.

Babrun

Membro Veterano
Matrícula
4 Novembro 2017
Mensagens
175
Se queres um curso mais abrangente, para te focares na área alimentar em mestrado, acho que bioquímica ou biotecnologia podem ser boas opções. Depois podes seguir por mestrados como qualidade alimentar, bioquímica ou biotecnologia alimentar.

Se gostarias de aprofundar logo a área alimentar desde a licenciatura, podes pesquisar sobre a licenciatura em engenharia alimentar (costuma existir em escolas superiores agrárias de institutos politécnicos do país, ou até mesmo em algumas universidades) qualidade alimentar (creio que existe, pelo menos, uma licenciatura com este nome), ou, até mesmo, pesquisares sobre o curso de ciências da nutrição: com o mestrado certo facilmente enveredas pela área alimentar.

Espero ter ajudado!
 

Sérgio Miguel

Membro Veterano
Matrícula
11 Junho 2019
Mensagens
134
ou, até mesmo, pesquisares sobre o curso de ciências da nutrição: com o mestrado certo facilmente enveredas pela área alimentar.
Ciências da Nutrição é péssimo para trabalhar na industria alimentar. A licenciatura ainda está muito direcionada para a "saúde". Mesmo com posterior mestrados ou doutoramentos na área da tecnologia e inovação alimentar, as empresas ficam muito fixas na licenciatura base.

Para terem noção, vejam no gráfico 7 a % de membros na ON que estão na industria. E acrescento que muitos desses membros estão na indutria a fazer higiene e segurança no trabalho (como já foi o meu caso).
 
  • Like
Reactions: Babrun

Babrun

Membro Veterano
Matrícula
4 Novembro 2017
Mensagens
175
Ciências da Nutrição é péssimo para trabalhar na industria alimentar. A licenciatura ainda está muito direcionada para a "saúde". Mesmo com posterior mestrados ou doutoramentos na área da tecnologia e inovação alimentar, as empresas ficam muito fixas na licenciatura base.

Para terem noção, vejam no gráfico 7 a % de membros na ON que estão na industria. E acrescento que muitos desses membros estão na indutria a fazer higiene e segurança no trabalho (como já foi o meu caso).

Não fazia ideia! Achava que seria uma das saídas profissionais sólidas desse curso, com posterior especialização, por ser um curso tão direcionado para alimentos. É triste isso que mencionaste, que as empresas ficam muito "fixas na licenciatura base" mesmo que o candidato ao emprego tenha outras formações posteriores avançadas e viradas para a indústria alimentar. Digo que é triste porque me parecem ser profissionais que estariam preparados para exercer funções nessa indústria.
 

Sérgio Miguel

Membro Veterano
Matrícula
11 Junho 2019
Mensagens
134
Não fazia ideia! Achava que seria uma das saídas profissionais sólidas desse curso, com posterior especialização, por ser um curso tão direcionado para alimentos. É triste isso que mencionaste, que as empresas ficam muito "fixas na licenciatura base" mesmo que o candidato ao emprego tenha outras formações posteriores avançadas e viradas para a indústria alimentar. Digo que é triste porque me parecem ser profissionais que estariam preparados para exercer funções nessa indústria.
Nutrição tem vindo a construir-se como uma área profissional orientada apenas para a saúde. Por isso, é normal que não seja valorizada noutros campos. Inclusive, se não for para atuar na Nutrição Clinica, não precisas de estar inscrito na Ordem dos Nutricionistas.

Atuar na indutria alimentar são atos dos engenheiros (https://files.dre.pt/2s/2019/12/242000000/0018300236.pdf pontos 3 - Atos dos Engenheiros Alimentares). Por curiosidade, com a licenciatura em CN e 25 ECTS de matemática podes candidatar-te à OET, e esse titulo sim pode ser mais vantajoso na indutria alimentar.