O eQubes é um jogo de lógica matemática, inspirado em cubos com mosaicos que escondem equações. O jogador dispõe de 2 minutos para resolver as equações em cada face do cubo, fazendo uso do cálculo mental. À medida que vai acumulando eQubes, o jogador pode usá-los para comprar mais tempo para resolver as equações.

O jogo foi criado por João Lima, de 21 anos, e estudante do Mestrado Integrado em Engenharia Mecânica na Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto. O criador admite que “tudo começou com o meu gosto em programar o qual me apercebi ter no início do curso de Engenharia Mecânica em unidades curriculares de programação, e passou muito rapidamente de uma ideia para um desafio. Queria que o jogo tivesse boa jogabilidade num design simples, minimalista e intuitivo”.

A verdade é que o jogo foi uma aposta ganha e, por ser adequado a todas as idades e utilizar uma linguagem universal – os números -, o jogo conquistou o 1.º lugar da Apple App Store, na categoria de aplicações para iPad. Dado o sucesso do jogo, está a ser planeado o lançamento do jogo na Google Play, a loja dos dispositivos Android, estando ainda a ser avaliado o lançamento em dispositivos Windows.

O caso de João Lima (a quem aproveitamos para congratular) é apenas mais um exemplo de sucesso de estudantes portugueses, bem como uma prova de que é possível prosperar em áreas que, a início, não consideraríamos vocacionais (afinal de contas, trata-se de um estudante de engenharia mecânica a ter sucesso na área da informática). No final de contas, a formação académica não é tudo, e depende de cada um traçar o seu caminho profissional. Assim, sendo inegável que a qualidade da formação da Universidade do Porto (que está entre as 200 melhores universidades na área das engenharias) terá contribuído para o sucesso, a maior parte dele deveu-se às qualidades do estudante da FEUP e à parceria com a BloomIdea.