(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Os exames nacionais para acesso ao ensino superior terminaram.

Após centenas de protestos nos últimos anos contra os exames nacionais do ensino secundário, os alunos conseguiram hoje uma das suas maiores vitórias. Os Exames Nacionais do ensino secundário chegam ao fim, sendo o acesso ao ensino superior realizado através de provas locais realizadas pelas próprias instituições de ensino superior.

Esta é uma luta antiga. Um movimento estudantil tinha reivindicado recentemente o fim dos exames nacionais, considerando que estes promovem a desigualdade e impedem os alunos de concluir os seus estudos. Em declarações à Uniarea, referem ainda que “não queremos a facilitação de nada, só queremos a igualdade”.

As instituições de ensino superior estão a preparar-se para a realização de provas a nível local, dando-lhes uma oportunidade de testar outras competências nos alunos que até agora não eram consideradas.

Nas faculdades de gestão já se fala da realização de um Shark Tank University Edition em que o aluno terá de convencer um painel de 5 tubarões porque é um dos alunos que deverá ser selecionado para a instituição.

Por outro lado, o acesso aos cursos ligados às Relações Públicas terá uma prova em será testada a capacidade do aluno atrair clientes para uma discoteca local.

No campo da História, e aproximando-se dos interesses desta geração, a prova consistirá na construção da árvore genealógica de todas as famílias da Guerra dos Tronos, o que não será tarefa fácil.

Engenharia Aeroespacial terá uma prova que consistirá na construção e lançamento de um avião de papel, enquanto que a prova de Engenharia Civil será a construção de uma ponte em esparguete.

No que toca às artes, a conta do Instagram do aluno poderá ser apresentada como portfólio, estando a ser considerada também uma prova de “fotografia selfie”.

Nas áreas das ciências sociais, algumas das provas faladas passam por um ensaio político baseada na visualização do Canal Parlamento para os cursos de Ciência Política, e um ensaio sociológico baseado num reality show português de um canal generalista para os estudantes de Sociologia.

Imaginação não falta às instituições. É o fim dos exames nacionais que entraram em vigor em 1996 e que desde aí são debatidos pelos estudantes do Secundário, mas também por associações de pais que se têm unido nos últimos anos aos protestos.

Qual a tua opinião sobre esta medida? Que provas adicionavas?

Feliz Dia das Mentiras

Infelizmente esta notícia fez parte de uma brincadeira nossa, os exames nacionais continuam a existir. 🙂

Encontra a informação sobre os Exames Nacionais atualizada aqui.