Bolsa DGES - Condições de elegibilidade

Filipa Freitas.123456

Membro Caloiro
Matrícula
11 Fevereiro 2021
Mensagens
7
Boa tarde, sou estudante do primeiro ano de marketing e tenho uma questão sobre a bolsa de estudos.
O ano passado tive a frequentar uma licenciatura, numa universidade diferente da atual e, quando pedi creditação a algumas cadeiras, tive aprovação a 4.
No 1º ano. 1ºsemestre frequentei apenas 3 cadeiras (2 desse semestre já tinham sido aprovadas). No 1º ano, 2º semestre estou inscrita em 4 e inscrevi-me em mais 4 de 2º ano, 2º semestre. Ou seja, tenho 3 cadeiras (1ºA,1ºS) + 8 cadeiras (1ºA,2ºS e 2ºA,2ºS). No segundo ano vou fazer mais ou menos o mesmo, ou seja, vou ter sempre (se tudo correr bem) cadeiras adiantadas.

As cadeiras de segundo ano que fiz no primeiro contabilizam para os 36 ECTS para concorrer a bolsa no próximo ano ou contabilizam como ECTS de primeiro ano?

No regulamento da dges consta esta informação nas condições de elegibilidade mas não consegui perceber se me enquadro e, dessa forma, perco o direito à bolsa.
f) Possa, contabilizando as inscrições já realizadas no nível de ensino superior em que está inscrito, concluir o curso com um número total de inscrições anuais não superior a n + 1, se a duração normal do curso (n) for igual ou inferior a três anos, ou a n + 2, se a duração normal do
curso for superior a três anos;
 

Ariana_

Mod Bolinhos
Equipa Uniarea
Moderador
Apoiante Uniarea
Matrícula
26 Junho 2017
Mensagens
13,344
Curso
Estudos de Teatro
Instituição
FLUL
As cadeiras de segundo ano que fiz no primeiro contabilizam para os 36 ECTS para concorrer a bolsa no próximo ano ou contabilizam como ECTS de primeiro ano?
Há duas contagens distintas que te interessam aqui:

1) O nº de ECTS em que estás inscrita - para teres o valor de bolsa de estudos habitual e não uma versão mais reduzida, tens de estar inscrita em 30 ou mais ECTS, o que continua a ser o teu caso neste ano lectivo e nos próximos, visto que estás a "adiantar" cadeiras.
2) O mínimo de créditos obtido é sempre referente para o ano seguinte de atribuição de bolsa. Ou seja, este ano estás inscrita em 11 cadeiras, para no próximo ano teres bolsa tens de fazer 36 ECTS no mínimo. Mesmo que estejas no "1º ano" a fazer cadeiras do "2º ano", o que importa é sempre o nº de ECTS feitos e não o ano curricular a que pertencem as cadeiras.
 

Filipa Freitas.123456

Membro Caloiro
Matrícula
11 Fevereiro 2021
Mensagens
7
Há duas contagens distintas que te interessam aqui:

1) O nº de ECTS em que estás inscrita - para teres o valor de bolsa de estudos habitual e não uma versão mais reduzida, tens de estar inscrita em 30 ou mais ECTS, o que continua a ser o teu caso neste ano lectivo e nos próximos, visto que estás a "adiantar" cadeiras.
2) O mínimo de créditos obtido é sempre referente para o ano seguinte de atribuição de bolsa. Ou seja, este ano estás inscrita em 11 cadeiras, para no próximo ano teres bolsa tens de fazer 36 ECTS no mínimo. Mesmo que estejas no "1º ano" a fazer cadeiras do "2º ano", o que importa é sempre o nº de ECTS feitos e não o ano curricular a que pertencem as cadeiras.
Então os 24 ECTS que fizer no 1º ano, pertencentes ao plano curricular do 2º ano não somam para daqui o ano seguinte me candidatar? Visto dessa forma não me compensa adiantar cadeiras tendo bolsa dges, correto? ou tenho que adiantar sempre cadeiras...
Desculpa, estou em processo de inscrição em cadeiras seguintes e estas questões ainda são confusas. Mas também só me candidato à bolsa mais um ano, certo? Por isso só conta o primeiro ano e segundo... não tendo problemas com falta de créditos (visto já terem sido realizados noutro ano curricular). Obrigada pela resposta e atenção.
 

Ariana_

Mod Bolinhos
Equipa Uniarea
Moderador
Apoiante Uniarea
Matrícula
26 Junho 2017
Mensagens
13,344
Curso
Estudos de Teatro
Instituição
FLUL
Então os 24 ECTS que fizer no 1º ano, pertencentes ao plano curricular do 2º ano não somam para daqui o ano seguinte me candidatar? Visto dessa forma não me compensa adiantar cadeiras tendo bolsa dges, correto? ou tenho que adiantar sempre cadeiras...
Desculpa, estou em processo de inscrição em cadeiras seguintes e estas questões ainda são confusas. Mas também só me candidato à bolsa mais um ano, certo? Por isso só conta o primeiro ano e segundo... não tendo problemas com falta de créditos (visto já terem sido realizados noutro ano curricular). Obrigada pela resposta e atenção.
Somam, foi o que disse em cima, desculpa se soou confuso. Não importa o ano curricular das cadeiras que estás a fazer - se são de 1o, 2o ou 3o ano. Todas as cadeiras que fazes num ano lectivo contam para os 36 ECTS mínimos para a recandidatura. Candidatas-te todos os anos, mesmo tendo mudado de curso, continuas a ter direito. O que não conta para os 36 ECTS são as cadeiras de equivalência. Por exemplo, imagina que tinhas muitas equivalências (60 créditos) e este ano fazias só 30 ECTS dos 60 em que te inscrevias. Os 60 não somam com os 30, então perderias a bolsa 1 ano lectivo.