(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Um grupo de seis estudantes do terceiro ano da Licenciatura em Engenharia Informática da Universidade de Coimbra no âmbito da cadeira Processos de Gestão e de Inovação desenvolveu uma aplicação mobile para
organizar melhor a praxe.

“A nossa aplicação funciona da seguinte maneira: o utilizador faz o download na Google Play Store, podendo registar-se como “caloiro”, “praxista” ou como membro do “Concelho de Veteranos”, estando as opções que são mostradas entre aspas. Dado isto, o utilizador poderá consultar os grupos existentes de praxes. Nestes grupos, os membros praxistas poderão enviar uma mensagem de texto onde estão as informações (hora e localização) da praxe. Esta informação fica disponível para os utilizadores consultarem. Os utilizadores “caloiros” não poderão enviar uma mensagem para esta zona, devido à impossibilidade de organizarem praxes por eles mesmos. Existe também uma secção “Localização” onde todos os membros poderão mandar e ler mensagens, servindo para questionar sobre a localização atual das praxes”, refere a equipa ao Uniarea.




O Concelho de Veteranos da Universidade de Coimbra poderá aceder a uma zona especial, onde tem a possibilidade de indicar se podem ser realizadas praxes ou não, indicando a razão, neste último caso. Existe também a possibilidade de os utilizadores enviarem um mail diretamente ao Concelho de Veteranos.


Imagens da Aplicação

“O que nos levou a desenvolver esta aplicação foi o facto de maioria das praxes serem organizadas via redes sociais, onde a informação se perde muito facilmente”, esclarece a equipa. Pretendem também abranger os alunos não usam redes sociais.

Esta aplicação está disponível para download na Play Store desde dia 18 de Dezembro e foi desenvolvida por Alexandre Ferreira, Catarina Mestre, Diogo Costa, João Canelas, João Oliveira e Maria Pereira.