Já abriram as candidaturas para o 9º bootcamp da Academia de Código, um programa de 14 semanas para mentes brilhantes no desemprego que procurem por uma nova carreira na área da programação.

O próximo bootcamp da Academia de Código começa dia 17 de abril, em Lisboa, e tem 20 vagas abertas a pessoas independentemente da sua idade ou formação académica prévia que queiram aprender a programar num formato absolutamente imersivo e intensivo e, ao fim de três meses e meio, integrar o mercado de trabalho como Junior Software Developers.

Ao contrário do que se passava nas edições anteriores, as inscrições estão abertas mesmo para quem não resida no Município de Lisboa. “O importante é que os candidatos estejam dispostos a se mudar de “armas e bagagens” para a capital e a viverem a aventura cognitiva de conversão profissional mais desafiante das suas vidas”, refere a organização num comunicado enviado ao Uniarea.

Não é preciso ter experiência prévia na área mas o domínio da língua inglesa, como língua franca comum à aprendizagem de todas as linguagens de programação, é fundamental. A equipa, que se intitula de Master Coders, acredita que havendo dedicação, capacidade de trabalho e paixão qualquer pessoa pode aprender a programar.

Em 2 anos de atividade, a Academia de Código já recebeu mais de 5.000 candidaturas e orgulha-se de ter até agora uma taxa de empregabilidade de 96%. João Magalhães, Co-Fundador e CEO, acrescenta que “é crescente a necessidade de programadores no mundo e em Portugal (…) já tivemos vários casos de Code Cadets que receberam ofertas de trabalho antes de terminarem o Bootcamp, o que é um aspeto extremamente positivo e revelador de que estamos a fazer um bom trabalho”.

Numa área onde o desemprego é virtualmente zero, a organização adianda que os ordenados médios de entry level dos alumni da Academia de Código são de 940 Euros/mês. Empresas como a Altran, Logicalis, Accenture, Clickly ou Uniplaces já integraram participantes deste programa nas suas melhores equipas.

Oficialmente, as aulas decorrem de segunda a sexta-feira, das 09h às 18h. Mas na prática é muito comum encontrar Code Cadets, nome dado aos participantes, a “bombar código” pela noite ou pelos fins de semana adentro, refere a organização, dado que este formato exige uma entrega total por parte quer dos alunos quer da equipa pedagógica. As linguagens abordadas são o Java e o JavaScript, mas o ênfase do programa é ensinar a aprender, indubitavelmente a skill mais útil que se pode ensinar a quem almeje ter uma carreira de sucesso como programador.

Podes encontrar mais informações no FAQ YOURSELF disponibilizado em academiadecodigo.org.