(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});
wyvaohFHv5Q

O Governo lançou este mês uma campanha nas universidades contra a violência no namoro. O slogan «A violência no namoro não é para ti» está a ser distribuído aos estudantes em formato de cartaz, crachá e vídeo. A campanha durará até ao final do ano e deverá ser estendida a todas as faixas de ensino.

A iniciativa partiu do esforço das associações académicas e do resultado de um estudo feito pela União de Mulheres Alternativa e Resposta (UMAR) junto dos jovens. Os dados divulgados neste estudo alarmaram o Governo.

A secretária de estado para a Cidadania e Igualdade, Catarina Marcelino, afirma que «cerca de 30% dos jovens não tinham perceção de que alguns atos como bater, insultar, controlar o telemóvel ou forçar relações sexuais eram atos violentos».

A campanha utiliza interrogações como «Queres mesmo fazer uma licenciatura em maus-tratos e humilhação?» e «Qual é o teu curso? Cadeira de Humilhação Aplicada?» para incentivar os jovens a denunciar situações de abuso e violência conjugal.