consegue-se ter notas a rondar os 14-15 nos anos básicos e 17-18 nos anos clínicos.


Morar no centro do Porto:
- Habitação

Existe quartos, apartamentos ou então residenciais (da UP http://sigarra.up.pt/sasup/pt/web_base.gera_pagina?P_pagina=265393 ou um Lar Universitário dirigido por freiras na Rua do Breiner). Há ainda um projeto da Federação Académica do Porto (se não estou em erro) em que podem ficar na casa de um idoso da zona, fazendo-lhe companhia e em troca ele dá casa ao aluno (comida não tenho a certeza).
Na minha modesta opinião, acho que é mais fácil, por exemplo, arranjar quartos melhores a preços mais acessíveis (nunca abaixo dos 150€ mas geralmente a rondar os 200€) na zona da FMUP porém já vi de tudo. Há várias páginas no facebook e sites onde podem ver a habitação que querem e também conseguem muito bons quartos no centro pelos 200€.

- Vida Social
Não há nada melhor que o centro do Porto. Se quiserem tomar um café, comer um gelado, passear, jantar/almoçar fora de casa ir a uma disco/bar nada melhor que o centro. Existe o Costa, a Santini, a Spirito, Moustache, Piolho, Rendez-vous, Plano B, Galerias de Paris, Baixa Burger, Tropical Burger, o McDonalds (acho que o mais bonito do mundo), restaurantes chineses, indianos, gregos, italianos, Munchies, low cost.come, o Via Catarina, a Ribeira, o Cais de Gaia,.... (nunca mais saía daqui a descrever tudo o que tem de bom)

-Transportes
Tem a estação S. Bento a 10 min. a pé do Hospital, cerca de 20 min. do Complexo ICBAS/FFUP.
Tem paragens de autocarro quase em frente ao Complexo ICBAS/FFUP e ao Hospital. Durante a noite também há imensos autocarros noturnos a vir para a zona do centro (vindos da zona do São João ou então da zona industrial --> zona com algumas discos conhecidas como o Via Rápida).
Tem várias estações de metro relativamente próximas (Casa da Música, Carolina Michaelis, Lapa, Trindade, Aliados) que, se não gostarem de andar a pé, podem apanhar um autocarro (com a mesma viagem Andante) e estão logo lá.
Se preferirem usar o carro é um pouco mais complicado pelo estacionamento porque o centro está sempre cheio. Se não quiserem pagar a tarifa nem usar um parque têm que o deixar relativamente longe mas mesmo assim a Polícia Municipal agora dedicou-se a multar as ruas envolventes ao Complexo e não existe, no Complexo, um parque de estacionamento para alunos.




Opinião muito pessoal
É tudo um mar de rosas? Não. Não gostei de alguns profs (ensinavam mal, acham-se os donos de tudo e mais alguma coisa), não gostei de algumas unidades curriculares (a forma como ensinavam não era apelativa para mim ou o grau de exigência nas aulas é diferente do do exame ou estão MUITO mal organizadas). Atendendo ao global, a experiência é muito positiva porque pude aprender muita coisa mas também tive que me esforçar para tal e "roubar" algum do meu "tempo livre" para ir a consultas e urgências extra-aulas porque os professores mostraram-se sempre disponíveis para me receber (isto nos anos clínicos) ou então fazer estágios nas férias e workshops. Nos anos básicos (1º ao 3º) nunca fui ao gabinete dos professores tirar dúvidas, geralmente mandava email ou perguntava no início/fim de uma aula teórica/prática e sempre me esclareceram muito bem as dúvidas. Nos anos clínicos (4.º e 5.º), os professores são muito acessíveis e podem-se rir um pouco da tua cara por fazermos perguntas absolutamente óbvias (aos olhos deles) mas em não se é prejudicado por isso. Pelo menos eu nunca fui.

Em termos de formação no final, apesar de todas as picardias entre ICBAS e FMUP, acho que ambas dão muito boa formação.

Depois há a eterna questão do ambiente, que na FMUP são mais nariz empinado e blá blá blá. Bem, eu conheço pessoas q foram para a FMUP e sim, algumas são nariz empinado, mas quando as conheci já o eram mas também conheço pessoas na FMUP que são super simpáticas para comigo e conheço pessoas que vieram da FMUP para o ICBAS e que são espetaculares, super simpáticas, divertidas. Por isso, a questão do ambiente não sei dizer, deve haver um pouco de tudo.
No ICBAS, há sempre um espírito competitivo como em tudo (também nas turmas de secundário é habitual existir) mas consegue-se estabelecer boas relações com as pessoas e toda a gente tende a acolher bem os novatos. Aliás, no ICBAS vamos passando apontamentos de uns anos para os outros, disponibilizamos isso em grupos secretos/fechados no facebook, nunca senti, ao longo destes muiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiitos anos (já vou para o 6º) que me tentassem prejudicar.




Depois deste mega post, se alguém ainda tiver alguma dúvida não hesite em perguntar :)
Olá. Se disse transferida foi sem querer pq não foi o que ocorreu :s eu voltei a fazer os exames e entrei como qq aluno q sai do secundário entra :x
Provavelmente não disses-te, interpretei mal :blush: Mas obrigado por responderes. Ainda assim, conheces alguém que tenha sido tranferido, ou sabes as condições dessa tranferência?
 
Matrícula
4 Junho 2015
Mensagens
38
Gostos
63
#6
Provavelmente não disses-te, interpretei mal :blush: Mas obrigado por responderes. Ainda assim, conheces alguém que tenha sido tranferido, ou sabes as condições dessa tranferência?
Nah. Ninguém é transferido para medicina. Pelo menos, pelo meu conhecimento acho que nos últimos anos, em faculdade alguma, abriram vagas para transferências de alunos de outros cursos para o curso de medicina.
 
Gostos: TS_23

João Silva

Membro Caloiro
Matrícula
15 Março 2015
Mensagens
8
Gostos
2
#7
Tenho uma dúvida, o inicio do semestre corresponde ao inicio das aulas? É que no curso que pretendo ingressar (1º opção de candidatura) é Medicina, no ICBAS onde começa o semestre dia 15 e nesse dia tenho exame de condução e não queria nada perder as primeiras aulas.
 

Droggy

Membro Dux
Matrícula
20 Julho 2015
Mensagens
801
Gostos
1,410
Curso
Medicina
Instituição
NMS | FCM
#8
Tenho uma dúvida, o inicio do semestre corresponde ao inicio das aulas? É que no curso que pretendo ingressar (1º opção de candidatura) é Medicina, no ICBAS onde começa o semestre dia 15 e nesse dia tenho exame de condução e não queria nada perder as primeiras aulas.
As primeiras aulas costumam ser mais introdução e explicar como as cadeiras funcionam. Eu pessoalmente não gosto de faltar a essas aulas mas se tens exame de condução é tranquilo. Se leres a ficha da UC ficas a perceber como funciona - e aquilo que não perceberes perguntas aos teus colegas ou então aos Professores :)
 

SLeite

Membro Caloiro
Matrícula
5 Setembro 2015
Mensagens
1
Gostos
0
#9
Olá! Eu entrei em medicina no icbas pelo concurso especial para licenciados e pedi equivalencias da minha licenciatura anterior. Sabem-me dizer se este processo de saber ou não se tenho equivalencias é muito demorado? E sabem se costumam dar muitas equivalencias?

Para além disso sabem me dizer se as sebentas das cadeiras estão online? E qual a página?
 

InêsCouto

Membro Caloiro
Matrícula
17 Setembro 2015
Mensagens
1
Gostos
0
#10
Olá! Eu andei a ler sobre como seria o 6 ano de medicina no icbas, li que irão existir rotações entre 4 blocos, mas a informação que li não era muito clara. Para além disso também li que 2 semanas serão no centro hospitalar do nordeste, é verdade? Sabes-me esclarecer como é que é isto das turmas, se ficamos com os mesmos colegas, como é que são as rotações, durante as rotações ficamos todos em grande grupo ou em pequenos grupos (rácio médico:aluno), se de facto é para ir para o centro hospitalar do nordeste como é que isso acontece (onde ficamos, com quem) e se existem urgências à noite? Desculpa as minhas muitas dúvidas! Se me souberes esclarecer agredecia-te imenso!
 
Matrícula
27 Maio 2015
Mensagens
45
Gostos
8
#11
entrei este ano em medicina veterinária no icbas, será que alguém me sabe dizer quais as equivalências a que tenho direito se para o ano conseguir entrar em medicina na mesma instituição? alguém que tenha ja feito esta mudança? obrigada
 

Droggy

Membro Dux
Matrícula
20 Julho 2015
Mensagens
801
Gostos
1,410
Curso
Medicina
Instituição
NMS | FCM
#13
Olá! Eu entrei em medicina no icbas pelo concurso especial para licenciados e pedi equivalencias da minha licenciatura anterior. Sabem-me dizer se este processo de saber ou não se tenho equivalencias é muito demorado? E sabem se costumam dar muitas equivalencias?

Para além disso sabem me dizer se as sebentas das cadeiras estão online? E qual a página?
Aconselho vivamente a falares com os teus colegas de curso que eles poderão ajudar-te melhor sobre essa parte das sebentas ;)
De resto as equivalências costumam demorar um pouco

entrei este ano em medicina veterinária no icbas, será que alguém me sabe dizer quais as equivalências a que tenho direito se para o ano conseguir entrar em medicina na mesma instituição? alguém que tenha ja feito esta mudança? obrigada
Situação muito fácil xD. Terás às que têm o mesmo nome :)

alguém me sabe dizer se no icbas há precedências?
Acho que não. Pelo menos quando andava lá nao
 

Droggy

Membro Dux
Matrícula
20 Julho 2015
Mensagens
801
Gostos
1,410
Curso
Medicina
Instituição
NMS | FCM
#15
e qual é o ano barreira em q tenho de ter as cadeiras para trás todas feitas?
Sinceramente não sei. Vou dizer que é a entrada para o 6º ano porque lembro-me de ouvir dizer que alunos do 5º ano ainda tinham Quimica Biologica II para fazer portanto deve ser aí nessa transição do 5º ano para o 6º ano
 

blackuro

Criadora do maior tópico do fórum
Colaborador Editorial
Matrícula
23 Agosto 2015
Mensagens
1,629
Gostos
3,435
Curso
Ciências e Tecnologias (13º Ano)
#16
Boas :)
Sei que parece um bocado estranho estar a perguntar isto, mas ouvi dizer que o ICBAS mudou de lugar recentemente. Já não se encontra à beira do antigo Palácio de Cristal? Sinceramente, parece-me ou pouco estranho...
Muito obrigada e peço imensa desculpa pela pergunta :p
 
Matrícula
4 Junho 2015
Mensagens
38
Gostos
63
#17
Boas :)
Sei que parece um bocado estranho estar a perguntar isto, mas ouvi dizer que o ICBAS mudou de lugar recentemente. Já não se encontra à beira do antigo Palácio de Cristal? Sinceramente, parece-me ou pouco estranho...
Muito obrigada e peço imensa desculpa pela pergunta :p
Bem quem te disse isso devia achar que o edifício principal do ICBAS ainda estava ao pé do Hospital mas não. Até ao 3.º ano as aulas são no edifício ao pé do palácio de cristal e do 4º ao 6º no Hospital ou no Edifício Antigo/Neoclássico ao pé do Hospital. :wink:
 
Gostos: blackuro
Matrícula
4 Junho 2015
Mensagens
38
Gostos
63
#18
Olá! Eu andei a ler sobre como seria o 6 ano de medicina no icbas, li que irão existir rotações entre 4 blocos, mas a informação que li não era muito clara. Para além disso também li que 2 semanas serão no centro hospitalar do nordeste, é verdade? Sabes-me esclarecer como é que é isto das turmas, se ficamos com os mesmos colegas, como é que são as rotações, durante as rotações ficamos todos em grande grupo ou em pequenos grupos (rácio médico:aluno), se de facto é para ir para o centro hospitalar do nordeste como é que isso acontece (onde ficamos, com quem) e se existem urgências à noite? Desculpa as minhas muitas dúvidas! Se me souberes esclarecer agredecia-te imenso!
Olá. Eu estou no 6º ano e posso esclarecer-te isso...

Tens 4 blocos (9 semanas) + 2 opcionais (2 semanas). Consoante as opcionais que escolhas podes ir para o IPO, eventualmente visitar as termas ou então é tudo no HSA ou no Edifício antigo. Em MGF II a questão é outra. Podes escolher o centro de saúde que quiseres ou então optares por uma vaga protocolada e essa divisão é feita, na altura, com os restantes colegas tentando-se ajustar às preferências de cada um que nem sempre se consegue...

Quanto às turmas, somos divididos em 4 rotações. Este ano foi via informática e quem fosse mais rápido ficava na rotação escolhida. Caso contrário ia para as vagas sobrantes, por isso, ou quando escolheres será outro sistema (como no ano passado em que se faziam os grupos e entregava-se essa lista no Serviço Pré-Graduado) ou é preciso teres amigos rápidos.

No que diz respeito às rotações é muito variável... Neste momento, em Medicina Interna, estamos 3 alunas:1 tutor mas em MGF e SMC estávamos 1:1 apesar de em Pediatria estarmos com os internos mas o interno com quem fiquei era porreiro. Em Ginecologia e Obstetrícia (parte de SMC tal como pediatria) estávamos sobretudo a assistir a consultas e aí ou estávamos sozinhos ou haviam outros internos connosco (geralmente só mais 1).

Quanto à ida para o CHNordeste não faço ideia, mas diria que não. Só se for em MGF. Aqui nas rotações, não há urgências à noite. No máximo até às 20h
 
Matrícula
20 Julho 2015
Mensagens
801
Gostos
1,410
Curso
Medicina
Instituição
NMS | FCM
#19
Boas :)
Sei que parece um bocado estranho estar a perguntar isto, mas ouvi dizer que o ICBAS mudou de lugar recentemente. Já não se encontra à beira do antigo Palácio de Cristal? Sinceramente, parece-me ou pouco estranho...
Muito obrigada e peço imensa desculpa pela pergunta :p
Se calhar a pessoa estava-se a referir ao antigo edificio (chamado de Neoclássico pelos vistos). Desde há pelo menos 4 anos que passou para junto do Palácio de Cristal.
 
Gostos: blackuro

blackuro

Criadora do maior tópico do fórum
Colaborador Editorial
Matrícula
23 Agosto 2015
Mensagens
1,629
Gostos
3,435
Curso
Ciências e Tecnologias (13º Ano)
#20
Bem quem te disse isso devia achar que o edifício principal do ICBAS ainda estava ao pé do Hospital mas não. Até ao 3.º ano as aulas são no edifício ao pé do palácio de cristal e do 4º ao 6º no Hospital ou no Edifício Antigo/Neoclássico ao pé do Hospital. :wink:
Obrigada! De facto, pareceu-me que a informação que me deram era um bocado estranha. Agora entendo, muito obrigada :)
(Por falar nisso, Edifício Neoclássico? Há imagens? *-*)

Se calhar a pessoa estava-se a referir ao antigo edificio (chamado de Neoclássico pelos vistos). Desde há pelo menos 4 anos que passou para junto do Palácio de Cristal.
Exato, obrigada!
Já agora, sabem onde posso ver fotos do edifício antigo? XD
 
Editado por um moderador: