Trabalhador-Estudante

  • Exames Nacionais: o que acontece antes, durante e depois. Neste Explicador encontras algumas informações úteis e curiosidades.
  • Vouchers para viagens de comboio grátis a partir de segunda-feira. Se estás a acabar o primeiro ano de um Curso Técnico Superior Profissional, Licenciatura ou Mestrado Integrado tens de conhecer o Comboio do Conhecimento
  • Exames Nacionais: todos os alunos vão a exame, com ou sem avaliação final. Sabe mais aqui!
  • Há 6 portuguesas entre as 250 melhores universidades jovens do mundo. Consulta aqui!
Matrícula
5 Fevereiro 2015
Mensagens
28
Gostos
9
Curso
Tradução
#1
Queria saber se o estatuto de trabalhador-estudante se pode pedir a qualquer momento do ano lectivo. No regulamento da minha faculdade só diz que se deve pedir no acto da inscrição, mas e se começarmos a trabalhar um mês depois do início do semestre, já não o podemos pedir?

Já agora, se alguém aqui for trabalhador-estudante, é difícil conciliar as duas coisas, ou com as diversas fases de avaliação é possível?
 

davis

Administrador
Equipa Uniarea
Moderador
Matrícula
13 Outubro 2014
Mensagens
13,961
Gostos
15,730
Curso
Eng. Aeroespacial
Instituição
IST - ULisboa
#2
Olá @bojanpt
Tudo depende do regulamento da própria instituição de ensino. Posso-te dizer que na que frequentei há um prazo de 2/3 semanas para apresentar o pedido para o estatuto em cada um dos semestres. Após esse prazo passar, mesmo que comeces a trabalhar entretanto, só podes pedir o estatuto no semestre seguinte.
 
Matrícula
15 Julho 2015
Mensagens
19
Gostos
7
#3
Queria saber se o estatuto de trabalhador-estudante se pode pedir a qualquer momento do ano lectivo. No regulamento da minha faculdade só diz que se deve pedir no acto da inscrição, mas e se começarmos a trabalhar um mês depois do início do semestre, já não o podemos pedir?

Já agora, se alguém aqui for trabalhador-estudante, é difícil conciliar as duas coisas, ou com as diversas fases de avaliação é possível?
Olá
Eu frequento o IPCA e lá só podemos apresentar o estatuto trabalhador-estudante até ao final de Setembro, mas se começarem a trabalhar posteriormente temos de redigir uma carta a explicar a situação, eles analisem e se acharem que é válida aceitam o estatuto.

Se é difícil conciliar? Não, mas também não é fácil.
Simplesmente tens de aproveitar ao máximo os fins de semana para estudar. Não sei se tens por hábito sair à noite, mas se tens, vais ter de esquecer isso. Tens de te concentrar nos teus objetivos de vida.

Mas 90% das pessoas conseguem conciliar o trabalho com os estudos.

Espero ter ajudado :)
 
Matrícula
18 Junho 2015
Mensagens
34
Gostos
6
#4
Queria saber se o estatuto de trabalhador-estudante se pode pedir a qualquer momento do ano lectivo. No regulamento da minha faculdade só diz que se deve pedir no acto da inscrição, mas e se começarmos a trabalhar um mês depois do início do semestre, já não o podemos pedir?

Já agora, se alguém aqui for trabalhador-estudante, é difícil conciliar as duas coisas, ou com as diversas fases de avaliação é possível?
Também estou um pouco preocupada com isso. Já trabalho e vou ter de o continuar a fazer. Vamos lá ver como corre.
Estou a ponderar só me inscrever a metade das cadeiras, uma colega sugeriu.me isso q também estuda e trabalha.
 

chips

Membro Veterano
Matrícula
13 Setembro 2015
Mensagens
118
Gostos
81
Instituição
ISCTE Business School
#5
Também estou um pouco preocupada com isso. Já trabalho e vou ter de o continuar a fazer. Vamos lá ver como corre.
Estou a ponderar só me inscrever a metade das cadeiras, uma colega sugeriu.me isso q também estuda e trabalha.
Não aconselho que te inscrevas em metade das cadeiras. Isso já é uma atitude derrotista e vais ter ainda menos motivação para estudar, porque sabes que no ano seguinte vais estar no mesmo ano, por isso não é tão premente que estudes. Aconselho a que tentes fazer todas as cadeiras e, só se passado umas semanas vires que não consegues dedicar o tempo necessário a todas, deixes uma em atraso. Só é preciso rigor e força de vontade. Boa sorte.
 
Matrícula
18 Junho 2015
Mensagens
34
Gostos
6
#6
Não aconselho que te inscrevas em metade das cadeiras. Isso já é uma atitude derrotista e vais ter ainda menos motivação para estudar, porque sabes que no ano seguinte vais estar no mesmo ano, por isso não é tão premente que estudes. Aconselho a que tentes fazer todas as cadeiras e, só se passado umas semanas vires que não consegues dedicar o tempo necessário a todas, deixes uma em atraso. Só é preciso rigor e força de vontade. Boa sorte.
Muito obrigada pelo conselho :DD
Ajudou imenso.
 
Matrícula
19 Setembro 2015
Mensagens
27
Gostos
25
#7
Não aconselho que te inscrevas em metade das cadeiras. Isso já é uma atitude derrotista e vais ter ainda menos motivação para estudar, porque sabes que no ano seguinte vais estar no mesmo ano, por isso não é tão premente que estudes. Aconselho a que tentes fazer todas as cadeiras e, só se passado umas semanas vires que não consegues dedicar o tempo necessário a todas, deixes uma em atraso. Só é preciso rigor e força de vontade. Boa sorte.
Discordo! Para algumas pessoas o trabalho é a atividade central. Ou porque sem o rendimento do trabalho não podem frequentar o ensino superior, ou porque precisam do trabalho para sustentar uma familia. Para essas pessoas a faculdade é uma atividade secundária, apesar de também ser um objetivo. Como também seria comprar um carro novo.
Mas a frequência da faculdade não se resume só ao dinheiro que é necessário, também é necessário tirar aproveitamento. Assim as pessoas que se inserem no grupo dos trabalhadores-estudantes têm de encontrar estratégias para conciliar o trabalho e o aproveitamento na faculdade.
Para delinear uma estratégia é necessário informação. Essa informação pode ser obtida da seguinte forma:
1) utilizar uma folha Excel e fazer um horário (seg a sab) c\ blocos de 30 min, incluindo tempos de transporte, refeições, descanso, trabalho,....;
2) verificar os ects das cadeiras. Cada ect equivale entre 25 a 30 horas de trabalho académico;
3) fazer os calculos e subtrair a carga horária curricular por semestre (13-15 semanas) da cadeira;
4) o resultado de 3) é a carga horária extra-curricular recomendada para a cadeira;
5) dividir o resultado obtido em 4) pelo nº de semanas utilizado em 3);
6) voltando ao horário, tentar encaixar a carga horaria semanal obtida em 5) nos "blocos" livres;
7) por tentativas e erro chegar a solução optima. Isto é o nº de cadeiras máximas.

A ideia geral é: não se trabalha porque se anda na faculdade, mas anda-se na faculdade porque se trabalha! Se não se andasse na faculdade, trabalhava-se na mesma!
 

Joanna

Membro Caloiro
Matrícula
21 Julho 2015
Mensagens
5
Gostos
4
#8
Boa tarde.

Sou trabalhadora-estudante mas até à data não pedi o estatuto junto da faculdade.
O que acontece é que tenho um contrato a termo incerto na empresa com a qual trabalho desde 2014, apesar de vários colegas terem conseguido este mesmo estatuto noutras faculdades, a minha indica que não posso colocar o estatuto por este ser a termo incerto (apesar de já trabalhar há mais de 2 anos nesta empresa).

Alguém me consegue ajudar a perceber se a faculdade pode de facto recusar-se a atribuir-me o estatuto por este motivo, e se existe alguma forma de contornar esta situação?

Agradeço desde já a atenção.
 

carlactvieira

Membro Caloiro
Matrícula
12 Março 2017
Mensagens
1
Gostos
0
#9
Boa noite,

Soube junto da faculdade que tenho 20 dias uteis para fazer o requerimento para o estatuto de trabalhador estudante, uma vez que já me matriculei. A minha dúvida é sobre os documentos que posso entregar.
Para além da declaração da entidade patronal surgem outros documentos como possiveis para envio, a "Declaração comprovativa de inscrição na Caixa de Previdência" ou "Mapa atualizado de descontos para a Segurança Social", mas não consigo perceber como obter um destes dois documentos. A única coisa que encontro na segurança social é a Declaração da situação contributiva.
Será que alguém me consegue explicar melhor que outro comprovativo que não a declaração do emprego eu posso enviar?

Obrigada
 
Matrícula
3 Março 2017
Mensagens
25
Gostos
9
Curso
Contabilidade
Instituição
IEFP
#10
Olá, eu vou candidatar-me à Universidade este ano. Mas já trabalho há cerca de 2 anos. A minha dúvida é: será que consigo tirar a licenciatura em 3 anos sem ir às aulas? O curso que quero é Gestão. Se forem trabalhadores estudantes divulguem pf como conciliam os estudos com o trabalho e como correu ou está a correr o vosso percurso Universitário. Obrigada. :)
 
Matrícula
9 Agosto 2016
Mensagens
33
Gostos
13
#11
Olá, eu vou candidatar-me à Universidade este ano. Mas já trabalho há cerca de 2 anos. A minha dúvida é: será que consigo tirar a licenciatura em 3 anos sem ir às aulas? O curso que quero é Gestão. Se forem trabalhadores estudantes divulguem pf como conciliam os estudos com o trabalho e como correu ou está a correr o vosso percurso Universitário. Obrigada. :)
Uma opção que podes tomar enquanto estudante-trabalhador é escolheres avaliação final, em que mesmo que não tivesses esse estatuto, não tens faltas, e só tens que ir fazer um exame por cadeira, mas claro que depende da universidade.
 
Matrícula
21 Julho 2016
Mensagens
11
Gostos
3
#12
Boas!
Este ano vou fazer a candidatura para ingressar no ensino superior e, como pratico futebol numa equipa profissional, gostaria de saber se tenho direito ao estatuto de trabalhador-estudante ou de atleta de alto rendimento.
 

fraser

Membro Dux
Colaborador Editorial
Matrícula
6 Julho 2015
Mensagens
2,712
Gostos
3,668
Curso
Medicina
Instituição
NMS|FCM
#13
Sendo jogador profissional, basta que apresentes provas que és pago e terás direito a estatuto de trabalhador-estudante.
 

barbara04

Membro Dux
Matrícula
15 Agosto 2015
Mensagens
730
Gostos
623
#15
Boa tardetenho algumas duvidas sobre o estatuto estudante-atleta. Sei que varia de universidade para universidade mas estive a ler alguns regulamentos das principais cidades universitarias e parece me que so obtem esse estatuto quem pratica desporto pela propria universidade. Mas e quem pratica desporto federado e participa em campeonatos nacionais seniores da 1a divisao que so tem 1 folga semanal ? Eu gostava muito de obter essa estatuto mas é impossivel conciliar a faculdade (queria medicina) com desporto federado e ainda com treinos e jogos pela propria universidade. Obrigada
 

davis

Administrador
Equipa Uniarea
Moderador
Matrícula
13 Outubro 2014
Mensagens
13,961
Gostos
15,730
Curso
Eng. Aeroespacial
Instituição
IST - ULisboa
#16
Olá @barbara04
Mas e quem pratica desporto federado e participa em campeonatos nacionais seniores da 1a divisao que so tem 1 folga semanal ? Eu gostava muito de obter essa estatuto mas é impossivel conciliar a faculdade (queria medicina) com desporto federado e ainda com treinos e jogos pela propria universidade.
Tens o estatuto próprio definido pelo Instituto Português do Desporto e Juventude:
Página do IPDJ, I.P.
 
Gostos: barbara04

mfferresilva

Membro Caloiro
Matrícula
29 Janeiro 2018
Mensagens
1
Gostos
0
#18
Bom dia pessoal. Estou numa dúvida bastante grande e não sei mesmo o que fazer. Trabalho em part time numa cadeia de supermercados bastante conhecida (Continente) e estudo no iscal. O que é certo é que me perguntaram se queria fazer 8 horas diarias para sempre. Por um lado sinto que é uma grande oportunidade de poder entrar efectivo numa grande empresa como a sonae porque o supermercado onde trabalho abriu à pouquissimo tempo e ninguem esta nos quadros. Por outro nao queria mesmo deixar o meu curso para tras...
 
Matrícula
10 Março 2016
Mensagens
7
Gostos
6
#19
Bom dia pessoal. Estou numa dúvida bastante grande e não sei mesmo o que fazer. Trabalho em part time numa cadeia de supermercados bastante conhecida (Continente) e estudo no iscal. O que é certo é que me perguntaram se queria fazer 8 horas diarias para sempre. Por um lado sinto que é uma grande oportunidade de poder entrar efectivo numa grande empresa como a sonae porque o supermercado onde trabalho abriu à pouquissimo tempo e ninguem esta nos quadros. Por outro nao queria mesmo deixar o meu curso para tras...
Não podes fazer o curso em pós-laboral?
Pode ser difícil conciliar e até podes escolher não fazer as cadeiras todas de uma vez! Claro que irás demorar mais tempo a fazer o curso, no entanto, não deixas para trás.

Pensa a longo prazo qual será a melhor opção...
Que portas é que o curso te pode abrir?
Que portas o curso pode fechar?
O Continente irá dar-te progressão na carreira que queres? Não existem trabalhos para sempre, portanto... Se o trabalho no Continente acabar/cansar consegues emprego noutro sítio com facilidade?
O trabalho no Continente deixa-te realizado?
É uma oportunidade assim tão irrecusável? Não irão existir outras oportunidades semelhantes se continuares a fazer o teu curso?

Fazer um curso é um investimento em ti e no teu futuro, mas só faz sentido se tu quiseres e se for esse o caminho que pretendes para a tua vida. :)
 

montacargas

Membro Caloiro
Matrícula
13 Junho 2018
Mensagens
1
Gostos
0
#20
Ola a todos,

Sou trabalhador estudante e gostava de ter uma duvida esclarecida e de avisar o pessoal sobre que o que vem na lei que estabelece o Trabalhador Estudante não é cumprido pelas instituições universitárias, pelo menos na minha (não vou dizer qual por motivos óbvios).

Enfim professores não querem saber se és ou não és trabalhador estudante, .. alguns chumbam-te pois faltas as aulas teóricas dizendo-te que afinal eram teórico praticas, .. enfim outros ainda gozam na cara das pessoas pelo facto de serem trabalhadores estudantes... e uma vergonha!!

Enfim mas eu vim aqui tentar esclarecer uma duvida relativamente a uma assunto: os exames finais e os de época especial de exames.

Li a legislação mas não entendi bem .. o que diz é que os que gozam o estatuto de trabalhador estudante não tem época especial de exame .. quer isto dizer que os podem fazer quando quiserem a qualquer altura??

Gostava que alguém informado ou que já tenha vivenciado estas andanças comentasse e ajudasse ..


Obrigado.