Ajuda para organização e métodos de estudo

Powa

Membro Caloiro
Matrícula
21 Novembro 2020
Mensagens
3
Olá!
Entrei no 1 ano na faculdade e devido a algumas dificuldades decidi pedir ajuda a esta comunidade:
No secundário fui um aluno mediano, nunca me interessei por métodos de estudo ou estudar regularmente e foi o suficiente para entrar no curso que quis e que estou a adorar. Com a entrada na faculdade e visto que o jogo agora é outro decidi manter me organizado e estudar regularmente desde o início. Defini horarios de estudo e tenho estado organizado. A questao é mesmo na maneira como estudo e na gestão de tempo sobre o que estudar . Nao sei se vou decorando apontamentos ou se simplesmente faço uma revisão diária. Estou a ter dificuldades com os apontamentos onde decoro e parece que passado minutos nao faço ideia do que revi, o que é frustrante porque quero estar a par da materia desde inicio. A questão dos apontamentos sem propriamente manuais está a ser um pouco difícil também. A gestao do tempo prende-se em definir o que é prioritario, que nao sei ao certo, por exemplo se comeco a ler o livro para um trabalho que tenho futuramente ou revejo os apontamentos (acho que deu para entender)
Basicamente o que peço é se alguem consegue ajudar me ou que tenha dicas que me possam ajudar a resolver isto
Nao esta aqui a questão do stress ou ter muito trabalho, com isso lido bem. É simplesmente não saber de certa forma como adaptar me para conseguir o melhor resultado do meu estudo e tempo
Obrigaaaado
 
  • Like
Reactions: Mr. Gomes

Ariana_

Mod Bolinhos
Equipa Uniarea
Moderador
Apoiante Uniarea
Matrícula
26 Junho 2017
Mensagens
11,020
Curso
Estudos de Teatro
Instituição
FLUL
Olá!
Entrei no 1 ano na faculdade e devido a algumas dificuldades decidi pedir ajuda a esta comunidade:
No secundário fui um aluno mediano, nunca me interessei por métodos de estudo ou estudar regularmente e foi o suficiente para entrar no curso que quis e que estou a adorar. Com a entrada na faculdade e visto que o jogo agora é outro decidi manter me organizado e estudar regularmente desde o início. Defini horarios de estudo e tenho estado organizado. A questao é mesmo na maneira como estudo e na gestão de tempo sobre o que estudar . Nao sei se vou decorando apontamentos ou se simplesmente faço uma revisão diária. Estou a ter dificuldades com os apontamentos onde decoro e parece que passado minutos nao faço ideia do que revi, o que é frustrante porque quero estar a par da materia desde inicio. A questão dos apontamentos sem propriamente manuais está a ser um pouco difícil também. A gestao do tempo prende-se em definir o que é prioritario, que nao sei ao certo, por exemplo se comeco a ler o livro para um trabalho que tenho futuramente ou revejo os apontamentos (acho que deu para entender)
Basicamente o que peço é se alguem consegue ajudar me ou que tenha dicas que me possam ajudar a resolver isto
Nao esta aqui a questão do stress ou ter muito trabalho, com isso lido bem. É simplesmente não saber de certa forma como adaptar me para conseguir o melhor resultado do meu estudo e tempo
Obrigaaaado
Olá! Não existe um método perfeito, uma solução milagrosa ou algo que sirva para qualquer um de nós. No fundo, o método de estudo e de trabalho é uma coisa bastante pessoal e subjectiva e o que pode resultar com alguns, para outros pode não funcionar. A adaptabilidade ao método também vai depender muito da área que estudas e o que precisas fazer em concreto, portanto o meu primeiro conselho é que fales com colegas mais velhos sobre isso. Sei que é sempre mais interessante puxar conversa sobre outros assuntos, mas as pessoas deviam falar um bocadinho mais sobre estes assuntos como algo normal e até produtivo, porque acabas por conhecer melhor os teus colegas e conseguem partilhar perspectivas e métodos que podem resulta melhor com uns e com outros.

Mesmo assim, posso partilhar contigo o que costumo fazer no meu caso. Eu estudo na Faculdade de Letras, portanto, o meu ensino é maioritariamente teórico. Apesar disso, o método normal de avaliação costuma ser duas frequências (que são parecidas a testes/exames) e alguns trabalhos, de tipos variados (desde ensaios de 7-15 páginas, trabalhos escritos curtos de 1-2 páginas, apresentações orais,...). Descobrires um método que funciona para ti pode demorar algum tempo e não te inibas por estares a experimentar coisas diferentes e por vezes falhar um bocadinho - é mesmo impossível não "apalpar terreno" e acertar logo em tudo e mais alguma coisa. O meu método foi iniciado depois do meu 1º semestre do 1º ano, quando tive uma pausa do semestre e, como não fui fazer exames de melhoria, acabei por ter algum tempo para reflectir no que poderia melhorar. Comecei por coisas simples, mas que pouco a pouco foram revelando-se muito úteis:

1. A primeira coisa que fiz foi começar a preparar aulas. Normalmente, alguns profs deixam a planificação das aulas disponibilizada para os alunos. Consoante essa programação de aulas, o que fiz foi ter as leituras em dia para essas aulas. Isso permite que sejas tu o primeiro a ter contacto com a matéria - o que pode ser difícil, eu sei, mas não sentes um choque quando a matéria aparece na aula. Leres por ti próprio e preparares tem duas grandes vantagens, sendo a primeira essa que referi anteriormente de seres tu próprio a estudar o assunto. A segunda vantagem é que se tiveres lido o essencial da matéria que vai ser dada para a aula, podes preparar logo as tuas dúvidas e expores nessa mesma aula. A aula vai funcionar como se fosse uma revisão do que estiveste a ler e, se no final da sessão, as tuas dúvidas mantiveram-se, vai falar com @ prof. Eu raramente coloco questões, mas anoto sempre as dúvidas que possa ter para que, caso não fique esclarecida, rapidamente se faz a questão. Além disso, permite-te ganhar a capacidade de seleccionares o que é mais importante leres, porque, convenhamos, com várias cadeiras no semestre, é bastante óbvio que não conseguimos ler a bibliografia seleccionada completa - consulta os índices das obras e procura pelos capítulos que te parecem mais interessantes, que te parecem mais úteis. Fiz isso com imeeeensos livros que eram muito grandes.
2. Agora que começaste a preparar aulas, é muito importante que simplesmente não fiques pela leitura recomendada - tira notas sobre o que estiveste a ler. O próprio método de tirar notas varia de pessoa para pessoa, mas, para tornar o tempo mais eficiente, eu costumo fazer o seguinte:
- Marcar de acordo com um código de cores dos post-its para que cada matéria corresponda a uma cor diferente no livro que estou a ler. Faz códigos simples, que sejam fáceis de memorizar. Assim, quando estiveres em aula e @ prof for falar de uma matéria, tu sabes que ela corresponde à cor X e podes pegar na tua sebenta/livro e folhear enquanto ouves a aula.
- Sublinhar o que considero mais importante. Isto conjugado com o método das marcas nos livros é útil, porque assim, quando abres o livro no capítulo Y, consegues encontrar aquilo que destacaste.
- Por vezes, para absorver melhor o que estive a estudar, eu costumo fazer compilações de matéria. Estas compilações são feitas com citações dos livros. Coloco o autor, a referência do livro e anoto as ideias-chave para um caderno e faço o mesmo código de cores que usei no livro. Isso permite-me eventualmente descartar o uso dos livros, porque já seleccionei o que considerei mais adequado no programa. A adequação que tu achas é muito por intuição tua e pela relação que fazes entre o que lês e o que é dado em aula. Não tenhas a tentação de quereres saber tudo, porque vais perder-te na quantidade de matéria. O professor não exige que saibas tudo, mas é inteligente quando o aluno consegue ir um pouco além do que foi falado em aula. Colocando um exemplo prático: Numa cadeira teórica com conteúdos mais históricos, demos uma determinada corrente artística designada Z. Eu sei que de Z demos os artistas A, B e C, mas eu nas minhas leituras descobri também D. Como sabia a ligação que D tinha com A, B, C, D, integrei esse conteúdo na minha resposta e referi entre [ ] que tal era mencionado na obra de autor X. Isso fez com que eu acabasse por ter 20 no mesmo teste, porque mostrei que sabia o que foi dado em aula e tinha consciência de que havia coisas além disso e coisas até que nunca haveria tempo para referir. Esse exercício de reconhecermos a limitação das respostas, mas tentarmos sempre explorar e ir além acabou por ser valorizado, mas isto é algo específico de Letras, não sei o quão bem isto funcionaria noutras áreas e não arrisco dizê-lo. Mas acho que no geral, as compilações são muito úteis porque exercitam a tua capacidade de selecção da matéria, do tratamento da informação e permitem-te que estejas, ao longo do semestre, a preparar os apontamentos que vais realmente estudar para as frequências.

Isto explica basicamente o método que tenho vindo a desenvolver e que comecei de forma semelhante ao que fizeste: comecei por ver os meus horários e geri-los de acordo com as várias disciplinas. Neste momento, já me sinto livre o suficiente para não ter de apontar mais o que preciso fazer ou não fazer, simplesmente vou pensando mentalmente nas prioridades e vou trabalhando consoante o tempo disponível, mas só cheguei a este ponto porque comecei por delinear tudo muito bem. Agora que já estou confortável, já é muito natural para mim fazer estas actividades sem ter de estipular horários, mas admito que foram para mim um bom começo! De um ano para o outro, subi 2 valores na minha média "semestral", por isso, posso dizer que me adaptei bem.

Não deixo de reforçar que tudo isto é bastante subjectivo, mas estas são as coisinhas que costumo fazer durante o semestre e espero que possam despertar em ti algumas ideias para experimentares. Tenta gerir bem o teu tempo e boa sorte 🤗
 
  • Like
  • Love
Reactions: Mgpnp and Powa

Powa

Membro Caloiro
Matrícula
21 Novembro 2020
Mensagens
3
Olá! Não existe um método perfeito, uma solução milagrosa ou algo que sirva para qualquer um de nós. No fundo, o método de estudo e de trabalho é uma coisa bastante pessoal e subjectiva e o que pode resultar com alguns, para outros pode não funcionar. A adaptabilidade ao método também vai depender muito da área que estudas e o que precisas fazer em concreto, portanto o meu primeiro conselho é que fales com colegas mais velhos sobre isso. Sei que é sempre mais interessante puxar conversa sobre outros assuntos, mas as pessoas deviam falar um bocadinho mais sobre estes assuntos como algo normal e até produtivo, porque acabas por conhecer melhor os teus colegas e conseguem partilhar perspectivas e métodos que podem resulta melhor com uns e com outros.

Mesmo assim, posso partilhar contigo o que costumo fazer no meu caso. Eu estudo na Faculdade de Letras, portanto, o meu ensino é maioritariamente teórico. Apesar disso, o método normal de avaliação costuma ser duas frequências (que são parecidas a testes/exames) e alguns trabalhos, de tipos variados (desde ensaios de 7-15 páginas, trabalhos escritos curtos de 1-2 páginas, apresentações orais,...). Descobrires um método que funciona para ti pode demorar algum tempo e não te inibas por estares a experimentar coisas diferentes e por vezes falhar um bocadinho - é mesmo impossível não "apalpar terreno" e acertar logo em tudo e mais alguma coisa. O meu método foi iniciado depois do meu 1º semestre do 1º ano, quando tive uma pausa do semestre e, como não fui fazer exames de melhoria, acabei por ter algum tempo para reflectir no que poderia melhorar. Comecei por coisas simples, mas que pouco a pouco foram revelando-se muito úteis:

1. A primeira coisa que fiz foi começar a preparar aulas. Normalmente, alguns profs deixam a planificação das aulas disponibilizada para os alunos. Consoante essa programação de aulas, o que fiz foi ter as leituras em dia para essas aulas. Isso permite que sejas tu o primeiro a ter contacto com a matéria - o que pode ser difícil, eu sei, mas não sentes um choque quando a matéria aparece na aula. Leres por ti próprio e preparares tem duas grandes vantagens, sendo a primeira essa que referi anteriormente de seres tu próprio a estudar o assunto. A segunda vantagem é que se tiveres lido o essencial da matéria que vai ser dada para a aula, podes preparar logo as tuas dúvidas e expores nessa mesma aula. A aula vai funcionar como se fosse uma revisão do que estiveste a ler e, se no final da sessão, as tuas dúvidas mantiveram-se, vai falar com @ prof. Eu raramente coloco questões, mas anoto sempre as dúvidas que possa ter para que, caso não fique esclarecida, rapidamente se faz a questão. Além disso, permite-te ganhar a capacidade de seleccionares o que é mais importante leres, porque, convenhamos, com várias cadeiras no semestre, é bastante óbvio que não conseguimos ler a bibliografia seleccionada completa - consulta os índices das obras e procura pelos capítulos que te parecem mais interessantes, que te parecem mais úteis. Fiz isso com imeeeensos livros que eram muito grandes.
2. Agora que começaste a preparar aulas, é muito importante que simplesmente não fiques pela leitura recomendada - tira notas sobre o que estiveste a ler. O próprio método de tirar notas varia de pessoa para pessoa, mas, para tornar o tempo mais eficiente, eu costumo fazer o seguinte:
- Marcar de acordo com um código de cores dos post-its para que cada matéria corresponda a uma cor diferente no livro que estou a ler. Faz códigos simples, que sejam fáceis de memorizar. Assim, quando estiveres em aula e @ prof for falar de uma matéria, tu sabes que ela corresponde à cor X e podes pegar na tua sebenta/livro e folhear enquanto ouves a aula.
- Sublinhar o que considero mais importante. Isto conjugado com o método das marcas nos livros é útil, porque assim, quando abres o livro no capítulo Y, consegues encontrar aquilo que destacaste.
- Por vezes, para absorver melhor o que estive a estudar, eu costumo fazer compilações de matéria. Estas compilações são feitas com citações dos livros. Coloco o autor, a referência do livro e anoto as ideias-chave para um caderno e faço o mesmo código de cores que usei no livro. Isso permite-me eventualmente descartar o uso dos livros, porque já seleccionei o que considerei mais adequado no programa. A adequação que tu achas é muito por intuição tua e pela relação que fazes entre o que lês e o que é dado em aula. Não tenhas a tentação de quereres saber tudo, porque vais perder-te na quantidade de matéria. O professor não exige que saibas tudo, mas é inteligente quando o aluno consegue ir um pouco além do que foi falado em aula. Colocando um exemplo prático: Numa cadeira teórica com conteúdos mais históricos, demos uma determinada corrente artística designada Z. Eu sei que de Z demos os artistas A, B e C, mas eu nas minhas leituras descobri também D. Como sabia a ligação que D tinha com A, B, C, D, integrei esse conteúdo na minha resposta e referi entre [ ] que tal era mencionado na obra de autor X. Isso fez com que eu acabasse por ter 20 no mesmo teste, porque mostrei que sabia o que foi dado em aula e tinha consciência de que havia coisas além disso e coisas até que nunca haveria tempo para referir. Esse exercício de reconhecermos a limitação das respostas, mas tentarmos sempre explorar e ir além acabou por ser valorizado, mas isto é algo específico de Letras, não sei o quão bem isto funcionaria noutras áreas e não arrisco dizê-lo. Mas acho que no geral, as compilações são muito úteis porque exercitam a tua capacidade de selecção da matéria, do tratamento da informação e permitem-te que estejas, ao longo do semestre, a preparar os apontamentos que vais realmente estudar para as frequências.

Isto explica basicamente o método que tenho vindo a desenvolver e que comecei de forma semelhante ao que fizeste: comecei por ver os meus horários e geri-los de acordo com as várias disciplinas. Neste momento, já me sinto livre o suficiente para não ter de apontar mais o que preciso fazer ou não fazer, simplesmente vou pensando mentalmente nas prioridades e vou trabalhando consoante o tempo disponível, mas só cheguei a este ponto porque comecei por delinear tudo muito bem. Agora que já estou confortável, já é muito natural para mim fazer estas actividades sem ter de estipular horários, mas admito que foram para mim um bom começo! De um ano para o outro, subi 2 valores na minha média "semestral", por isso, posso dizer que me adaptei bem.

Não deixo de reforçar que tudo isto é bastante subjectivo, mas estas são as coisinhas que costumo fazer durante o semestre e espero que possam despertar em ti algumas ideias para experimentares. Tenta gerir bem o teu tempo e boa sorte 🤗
Sim de facto tinha essa noção que o metodo de estudo é algo bastante subjetivo mas sei que a partir desta partilha é possível eu retirar e fazer ajustes no meu próprio método e melhorar

Agradeço muito a resposta e certamente o meu estudo vai melhorar depois de aplicar estas ideias
Obrigado Ariana
 
  • Like
Reactions: Ariana_

Zigomático

Membro Caloiro
Matrícula
28 Fevereiro 2017
Mensagens
7
Olá!
Entrei no 1 ano na faculdade e devido a algumas dificuldades decidi pedir ajuda a esta comunidade:
No secundário fui um aluno mediano, nunca me interessei por métodos de estudo ou estudar regularmente e foi o suficiente para entrar no curso que quis e que estou a adorar. Com a entrada na faculdade e visto que o jogo agora é outro decidi manter me organizado e estudar regularmente desde o início. Defini horarios de estudo e tenho estado organizado. A questao é mesmo na maneira como estudo e na gestão de tempo sobre o que estudar . Nao sei se vou decorando apontamentos ou se simplesmente faço uma revisão diária. Estou a ter dificuldades com os apontamentos onde decoro e parece que passado minutos nao faço ideia do que revi, o que é frustrante porque quero estar a par da materia desde inicio. A questão dos apontamentos sem propriamente manuais está a ser um pouco difícil também. A gestao do tempo prende-se em definir o que é prioritario, que nao sei ao certo, por exemplo se comeco a ler o livro para um trabalho que tenho futuramente ou revejo os apontamentos (acho que deu para entender)
Basicamente o que peço é se alguem consegue ajudar me ou que tenha dicas que me possam ajudar a resolver isto
Nao esta aqui a questão do stress ou ter muito trabalho, com isso lido bem. É simplesmente não saber de certa forma como adaptar me para conseguir o melhor resultado do meu estudo e tempo
Obrigaaaado
Olá, como já disseram o melhor método acaba por ser o melhor para cada um, todos aprendemos de formas diferentes e aos poucos acabas por perceber o que funciona para ti, é uma questão também de ires experimentando, falhando ou acertando. Por exemplo, eu sou muito visual então é me complicado decorar muitos conteúdos só de palavras, alguns métodos que tenho vindo a adoptar é fazer mapas mentais começo com o conceito geral no meio da folha e vou fazendo subtópicos e tentando perceber como se conectam depois tento visualizar sem estar a olhar para a folha. Também utilizo o ANKI que são flashcards online que permitem ajudar a perceber o que decorei ou não sei e sei através da repetição espaçada dos conceitos, a active recall, penso num conceito importante a saber, não olho para a folha e tento dizer o máximo que sei, tento explicar como se estivesse alguém à minha beira que não soubesse nada do assunto.

Tens de ter atenção ao que vais priorizar, há cadeiras que podem ter menos créditos e não vale a pena estares a estudar tanto como as outras. Tira proveito das aulas para perceber o que os professores valorizam mais, às vezes até eles dizem isto é importante, o que acaba por te ajudar a perceber o que te focares mais no estudo, porque verdade seja dita nunca saíra tudo o que os professores dão. Aproveita se tiveres questões modelo do exame, estuda-as bem a fundo, tenta perceber bem o porquê de cada resposta, podem não sair aquelas, mas ajuda e acaba por ser mais interactivo o estudo.

Para mim é impossível ter um planeamento de tudo, porque os professores também estão sempre a alterar as datas, a atribuir trabalhos inesperados, mas tento perceber durante um mês em que dia é melhor dedicar-me mais a X cadeira, ao trabalho e tentar não acumular a matéria.

Lembra-te também de te recompensares em grande, é essencial para te motivares a dares o melhor no tempo que tens disponível, exemplo, estudei quatro horas agora posso ir jogar um jogo que tanto quero, em vez de passar essas 4 horas a estudar e ao mesmo tempo intercalar nas redes sociais com pequenas recompensas.
 

Powa

Membro Caloiro
Matrícula
21 Novembro 2020
Mensagens
3
Olá, como já disseram o melhor método acaba por ser o melhor para cada um, todos aprendemos de formas diferentes e aos poucos acabas por perceber o que funciona para ti, é uma questão também de ires experimentando, falhando ou acertando. Por exemplo, eu sou muito visual então é me complicado decorar muitos conteúdos só de palavras, alguns métodos que tenho vindo a adoptar é fazer mapas mentais começo com o conceito geral no meio da folha e vou fazendo subtópicos e tentando perceber como se conectam depois tento visualizar sem estar a olhar para a folha. Também utilizo o ANKI que são flashcards online que permitem ajudar a perceber o que decorei ou não sei e sei através da repetição espaçada dos conceitos, a active recall, penso num conceito importante a saber, não olho para a folha e tento dizer o máximo que sei, tento explicar como se estivesse alguém à minha beira que não soubesse nada do assunto.

Tens de ter atenção ao que vais priorizar, há cadeiras que podem ter menos créditos e não vale a pena estares a estudar tanto como as outras. Tira proveito das aulas para perceber o que os professores valorizam mais, às vezes até eles dizem isto é importante, o que acaba por te ajudar a perceber o que te focares mais no estudo, porque verdade seja dita nunca saíra tudo o que os professores dão. Aproveita se tiveres questões modelo do exame, estuda-as bem a fundo, tenta perceber bem o porquê de cada resposta, podem não sair aquelas, mas ajuda e acaba por ser mais interactivo o estudo.

Para mim é impossível ter um planeamento de tudo, porque os professores também estão sempre a alterar as datas, a atribuir trabalhos inesperados, mas tento perceber durante um mês em que dia é melhor dedicar-me mais a X cadeira, ao trabalho e tentar não acumular a matéria.

Lembra-te também de te recompensares em grande, é essencial para te motivares a dares o melhor no tempo que tens disponível, exemplo, estudei quatro horas agora posso ir jogar um jogo que tanto quero, em vez de passar essas 4 horas a estudar e ao mesmo tempo intercalar nas redes sociais com pequenas recompensas.
Obrigado, vai certamente ajudar 🙂
Tens alguma dica de como conciliar o estudo para frequencias e a revisao de apontamentos das outras cadeiras ?
 

Zigomático

Membro Caloiro
Matrícula
28 Fevereiro 2017
Mensagens
7
Obrigado, vai certamente ajudar 🙂
Tens alguma dica de como conciliar o estudo para frequências e a revisao de apontamentos das outras cadeiras ?
Não sei se serei a melhor pessoa para responder a esta pergunta, porque é algo que vou lidando ao longo do tempo, tento não deixar acumular e a longo prazo consigo apanhar a matéria, como planeio mentalmente se tenho frequência em X dia foco-me na frequência e as horas de estudo nos dias anteriores é maior para esse objetivo, então penso se conseguirei encaixar a matéria que falta das outras cadeiras mais à frente quando for necessária para alguma aula, trabalho ou exame. Será que conseguirei encaixar em algum feriado? férias? dia após apresentações de trabalhos que não demos matéria? alguma aula que possa faltar e não valha a pena ir? algum dia em que dei menos matéria? Se essa matéria realmente for importante para breve, aí tento intercalar mas sempre com mais foco no que está mais próximo.

Em relação às avaliações também é importante perceber que não é quem vai mais depressa que é quem vai mais longe, nem quem tem os apontamentos todos direitinhos, nem quem sabe tudo, mas quem na hora da frequência consegue estar preparado para o tipo de exame modelo daquele professor específico e demonstra o que sabe, e não o vais fazer totalmente cansado/cansada porque estás tentar estar a par de tudo.
 
  • Like
Reactions: Ariana_
Tópicos Semelhantes
Thread starter Título Fórum Respostas Dia
K Preciso de ajuda para completar o ensino obrigatório (tenho agora 21 anos) Geral 3
T Ajuda para candidatura de mestrado Mestrados: Candidaturas e Dúvidas 2
R Ajuda para sociológia Ensino Secundário 1
A Ajuda com mudança de faculdade privada para pública mas para o mesmo curso Mudança de Curso, Transferência e Reingresso 1
leonardormoreirad Ajuda para tema de trabalho de Psicologia B - 12ºAno Ensino Secundário 2
J Ajuda converter notas para GPA Estudar no Estrangeiro e Programas de Mobilidade 2
M Preciso de ajuda 🙏 Aumentar médias para entrar em medicina pelo ensino recorrente Ensino Superior - Geral 6
Rúben Pinho Ajuda para exame nacional português Concurso Nacional e Locais - Público 3
Juliana C. Ajuda para métodos de estudo Ensino Secundário 4
Bia2021 AJUDA para Antero de Quental Pedido de Recursos - Ensino Secundário 0
Pedro Guilherme Ajuda e dicas para o Exame Nacional Exames Nacionais e Provas de Ingresso 3
N AJUDA PARA TESTE MATEMÁTICA A 11º ANO Pedido de Recursos - Ensino Secundário 0
A Pedido de ajuda para escolher as disciplinas para o 12º ano Ensino Secundário 4
Z Ajuda para escolher a área do secundário Ensino Secundário 6
Beatriz Wenceslau Ajuda na realização das médias para os exames Exames Nacionais e Provas de Ingresso 4
S Retificação da inscrição nos exames nacionais - ajuda para esclarecer Exames Nacionais e Provas de Ingresso 6
C AJUDA! Surpresas para padrinhos! Tradições Académicas 0
C Ajuda em encontrar o curso ideal para mim Ensino Superior - Geral 0
A Ajuda acerca de requesitos para reingresso Mudança de Curso, Transferência e Reingresso 10
Afonso Ramos Ajuda para o 12° Ensino Secundário 6
David Valente Ajuda para o 10 ano, no curso de Economia Ensino Secundário 16
Afonso Ramos Dicas para o 12° ano/ Ajuda a escolher o curso Ensino Secundário 12
M preciso de ajuda para saber se repito o 10 ano ou não Ensino Secundário 2
franciscodiogo17 Como saber se gosto e se tenho jeito para programação?? AJUDA Tecnologias 12
I Não tenho média para entrar no curso que pretendia. Ajuda! Ciências Económicas e Empresariais 1
Tomás Justino Ajuda - Qual o livro que mais gostaram para estudar p/ exame BioGeo Exames Nacionais e Provas de Ingresso 9
Luis Arede Ajuda para estudar (12°) Ensino Secundário 20
B Ajuda para um "velhinho" Exames Nacionais e Provas de Ingresso 4
X Ajuda- Fico em CT ou mudo para Humanidades? Ensino Secundário 9
Q Tirar curso de gestão (ajuda por favor). Concurso Nacional e Locais - Público 3
D Ajuda na Escola Virtual Pedido de Recursos - Ensino Secundário 6
SaraEmíliaLeite Ajuda - nota de exames e média interna Exames Nacionais e Provas de Ingresso 2
D [AJUDA] Como estudar no UK com notas insuficientes? Estudar no Estrangeiro e Programas de Mobilidade 0
A Realização de exames como externa #pedido de Ajuda# #Duvidas# Ensino Secundário 4
J Ajuda- Escola Superior de Saúde do Porto Concursos e Regimes Especiais 0
Stm Beatriz Ajuda em Pergunta desenvolvimento HISTORIA A 10 Ensino Secundário 0
D Ajuda!! Biologia exame maiores de 23 na ESS-PORTO Concursos e Regimes Especiais 0
Just preciso de ajuda a resolver esta compreensão oral!!! Ensino Secundário 1
Hugo martins987 boas pessoal alguem aqui percebe bem de calculo financeiro ensino superior ? vou ter frequência e precisava de ajuda Ensino Superior - Geral 0
Ana_Neto Ajuda pfv M23 Concursos e Regimes Especiais 0
M Preciso de Ajuda Concurso Nacional e Locais - Público 13
Winberht Ajuda preparação exame de português Exames Nacionais e Provas de Ingresso 1
Winberht ajuda na preparação do exame de português :) Pedido de Recursos - Ensino Secundário 2
M Ajuda!!!!!!!!! Pedido de Recursos - Ensino Secundário 0
A Trabalho Fisica-12 ano- processos de estabilização núcleos: decaimento radioativo-pedido ajuda Ensino Secundário 0
J LIVRO PDF - Comunicação Clínica e Relação de Ajuda (edição 2016) Saúde 0
A [Ajuda] Mudança de "área" - procuro feedback de cursos de letras / humanidades Humanidades, Secretariado e Tradução 3
1 AJUDA: CAMPO 4.5 e Anulação de disciplina. Exames Nacionais e Provas de Ingresso 3
E Ajuda Ensino Superior - Geral 2
LuNa_Na Ajuda com incrição a exames Exames Nacionais e Provas de Ingresso 1

Tópicos Semelhantes