UC Ciências farmacêuticas ou ciências bioanaliticas?

jizus

Membro Caloiro
Matrícula
5 Maio 2024
Mensagens
2
Olá! Sou aluno no secundário de CT e tenho como uma das minhas opções vir a trabalhar num laboratório de análises clínicas, ou até mesmo noutro tipo de laboratório. Entre um mestrado em ciências farmacêuticas ou uma licenciatura em ciências bioanaliticas seguida de um mestrado mais específico, não sei qual a melhor opção…É possível com o mestrado em cf vir a trabalhar num laboratório, de análises clínicas, por exemplo? Ou seria mais indicado a licenciatura em ciências bioanaliticas e depois um mestrado em análises clínicas? Ou dizer que ciências bioanaliticas tem maior componente laboratorial e talvez por isso ser mais indicado…Se estiverem em algum destes cursos, por favor, deem a vossa opinião.
 
Olá! Sou estuante de Ciências farmacêuticas no Porto portanto a minha opinião baseia-se mais na minha experiencia neste curso. Não estou tão a par do funcionamento de ciências bioanaliticas.
Antes de mais, para responder à tua questão, sim, com um mestrado em cf podes trabalhar num laboratório, seja em analises como investigação etc, aliás ao fim dos 5 anos acabas não só com o titulo de mestre em ciências farmacêuticas como também com o titulo de analista, e podes trabalhar em literalmente qualquer lado que sejam precisas analises, quer seja no ramo alimentar, analises forenses, ou algo mais virado para a saúde. Todos os laboratorios têm de ter um farmaceutico, e os dietores técnicos dos labs são sempre farmceuticos. Talvez a principal diferença entre os 2 cursos é que cf concentra-se um pouco mais na saúde humana e no medicamento e para além das saídas profissionais dentro das analises e investigação tem também as opções de farmácia comunitária, hospitalar, indústria etc, portanto acabas por ter as opções mais alargadas do que em cb.
Pode ser um curso mais teórico nos 2 primeiros anos, no entanto tens na mesma MUITA componente laboratorial...muita mesmo!!! desde o 1º ano que tens cerca de 10 horas semanais no laboratório e podes também ingressar nos núcleos de investigação, onde podes mesmo fazer estágios nos laboratórios e perceber quais das áreas gostas mais.
Neste momento, não há muita procura de farmacêuticos sendo a taxa de empregabilidade de 97% portanto não haverá problemas em arranjar trabalho. Também tem a vantagem, ao contrario de cb, de ser um mestrado integrado que por si só é mais reconhecido no mercado de trabalho e também é mais recompensador monetariamente.

Espero ter conseguido esclarecer algumas questões. Mais alguma duvida sente-te à vontade em colocar