A frágil saúde mental de um estudante: desabafos, depressão, ansiedade, ataques de pânico...

rlmftopper

Membro Caloiro
Matrícula
21 Outubro 2017
Mensagens
5
Boas pessoal, venho aqui falar de um tema que deve afectar a muitos estudantes. Desde o 10º ano que sinto uma grande ansiedade nos testes, apesar de já ter acabado o 12º ano, estou ainda a estudar para repetir os exames e entrar na faculdade. Estou neste momento a assistir a aulas de matemática e física e química, e na passada sexta feira tive um teste de matemática e mesmo sabendo que não vou ter nota no final do período bloqueei no teste e com o decorrer do tempo não conseguia raciocinar bem e entrei em pânico.

Alguém que já passou por esta situação ou semelhante pode dizer como ultrapassou?

Obrigado e bons estudos!
 

sam_mukka

Membro Veterano
Matrícula
19 Novembro 2015
Mensagens
436
Curso
Ciência Política (PP)
Instituição
ISCTE-IUL
Sim, já passei bastante vezes por situações semelhantes nos meus testes de filosofia
Eu sempre gostei da disciplina, sempre estudei bastante, mas quando estava a fazer o teste, acabava por me baralhar, bloqueava a pensar que não ia conseguir e ficava extremamente nervoso a pensar na nota que iria ter, e isso acabava por afetar muito o meu rendimento

Felizmente nunca me aconteceu isso no exame, claro que antes dos exames, ando com a ansiedade a mil, e com aquelas frustrações de estudo excessivo, mas nunca bloqueei
 

rlmftopper

Membro Caloiro
Matrícula
21 Outubro 2017
Mensagens
5
Sim, já passei bastante vezes por situações semelhantes nos meus testes de filosofia
Eu sempre gostei da disciplina, sempre estudei bastante, mas quando estava a fazer o teste, acabava por me baralhar, bloqueava a pensar que não ia conseguir e ficava extremamente nervoso a pensar na nota que iria ter, e isso acabava por afetar muito o meu rendimento

Felizmente nunca me aconteceu isso no exame, claro que antes dos exames, ando com a ansiedade a mil, e com aquelas frustrações de estudo excessivo, mas nunca bloqueei
Eu bloqueio e depois, como já disse, entro em pânico... não sei o que fazer, ideias baralhadas, não consigo ter a calma necessária para pensar e fazer o que tenho de fazer. Usas alguma técnica ?
 
  • Like
Reactions: sam_mukka

Andreia C.

Membro Dux
Especialista
Enfermagem & Biologia
Matrícula
12 Outubro 2016
Mensagens
5,376
Curso
Enfermagem - Finalista
Eu bloqueio e depois, como já disse, entro em pânico... não sei o que fazer, ideias baralhadas, não consigo ter a calma necessária para pensar e fazer o que tenho de fazer. Usas alguma técnica ?
Recomendo que digas aos teus pais ou a alguém e que tentem ver com um profissional o que podem fazer quanto a isso. Eu era assim no secundário e só passou quando falei com alguém.
 
  • Like
Reactions: Beatriz Dias

sam_mukka

Membro Veterano
Matrícula
19 Novembro 2015
Mensagens
436
Curso
Ciência Política (PP)
Instituição
ISCTE-IUL
Eu bloqueio e depois, como já disse, entro em pânico... não sei o que fazer, ideias baralhadas, não consigo ter a calma necessária para pensar e fazer o que tenho de fazer. Usas alguma técnica ?
Pois, aquele periodo desde o dia em que fazes o teste até quando o recebes, é sempre torturante..
mas o meu conselho, é que penses pouco no teste que realizaste, e não criar expectativas sejam negativas ou positivas.. ocupa o teu tempo a fazer algo que te seja terapêutico, como tocar algum instrumento ou praticar desporto
 

Lazuli

Aspie Lunática
Colaborador Editorial
Matrícula
24 Maio 2017
Mensagens
6,565
Curso
História da Arte
Instituição
Letras, Coimbra
Cenas que a minha psicóloga me disse para fazer nestas situações:
- Beber sempre água antes. Tipo, um copo. Não sei de que tamanho exactamente mas prontos :confused2: Agua da torneira da escola 4ever!
- Fechar as mãos e apertar enquanto inspiro e ir libertando-as na expiração. Umas 5 vezes praí. Não sei se expliquei bem.

Havia uma 3ª mas esqueci-me qual :(

Eu por acaso era o contrário, não ficava com ansiedade durante os testes, mas ao recebê-los. É aquele suspense quando a professora vai entregando aos ouros :confused2: Especialmente no básico. Acho que deixei de me preocupar tanto no secundário :sweatsmile:
 

little stone

Membro Dux
Matrícula
11 Julho 2016
Mensagens
4,369
Curso
Medicina
Instituição
FMUP
Boas pessoal, venho aqui falar de um tema que deve afectar a muitos estudantes. Desde o 10º ano que sinto uma grande ansiedade nos testes, apesar de já ter acabado o 12º ano, estou ainda a estudar para repetir os exames e entrar na faculdade. Estou neste momento a assistir a aulas de matemática e física e química, e na passada sexta feira tive um teste de matemática e mesmo sabendo que não vou ter nota no final do período bloqueei no teste e com o decorrer do tempo não conseguia raciocinar bem e entrei em pânico.

Alguém que já passou por esta situação ou semelhante pode dizer como ultrapassou?

Obrigado e bons estudos!
Olá :)
uma das coisas que podes fazer é pensar "eu sei resolver tudo o que estiver neste teste, mesmo que não seja à primeira tentativa", o que te pode ajudar a manter a calma quando encontrares algum exercício em que estejas bloqueada ou que não estejas a conseguir. Não podes desesperar com os bloqueios, sendo por isso essencial saber como os gerir e minimizar.
Depois podes pensar que é só um teste/exame, e vais ter muuuuuitos ao longo da tua vida. Quanto mais cedo banalizares este conceito mais calma estarás. O pior que pode acontecer é correr mal, e o lado positivo disso é que podes aprender com os erros que cometeste e melhorar numa próxima vez :)
 
  • Like
Reactions: Alterado

Tiago89

Membro Dux
Matrícula
15 Novembro 2015
Mensagens
923
Penso que o melhor será procurar ajuda de um/a profissional adequado para o problema. Quanto a mim confesso que nunca senti grande problemas do género quando tinha testes ou exames, mas é algo corrente nos alunos e alunas.
 
  • Like
Reactions: Andreia C.

rlmftopper

Membro Caloiro
Matrícula
21 Outubro 2017
Mensagens
5
Recomendo que digas aos teus pais ou a alguém e que tentem ver com um profissional o que podem fazer quanto a isso. Eu era assim no secundário e só passou quando falei com alguém.
Eu sou acompanhado por uma psicóloga e um psiquiatra. Eu estive dois anos sem estar em contexto de aula, a dar matéria e a fazer testes, tive dois anos em que a minha depressão foi mais acentuada. Este ano a minha mãe, basicamente obrigou-me a ir assistir a aulas e ainda bem! Acho que com o decorrer dos testes vou conseguir melhor.
--- Post atualizado ---
Obrigado aos que deram, até agora, uma resposta!
 

mariaz

Membro Caloiro
Matrícula
15 Janeiro 2018
Mensagens
1
Olá a todos. Nunca pensei que isto me fosse acontecer... mas estou mesmo mal. Este ano entrei para o mestrado que eu queria e na faculdade que eu queria, é uma faculdade com muito prestigio e os professores estão habituados a alunos top. Pela primeira vez na vida mudei-me para outra cidade e gostei muito. Comecei a descarrilar com os trabalhos de grupo, era sempre o mesmo grupo e com pessoas muito competitivas... tantas e tantas vezes saiamos da fac. às 2 e 3 da manhã e tantas chatices houveram. Veio o primeiro exame e correu-me mesmo muito mal, já sei que essa disciplina vou deixar para trás (chumbar), comecei a estudar para o segundo exame e tive o meu primeiro ataque de pânico. (...) Estudei por exames antigos e fiz muito mal, porque a matéria que saiu no meu exame foi só um terço do que estudei. Apesar disso, acho que vou passar a esta. Voltei para a cidade dos estudo na sexta para encontrar-me com uma colega que me ia ajudar a estudar para um exame que tenho esta semana, estou a zero nessa matéria. No dia em que voltei para a cidade dos estudo chorei que me fartei, estava mesmo a sentir-me esmagada pela pressão... No sábado passado a minha colega não conseguiu encontrar-se comigo e eu... tive outro MEGA ataque de pânico, de tal forma que a minha mãe implorou-me para voltar para casa porque estava preocupada comigo. Meti-me no comboio e vim... Vou faltar a este exame, ou seja, vou deixar mais este para trás. Estou mesmo muito mal porque, infelizmente, está muita coisa em jogo.

1º - Eu preciso de ter bolsa, porque os meus pais não têm mesmo como me ajudar, por sua vez mesmo que eu arranje um part-time... isso não dá para pagar propinas, quarto (!!!), comida, transportes... Ou seja, preciso de ter feito 36 créditos neste 1º ano e não sei se vou ser capaz.

2º - Eu preciso mesmo de ter estes mestrado porque a minha área de licenciatura não dá para nada, e já não tenho 20 e poucos anos... Por isso, preciso deste mestrado para "ontem", ainda para mais os alunos com este mestrado são conhecidos por saírem com altas médias (17). Então eu penso: se eu sair com um 13 ou 14 ou 15, vai ser uma vergonha, uma desgraça. Mais essa pressão...

3º - Tenho problemas de saúde sérios e este stress pode desencadear coisas mesmo muito graves... ao ponto de ter que ir para o hospital receber durante 5 dias medicação intravenosa, e mesmo assim esses problemas não passarem. Tenho tanto medo do que pode acontecer... Mas não me estou a conseguir acalmar /controlar... Isto está mesmo fora do controlo.

--
Já marquei consulta com o meu médico de família, para ele me marcar uma consulta de psic. ou psiq. no hospital, mas já sabemos como isso demora. Sinceramente, já não sei se vai lá com estas consultas. Também já fui à psicóloga da faculdade, mas não ajudou nada, muito pelo contrário ainda me pressionou mais para eu estudar muito porque preciso disto, porque preciso ter boas notas, porque os outros ex-alunos saem com médias de 17, porque preciso de ter boa média neste 1º semestre para arranjar um estágio...

Estou m e s m o mal da minha cabeça. ;( Não estou a entrar no ano com o pé direito e isto parte-me o coração...
 

hum

Membro Veterano
Matrícula
5 Setembro 2015
Mensagens
263
Curso
Engenharia Electrotécnica e de Computadores
Instituição
FEUP
Não tens psicologo na tua faculdade? Podes marcar consulta já com ele
 
Matrícula
5 Setembro 2016
Mensagens
1,227
Curso
EFA - Técn. Comercial
Instituição
AESGAMA
Olá a todos. Nunca pensei que isto me fosse acontecer... mas estou mesmo mal. Este ano entrei para o mestrado que eu queria e na faculdade que eu queria, é uma faculdade com muito prestigio e os professores estão habituados a alunos top. Pela primeira vez na vida mudei-me para outra cidade e gostei muito. Comecei a descarrilar com os trabalhos de grupo, era sempre o mesmo grupo e com pessoas muito competitivas... tantas e tantas vezes saiamos da fac. às 2 e 3 da manhã e tantas chatices houveram. Veio o primeiro exame e correu-me mesmo muito mal, já sei que essa disciplina vou deixar para trás (chumbar), comecei a estudar para o segundo exame e tive o meu primeiro ataque de pânico. (...) Estudei por exames antigos e fiz muito mal, porque a matéria que saiu no meu exame foi só um terço do que estudei. Apesar disso, acho que vou passar a esta. Voltei para a cidade dos estudo na sexta para encontrar-me com uma colega que me ia ajudar a estudar para um exame que tenho esta semana, estou a zero nessa matéria. No dia em que voltei para a cidade dos estudo chorei que me fartei, estava mesmo a sentir-me esmagada pela pressão... No sábado passado a minha colega não conseguiu encontrar-se comigo e eu... tive outro MEGA ataque de pânico, de tal forma que a minha mãe implorou-me para voltar para casa porque estava preocupada comigo. Meti-me no comboio e vim... Vou faltar a este exame, ou seja, vou deixar mais este para trás. Estou mesmo muito mal porque, infelizmente, está muita coisa em jogo.

1º - Eu preciso de ter bolsa, porque os meus pais não têm mesmo como me ajudar, por sua vez mesmo que eu arranje um part-time... isso não dá para pagar propinas, quarto (!!!), comida, transportes... Ou seja, preciso de ter feito 36 créditos neste 1º ano e não sei se vou ser capaz.

2º - Eu preciso mesmo de ter estes mestrado porque a minha área de licenciatura não dá para nada, e já não tenho 20 e poucos anos... Por isso, preciso deste mestrado para "ontem", ainda para mais os alunos com este mestrado são conhecidos por saírem com altas médias (17). Então eu penso: se eu sair com um 13 ou 14 ou 15, vai ser uma vergonha, uma desgraça. Mais essa pressão...

3º - Tenho problemas de saúde sérios e este stress pode desencadear coisas mesmo muito graves... ao ponto de ter que ir para o hospital receber durante 5 dias medicação intravenosa, e mesmo assim esses problemas não passarem. Tenho tanto medo do que pode acontecer... Mas não me estou a conseguir acalmar /controlar... Isto está mesmo fora do controlo.

--
Já marquei consulta com o meu médico de família, para ele me marcar uma consulta de psic. ou psiq. no hospital, mas já sabemos como isso demora. Sinceramente, já não sei se vai lá com estas consultas. Também já fui à psicóloga da faculdade, mas não ajudou nada, muito pelo contrário ainda me pressionou mais para eu estudar muito porque preciso disto, porque preciso ter boas notas, porque os outros ex-alunos saem com médias de 17, porque preciso de ter boa média neste 1º semestre para arranjar um estágio...

Estou m e s m o mal da minha cabeça. ;( Não estou a entrar no ano com o pé direito e isto parte-me o coração...
Ao meu ver pareces que precisas de descanso, não podes fazer outras actividades como meditação, yoga e entre outros? Aconselhava-te a desistir dessa pressão de ser o melhor, se caso isso desenvolva para problemas maiores. A primeira coisa que te diria era arranjares um part-time, para aliviar esses problemas. Não ponhas em causa o teu estado de saúde em risco por causa do estudo e da faculdade. Tenta meditar e relaxar, eu acho que precisas mesmo de parar e arranjar forma de controlar a ansiedade e o stress. Eu sei que é difícil fazer uma decisão destas, mas ás vezes parar é a melhor solução e eu não quero que desistas dos sonhos. Porque não experimentar outros tipos de trabalhos talvez podes gostar mais do que aquele que fazes no mestrado? Tenta experimentar coisas novas e que te façam feliz.
 
Última edição:

Mstudent17

Membro Dux
Matrícula
16 Novembro 2015
Mensagens
1,173
Curso
Medicina
Instituição
FCM|NMS
Olá a todos. Nunca pensei que isto me fosse acontecer... mas estou mesmo mal. Este ano entrei para o mestrado que eu queria e na faculdade que eu queria, é uma faculdade com muito prestigio e os professores estão habituados a alunos top. Pela primeira vez na vida mudei-me para outra cidade e gostei muito. Comecei a descarrilar com os trabalhos de grupo, era sempre o mesmo grupo e com pessoas muito competitivas... tantas e tantas vezes saiamos da fac. às 2 e 3 da manhã e tantas chatices houveram. Veio o primeiro exame e correu-me mesmo muito mal, já sei que essa disciplina vou deixar para trás (chumbar), comecei a estudar para o segundo exame e tive o meu primeiro ataque de pânico. (...) Estudei por exames antigos e fiz muito mal, porque a matéria que saiu no meu exame foi só um terço do que estudei. Apesar disso, acho que vou passar a esta. Voltei para a cidade dos estudo na sexta para encontrar-me com uma colega que me ia ajudar a estudar para um exame que tenho esta semana, estou a zero nessa matéria. No dia em que voltei para a cidade dos estudo chorei que me fartei, estava mesmo a sentir-me esmagada pela pressão... No sábado passado a minha colega não conseguiu encontrar-se comigo e eu... tive outro MEGA ataque de pânico, de tal forma que a minha mãe implorou-me para voltar para casa porque estava preocupada comigo. Meti-me no comboio e vim... Vou faltar a este exame, ou seja, vou deixar mais este para trás. Estou mesmo muito mal porque, infelizmente, está muita coisa em jogo.

1º - Eu preciso de ter bolsa, porque os meus pais não têm mesmo como me ajudar, por sua vez mesmo que eu arranje um part-time... isso não dá para pagar propinas, quarto (!!!), comida, transportes... Ou seja, preciso de ter feito 36 créditos neste 1º ano e não sei se vou ser capaz.

2º - Eu preciso mesmo de ter estes mestrado porque a minha área de licenciatura não dá para nada, e já não tenho 20 e poucos anos... Por isso, preciso deste mestrado para "ontem", ainda para mais os alunos com este mestrado são conhecidos por saírem com altas médias (17). Então eu penso: se eu sair com um 13 ou 14 ou 15, vai ser uma vergonha, uma desgraça. Mais essa pressão...

3º - Tenho problemas de saúde sérios e este stress pode desencadear coisas mesmo muito graves... ao ponto de ter que ir para o hospital receber durante 5 dias medicação intravenosa, e mesmo assim esses problemas não passarem. Tenho tanto medo do que pode acontecer... Mas não me estou a conseguir acalmar /controlar... Isto está mesmo fora do controlo.

--
Já marquei consulta com o meu médico de família, para ele me marcar uma consulta de psic. ou psiq. no hospital, mas já sabemos como isso demora. Sinceramente, já não sei se vai lá com estas consultas. Também já fui à psicóloga da faculdade, mas não ajudou nada, muito pelo contrário ainda me pressionou mais para eu estudar muito porque preciso disto, porque preciso ter boas notas, porque os outros ex-alunos saem com médias de 17, porque preciso de ter boa média neste 1º semestre para arranjar um estágio...

Estou m e s m o mal da minha cabeça. ;( Não estou a entrar no ano com o pé direito e isto parte-me o coração...
bem a dica do @Óscar Ye Jin é muito boa,meditaçao e yoga sao excelentes tecnicas para controlar toda a parte mental,mas desenvolver essa habilidade leva tempo e muita persistencia,assim como um acompanhamento de alguem da area no inicio.
na tua situaçao queres resultados quase como imediatos,pelo menos para ultrapassar a epoca de exames!aconselhava te vivamente um psicologo primeiro,se te stressou mais ir ao da faculdade tenta arranjar um particular. eu entendo que seja algo caro,mas com a saude nao se brinca e mais vale gastar 40/50€ uma vez pelo menos do que acontecer algo pior. O ataques de panico sao uma coisa muito seria que te podem levar ao hospital,e ainda por cima tens um problema de saude que só se irá agravar com todo esse stress.
ja tentas te ver os psicólogos dos serviços de açao social da faculdade? como és bolseira tens direito a esse serviço,caso nao haja procura um privado. um psiquiatra muito provavelmente vai te receitar algomas ,depende da tua situaçao é claro.
Eu também sou bolseira e percebo bem essa pressão,para teres uma noção estou num curso que não quero na realidade,e por isso tenho de estudar para os exames nacionais para entrar no que realmente quero (medicina).
espero que te tenha ajudado,nao te isoles,deita isso tudo cá para fora e procura alguém especializado o quanto antes,de certeza que te ajudarão
Força!
 
  • Like
Reactions: Óscar Ye Jin

Lume

Membro Veterano
Matrícula
18 Agosto 2017
Mensagens
144
Curso
Medicina
Instituição
FMUP
Olá a todos. Nunca pensei que isto me fosse acontecer... mas estou mesmo mal. Este ano entrei para o mestrado que eu queria e na faculdade que eu queria, é uma faculdade com muito prestigio e os professores estão habituados a alunos top. Pela primeira vez na vida mudei-me para outra cidade e gostei muito. Comecei a descarrilar com os trabalhos de grupo, era sempre o mesmo grupo e com pessoas muito competitivas... tantas e tantas vezes saiamos da fac. às 2 e 3 da manhã e tantas chatices houveram. Veio o primeiro exame e correu-me mesmo muito mal, já sei que essa disciplina vou deixar para trás (chumbar), comecei a estudar para o segundo exame e tive o meu primeiro ataque de pânico. (...) Estudei por exames antigos e fiz muito mal, porque a matéria que saiu no meu exame foi só um terço do que estudei. Apesar disso, acho que vou passar a esta. Voltei para a cidade dos estudo na sexta para encontrar-me com uma colega que me ia ajudar a estudar para um exame que tenho esta semana, estou a zero nessa matéria. No dia em que voltei para a cidade dos estudo chorei que me fartei, estava mesmo a sentir-me esmagada pela pressão... No sábado passado a minha colega não conseguiu encontrar-se comigo e eu... tive outro MEGA ataque de pânico, de tal forma que a minha mãe implorou-me para voltar para casa porque estava preocupada comigo. Meti-me no comboio e vim... Vou faltar a este exame, ou seja, vou deixar mais este para trás. Estou mesmo muito mal porque, infelizmente, está muita coisa em jogo.

1º - Eu preciso de ter bolsa, porque os meus pais não têm mesmo como me ajudar, por sua vez mesmo que eu arranje um part-time... isso não dá para pagar propinas, quarto (!!!), comida, transportes... Ou seja, preciso de ter feito 36 créditos neste 1º ano e não sei se vou ser capaz.

2º - Eu preciso mesmo de ter estes mestrado porque a minha área de licenciatura não dá para nada, e já não tenho 20 e poucos anos... Por isso, preciso deste mestrado para "ontem", ainda para mais os alunos com este mestrado são conhecidos por saírem com altas médias (17). Então eu penso: se eu sair com um 13 ou 14 ou 15, vai ser uma vergonha, uma desgraça. Mais essa pressão...

3º - Tenho problemas de saúde sérios e este stress pode desencadear coisas mesmo muito graves... ao ponto de ter que ir para o hospital receber durante 5 dias medicação intravenosa, e mesmo assim esses problemas não passarem. Tenho tanto medo do que pode acontecer... Mas não me estou a conseguir acalmar /controlar... Isto está mesmo fora do controlo.

--
Já marquei consulta com o meu médico de família, para ele me marcar uma consulta de psic. ou psiq. no hospital, mas já sabemos como isso demora. Sinceramente, já não sei se vai lá com estas consultas. Também já fui à psicóloga da faculdade, mas não ajudou nada, muito pelo contrário ainda me pressionou mais para eu estudar muito porque preciso disto, porque preciso ter boas notas, porque os outros ex-alunos saem com médias de 17, porque preciso de ter boa média neste 1º semestre para arranjar um estágio...

Estou m e s m o mal da minha cabeça. ;( Não estou a entrar no ano com o pé direito e isto parte-me o coração...
No meu primeiro ano de faculdade estive numa situação idêntica à tua a nível de bolsa de estudo. No primeiro semestre tinha deixado 1 cadeira e no segundo semestre não sabia se ia passar a alguma cadeira sequer. Terminei o 2o semestre com 4 de 5 cadeiras feitas. Apesar de as notas não terem sido nada de especial consegui manter a bolsa e nos anos seguintes recuperei o que tinha deixado para trás. Mantém o foco no estudo e eventualmente a situação vai controlar se. Luta e dá o teu melhor. As notas nem sempre refletem o conhecimento e lá fora no mercado de trabalho a situação é diferente, nem sempre quem tem melhores notas tem os melhores empregos e vice versa! Tens o resto da primeira fase, a fase de recurso e outro semestre pela frente. Luta! Pensa simplesmente que tens de estudar e estudar e fazer o exame e é isso. Tu foste tão longe ao conseguir o mestrado que querias. Tu consegues! Acredita e luta!
 
  • Like
Reactions: Mstudent17

a fish

cansada de estar cansada
Equipa Uniarea
Moderador
Matrícula
16 Janeiro 2015
Mensagens
2,366
Curso
Medicina
Instituição
FMUC
além de tudo o que já te foi dito, por semestre tens 30 créditos, para teres 36 feitos neste ano letivo ainda vais a tempo! :) só para libertar um bocadinho da carga dos ombros :P
 

Tiago89

Membro Dux
Matrícula
15 Novembro 2015
Mensagens
923
Tens que procurar ajuda dum/a profissional, como já escreveram a tua faculdade tem psicólogo/a, certo? As pessoas à tua volta não vão ser neutras nem vão ter as aptidões para te ajudar. Se precisares de outro profissional que não o psicólogo o próprio psicólogo da tua faculdade encaminha-te.
 

Andreia C.

Membro Dux
Especialista
Enfermagem & Biologia
Matrícula
12 Outubro 2016
Mensagens
5,376
Curso
Enfermagem - Finalista
Olá a todos. Nunca pensei que isto me fosse acontecer... mas estou mesmo mal. Este ano entrei para o mestrado que eu queria e na faculdade que eu queria, é uma faculdade com muito prestigio e os professores estão habituados a alunos top. Pela primeira vez na vida mudei-me para outra cidade e gostei muito. Comecei a descarrilar com os trabalhos de grupo, era sempre o mesmo grupo e com pessoas muito competitivas... tantas e tantas vezes saiamos da fac. às 2 e 3 da manhã e tantas chatices houveram. Veio o primeiro exame e correu-me mesmo muito mal, já sei que essa disciplina vou deixar para trás (chumbar), comecei a estudar para o segundo exame e tive o meu primeiro ataque de pânico. (...) Estudei por exames antigos e fiz muito mal, porque a matéria que saiu no meu exame foi só um terço do que estudei. Apesar disso, acho que vou passar a esta. Voltei para a cidade dos estudo na sexta para encontrar-me com uma colega que me ia ajudar a estudar para um exame que tenho esta semana, estou a zero nessa matéria. No dia em que voltei para a cidade dos estudo chorei que me fartei, estava mesmo a sentir-me esmagada pela pressão... No sábado passado a minha colega não conseguiu encontrar-se comigo e eu... tive outro MEGA ataque de pânico, de tal forma que a minha mãe implorou-me para voltar para casa porque estava preocupada comigo. Meti-me no comboio e vim... Vou faltar a este exame, ou seja, vou deixar mais este para trás. Estou mesmo muito mal porque, infelizmente, está muita coisa em jogo.

1º - Eu preciso de ter bolsa, porque os meus pais não têm mesmo como me ajudar, por sua vez mesmo que eu arranje um part-time... isso não dá para pagar propinas, quarto (!!!), comida, transportes... Ou seja, preciso de ter feito 36 créditos neste 1º ano e não sei se vou ser capaz.

2º - Eu preciso mesmo de ter estes mestrado porque a minha área de licenciatura não dá para nada, e já não tenho 20 e poucos anos... Por isso, preciso deste mestrado para "ontem", ainda para mais os alunos com este mestrado são conhecidos por saírem com altas médias (17). Então eu penso: se eu sair com um 13 ou 14 ou 15, vai ser uma vergonha, uma desgraça. Mais essa pressão...

3º - Tenho problemas de saúde sérios e este stress pode desencadear coisas mesmo muito graves... ao ponto de ter que ir para o hospital receber durante 5 dias medicação intravenosa, e mesmo assim esses problemas não passarem. Tenho tanto medo do que pode acontecer... Mas não me estou a conseguir acalmar /controlar... Isto está mesmo fora do controlo.

--
Já marquei consulta com o meu médico de família, para ele me marcar uma consulta de psic. ou psiq. no hospital, mas já sabemos como isso demora. Sinceramente, já não sei se vai lá com estas consultas. Também já fui à psicóloga da faculdade, mas não ajudou nada, muito pelo contrário ainda me pressionou mais para eu estudar muito porque preciso disto, porque preciso ter boas notas, porque os outros ex-alunos saem com médias de 17, porque preciso de ter boa média neste 1º semestre para arranjar um estágio...

Estou m e s m o mal da minha cabeça. ;( Não estou a entrar no ano com o pé direito e isto parte-me o coração...
Olá!
Primeiro que tudo vou-te dizer o que eu não conseguia ouvir quando estive numa situação parecida: respira. Inspira profundamente, lentamente. Sustem a respiração 1 segundo e expira tudo.
Eu sei o que são ataques de ansiedade e de pânico por isso sei que o que te disse acima, por mais... inútil que possa parecer, é essencial para uma pessoa se acalmar.
E675F5DD-EA03-4CCC-927C-01C675C1EDF0.gif
Usa este gif. Quando a figura cresce, inspira. Quando ela diminui, expira.

Relativamente a psicólogos: se não te deste bem com a da escola, não voltes lá. Não é por terem licenciaturas, mestrados ou doutoramentos que todos são bons profissionais. Se ela te fez sentir mal, então não voltes lá. Espera pela consulta, porque acredita, ajuda.
Entretanto, tenta encontrar métodos que te acalmem. Cria uma rotina: acorda de manhã, bebe água, toma o pequeno almoço, vai caminhar se conseguires, senta-te à secretaria, faz alguns ciclos de respiração e depois estuda. Dá o teu melhor por 30 minutos. Faz uma pausa. Volta ao que estavas a fazer.
Eu sei que é mais difícil fazer do que falar mas todos começamos por algum lado. De início podes continuar a sentir-te mal mas depois, conforme a rotina de vai instalando, vais deixar de pensar em tudo e mais alguma coisa e vais concentrar-te em ti mesma, no que estás a fazer e no que precisas de fazer.
Recomendo que faças download de uma app de meditação ou mesmo que used o YouTube. Deita-te de olhos fechados e foca-te apenas na voz que ouvires do vídeo.
Mais uma vez, eu sei que não é fácil mas não nos podemos focar nisso. Se assim fosse nunca tínhamos aprendido a andar porque não era fácil, mas agora conseguimos por u pé à frente do outro e a maioria de nós até olha para isso como sendo algo dado. Por isso, lá porque é difícil agora, não quer dizer que o seja no futuro.
Muita força para ti!
 
Matrícula
5 Setembro 2016
Mensagens
1,227
Curso
EFA - Técn. Comercial
Instituição
AESGAMA
Olá!
Primeiro que tudo vou-te dizer o que eu não conseguia ouvir quando estive numa situação parecida: respira. Inspira profundamente, lentamente. Sustem a respiração 1 segundo e expira tudo.
Eu sei o que são ataques de ansiedade e de pânico por isso sei que o que te disse acima, por mais... inútil que possa parecer, é essencial para uma pessoa se acalmar.
Ver anexo 2736
Usa este gif. Quando a figura cresce, inspira. Quando ela diminui, expira.

Relativamente a psicólogos: se não te deste bem com a da escola, não voltes lá. Não é por terem licenciaturas, mestrados ou doutoramentos que todos são bons profissionais. Se ela te fez sentir mal, então não voltes lá. Espera pela consulta, porque acredita, ajuda.
Entretanto, tenta encontrar métodos que te acalmem. Cria uma rotina: acorda de manhã, bebe água, toma o pequeno almoço, vai caminhar se conseguires, senta-te à secretaria, faz alguns ciclos de respiração e depois estuda. Dá o teu melhor por 30 minutos. Faz uma pausa. Volta ao que estavas a fazer.
Eu sei que é mais difícil fazer do que falar mas todos começamos por algum lado. De início podes continuar a sentir-te mal mas depois, conforme a rotina de vai instalando, vais deixar de pensar em tudo e mais alguma coisa e vais concentrar-te em ti mesma, no que estás a fazer e no que precisas de fazer.
Recomendo que faças download de uma app de meditação ou mesmo que used o YouTube. Deita-te de olhos fechados e foca-te apenas na voz que ouvires do vídeo.
Mais uma vez, eu sei que não é fácil mas não nos podemos focar nisso. Se assim fosse nunca tínhamos aprendido a andar porque não era fácil, mas agora conseguimos por u pé à frente do outro e a maioria de nós até olha para isso como sendo algo dado. Por isso, lá porque é difícil agora, não quer dizer que o seja no futuro.
Muita força para ti!
Só pelo gif já estou melhor. :smile:

Olá a todos. Nunca pensei que isto me fosse acontecer... mas estou mesmo mal. Este ano entrei para o mestrado que eu queria e na faculdade que eu queria, é uma faculdade com muito prestigio e os professores estão habituados a alunos top. Pela primeira vez na vida mudei-me para outra cidade e gostei muito. Comecei a descarrilar com os trabalhos de grupo, era sempre o mesmo grupo e com pessoas muito competitivas... tantas e tantas vezes saiamos da fac. às 2 e 3 da manhã e tantas chatices houveram. Veio o primeiro exame e correu-me mesmo muito mal, já sei que essa disciplina vou deixar para trás (chumbar), comecei a estudar para o segundo exame e tive o meu primeiro ataque de pânico. (...) Estudei por exames antigos e fiz muito mal, porque a matéria que saiu no meu exame foi só um terço do que estudei. Apesar disso, acho que vou passar a esta. Voltei para a cidade dos estudo na sexta para encontrar-me com uma colega que me ia ajudar a estudar para um exame que tenho esta semana, estou a zero nessa matéria. No dia em que voltei para a cidade dos estudo chorei que me fartei, estava mesmo a sentir-me esmagada pela pressão... No sábado passado a minha colega não conseguiu encontrar-se comigo e eu... tive outro MEGA ataque de pânico, de tal forma que a minha mãe implorou-me para voltar para casa porque estava preocupada comigo. Meti-me no comboio e vim... Vou faltar a este exame, ou seja, vou deixar mais este para trás. Estou mesmo muito mal porque, infelizmente, está muita coisa em jogo.

1º - Eu preciso de ter bolsa, porque os meus pais não têm mesmo como me ajudar, por sua vez mesmo que eu arranje um part-time... isso não dá para pagar propinas, quarto (!!!), comida, transportes... Ou seja, preciso de ter feito 36 créditos neste 1º ano e não sei se vou ser capaz.

2º - Eu preciso mesmo de ter estes mestrado porque a minha área de licenciatura não dá para nada, e já não tenho 20 e poucos anos... Por isso, preciso deste mestrado para "ontem", ainda para mais os alunos com este mestrado são conhecidos por saírem com altas médias (17). Então eu penso: se eu sair com um 13 ou 14 ou 15, vai ser uma vergonha, uma desgraça. Mais essa pressão...

3º - Tenho problemas de saúde sérios e este stress pode desencadear coisas mesmo muito graves... ao ponto de ter que ir para o hospital receber durante 5 dias medicação intravenosa, e mesmo assim esses problemas não passarem. Tenho tanto medo do que pode acontecer... Mas não me estou a conseguir acalmar /controlar... Isto está mesmo fora do controlo.

--
Já marquei consulta com o meu médico de família, para ele me marcar uma consulta de psic. ou psiq. no hospital, mas já sabemos como isso demora. Sinceramente, já não sei se vai lá com estas consultas. Também já fui à psicóloga da faculdade, mas não ajudou nada, muito pelo contrário ainda me pressionou mais para eu estudar muito porque preciso disto, porque preciso ter boas notas, porque os outros ex-alunos saem com médias de 17, porque preciso de ter boa média neste 1º semestre para arranjar um estágio...

Estou m e s m o mal da minha cabeça. ;( Não estou a entrar no ano com o pé direito e isto parte-me o coração...
Uma das dicas que eu te aconselho é vestir roupas confortáveis para não ficares com frio e usa água quente/morna nos pés ao fim do dia, beber chá para ficar mais confortável e tenta sempre manter-te quente com este inverno ninguém suporta. ;)
 

António Gomes

Membro Veterano
Matrícula
4 Agosto 2016
Mensagens
313
Curso
Engenharia de Polímeros
Instituição
UMinho
Olá a todos. Nunca pensei que isto me fosse acontecer... mas estou mesmo mal. Este ano entrei para o mestrado que eu queria e na faculdade que eu queria, é uma faculdade com muito prestigio e os professores estão habituados a alunos top. Pela primeira vez na vida mudei-me para outra cidade e gostei muito. Comecei a descarrilar com os trabalhos de grupo, era sempre o mesmo grupo e com pessoas muito competitivas... tantas e tantas vezes saiamos da fac. às 2 e 3 da manhã e tantas chatices houveram. Veio o primeiro exame e correu-me mesmo muito mal, já sei que essa disciplina vou deixar para trás (chumbar), comecei a estudar para o segundo exame e tive o meu primeiro ataque de pânico. (...) Estudei por exames antigos e fiz muito mal, porque a matéria que saiu no meu exame foi só um terço do que estudei. Apesar disso, acho que vou passar a esta. Voltei para a cidade dos estudo na sexta para encontrar-me com uma colega que me ia ajudar a estudar para um exame que tenho esta semana, estou a zero nessa matéria. No dia em que voltei para a cidade dos estudo chorei que me fartei, estava mesmo a sentir-me esmagada pela pressão... No sábado passado a minha colega não conseguiu encontrar-se comigo e eu... tive outro MEGA ataque de pânico, de tal forma que a minha mãe implorou-me para voltar para casa porque estava preocupada comigo. Meti-me no comboio e vim... Vou faltar a este exame, ou seja, vou deixar mais este para trás. Estou mesmo muito mal porque, infelizmente, está muita coisa em jogo.

1º - Eu preciso de ter bolsa, porque os meus pais não têm mesmo como me ajudar, por sua vez mesmo que eu arranje um part-time... isso não dá para pagar propinas, quarto (!!!), comida, transportes... Ou seja, preciso de ter feito 36 créditos neste 1º ano e não sei se vou ser capaz.

2º - Eu preciso mesmo de ter estes mestrado porque a minha área de licenciatura não dá para nada, e já não tenho 20 e poucos anos... Por isso, preciso deste mestrado para "ontem", ainda para mais os alunos com este mestrado são conhecidos por saírem com altas médias (17). Então eu penso: se eu sair com um 13 ou 14 ou 15, vai ser uma vergonha, uma desgraça. Mais essa pressão...

3º - Tenho problemas de saúde sérios e este stress pode desencadear coisas mesmo muito graves... ao ponto de ter que ir para o hospital receber durante 5 dias medicação intravenosa, e mesmo assim esses problemas não passarem. Tenho tanto medo do que pode acontecer... Mas não me estou a conseguir acalmar /controlar... Isto está mesmo fora do controlo.

--
Já marquei consulta com o meu médico de família, para ele me marcar uma consulta de psic. ou psiq. no hospital, mas já sabemos como isso demora. Sinceramente, já não sei se vai lá com estas consultas. Também já fui à psicóloga da faculdade, mas não ajudou nada, muito pelo contrário ainda me pressionou mais para eu estudar muito porque preciso disto, porque preciso ter boas notas, porque os outros ex-alunos saem com médias de 17, porque preciso de ter boa média neste 1º semestre para arranjar um estágio...

Estou m e s m o mal da minha cabeça. ;( Não estou a entrar no ano com o pé direito e isto parte-me o coração...
Compreendo perfeitamente a tua frustração, pois, infelizmente aqui no nosso país ainda vale muito as médias. Não te preocupes com a média, faz o curso em 5 anos e a média não interessa para nada, ninguém te vai perguntar pela média. Eu entrei e saí com média de 14 e não deixo de ser mais ou menos competente que ninguém nem ninguém me perguntou uma vez por esse número. Que me adianta ter média de curso de 19, se é um tacanho e só estuda, existe um tema chamado inteligência emocional que é muito importante, e que normalmente essas pessoas não têm. Resumindo, não ponhas os teus objetivos tão altos e não tentes rivalizar com ninguém, trilha o teu próprio caminho, não olhes para o lado se tem um 18 ou 19.

Quanto à ansiedade, aconselho-te a procurares ajuda especializada, e muito apoio nas pessoas que te querem bem e que te amam. Tenta mudar de colegas de grupo e tenho a dizer-te também que essa dificuldade de adaptação é perfeitamente normal.
 
Thread starter Tópicos Semelhantes Forum Replies Date
Ana Filipa Fonseca Santos Recursos de Cultura Geral - Área da Saúde Saúde 0
Daniel Salgado Cursos de Saúde Saúde 4
Ângela0104 Quero seguir uma profissão ligada a saúde... Concurso Nacional e Locais - Público 1
I Investigação na área de saúde Saúde 1
B Qual o curso de Saúde indicado? Saúde 3
E UAL Curso Administração de Unidades de Saúde Universidade Autónoma de Lisboa 0
disruptedmind Escola e saúde mental Ensino Secundário 0
D Mestrado em Biologia clinica laboratorial vs Analises Clinicas vs Gestao de serviços de saúde Saúde 0
M Gestão em Saúde - Universidade Atlântica Universidade Atlântica 0
M ESTeSL Farmácia - Escola Superior de Tecnologias da Saúde de Lisboa Instituto Politécnico de Lisboa 0
M IPCB Escola superior de saúde Dr Lopes dias Instituto Politécnico de Castelo Branco 0
S Auxiliar de Saúde Saúde 14
C Desporto na Guarda, desporto e atividade física em Castelo Branco ou desporto, condição física e saúde em Rio Maior? Desporto e Artes do Espetáculo 1
Hsr Tradução para licenciados em saúde Humanidades, Secretariado e Tradução 0
C Sei que quero seguir saúde. Mas que curso? Saúde 8
Carli7osousa Curso na área da Saúde Saúde 6
Dianaatigre ESSPPorto Saúde Ambiental - ESS-Porto Instituto Politécnico do Porto 4
Dianaatigre Saúde Ambiental Saúde 6
A Saúde para quem nunca pensou ir para isso: boa ideia? Saúde 8
S ESSEM- Escola Superior Saúde Egas Moniz Privado Politécnico 0
G Ciências da saúde e ciências biomédicas Ciências 1
F ESSPPorto Terapia da Fala - Escola Superior de Saúde do Porto Instituto Politécnico do Porto 0
R De Ciências à Saúde - Tranferências/Reengresso (ajuda) Mudança de Curso, Transferência e Reingresso 0
LordKelvin ENSP Saúde Pública - Escola Nacional de Saúde Pública | NOVA Universidade Nova de Lisboa 0
V FEP Mestrado em Gestão e Economia de Serviços de Saúde Universidade do Porto 2
V ESSPPorto Mestrado em BioInformática e BioEstatística Aplicadas à Saúde (ESTSP) Instituto Politécnico do Porto 3
Joana Abreu FMUP Mestrado em Educação para a Saúde Universidade do Porto 0
D De saúde para artes? Mudança de Curso, Transferência e Reingresso 9
P Transferência por razões de saúde Mudança de Curso, Transferência e Reingresso 3
Joana Ramalho Coimbra vs Lisboa, Saúde, Universidade vs Politécnico Ensino Superior 0
A Técnico Superior de Saúde vs Técnico de diagnóstico e terapêutica Saúde 11
E Mestrado em oncobiologia através de Ciências da Saúde Arquivo 1
A Curso Profissional Auxiliar de Saúde Ensino Secundário 14
C ISCSEM Instituto Superior de Ciências da Saúde Egas Moniz Instituto Superior de Ciências da Saúde Egas Moniz 127
slender marie Mestrado na área da saúde Saúde 52
João Diogo ESSPPorto Escola Superior de Saúde - Politécnico do Porto Instituto Politécnico do Porto 414
M ESTeSL Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa Instituto Politécnico de Lisboa 51
1 Ciências da Saúde Saúde 155
1 Ciências da saúde Arquivo 1
1 ciências da saúde Arquivo 1
Tópicos Semelhantes