Medicina Veterinária

Discussão em 'Recursos Naturais' iniciado por Verónica, 1 Fevereiro 2015.

  1. MGO

    MGO Membro Caloiro

    Matriculado:
    4 Janeiro 2017
    Mensagens:
    1
    Gostos Recebidos:
    0
    Olá! Eu sou estudante do 12ºano e está a chegar a altura de decidir o curso... Eu tenho pensado muito sobre isto e ando muito indecisa. As minhas opções são Psicologia e Medicina Veterinária. Em relação a Psicologia, é uma das minhas disciplinas de opção deste ano e eu interesso-me muito sobre os temas relacionados com psicologia por isso, acho que gostava de seguir algo relacionado com isso... Quando falei disso aos meus pais eles não gostaram muito da ideia porque a taxa de empregabilidade é muito baixa. Em relação a Medicina Veterinária, eu gosto bastante de animais e gostava de poder ajudá-los, e se for o que eu fizer da vida ainda melhor. E eu sei que a taxa de empregabilidade deste curso é também bastante baixa... Mas o problema é que eu sou bastante sensível, e se vir feridas muito más ou muito sangue eu desmaio... Eu sei que para m. veterinária não basta gostar de animais, que é preciso fazer-se cirurgias e a minha pergunta é se acham que iniciando eu o curso, se me podia habituar a esta parte ou se como sou assim, é melhor excluir esta opção. Não sei se alguém me pode ajudar, mas fico agradecida!
     
  2. JoanaV88

    JoanaV88 Membro Caloiro

    Matriculado:
    5 Março 2017
    Mensagens:
    1
    Gostos Recebidos:
    1
    Boa tarde,

    eu sou licenciada em ciência alimentar e tenho mestrado em segurança alimentar, no entanto sempre quis mudar para medicina veterinária. Agora tenho 27 anos e sinto-me frustrada por ter dedicado anos a um curso em que não me sinto realizada só porque supostamente tinha saída (o que foi um engano). Neste momento ainda não consegui encontrar trabalho na área, tenho trabalhado em lojas.
    Tenho pensado em candidatar-me a medicina veterinária como detentora de grau mas tenho um pouco de receio por um lado devido à minha idade e por outro de acabar o curso e ficar na mesma situação.
    Agradecia se me pudessem dar uma opinião se alguém passou pelo mesmo e já agora qual será a melhor universidade, a UTAD ou a FMV.
     
    Margot gostou disto.
  3. Maria*

    Maria* Membro Caloiro

    Matriculado:
    9 Abril 2015
    Mensagens:
    4
    Gostos Recebidos:
    3
    Boa noite :) em relação a sensibilidade com feridas e sangue, não te posso mentir como estudante de Veterinária que para todos os alunos é sempre um choque, mesmo aqueles que teoricamente nem são sensíveis, mas como em tudo é uma questão de habito... eu no teu caso optaria por fazer um pequeno "estágio" num Veterinário com o intuito de testar esse lado. Porém até as pessoas mais sensíveis conseguem facilmente superar. Apesar de Veterinária não ser apenas clínica....
     
  4. luísa_3

    luísa_3 Membro Caloiro

    Matriculado:
    31 Maio 2017
    Mensagens:
    10
    Gostos Recebidos:
    3
    Olá,
    Eu gostava de estudar Medicina Veterinária mas estou indecisa entre estudar na Faculdade de Medicina Veterinária de Lisboa ou estudar no Instituto se Ciências Biomédicas Abel Salazar no Porto, será que alguém me poderá indicar as diferenças entre estes dois cursos e qual será melhor?
     
  5. not_ sure

    not_ sure Membro Caloiro

    Matriculado:
    11 Junho 2017
    Mensagens:
    5
    Gostos Recebidos:
    1
    Boa noite, estou a pensar mudar de curso para med. vet. Alguém que esteja neste curso me pode facultar um link da dropbox do curso caso exista ou alguns recursos para me dar algumas luzes relativamente à teoria?

    Obg!!
     
  6. SmartPill

    SmartPill Membro Veterano

    Matriculado:
    15 Fevereiro 2017
    Mensagens:
    189
    Gostos Recebidos:
    127
    Curso:
    Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas
    E também podem trabalhar em segurança e qualidade alimentar e indústria farmacêutica de medicamentos de uso veterinário (corrijam-me).
    Curiosidade: no caso das áreas clínicas, vocês especializam-se no final do vosso mestrado integrado?

    Acho que é importante ressalvar que muita vezes esse "ser facilmente impressionável" ao ver alguém ou algum animal numa situação de crise tem um pouco a ver com uma questão de conhecimento e autoconfiança porque naturalmente (ainda) não sabemos como ajudar. Com a prática, os conhecimentos e a maturidade pode ser ultrapassado.
     
  7. Dianateixeira

    Dianateixeira Membro Caloiro

    Matriculado:
    6 Agosto 2015
    Mensagens:
    6
    Gostos Recebidos:
    5
    Curso:
    Mestrado Integrado em Medicina Veterinária
    Instituição:
    UTAD
    Em Portugal, medicina veterinária não tem um Harrison nem um internato como medicina humana.
    Acabamos por não fazer todos os animais obviamente. Optamos por cães e gatos ou equinos ou vacas ou exóticos/selvagens ou investigação etc etc uma vez que seria muito difícil conciliar todos e, também não seriamos tão bons profissionais se o fizéssemos. Neste caso não há uma especialidade oficial, mas sim um médico que teve a formação geral, mas faz mais uma espécie.
    Basicamente quem quer tirar uma especialidade de forma oficial e mais concreta (oftalmologia em pequenos animais ou cirurgia em equinos, por exemplo) após o termino do mestrado integrado pode fazê-lo por sua conta no Colégio Europeu.
    Penso que este artigo pode ajudar a perceber:
    O futuro passa por aqui - Veterinaria Atual
     
    #67 Dianateixeira, 19 Junho 2017
    Última edição: 21 Junho 2017
Loading...