(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

No maior estudo sobre instituições do ensino superior do mundo, a Universidade Nova de Lisboa destacou-se, seguida pela Universidade do Minho. Logo depois aparecem as universidades do Porto, Aveiro, Coimbra e Lisboa.

São estes os resultados da segunda edição do ranking global U-Multirank, compilado e financiado pela Comissão Europeia. Este estudo avaliou o desempenho de mais 1200 instituições de ensino superior, de 85 países diferentes, através de 31 indicadores, agrupados em 5 grandes áreas: ensino e aprendizagem, investigação, transferência de conhecimento, orientação para internacionalização e envolvimento regional.

A ordenação das instituições é feita conforme o número de classificações com a pontuação máxima (categoria A – Very Good) nos 31 indicadores que foram avaliados.

Fizemos uma análise às 24 instituições de ensino superior portuguesas que constam no ranking, e te deixamos aqui o Top9, referindo o número de pontuações máximas “A” que cada obteve nas respectivas categorias:

Como podes ver nesta análise, as maiores falhas das instituições portuguesas estão ao nível do ensino e da aprendizagem, onde só a Universidade de Lisboa conseguiu atingir a pontuação máxima num dos parâmetros. Por outro lado, o grande destaque pela positiva está ao nível da investigação.

Cada instituição apostou em áreas de especialização diferentes neste ranking o que é preciso ser tido em conta na análise. Os autores do estudo salientam que não pretendem simplesmente fazer o ranking das melhores universidades do mundo.

Podes consultar a lista completa das instituições portuguesas ordenada neste link.