(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Hoje em dia, arranjar emprego pode ser uma tarefa demorada e extremamente difícil, especialmente em Portugal. A procura aumenta cada vez mais, e a oferta nem sempre cresce lado a lado. Sou jovem, tenho 22 anos e acho que muitos problemas físicos ( como arritmias cardíacas, dores de cabeça constantes e ansiedade) derivam do stress da busca permanente por trabalho. Quando a opção não é ir viver para o estrangeiro, é preciso encontrar estratégias que visem cumprir o objetivo de estar empregado.

Licenciei-me em marketing e consegui encontrar emprego na área ao fim de 4 meses de procura. Este caminho não foi fácil (estive quase para desistir) e só me empenhei a 100% nos dois últimos meses, conseguindo assim arranjar. As dicas que escrevo neste artigo e que utilizei, são a nível mental e a nível prático.

A nível mental:

Está preparado para ouvir muitas rejeições

Em toda a minha busca, consegui um total de 15 entrevistas, porém fui rejeitada em 12. Depois de arranjar trabalho, tive de recusar duas. Ainda assim, aproveitei todas as rejeições como uma oportunidade para melhorar o meu trabalho e tentar outra vez. As pessoas determinadas aceitam a rejeição e até a recebem como uma constante necessária da vida, as pessoas que têm medo não o fazem. Esse segundo tipo de indivíduos, acumula as rejeições e entendem-nas como um sinal de que não são capazes, ou seja, vêm estas experiências como negativas. Infelizmente, estas experiências de teor negativo, começam a defini-las enquanto indivíduos e a mexer com a ideia que tem de si próprias. Para os que têm medo, as rejeições são provas vivas de que não têm talento, estas pessoas pensam: “Para quê dar me ao trabalho? Vou estragar tudo de qualquer das maneiras”.



Só se vive uma vez, e por isso mesmo, temos de aproveitar todas as oportunidades que a vida nos dá e acreditar em nós próprios porque se não acreditarmos, quem mais vai?

Nikola Tesla, foi um inventor nos campos da engenharia mecânica e electrotecnia e tem uma teoria sobre a energia. Este gêneo diz que tudo é energia, até os nossos pensamentos. Tudo o que pensarmos, quer positivo, quer negativo vai ter um efeito no nosso organismo, porque tudo está ligado através de energia. Os pensamentos são as substâncias mais dinâmicas, mais fluídas e mais poderosas de todo o universo.

Nunca em situação alguma, desistas

Após 2 meses de me inscrever para ofertas que se encontravam em sites como o Sapo Empregos, Indeed, Joogle, Net empregos, CareerJet, Jobrapido e até mesmo na rede social LinkedIn, andei muito desanimada por não conseguir alcançar resultados. Quando dei por mim, estava quase a desistir, mas pensei “se os outros conseguem porque é que eu não consigo?” e a partir dai empenhei-me a 100%. Redefini as minhas prioridades e coloquei o “arranjar emprego” em primeiro lugar. Ao fazer uma introspecção à minha vida, descobri que não o tinha em primeiro lugar nas minhas prioridades, porque estou a tirar uma pós-graduação, e tinha medo de não ter tempo para tudo. Felizmente, percebi que com uma boa organização, consigo fazer tudo ao mesmo tempo.

Nunca devemos desistir porque a vida é movida por metas e objetivos, eles são o caminho para a concretização dos sonhos e projetos que dão sentido à nossa jornada existencial. Sem objetivos e metas, de que vale a pena viver?

Tem fé

A crença em Deus, ajudou-me muito a ultrapassar a espera quase infindável de emprego. Quando estava mais desanimada pensava naquele velho ditado “Deus escreve direito por linhas tortas”, que significa que se uma pessoa for persistente e humilde, apesar de certos atropelos na vida, consegue realizar-se.

Apesar da crença espiritual ser importante, a fé em nós mesmos tem grande peso. Esta pode ser desenvolvida por afirmações ao subconsciente, quanto mais repetimos algo para nós mesmos, mais acreditamos que aquilo é real. Por isso a fé pode ser desenvolvida pela autossugestão, se tens um desejo e queres manter uma fé inabalável a ele, escreve-o num papel e repete com sentimento e emoção todos os dias o máximo de vezes possível. Com o tempo essa afirmação vai entrar no subconsciente, mesmo que o desejo ainda não exista no plano material. Isso é o mesmo que acreditar sem ver.

Foca em pessoas de sucesso

O que me fez manter o foco, foi ler frases motivacionais de pessoas de sucesso ou ler biografias sobre os mesmos. Descobri que essa gente, estava bem pior do que eu e mesmo assim tiveram a força e a resiliência para conseguirem tudo o que desejavam. Nunca era no tempo exato em que queriam, mas chegava a acontecer. Quando se trata de realizar os seus sonhos, tudo o que podemos dizer é: nunca subestimes o poder do tempo. O tempo não só concede a capacidade de usar os seus talentos, perseguir os seus sonhos e deixar uma marca duradoura no mundo, mas também dá espaço para que as pessoas ajustem as suas percepções em relação às suas realizações.

Os seres humanos que tiveram sucesso, não foram mais inteligentes do que eu, ou do que o caro leitor. Mas foram pessoas destemidas, que não têm medo de ouvir um “não” e que apesar das condições adversas da vida, nunca desistiram por nada deste mundo.

A nível prático:

Esquece os currículos de papel, constrói o teu próprio currículo

Existem muitos sites para criar um currículo diferente do habitual tais como o Canva, Onlinecurriculo e livecareer. Porém, toda a gente quer fazer um currículo diferente e portanto utiliza os modelos disponíveis nos sites. A questão é que se uma pessoa quer se destacar entre os seus concorrentes, tem de inventar algo que não existe. O que eu fiz, foi tirar ideias de currículos diferentes através da rede social Pinterest. Vi lá um CV muito engraçado não-convencional realizado por Samuel Profeta.

Numa era digital, o marketing tradicional é fundamental

Apesar de quase todas as empresas pedirem para os candidatos enviarem currículo pela internet, uma forma de ser diferente, é entregar porta a porta. Cheguei a realizar essa tarefa,tendo entregue cerca de 16 currículos pessoalmente nas empresas. Consegui entrevista numa organização, infelizmente não ingressei por falta de experiência.

Vivemos num mundo em que só com um clique, conseguimos realizar imensas tarefas que há uns anos atrás não eram possíveis. Por isso, se queremos marcar a diferença, é fundamental utilizar estratégias mais tradicionais.

Inscreve-te no centro de emprego

É fundamental a inscrição no centro de emprego, até para ingressar em estágios do IEFP. Consegui arranjar duas entrevistas passado duas semanas de me ter inscrito. É sempre uma boa opção, porque podem-te chamar para entrevistas na tua área e também à possibilidade de realizares formações financiadas.

Envia currículos espontâneos

Enviei para 100 empresas currículos espontâneos e obtive um bom resultado. Primeiro, procurei no google por empresas na minha zona, e encontrei o site do Jornal de Notícias com o dirétorio de todas as empresas na minha área de residencia por setor de actividade. De seguida, enviei um email personalizado para todas elas que tivessem site, a dizer que era licenciada em marketing e que tinha melhorias para a empresa.

Arranja experiência através de empresas sem fins lucrativos ou de empresas familiares

Uma boa maneira de arranjar experiência ( na minha área), é através de associações estudantis tais como a Impac’tu. Estas empresas sem fins lucrativos, apesar de serem muito úteis para crescimento pessoal , são também úteis para ganhar prática.

Uma outra maneira é através de empresas familiares, se conheceres alguém da tua família que tenha empresa, oferece-te para trabalhar de graça. O objetivo é ganhar prática.

Informa-te sobre feiras de emprego

As feiras de emprego, são métodos eficazes para procurar e mudar de emprego. Através do site Talent Portugal, é possível encontrar as feiras de emprego que se vão realizar em Portugal inteiro. As empresas visitantes têm a oportunidade de contactar pessoalmente com mais de 40 organizações de candidatos no conjunto das duas sessões.

Inscreve-te em formações financiadas

As formações financiadas são boas para quem quer ganhar mais conhecimento e para quem quer ganhar algum dinheiro enquanto não se trabalha. Existem centros formadores tais como o centro de emprego, CEAC, Inovinter, CECOA entre outros.

Conclusão

O que me fez arranjar emprego, foi ter enviado currículos espontâneos para empresas na minha zona de residência. Muitas pessoas podem achar que tive “sorte”, mas eu fiz a minha própria sorte.

A sorte só acontece quando uma pessoa luta pelos seus objectivos e nunca desiste, é preciso muita resiliência e paciência, mas no final, todos os sacrifícios compensam.