Bioquímica

Bem posicionada, acho que sim. Deve estar pelo menos no top 3 como podes ver por esta classificação Este é o atual Top 5 das melhores universidades em Portugal por área e de acordo com o ranking mundial QS
Quanto à empregabilidade, depende muuuuito da área a que te queres dedicar... Não tenho dados sobre os quais me possa basear mas Bioquímica tem saídas para várias áreas, desde o ensino à investigação, portanto em princípio não deves ficar sem nada pra fazer.
e so mais uma pergunta, relativamente ao curso de licenciatura em química medicinal sabes alguma coisa sobre o mesmo?
 
e so mais uma pergunta, relativamente ao curso de licenciatura em química medicinal sabes alguma coisa sobre o mesmo?
Não sei muito... Sei que as cadeiras são semelhantes com as de Bioquímica, no entanto tem mais cadeiras de Química e uma ou duas de Medicina.
As saídas são mais relacionadas com a indústria farmacêutica.
Tirando isso só sei que o coordenador de curso, Luis Arnaut, que também era professor de bioquímica, foi eleito presidente da Associação Internacional de fotodinâmica com sede nos EUA então não sei se continuará por cá.
sorry mas é tudo o que sei :/
 
Não sei muito... Sei que as cadeiras são semelhantes com as de Bioquímica, no entanto tem mais cadeiras de Química e uma ou duas de Medicina.
As saídas são mais relacionadas com a indústria farmacêutica.
Tirando isso só sei que o coordenador de curso, Luis Arnaut, que também era professor de bioquímica, foi eleito presidente da Associação Internacional de fotodinâmica com sede nos EUA então não sei se continuará por cá.
sorry mas é tudo o que sei :/
é que eu vi na internet que a taxa de desemprego era de zero % e gostava de saber se essa informação é verdadeira ou não..
 
  • Like
Reactions: Remondes
é que eu vi na internet que a taxa de desemprego era de zero % e gostava de saber se essa informação é verdadeira ou não..
Sim sim, também vi esse artigo mas não te posso confirmar a sua total veracidade :/ Eles não iam providenciar essa informação se não tivessem bases pra tal portanto mesmo que não seja 0% deve ser bastante baixa.
Mas se achares o plano de estudos interessante não vejo porquê não tentares entrar. Se não gostares, tem bastantes cadeiras em comum com bioquímica (e certamente com outros cursos) então podes sempre tentar mudar.
Não te sei dizer muito mais que isto xD
 
  • Like
Reactions: Marianasky
e so mais uma pergunta, relativamente ao curso de licenciatura em química medicinal sabes alguma coisa sobre o mesmo?

Química medicinal, pela descrição, abrange o desenvolvimento de fármacos em especial numa fase inicial (drug design, hit to lead, screening e sintetização de moléculas, etc). Qualquer indústria farmacêutica que se dedique à I&D de fármacos emprega ou subcontrata profissionais para assegurar esta fase do seu desenvolvimento. No entanto, não existe uma licenciatura específica para isto, encontrando-se nessas carreiras químicos, bioquímicos, farmacêuticos, e outros profissionais, com formação especializada na área.

Estes são departamentos altamente especializados que requerem formação avançada (mestrado e muitas vezes doutoramento em áreas afins à química medicinal), pelo que se seguires a licenciatura em química medicinal com o objetivo de trabalhar nesta área, não te esqueças que a licenciatura muito provavelmente não chegará. Isto é perfeitamente normal nas licenciaturas universitárias de 3 anos.

Quanto a emprego, em Portugal não sei como estão as coisas, mas o mercado farmacêutico europeu tem tido permeabilidade. Se procurares no google "medicinal chemist jobs" vês os requisitos académicos pedidos e os tipos de trabalhos efetuados.
 
Sim sim, também vi esse artigo mas não te posso confirmar a sua total veracidade :/ Eles não iam providenciar essa informação se não tivessem bases pra tal portanto mesmo que não seja 0% deve ser bastante baixa.
Mas se achares o plano de estudos interessante não vejo porquê não tentares entrar. Se não gostares, tem bastantes cadeiras em comum com bioquímica (e certamente com outros cursos) então podes sempre tentar mudar.
Não te sei dizer muito mais que isto xD
Obrigada pelo conselho 😊
Post automatically merged:

Química medicinal, pela descrição, abrange o desenvolvimento de fármacos em especial numa fase inicial (drug design, hit to lead, screening e sintetização de moléculas, etc). Qualquer indústria farmacêutica que se dedique à I&D de fármacos emprega ou subcontrata profissionais para assegurar esta fase do seu desenvolvimento. No entanto, não existe uma licenciatura específica para isto, encontrando-se nessas carreiras químicos, bioquímicos, farmacêuticos, e outros profissionais, com formação especializada na área.

Estes são departamentos altamente especializados que requerem formação avançada (mestrado e muitas vezes doutoramento em áreas afins à química medicinal), pelo que se seguires a licenciatura em química medicinal com o objetivo de trabalhar nesta área, não te esqueças que a licenciatura muito provavelmente não chegará. Isto é perfeitamente normal nas licenciaturas universitárias de 3 anos.

Quanto a emprego, em Portugal não sei como estão as coisas, mas o mercado farmacêutico europeu tem tido permeabilidade. Se procurares no google "medicinal chemist jobs" vês os requisitos académicos pedidos e os tipos de trabalhos efetuados.
Obrigada pela ajuda 😊
 
Não existe/existia uma licenciatura específica para isso, porque esta é uma área fundamental farmacêutica e quem pretende seguir essa carreira em I&D acaba invariavelmente por fazer o doutoramento em farmácia na especialidade de Tecnologia ou QFarmacêutica. Quem melhor percebe de SARS que um farmacêutico?
Bioquímica e engenharia são úteis pelo conhecimento das vias de síntese, proteómica ou manipulação de variáveis para scale-up, mas farmácia é o único que permite a integração desse conhecimento com as necessidades da farmacotecnia e a fisiopatologia.
Nunca trabalhei 100 % em síntese, dado a minha área ser biotecnologia. Enquanto que síntese química, na maior parte das vezes, ficava a cargo dos químicos, a optimização de moléculas recaía em farmacêuticos.

Enfim, com todo o respeito, este parece-me mais outro curso com uma designação propositadamente sedutora (o termo "medicinal", neste contexto, nem sequer é utilizado em Pt) de utilidade duvidosa para acrescentar à lista. Se os alunos acharem orgânica execrável o que é que fazem? Que outras saídas profissionais tem este curso? A não ser que queiram fazer carreira em indústria no estrangeiro, não aconselharia este curso. Em Portugal, o "medicinal chemist" não existe.

Bem, mas que a FFUC conseguiu um edifício bonito lá isso conseguiu...
 
  • Like
Reactions: TomásGuerreiro
Olá, boa noite. Será que alguém conseguia arranjar o livro de Bioquímica do Manuel Júdice Halpern em PDF?
Obrigada 😊
 
Obrigada :)
Na tua opinião achas que é possivel tirar este curso estando a trabalhar a part-time?
Na minha opinião, não! O curso é bastante exigente. Tens aulas laboratoriais de 4 horas e chegas ao final do dia super cansada e desgastada psicologicamente, mas mesmo assim ainda tens estudar até de madrugada.
 
  • Like
Reactions: Barbara2096
Obrigada :)
Na tua opinião achas que é possivel tirar este curso estando a trabalhar a part-time?
Podes procurar a possibilidade de fazer o curso em regime parcial - https://www.dges.gov.pt/pt/pagina/estudante-em-regime-de-tempo-parcial ( normalmente 30 ECTS por ano / 15 ECTS por semestre )
Tens ainda o regime de trabalhador-estudante e, assim, não corres o risco de reprovar por faltas em aulas Téorico-Praticas ou Práticas, mas depende também da carga horária semanal no trabalho

Com persistência tudo se faz e pode ser uma boa oportunidade para melhorar a gestão de tempo ( não precisas de estudar horas a fio nas vesperas dos exames se tirares um bocadinho todos os dias para estudar ) :)

Boa sorte!
 
Última edição:
Podes procurar a possibilidade de fazer o curso em regime parcial - https://www.dges.gov.pt/pt/pagina/estudante-em-regime-de-tempo-parcial ( normalmente 30 ECTS por ano / 15 ECTS por semestre )
Tens ainda o regime de trabalhador-estudante e, assim, não corres o risco de reprovar por faltas em aulas Téorico-Praticas ou Práticas, mas depende também da carga horária semanal no trabalho

Com persistência tudo se faz e pode ser uma boa oportunidade para melhorar a gestão de tempo ( não precisas de estudar horas a fio nas vesperas dos exames se tirares um bocadinho todos os dias para estudar ) :)

Boa sorte!

É uma opção é verdade, vou pesquisar mais sobre o assunto! Muito obrigada ^^
 
Obrigada :)
Na tua opinião achas que é possivel tirar este curso estando a trabalhar a part-time?

Com uma boa gestão de tempo tudo se faz. Não sou de Bioquímica mas de certo que é possível fazer tudo se bem conciliado.
 
Boas pessoal, estou no 12°ano em ciências e tecnologias e adoro a parte de biologia mais focada nas células, dna etc
Sei que o curso de biologia é demasiado vago em relação a isso e não me apetecia estar a estudar botânica, zoologia e essas cenas hahaha portanto pensei em bioquímica mas para ser sincero não gosto muito de química, portanto encontro-me agr num impasse em que não sei se há algum curso que encaixe nos meus gostos
 
Boas pessoal, estou no 12°ano em ciências e tecnologias e adoro a parte de biologia mais focada nas células, dna etc
Sei que o curso de biologia é demasiado vago em relação a isso e não me apetecia estar a estudar botânica, zoologia e essas cenas hahaha portanto pensei em bioquímica mas para ser sincero não gosto muito de química, portanto encontro-me agr num impasse em que não sei se há algum curso que encaixe nos meus gostos
Hey Luis!
Bioquímica é a química da vida e por isso sim tens de aprender muita química 😅. Por exemplo, na minha licenciatura tens várias cadeiras de química no primeiro ano e vais sempre precisar da química para outras cadeiras para conseguir perceber várias matérias. No entanto, o curso também aborda a biologia celular que tu disseste que gostavas muito, ou seja, constituição da célula, como funcionam os vários organitos, as reações ao nível da célula, etc. Aliás grande parte do curso é sobre proteínas. Estou a falar relativamente à licenciatura na FCUL onde estudo. Deves ver os vários planos de estudos dos cursos em que estás interessado para escolher o curso que achas que é melhor para ti, assim como, o local que achas melhor para estudar. Espero ter ajudado 😁
 
Hey Luis!
Bioquímica é a química da vida e por isso sim tens de aprender muita química 😅. Por exemplo, na minha licenciatura tens várias cadeiras de química no primeiro ano e vais sempre precisar da química para outras cadeiras para conseguir perceber várias matérias. No entanto, o curso também aborda a biologia celular que tu disseste que gostavas muito, ou seja, constituição da célula, como funcionam os vários organitos, as reações ao nível da célula, etc. Aliás grande parte do curso é sobre proteínas. Estou a falar relativamente à licenciatura na FCUL onde estudo. Deves ver os vários planos de estudos dos cursos em que estás interessado para escolher o curso que achas que é melhor para ti, assim como, o local que achas melhor para estudar. Espero ter ajudado 😁
Ja que estás a tirar bioquímica achas que me poderias falar um pouco sobre ele? Falares mais ou menos da teoria e como se processam os trabalhos de laboratório. Desde já obrigado estás a ajudar mt 💪
 
  • Like
Reactions: Rita Plaza
Ja que estás a tirar bioquímica achas que me poderias falar um pouco sobre ele? Falares mais ou menos da teoria e como se processam os trabalhos de laboratório. Desde já obrigado estás a ajudar mt 💪
No primeiro ano, o curso é muito geral nem parece que estás numa licenciatura em bioquímica 😂 o que leva a que algumas pessoas fiquem um pouco desmotivadas. Tens muita matemática e química e até uma cadeira de biologia celular que acho que ias gostar. No entanto, à medida que vais avançando na licenciatura o curso torna-se cada vez mais específico e começas a entrar cada vez mais no mundo na bioquímica, acabando por entusiasmar mais as pessoas. Como eu disse falamos muito de proteínas, portanto, a parte da biologia também está presente. Relativamente às aulas práticas, estas consistem na realização de várias atividades em grupo que permitem aprender sobre técnicas laboratoriais (como, por exemplo, técnicas para purificar proteínas ou para determinar a sua concentração). Além disso, aprendes a trabalhar em grupo e a desenvolveres espírito crítico. Normalmente, passada uma semana, tem de ser entregue ao professor um relatório. As aulas práticas são das aulas onde mais aprendo e com bons professores são bastantes interessantes
Não se ficaste mais esclarecido, mas qualquer coisa está à vontade para perguntar! 😁
 
  • Like
Reactions: Blasty
No primeiro ano, o curso é muito geral nem parece que estás numa licenciatura em bioquímica 😂 o que leva a que algumas pessoas fiquem um pouco desmotivadas. Tens muita matemática e química e até uma cadeira de biologia celular que acho que ias gostar. No entanto, à medida que vais avançando na licenciatura o curso torna-se cada vez mais específico e começas a entrar cada vez mais no mundo na bioquímica, acabando por entusiasmar mais as pessoas. Como eu disse falamos muito de proteínas, portanto, a parte da biologia também está presente. Relativamente às aulas práticas, estas consistem na realização de várias atividades em grupo que permitem aprender sobre técnicas laboratoriais (como, por exemplo, técnicas para purificar proteínas ou para determinar a sua concentração). Além disso, aprendes a trabalhar em grupo e a desenvolveres espírito crítico. Normalmente, passada uma semana, tem de ser entregue ao professor um relatório. As aulas práticas são das aulas onde mais aprendo e com bons professores são bastantes interessantes
Não se ficaste mais esclarecido, mas qualquer coisa está à vontade para perguntar! 😁
Sou bastante ansiedade, tremo de crl ainda por cima a frente de pessoas (ansiedade social...) e portanto temo as aulas laboratoriais. Sei que não tens como saber mas achas que uma pessoa se habituaria a isso? Opa a cena nem é eu não gostarrrr de química mas mais este que te disse. Tb não há mais nada que eu goste portanto terei que enfrentar isto
Obrigadao mais uma vez