Uniarea - Forum

RodrigoAlves
RodrigoAlves
neste tipo de exercicios que tenho visto é do género 6 pinturas óleo ou 2 livros de saramago 2 de sophi de mello, dps pedem para ordenar ao acaso de forma a que eles fiquem juntos, à partida a ordem intressa, mas quando penso bem mas se eles sao iguais fazer 3! não faz sentido, mas também já me disseram que quando não dizem no enunciado que sao idnistinguiveis é para considerarmos distinguiveis..
NemoExNihilo
NemoExNihilo
Lá está, nem sempre os enunciados são tão bons, claros e (gramaticalmente, até!) bem construídos quanto deveriam.

Nesse sentido, é sempre um grande risco...
RodrigoAlves
RodrigoAlves
achas que deva considerar se me aparecer um exercicio deste género, sempre como distinguiveis, caso não digam que sao indistinguivies?? uma pessoa pode dominar bem isto, mas às vezes estes promenores...
NemoExNihilo
NemoExNihilo
Eu diria que sim, mas, em contexto de teste/exame, escreveres lá que "admitindo que os quadros (ou seja o que for) são distinguíveis," e só fazeres as contas/explanares o raciocínio depois de dizeres isso.
RodrigoAlves
RodrigoAlves
eu sinceramente penso desta forma: neste caso queriamos ordenar os quadros de forma a que cada ggenero ficasse junto do tipo oleos juntos, grafite juntos, se pensarmos assim reparamos que colocar primeiro na fila as pinturas de óleo não é a mesma coisa que colocarmos no final, logo a ordem vai intressar,
RodrigoAlves
RodrigoAlves
porque lá está aqui vamos dispor numa fila, se a ordme intressa vai ser arranjos neste caso distinguiveis pois ao preenchermos um lugar com 1 quadro ficamos so com 2 possibilidades para o 2º lugar agora se falam em colher x lugares para colocar 3 rebuçados aí a ordem não intressa, pois não queremos ordenar e colocar rebuçado na posiçao um e outro na 2 ou vive versa é mesma coisa
NemoExNihilo
NemoExNihilo
Mas, lá está, se a ideia é só dispores os quadros um numa ponta e outro noutra, para esse propósito, podes tomá-los como indistinguíveis e ignorar as trocas dentro de cada "bloco" de quadros, dado que, em princípio, elas se anulariam. Ou seja, será algo como 2/3C9 (ou 2/6C9, que é igual).
RodrigoAlves
RodrigoAlves
não pois ao fazem combinações não estas a considerar o fato de eles ficarem juntos na fila
RodrigoAlves
RodrigoAlves
e a ordem intressa logo arranjos- depois resta saber se é com repetiçao ou sem repetiçao neste caso é sem, pois ao preencher 1 lugar so fico com 2 quadros para pôr nos restantes lugares
RodrigoAlves
RodrigoAlves
ah desculpa não li bem o que escreveste, sim nesse caso, a ordem não vai intressar logo usamos combinações
RodrigoAlves
RodrigoAlves
do género temos 9 lugares queremos colocar 3 quadros com uma flor 9 C3 e depois queremos colocar 6 quadros com pedras 6 C 6
RodrigoAlves
RodrigoAlves
Nemo depois de bater com a cabeça 300x vezes descobri a verdade xD basicamente quando no enunciado não dizem ser indistinguivel do género 3 quadros, 3 cds, 3 bolas vermelhas, podemos utilizar arranjos e consideramos eles distinguiveis, podemos imaginar que as bolas vermelhas estão numeradas por exemplo, mas também dá para ir por combinaçõe, mas é muito mais trabalhoso
NemoExNihilo
NemoExNihilo
Pela minha experiência pessoal, as combinações tendiam as ser menos complicadas que os arranjos, mas isso também tem muito a ver com a forma como cada um interioriza a matéria. Se te arranjas bem com os arranjos (perdoa-me o trocadilho barato), e se chegas aos resultados certos, usa!
RodrigoAlves
RodrigoAlves
sim as combinações é realmente mais facil em certas situações, mas nem sempre em todas, por exemplo naquele que te falei de ordenar os quadros 7 de oleo e 3 de grafite, sendo que os de oleo têm de ficar juntos, se usasses combinações era muito trabalhoso
RodrigoAlves
RodrigoAlves
e neste aqui das bolas na b) https://www.youtube.com/watch?v=a50QwYxWDu4 ele usou arranjos sendo as bolas vermelhas "iguais" mas como eles não dizem no enunciado que são indistinguiveis podemos considerar distinguiveis
RodrigoAlves
RodrigoAlves
e nesse caso o exercicio fica muito mais fácil
RodrigoAlves
RodrigoAlves
a conclusão que eu chego é nesses exercicios de quadros, cds, livros.. podemos considerar iguais mas seria muito trabalhoso, (se não impossivel xD) por isso sendo que eles não dizem no enunciado que sao indistinguiveis, podemos considerar sempre distinguivel
NemoExNihilo
NemoExNihilo
Em última análise, as combinações são os arranjos, descontando as permutações dentro dos elementos, pelo que as coisas a modos que vão dar todas ao mesmo...
RodrigoAlves
RodrigoAlves
sim :) mas neste exercicios de sequÊncias ou de arrumar x objetos numa prateleira, convém sempre ir pelos arranjos, para isso temos de os considerar distinguiveis, o que podemos fazer caso não diga no enunciado indistinguiveis.
RodrigoAlves
RodrigoAlves
Combinações é masis em exercicios de "escolha" e retirar simultaneamente x bolas, mas por exemplo nesse video que te mandie no a so diziam retirar ao acaso, logo podiamos interpretar de duas maneiras,