(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

O FabLab Benfica, do Politécnico de Lisboa, a Distributed Design Platform e a Fab Foundation desafiam designers, makers e educadores a repensar a escola e o ambiente doméstico como espaço de aprendizagem. O prazo para apresentação de propostas termina a 15 de setembro.

As inscrições para propostas de design de produtos ou recursos educativos que promovam o ensino em ambiente doméstico estão abertas, numa iniciativa promovida pelo Fablab Benfica, da Escola Superior de Educação do Politécnico de Lisboa, a Distributed Design Platform e a Fab Foundation. O prazo das inscrições encerra a 15 de setembro de 2020.



Tendo em conta a pandemia de Covid-19 que levou ao encerramento das escolas e ao confinamento das famílias, designers, makers e educadores são convidados a submeter os seus projetos online, numa open call que tem como principal objectivo realçar o potencial de resposta à situação vivida por parte da comunidade de fazedores.

Procuram-se produtos e recursos educativos abertos em qualquer fase de desenvolvimento, desde soluções previamente testadas até conceitos. “O objetivo deste desafio é ajudar os educadores a adaptarem-se a novos contextos de forma divertida e útil, fruto de uma “vontade de mapear e incentivar a criação de projectos e práticas educativas que potenciem o ambiente doméstico enquanto lugar de crescimento e aprendizagem”, como referido em comunicado.

Das propostas recebidas serão selecionados 10 projetos finalistas a integrar numa exposição final itinerante. Destes, dois projetos vão ser escolhidos para uma apresentação na Distributed Design Summer School 2020, para além de receberem uma bolsa que inclui um plano de mentoria da FabLab Benfica. Os custos do desenvolvimento do projeto também estão incluídos até ao valor de 700 euros.