(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

A célebre candidatura que faz tremer da cabeça aos pés qualquer aspirante ao ensino superior…

Exatamente, aquele “simples” formulário que tu e eu (Já que estamos no mesmo barco, podemos tratar-nos por tu, não podemos? Fica à vontade.) preenchemos em agosto e cujo recibo nos foi enviado por email pela nossa querida DGES como se tivéssemos ido apenas fazer compras ao supermercado da esquina. Mas o que nos foi enviado significa, para nós, muito mais. É o bilhete que nos permitirá embarcar naquele mar “nunca de antes navegado” (ou talvez não) que é o ensino superior. E sim, tal como tu, mal posso esperar por saber qual será o meu destino.



Nem todos vamos embarcar nas mesmas condições. Alguns de nós terão de se adaptar a uma cidade desconhecida, longe de casa. Alguns de nós estão a tentar ingressar pela segunda vez e só a perspetiva de ficar novamente de fora nos causa arrepios. Alguns de nós não vão entrar no curso que consideram perfeito (e talvez mudem de ideias relativamente a isso). Cada um tem os seus sonhos e projetos. Seguimos caminhos diferentes, mas é a procura pelo sucesso, a ambição que temos em comum, que faz de nós companheiros de navio.

Com isto quero dizer-te que todos os caminhos vão dar a Roma. Alguns aspirantes parecem chegar lá à primeira (mas não sem terem de enfrentar tempestades pelo meio e uns acidentes de percurso, que o Google Maps não deve funcionar no alto mar). Outros podem ter de dar a volta ao mundo e talvez descobrir que o seu destino era outro.

Talvez eu releia este artigo daqui a um ano e dê uma gargalhada ao pensar no quão ingénua eu era, aspirante ansiosa que sou. Mas talvez alguns de vocês, companheiros de viagem, se identifiquem com o que eu escrevi. De qualquer modo, eu não sei o que me espera. E vocês também não. Não há coletes salva-vidas. Uma coisa é certa: chegou o momento de sermos quem queremos ser. Que me dizem, vamos embarcar?

Colabora!

Este texto faz parte de uma série de textos de opinião de alunos do ensino secundário e superior sobre a sua visão do ensino e da educação.

Gostavas de publicar um texto? Colabora connosco.