Como ter 20 a Filosofia

Alexandra S.

Potterhead Mod 🧙‍♀️
Equipa Uniarea
Moderador
Colaborador Editorial
Matrícula
10 Março 2015
Mensagens
4,351
Não consigo sair do 15, não sei o que fazer mais... O 20 até poderá ser exagerado, mas vocês perceberam o que eu quis dizer com isso heheheh. Agradeço todas as dicas.

Olá! Eu acho que uma boa argumentação é essencial no desenvolvimento de uma resposta. Tenta escrever respostas o mais coerentes e completas possível, indo se for preciso, ao mais ínfimo pormenor. Tenta desenvolver em casa a matéria que dás na aula e fazer apontamentos mais elaborados.
 

Angelzz

sic parvis magna
Especialista
Medicina & Saúde
Matrícula
3 Julho 2017
Mensagens
1,495
Curso
Medicina
Não consigo sair do 15, não sei o que fazer mais... O 20 até poderá ser exagerado, mas vocês perceberam o que eu quis dizer com isso heheheh. Agradeço todas as dicas.
Introdução, desenvolvimento e conclusão. Citações de documentos e explicação respetiva poderá valer alguns pontos. De resto, explicar conceitos de forma coerente e, na maioria das vezes, indo ao mais ínfimo pormenor, argumentar, usar uma ou outra definição, explicar pontos de vista dos vários filósofos. Mas há pessoal na Uniarea que até fez Exame de Filosofia que, com certeza, terá melhores dicas do que as minhas.
 

Marco L.

Moderador
Equipa Uniarea
Moderador
Matrícula
8 Julho 2016
Mensagens
11,133
Curso
Ex-Física | MEFT
Instituição
Ex-FCUP | IST
Saber e perceber a matéria a 100% é fundamental.
Numa pergunta sobre um determinado tema, deves escrever tudo o que sabes sobre ele e, se for conveniente, dar exemplos.
Analisar bem as informações e os textos que te dão. Para isto tens de ter capacidade de interpretação (e saber a matéria, como é óbvio)
Escrever bem: há pontos para isto!

Mais do que isto, não sei...Eu fiz o exame de Filosofia, não obtive o melhor resultado possível mas foi bom, tendo em conta que tirar boa nota no exame de filosofia é o que é... :sweatsmile:
 

LBlackMoon

Membro Catedrático
Colaborador Editorial
Matrícula
27 Fevereiro 2016
Mensagens
3,931
Curso
Direito
Instituição
FDUP
Para o 20? Bem.. A estrutura argumentativa de Introdução - Desenvolvimento (com pelo menos dois argumentos + exemplo) - Conclusão parecem-me fundamental. Isto em termos de aspectos formais. É também imprescindível um vocabulário correto, corrente e diversificado.

De resto, diria que um aluno de 20 tem que ir para além daquilo que se requer. Um aluno de 20 prepara o teste mas não estuda só para ele; estuda para adquirir conhecimento. Em Filosofia, conhecer a sua História de uma forma mais ou menos global parece-me fundamental. :)
 

Ana Noronha

👸 das Citações
Especialista
Psicologia & Música
Colaborador Editorial
Apoiante Uniarea
Matrícula
23 Junho 2016
Mensagens
5,787
Curso
Psicologia
Instituição
Iscte
Há situações que dependem um bocado no teu método de estudo, os recursos que tens e do teu professor (ou professora)... Não sei em que ano estás, o que pretendes como nota final, nem se vais a exame, mas há duas coisas (ou três coisas) que gostava de dizer a respeito disto:
Pega nos exames e nos teste intermédios dos anos anteriores e treina. Eu vou começar com esse método mas acho que até poderá ajudar... É também uma forma de treinares para os testes e, se for o caso, para o exame.
Procura sempre em participar na aula e tira as tuas dúvidas, o professor entenderá o quanto interessado estás e queres ter uma nota... De certa forma, também te ajudará a compreender a matéria em causa. E lê (ou relê) os textos de uma determinada matéria, faz esquemas, o que for necessário, a fim de realmente entenderes o que estás a estudar.
E por último (não menos importante) e mais a respeito das respostas que teremos que desenvolver: não meças a qualidade segundo o quanto escreveste, mas pelo o que realmente escreveste na resposta em si. Muitas vezes pensa-se "Ah, escreveste pouco? Então, não vai adiantar de nada..." Não!! Não é nada disso, até porque podemos estar perante o maior testamento de sempre e não dizer nada de interessante quanto ao assunto. Escreve sempre o essencial e dentro do que te pedem!
Mas é o que eu acho, obviamente que serão coisas subjetivas, mas espero de alguma forma ter ajudado! :)
 

Bremer Pereira

Membro Dux
Matrícula
14 Abril 2017
Mensagens
755
Curso
Gestão
Instituição
ISCTE Business School
Bem, antes de mais é de salientar que ter 20 a Filosofia não é impossível, isto dependendo do professor em questão, provavelmente não irei dar concelhos mais diversificados do que os que já foram referidos, mas os meus concelhos são estes:
Em primeiro lugar deves ter atenção à estrutura formal de uma resposta, a maioria dos professores dão especial atenção a isso;
Em segundo lugar, deves saber toda a matéria de modo a conseguires tratá-la por “tu”, isto é, de forma a que consigas estabelecer relações quando necessário, consigas aplicar em diversos contextos e, sobretudo, de modo a que possa contribuir para ampliar os teus conhecimentos e não apenas para a realização de um teste;
É, também, muito importante o vocabulário que utilizas, evita usar palavras repetidas, tenta diversificá-las, não só em quantidade mas também em qualidade, ou seja, utilizares palavras mais “caras”, sem nunca te esqueceres da terminologia filosófica que é muito valorizada;
Participa nas aulas, por mais ridícula que possa ser a dúvida, não hesites em colocá-la, muitas vezes não se chega ao 20 ou ao 19 por falta de participação...
Outro concelho, é que em qualquer questão que te seja colocada, escreve tudo aquilo que sabes, define conceitos, desenvolve as ideias, não tenhas receio de escrever, é crucial que saibas toda a matéria, a partir daí, deves utilizar exemplos para “fortalecer” os teus argumentos ou ideias ( a minha professora diz que é muito importante incorporar-mos exemplos vindos da nossa cabeça nos testes, pois mostra que realmente determinado conteúdo está apreendido), contudo, tem cuidado com erros argumentativos, não confundas conteúdos... Apesar de deveres escrever tudo, foca-te no que é essencial, e não te afastes demasiado do que é pedido, por exemplo se em determinado conteúdo tens de referir Descartes ou Kant não comeces a contar a vida dele, nem todas as ideias que este defendia... Desenvolve o máximo que puderes mas tendo sempre em atenção que não estás a afastar-se do que é pedido.
Concluindo, para teres 20 terás de dar “o litro”, não é nada impossível, basta tomares muita atenção às aulas, perceberes bem o sentido das coisas, e em seguida tirares apontamentos, ou utilizar o método de estudo mais adequado para ti, de modo a que em situação de teste ou mesmo oralmente consigas apartir das ideias-chave, desenvolver a matéria dada, isto depois desta estar toda interiorizada. Por fim, depois de saberes tudo, na véspera de uma avaliação, podes criar possíveis questões, em que relaciones a matéria e em que te posiciones defendendo o teu ponto de vista, pois assim iras certificar-te que realmente conseguiste tratar a matéria por “tu”. Espero que de alguma forma te tenha ajudado e muito boa sorte com tudo, espero que alcances os teus objetivos :blush::blush::grin:
 
Última edição:

catarina.fonseca16

Membro Veterano
Matrícula
12 Janeiro 2017
Mensagens
234
Pretendo fazer o exame de filosofia mas não tenho a disciplina à 3 anos, nem livros nem sei que matéria estão a dar. Acham que é possível tirar mais de 14? Alguém me sabe dizer onde posso arranjar resumos da matéria ou assim?
Obrigada
 

Ana Noronha

👸 das Citações
Especialista
Psicologia & Música
Colaborador Editorial
Apoiante Uniarea
Matrícula
23 Junho 2016
Mensagens
5,787
Curso
Psicologia
Instituição
Iscte

sam_mukka

Membro Veterano
Matrícula
19 Novembro 2015
Mensagens
436
Curso
Ciência Política (PP)
Instituição
ISCTE-IUL
isso depende imenso de vários fatores e do método do professor

a) estrutura dos testes.
Toda a minha turma detestava o meu professor porque ao contrário dos outros, os testes dele resumiam-se a 4 ou 5 perguntas para desenvolveres. Acho que só chegou haver notas superiores a 17 no 11º ano quando se deu a lógica e argumentação, ele começou a colocar uns exercicios mais práticos e nesse aspeto não o odeio, porque ele treinava-nos bastante antes dos testes.

b) não ligues aquilo do sentido critico que geralmente as pessoas e até mesmo os professores de filosofia incentivam os alunos. Isso é tudo treta. Se eles te meterem uma pergunta a pedir para falar à cerca de uma corrente de algum pensador qualquer, tu tens que aplicar e explicar os conhecimentos do programa. Podes ter a melhor retórica do mundo, mas se não escreveres aquilo que os professores querem ler, duvido muito que consigas notas superiores. A minha dica é tentares conciliar as 2 coisas (os conteúdos do programa com a tua perspétiva pessoal)

c) o teu estudo é fundamental, como é uma disciplina extremamente teórica, o meu conselho principal é que ocupes pelo menos uma hora de quase todos os teus dias a rever a matéria, mesmo faltando um mês para o teste. Depois vai saber melhor estudares a sério.

d) esta aqui é mais pessoal, mas ajudou-me pq passei de um 10 para o 16 sem explicações.. compra o livro de preparação para exames da Porto Editora, eu nunca gostei muito dos livros de exames deles, mas o de Filosofia ajudou-me imenso a subir a nota de frequência, (e olha que não fiz exame)
 

Ana Noronha

👸 das Citações
Especialista
Psicologia & Música
Colaborador Editorial
Apoiante Uniarea
Matrícula
23 Junho 2016
Mensagens
5,787
Curso
Psicologia
Instituição
Iscte
o livro de preparação para exames da Porto Editora
Só uma coisa, @sam_mukka , podias mostrar qual é o livro a que te referes? É que estou a pensar em arranjar livros de preparação para exames e não sei quais arranjar.