Bioquímica

 
Olá malta.
Tenho licenciatura e mestrado em bioquímica e venho aqui a dizer para o pessoal que está a tirar este tipo de cursos que pense em emigrar.
Sempre foi muito dificil arranjar emprego na área. Mando uns 10 curriculos por mes, no maximo. (nao tenho restricao de cidades)

O mundo do trabalho na nossa área em portugal não paga mais do que 1000€ brutos (780€ liquidos), boa sorte se conseguires arrendar um T0 ou T1 só para ti, sem qualquer ajuda (familiares).
Sempre estive em quartos arrendados. E mesmo assim tinha que fazer ginástica para meter algum de lado . Também perdi oportunidades porque eu torcia o nariz quando me diziam o salário, enquanto que aceitaram a colega concorrente porque ela aceitava na boa o salário de 700€ brutos já que ela própria vivia em casa dos pais (não é surpresa que o pessoal em portugal só sai da casa dos pais aos 30+ anos)

Investigação em portugal é para esquecer, eles pedem tantas técnicas SUPER especificas que a única forma de teres sucesso é: seres natural de uma cidade com universidade e te ofereceres para estar de borla no laboratório a ajudar a alguem, assim aprendes novas técnicas e quem sabe aparece alguma bolsa que tu podes rapidamente inscrever e entrar de imediato.
Mas realço que nunca terás estabilidade nisto, maioria dos "investigadores" que conheço têm ajuda dos pais, sem isso, não estavam lá... a bolsa não dá para nada.

Mundo da industria é estável sim mas muito, muito, muito limitado (mas não vais ganhar mais do que 1000€ brutos após 5 ou mais anos, ridículo oferecerem 1000€ brutos e esperarem que sabemos sobre a nossa área como também de computadores, sobretudo de excel. digo isto porque depois cruzam-se com muitos colegas a ganhar o mesmo que vós mas 10x mais lentos porque não sabem criar equações no excel).
Durante os meus anos de experiência profissional, eu era dos poucos mais novos na equipa. O resto do pessoal (colegas que faziam as mesmas funcoes) estavaa lá há mais de 10 anos e apenas tinham o 9 ou 12º ano (na altura das vacas gordas fizeram um cursezeco de laboratório e prontos ficaram lá).

Sobre emigrar na nossa área é impossível. Só se tiveres conhecido no país destino, o que te permite aprender a lingua antes de ires para lá e ao mesmo tempo ir lá ao pais de lés a lés perceber como arranjar trabalho lá......

Odeio que peçam técnicas especificas e depois só oferecem estágio IEFP (durante 9 meses só ganhas 650€ liquidos) e vêm com historia de "camisola" e "somos familia"

Eu passsei por várias de trabalho: alimentar, cosmetica, farmaceutica e tambem com várias técnicas de análises. Adquiri um bom curriculo mas mesmo assim....
Bioquímica, biotecnologia, químicas da vida e tal é tudo igual para o mundo do trabalho.

Se forem como eu, que gostam das técnicas laboratoriais pensam em tirar curso de análises clinicas. Há muita procura para técnicos de análises clinicas. Sempre têm mais hipótese de emprego (> Empregos análises clinicas - Maio 2021 - Pag. 1)

Portugal é só turismo, IT's e para jovens com pais ricos/boas heranças.
E gostava de saber como se obtem os niveis de empregabilidade que dizem do pessoal de bioquímica.. 99% ? O pessoal só com licenciatura e/ou mestrado em bioquimica ? ao fim de quanto tempo ? 5 anos a ter trabalhos da treta para depois ter na área?

quase metade da minha turma de cursos seguiu para doutoramentos...
 
Última edição:
Olá malta.
Tenho licenciatura e mestrado em bioquímica e venho aqui a dizer para o pessoal que está a tirar este tipo de cursos que pense em emigrar.
Sempre foi muito dificil arranjar emprego na área. Mando uns 10 curriculos por mes, no maximo. (nao tenho restricao de cidades)
Esta área é realmente complicada com bastante competição (principalmente se decidires ficar pelo mestrado). Em Portugal, infelizmente, esse tipo de projetos R&D é realmente bastante limitado.

Investigação em portugal é para esquecer, eles pedem tantas técnicas SUPER especificas que a única forma de teres sucesso é: seres natural de uma cidade com universidade e te ofereceres para estar de borla no laboratório a ajudar a alguem, assim aprendes novas técnicas e quem sabe aparece alguma bolsa que tu podes rapidamente inscrever e entrar de imediato.
Mas realço que nunca terás estabilidade nisto, maioria dos "investigadores" que conheço têm ajuda dos pais, sem isso, não estavam lá... a bolsa não dá para nada.
Investigação é outro 31. Para além da precariedade existente nas condições dos bolseiros e a falta de carreira de investigador, acaba por limitar o progresso na carreira. Entretanto, começou a existir "contratos a termo" para pessoal com doutoramento, mas já nao são obrigatórios em projetos. Neste momento, os coordenadores dos projetos podem optar por contrato ou pós-doc. No entanto, pós-doc só podem ser ocupados por doutorados há menos de 3 anos. Muitos projetos escolheram contratar pós-doc porque é menos dispendioso e assim dá para contrarem mais bolseiros. E agora com as novas regras (um pos-doc nao pode entrar num 2º pos-doc na mesma instituiçao que o recebeu pela primeira vez), temos apenas uma rotatividade de pessoal, e o resultado é o mesmo: Desemprego altamente qualificado. Uma pessoa que tenha um phd há mais de 3 anos não pode concorrer a uma bolsa de pós-doc mas pode concorrer a uma de licenciado e ou de mestre, tem é de estar inscrito num curso não conferente de grau... Onde é que isto faz sentido eu não sei, mas é o estado das coisas neste momento :/

Números muito redondos de um PI com quem falei há tempos - Um investigador doutorado (30 meses) custa mais de 100 mil € ao projeto. Os overheads num projeto de 250 mil€ são 50 mil€. Portanto, sobram cerca de 100 mil €, para contratar mais um ou dois bolseiros, despesas com consumiveis .... Como é que se faz ciência assim? Pois... 🙃


Se forem como eu, que gostam das técnicas laboratoriais pensam em tirar curso de análises clinicas. Há muita procura para técnicos de análises clinicas. Sempre têm mais hipótese de emprego (> Empregos análises clinicas - Maio 2021 - Pag. 1)
Acredito que para além de ter um trabalho, o pessoal quer tentar construir uma carreira (que tenha progresso, de preferência). Apesar de existir vagas para pessoal de tecnicos de analises (cursos como CBL), o progresso de carreira é outra história. O proprio sindicato tem tentado fazer com que os profissionais de CBL consigam ter acesso às especialidades de analises clinicas que os Farmaceuticos têm acesso, mas não acredito que tenham tido muito sucesso. Ainda conseguiram aumento salarial, mas ainda existem escalões estagnados. Infelimente, é outra área que me parece igualmente complicada.

Não quero parecer muito negativo com isto, mas é apenas um "eye-opener" da situação atual!
 
  • Like
Reactions: davis
eu gostava que me dissessem isto quando segui para bioquímica... já se passaram mais de 8 anos desde que sai da universidade.
Sou original do interior do Portugal e na minha familia ter ensino superior é raro por isso, ninguém me deu perspetiva de como é que isto seria....

afinal, tanta coisa para ganhar 1000€ brutos ( e até lá tive que passar por muito emprego a pagarem à volta de 700-800€ brutos)
e já as poucas vagas que há, já estão ocupadas por pessoal com 50+ anos que só têm o 9-12 ano porque as empresas perceberam que como o trabalho é 99% igual todos os dias, é ensinar a "receita" e o esse pessoal faz o trabalho sem o compreender. São poucos que sabem realizar troubleshooting....

nunca me interessei por I&D (aliás, não há), segui logo para industria/fábrica mas querem tudo mão-barata.....

também não gostei, principalmente quando vejo que afinal bioquímica e cursos parecidos para o mundo do trabalho são todos iguais.
se eu soubesse que sei hoje, ia para análises clinicas sempre há um reconhecimento lá fora (APTAC - Associação Portuguesa dos Técnicos de Análises Clínicas e Saúde Pública)

só queria deixar isto claro para o pessoal que se pergunta sobre bioquimica e investigação.... é para esquecer.
só com ajudas.
e o salário, isso os meus colegas não comentavam porque os poucos que seguiram para a industria tinham ajuda dos pais....

toca a emigrar

edit: acrescento uma recente experiência. Estava num trabalho na area da saude, onde uma colega directa (mesmas funções) mais nova do que eu mas já tinha 4 anos de casa e estava na mesma empresa desde que terminou a licencitura, foi promovida a chefe de sector ficando com uma equipa ! passou a ganhar 950€ brutos para ganhar 1200-1300€ brutos sem bónus (ficou com horario zero)! aceitou na boa, porque já tinha um apartamento herdado e renovado pelos pais na cidade vizinha, já está pronta para fazer vida.
o problema? todas os colegas directos dela, chefes de sector que já o são há muitos anos , ganham à volta de 2000€+ e têm carro de borla. (e não, não foi devido aos aumentos anuais, os aumentos anuais não costumam ser mais de 5-10€ liquidos)
 
Última edição:
Olá! Eu faço parte da comissão de festas de Bioquímica da Universidade do Minho e queremos ajudar-te a ultrapassar esta fase complicada e repleta de questões da melhor forma. Se pensaste ou pensas candidatar-te em Bioquímica nós organizamos esta sessão em colaboração com alunos de diferentes anos do curso de Bioquímica da Universidade do Minho com o intuito de te dar a conhecer aquele que é o melhor curso desta academia. Queremos esclarecer as tuas dúvidas e dar-te a conhecer aquilo que estudamos, investigamos e trabalhamos durante esta licenciatura. Acima de tudo, queremos ajudar-te na tua escolha.
Inscreve-te no link que se encontra na biografia do nosso instragam (@comissaofestas_bq) até dia 01 de agosto para a sessão zoom que irá decorrer no dia 03 de agosto pelas 18 horas.
Contamos contigo e com as tuas dúvidas!
Vemo-nos em breve,

Comissão de Festas de Bioquímica 2021/22
 

Attachments

  • palestra bq.jpeg
    palestra bq.jpeg
    128 KB · Visitas: 8
Ola boa tarde. Eu vou agora para a universidade e realmente estou assustado com algumas coisas que encontro na internet, eu dentro dos cursos que encontrei tinha decidido tirar bioquimica, só que talvez pela falta de conhecimento sinto-me inseguro sobre essa decisão. Entre as coisas que vejo já vi alguns a dizer que em portugal é dificl encontrar emprego nessa área, outros a dizer que não é assim tão mau e queria opiniões. E no caso de ir para Bioquimica não sei qual das faculdades escolher, FCT pelo prestigio (é o que me dá impressao pelo o que leio) ou então a FCUL pela melhor localização (eu estava mais convencido a ir para a FCT mas eu iria ficar em Lisboa, então tenho receio do caminho longo até lá todos os dias)!
 
Ola boa tarde. Eu vou agora para a universidade e realmente estou assustado com algumas coisas que encontro na internet, eu dentro dos cursos que encontrei tinha decidido tirar bioquimica, só que talvez pela falta de conhecimento sinto-me inseguro sobre essa decisão. Entre as coisas que vejo já vi alguns a dizer que em portugal é dificl encontrar emprego nessa área, outros a dizer que não é assim tão mau e queria opiniões. E no caso de ir para Bioquimica não sei qual das faculdades escolher, FCT pelo prestigio (é o que me dá impressao pelo o que leio) ou então a FCUL pela melhor localização (eu estava mais convencido a ir para a FCT mas eu iria ficar em Lisboa, então tenho receio do caminho longo até lá todos os dias)!
Olá ! Eu irei me candidatar este ano a bioquímica na FCUP ! Efetivamente, pelas informações que tenho obtido ao longo destes últimos meses há de tudo, desde pessoas que acabam a licenciatura e começam imediatamente a trabalhar a pessoas que são obrigadas a adaptarem-se a um trabalho numa área diferente. Obviamente que em Portugal a área da bioquímica ainda é pouco explorada atualmente , mas é uma questão de sorte e saber aproveitar as oportunidades que vão surgindo! Se essa fôr mesmo a tua paixão acho que devias ir em frente ! Espero ter ajudado:)
 
  • Like
Reactions: student435
Olá ! Eu irei me candidatar este ano a bioquímica na FCUP ! Efetivamente, pelas informações que tenho obtido ao longo destes últimos meses há de tudo, desde pessoas que acabam a licenciatura e começam imediatamente a trabalhar a pessoas que são obrigadas a adaptarem-se a um trabalho numa área diferente. Obviamente que em Portugal a área da bioquímica ainda é pouco explorada atualmente , mas é uma questão de sorte e saber aproveitar as oportunidades que vão surgindo! Se essa fôr mesmo a tua paixão acho que devias ir em frente ! Espero ter ajudado:)
Acho que vou mesmo seguir essa área sim, obrigado pela ajuda!
 
Olá Inês! Sou aluna de Ciências Biomédicas logo se necessitares de esclarecer qualquer coisa estarei aqui para tentar ajudar.
Tanto Bioquímica como Ciências Biomédicas são cursos gerais mas os temas abrangem áreas relativamente diferentes (com algumas áreas em comum na mesma). Enquanto que Bioquímica terá mais incidência em química, Ciências Biomédicas (Universidade de Aveiro) consegue-se focar mais na biologia no que toca ao ser humano e também a nossa constituição (Anatomia). Em ambos podes saber mais sobre patologias, mas provavelmente Biomédicas consegue ser mais "específico" para isso (a meu ver).

Acho que nestes cursos terás sempre de tirar algum mestrado para poderes ter mais chances de trabalhar no que pretendes. Acho que será um caso de escolheres o plano curricular que mais te agrada e depois tirar um mestrado na área. Conheço quem tenha tirado a licenciatura em Ciências Biomédicas e depois fazer mestrado em Bioquímica, por exemplo :)
na UA não existe mestrado em Ciencias Biomedicas. Quem frequenta licenciatura em Ciencias Biomedicas na UA qual o mestrado que geralmente escolhe?
obrigado
 
Olá malta.
Tenho licenciatura e mestrado em bioquímica e venho aqui a dizer para o pessoal que está a tirar este tipo de cursos que pense em emigrar.
Sempre foi muito dificil arranjar emprego na área. Mando uns 10 curriculos por mes, no maximo. (nao tenho restricao de cidades)

O mundo do trabalho na nossa área em portugal não paga mais do que 1000€ brutos (780€ liquidos), boa sorte se conseguires arrendar um T0 ou T1 só para ti, sem qualquer ajuda (familiares).
Sempre estive em quartos arrendados. E mesmo assim tinha que fazer ginástica para meter algum de lado . Também perdi oportunidades porque eu torcia o nariz quando me diziam o salário, enquanto que aceitaram a colega concorrente porque ela aceitava na boa o salário de 700€ brutos já que ela própria vivia em casa dos pais (não é surpresa que o pessoal em portugal só sai da casa dos pais aos 30+ anos)

Investigação em portugal é para esquecer, eles pedem tantas técnicas SUPER especificas que a única forma de teres sucesso é: seres natural de uma cidade com universidade e te ofereceres para estar de borla no laboratório a ajudar a alguem, assim aprendes novas técnicas e quem sabe aparece alguma bolsa que tu podes rapidamente inscrever e entrar de imediato.
Mas realço que nunca terás estabilidade nisto, maioria dos "investigadores" que conheço têm ajuda dos pais, sem isso, não estavam lá... a bolsa não dá para nada.

Mundo da industria é estável sim mas muito, muito, muito limitado (mas não vais ganhar mais do que 1000€ brutos após 5 ou mais anos, ridículo oferecerem 1000€ brutos e esperarem que sabemos sobre a nossa área como também de computadores, sobretudo de excel. digo isto porque depois cruzam-se com muitos colegas a ganhar o mesmo que vós mas 10x mais lentos porque não sabem criar equações no excel).
Durante os meus anos de experiência profissional, eu era dos poucos mais novos na equipa. O resto do pessoal (colegas que faziam as mesmas funcoes) estavaa lá há mais de 10 anos e apenas tinham o 9 ou 12º ano (na altura das vacas gordas fizeram um cursezeco de laboratório e prontos ficaram lá).

Sobre emigrar na nossa área é impossível. Só se tiveres conhecido no país destino, o que te permite aprender a lingua antes de ires para lá e ao mesmo tempo ir lá ao pais de lés a lés perceber como arranjar trabalho lá......

Odeio que peçam técnicas especificas e depois só oferecem estágio IEFP (durante 9 meses só ganhas 650€ liquidos) e vêm com historia de "camisola" e "somos familia"

Eu passsei por várias de trabalho: alimentar, cosmetica, farmaceutica e tambem com várias técnicas de análises. Adquiri um bom curriculo mas mesmo assim....
Bioquímica, biotecnologia, químicas da vida e tal é tudo igual para o mundo do trabalho.

Se forem como eu, que gostam das técnicas laboratoriais pensam em tirar curso de análises clinicas. Há muita procura para técnicos de análises clinicas. Sempre têm mais hipótese de emprego (> Empregos análises clinicas - Maio 2021 - Pag. 1)

Portugal é só turismo, IT's e para jovens com pais ricos/boas heranças.
E gostava de saber como se obtem os niveis de empregabilidade que dizem do pessoal de bioquímica.. 99% ? O pessoal só com licenciatura e/ou mestrado em bioquimica ? ao fim de quanto tempo ? 5 anos a ter trabalhos da treta para depois ter na área?

quase metade da minha turma de cursos seguiu para doutoramentos...
Eu quero bioquímica
 
eu gostava que me dissessem isto quando segui para bioquímica... já se passaram mais de 8 anos desde que sai da universidade.
Sou original do interior do Portugal e na minha familia ter ensino superior é raro por isso, ninguém me deu perspetiva de como é que isto seria....

afinal, tanta coisa para ganhar 1000€ brutos ( e até lá tive que passar por muito emprego a pagarem à volta de 700-800€ brutos)
e já as poucas vagas que há, já estão ocupadas por pessoal com 50+ anos que só têm o 9-12 ano porque as empresas perceberam que como o trabalho é 99% igual todos os dias, é ensinar a "receita" e o esse pessoal faz o trabalho sem o compreender. São poucos que sabem realizar troubleshooting....

nunca me interessei por I&D (aliás, não há), segui logo para industria/fábrica mas querem tudo mão-barata.....

também não gostei, principalmente quando vejo que afinal bioquímica e cursos parecidos para o mundo do trabalho são todos iguais.
se eu soubesse que sei hoje, ia para análises clinicas sempre há um reconhecimento lá fora (APTAC - Associação Portuguesa dos Técnicos de Análises Clínicas e Saúde Pública)

só queria deixar isto claro para o pessoal que se pergunta sobre bioquimica e investigação.... é para esquecer.
só com ajudas.
e o salário, isso os meus colegas não comentavam porque os poucos que seguiram para a industria tinham ajuda dos pais....

toca a emigrar

edit: acrescento uma recente experiência. Estava num trabalho na area da saude, onde uma colega directa (mesmas funções) mais nova do que eu mas já tinha 4 anos de casa e estava na mesma empresa desde que terminou a licencitura, foi promovida a chefe de sector ficando com uma equipa ! passou a ganhar 950€ brutos para ganhar 1200-1300€ brutos sem bónus (ficou com horario zero)! aceitou na boa, porque já tinha um apartamento herdado e renovado pelos pais na cidade vizinha, já está pronta para fazer vida.
o problema? todas os colegas directos dela, chefes de sector que já o são há muitos anos , ganham à volta de 2000€+ e têm carro de borla. (e não, não foi devido aos aumentos anuais, os aumentos anuais não costumam ser mais de 5-10€ liquidos)
Hey, olá, desculpa te estar a incomodar passado tanto tempo, (provavelmente nem vais ver isto) mas eu queria te perguntar em que universidade tiraste o curso e se por acaso isso pode afetar a empregabilidade, se alguém souber alguma coisa deste tópico ficaria muito agradecido se respondessem (apesar de ninguém falar neste fórum desde o ano passado)