Estão abertas até ao dia 21 de janeiro as candidaturas à terceira edição do concurso para a atribuição de Bolsas de Investigação para Estágios na NASA (National Aeronautics and Space Administration of the USA). Serão atribuídas até seis bolsas a alunos de nacionalidade portuguesa que estejam a frequentar um doutoramento ou mestrado nas áreas das ciências, tecnologias, engenharias e matemática.



O programa realiza-se ao abrigo de um acordo celebrado em 2016 entre a FCT, o Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (MCTES) e a NASA, que permitiu que Portugal integrasse o Programa Internacional de Estágios da agência espacial norte-americana. As oportunidades de estágio para esta edição englobam 22 projetos da NASA, de entre os quais os candidatos poderão indicar aqueles a que desejam concorrer.

Nas duas primeiras edições dos estágios participaram 12 estudantes. Para Milton Cordeiro, que participou na primeira edição, em 2017, quando estava a concluir o seu doutoramento em Biotecnologia na Universidade Nova de Lisboa, “foram 6 meses muito enriquecedores tanto a nível profissional como pessoal”. O recém doutor, que no final do estágio recebeu um convite para continuar a sua colaboração como investigador convidado na agência, diz que “o estágio FCT-NASA foi uma oportunidade única na minha carreira e que aconselho a todos os estudantes”. Neste momento, o cientista está na Califórnia a prosseguir o desenvolvimento de um método de produção de biossensores para a monitorização cardíaca de astronautas em ambiente espacial, projeto que tinha iniciado durante o estágio.