Agosto vai quase a meio. Falta 1 mês. Parece que nunca mais acaba. Um inferno infinito. Uma espera que não termina. A ansiedade controla-nos e tudo o que mais desejamos é o derradeiro dia em que um email decide parte do nosso futuro.

É das poucas vezes que não podemos controlar a 100% aquilo que nos acontecerá. Certamente cada dia é mais um dia de espera. Sonhamos. Acreditamos. Temos esperança que aquele email será o melhor das nossas vidas. Mas a espera é tão longa. É o verão mais longo e doloroso que um estudante pode ter.

De rompante, surgem todas as dúvidas nas nossas cabeças. Questionamos as nossas opções, as nossas capacidades, as nossas ideias, os nossos sonhos. E se não entrar? E se entrar? E se não gostar? Perguntas e mais perguntas. Cada dia um tormento. Uma contagem decrescente para aquele dia. Agosto, para os milhares de candidatos, é, por experiência própria, um mês que não termina. Não que seja mau de todo. Nunca estamos completamente preparados para o choque da mudança.

Mas há mais a acontecer para além da longa espera. E se ela existe, já é bom. O melhor mesmo é brindar a essa ansiedade. Nada será igual depois daquele email. Cada raio de sol é encarado de forma distinta e há que aproveitar enquanto o sonho ainda vive! Coisas novas virão, a bem ou a mal. Contudo, a nossa mente está dias à frente…

Ri! Mas ri muito! Chora, se tiveres de o fazer. E no fim deste verão, quando a desejada mensagem de correio eletrónico chegar, respira bem fundo, lê e vai à luta. O verão mais longo das nossas vidas termina rápido, vale sempre a pena fazer-lhe um brinde!

  • Sharad Poudel

    estou contigo autor desta artigo. gostei imenso!
    mesmo..”Parece nunca mais acaba”

    • Sharad Poudel

      O que é que torna esta mês na sua palavra “um inferno infinito” é o facto de ter as faculdades na lista de preferencia do seis cidades differentes de Portugal e não saber onde é que é arranjar quartos para ficar perto de faculdade. Se entrarei na primeira ou segunda opção, tudo tranquilo se não …. “Nunca estamos completamente preparados para o choque da mudança.” Esperamos por o melhor. #peace