Cursos de línguas Aveiro

Matrícula
19 Fevereiro 2018
Mensagens
12
Gostos
1
#1
Olá a todos,
Eu sempre gostei de línguas e literatura e sempre tive o sonho de seguir um curso nesta área. Gostava de ingressar em Aveiro pois já conheço a cidade e gosto da Universidade. Eu sei que o departamento de línguas e culturas oferece vários cursos de línguas e eu estou um pouco indecisa sobre qual escolher, pois, apesar de no site da Universidade estarem especificadas as saídas profissionais de cada curso, achei que é tudo muito vago. Gostaria portanto de saber que há por aqui alguém que frequentou ou frequenta o curso de línguas e estudos editoriais ou línguas e relações empresariais. Quais as grandes diferenças entre eles e qual tem mais saídas profissionais? Qual tem maior empregabilidade?
Obrigada a quem me puder ajudar
 
Matrícula
11 Março 2018
Mensagens
12
Gostos
4
Curso
Tradução
Instituição
Universidade de Aveiro
#2
Olá! Sou estudante do primeiro ano de Tradução da Universidade de Aveiroe, apesar de estar no início do meu percurso académico, acho que consigo ilucidar-te acerca deste tema..

É assim: o DLC tem quatro cursos de línguas, cada um direcionado para uma área em específico.
Tradução (T), o meu curso, foca-se especificamente na tradução de textos. Aprendemos três línguas no primeiro semestre do primeiro ano e, a partir do segundo semestre, continuamos com duas dessas línguas até ao final da licenciatura (tens como opção Inglês (obrigatório), Alemão, Espanhol e Francês).
Línguas, Literaturas e Culturas (LLC) diz mais respeito à literatura. Neste curso também é lecionado Inglês, Francês, Espanhol e Alemão.
Línguas e Relações Empresariais (LRE) está mais relacionado com economia, trabalho com empresas, etc. Neste curso podes aprender, em termos de línguas, Chinês, Russo, Árabe, Francês, Alemão, etc. Enquanto que em Tradução aprendes as línguas europeias, aqui aprendes um pouco mais.
E, por fim, Línguas e Estudos Editoriais (LEE), que se foca também no estudo de línguas (Alemão, Inglês, Espanhol e Francês) mas numa vertente diferente. Este curso está direcionado para trabalhos em editoras, livrarias, etc.

Espero ter ajudado. Qualquer dúvida não hesites em contactar. :blush:
 
Gostos: Marina Rocha
Matrícula
19 Fevereiro 2018
Mensagens
12
Gostos
1
#3
Olá! Sou estudante do primeiro ano de Tradução da Universidade de Aveiroe, apesar de estar no início do meu percurso académico, acho que consigo ilucidar-te acerca deste tema..

É assim: o DLC tem quatro cursos de línguas, cada um direcionado para uma área em específico.
Tradução (T), o meu curso, foca-se especificamente na tradução de textos. Aprendemos três línguas no primeiro semestre do primeiro ano e, a partir do segundo semestre, continuamos com duas dessas línguas até ao final da licenciatura (tens como opção Inglês (obrigatório), Alemão, Espanhol e Francês).
Línguas, Literaturas e Culturas (LLC) diz mais respeito à literatura. Neste curso também é lecionado Inglês, Francês, Espanhol e Alemão.
Línguas e Relações Empresariais (LRE) está mais relacionado com economia, trabalho com empresas, etc. Neste curso podes aprender, em termos de línguas, Chinês, Russo, Árabe, Francês, Alemão, etc. Enquanto que em Tradução aprendes as línguas europeias, aqui aprendes um pouco mais.
E, por fim, Línguas e Estudos Editoriais (LEE), que se foca também no estudo de línguas (Alemão, Inglês, Espanhol e Francês) mas numa vertente diferente. Este curso está direcionado para trabalhos em editoras, livrarias, etc.

Espero ter ajudado. Qualquer dúvida não hesites em contactar. :blush:
Olá! Antes de mais nada obrigada pela tua resposta! Graças a ti fiquei com uma ideia mais clara acerca do que cada curso tem para oferecer :)
A minha indecisão sempre se prendeu entre escolher Lee ou Lre. Eu gosto muito da área editorial e, por lógica, pensei no curso de Lee. A minha indecisão surge pelo receio de que, sendo um curso voltado para uma área tão específica, me limite um pouco a nível de saídas profissionais. Por isso pensei em Lre, que me parece ser um curso bastante completo, com mais saídas profissionais, e que assenta muito na aprendizagem das línguas, o que me agrada muito!
Depois de pensar muito no assunto decidi que vou optar por Lre, por considerar tratar-se de um curso mais completo e, paralelamente, realizar através das unidades curriculares isoladas, as disciplinas do curso de Lee que sejam específicas da edição, uma área que me interessa. Julgo que assim consigo juntar o melhor dos dois cursos e tirar maior partido do que mais me interessa 😄
 

abs fonseca

Membro Caloiro
Matrícula
18 Junho 2016
Mensagens
4
Gostos
3
#4
Olá! Antes de mais nada obrigada pela tua resposta! Graças a ti fiquei com uma ideia mais clara acerca do que cada curso tem para oferecer :)
A minha indecisão sempre se prendeu entre escolher Lee ou Lre. Eu gosto muito da área editorial e, por lógica, pensei no curso de Lee. A minha indecisão surge pelo receio de que, sendo um curso voltado para uma área tão específica, me limite um pouco a nível de saídas profissionais. Por isso pensei em Lre, que me parece ser um curso bastante completo, com mais saídas profissionais, e que assenta muito na aprendizagem das línguas, o que me agrada muito!
Depois de pensar muito no assunto decidi que vou optar por Lre, por considerar tratar-se de um curso mais completo e, paralelamente, realizar através das unidades curriculares isoladas, as disciplinas do curso de Lee que sejam específicas da edição, uma área que me interessa. Julgo que assim consigo juntar o melhor dos dois cursos e tirar maior partido do que mais me interessa 😄
Eu sou de LRE 1° ano se tiveres dúvidas diz
 
Gostos: Marina Rocha
Matrícula
11 Março 2018
Mensagens
12
Gostos
4
Curso
Tradução
Instituição
Universidade de Aveiro
#6
Olá! Antes de mais nada obrigada pela tua resposta! Graças a ti fiquei com uma ideia mais clara acerca do que cada curso tem para oferecer :)
A minha indecisão sempre se prendeu entre escolher Lee ou Lre. Eu gosto muito da área editorial e, por lógica, pensei no curso de Lee. A minha indecisão surge pelo receio de que, sendo um curso voltado para uma área tão específica, me limite um pouco a nível de saídas profissionais. Por isso pensei em Lre, que me parece ser um curso bastante completo, com mais saídas profissionais, e que assenta muito na aprendizagem das línguas, o que me agrada muito!
Depois de pensar muito no assunto decidi que vou optar por Lre, por considerar tratar-se de um curso mais completo e, paralelamente, realizar através das unidades curriculares isoladas, as disciplinas do curso de Lee que sejam específicas da edição, uma área que me interessa. Julgo que assim consigo juntar o melhor dos dois cursos e tirar maior partido do que mais me interessa 😄
Fico feliz por te ter ajudado! ^^ Sinceramente, não sei se podes fazer cadeiras de LEE (específicas de edição), acho que se trata apenas das línguas. mas tenta informar-te mais acerca dos mestrados. Sei que há pessoas que tiram licenciatura em Tradução e mestrado em LRE. Pode ser que haja algo que se encaixe mais no que gostas.
E boa sorte para o futuro! :blush:
 
Matrícula
19 Fevereiro 2018
Mensagens
12
Gostos
1
#7
Fico feliz por te ter ajudado! ^^ Sinceramente, não sei se podes fazer cadeiras de LEE (específicas de edição), acho que se trata apenas das línguas. mas tenta informar-te mais acerca dos mestrados. Sei que há pessoas que tiram licenciatura em Tradução e mestrado em LRE. Pode ser que haja algo que se encaixe mais no que gostas.
E boa sorte para o futuro! :blush:
Com "cadeiras específicas da área da edição" referia-me, por exemplo, à cadeira de "história do livro e da edição", leccionada no primeiro semestre do primeiro ano ou "técnicas de revisão textual", leccionada no segundo semestre do terceiro ano. Como nenhuma delas pressupõe pré-requisitos, suponho que seja viável frequenta-las como áreas curriculares isoladas 😄
Muito obrigada! Boa sorte para ti também 😊
 
Gostos: QueenofDamn

abs fonseca

Membro Caloiro
Matrícula
18 Junho 2016
Mensagens
4
Gostos
3
#8
Dúvidas é o que não me faltam! 😆 obrigada pela tua disponibilidade :) o que estás a achar do curso? Estás a gostar? Era o que estavas à espera? E, já agora, que línguas escolheste? 😊
Olá Marina, há sempre coisas que não correm tão bem como pensamos. Em geral, até agora, estou a adorar o curso, estou a fazer uma coisa que eu gosto: aprender línguas. Claro, como já referi, há sempre coisas menos boas, como por exemplo: neste 2° semestre tenho economia e é uma cadeira que não aprecio muito. Porém, acho que para qual curso que vás vai sempre haver "aquela cadeira". Em relação as línguas que escolhi, as minhas escolhas foram: alemão e chinês (" o suicídio"), mas aconselho-te a escolheres aquilo que queres mesmo. Pois, conheço colegas que n escolheram aquilo q queriam ou porque achavam que ia ser difícil ou demasiado fácil e arrependeram-se. Por isso, se vieres, escolhe aquilo q mais queres e não te deixes influenciar. Lembra-te que estás sempre a tempo de mudar 😉 Espero que te tenha ajudado.
P.S: outra coisa que eu não fiz no 1° semestre e aconselho a fazer: é escolher uma disciplina isolada (gratuita) assim que entrares. Eu, no 2° semestre, escolhi italiano e estou a adorar.
 
Gostos: Marina Rocha
Matrícula
22 Junho 2017
Mensagens
23
Gostos
10
#9
Olá! Sou de LEE e vou me meter na conversa. 😂Concordo que, se calhar LRE tem mais saídas e empregabilidade, e tens opções de línguas como o chinês, mas se é a edição que te interessa, pensa melhor na tua decisão. Depois da licenciatura podes sempre tirar mestrado (o que é aconselhado) e assim aprendes mais especificamente do que realmente gostas.
Espero ter ajudado 😊
 
Gostos: Marina Rocha
Matrícula
19 Fevereiro 2018
Mensagens
12
Gostos
1
#10
Olá Marina, há sempre coisas que não correm tão bem como pensamos. Em geral, até agora, estou a adorar o curso, estou a fazer uma coisa que eu gosto: aprender línguas. Claro, como já referi, há sempre coisas menos boas, como por exemplo: neste 2° semestre tenho economia e é uma cadeira que não aprecio muito. Porém, acho que para qual curso que vás vai sempre haver "aquela cadeira". Em relação as línguas que escolhi, as minhas escolhas foram: alemão e chinês (" o suicídio"), mas aconselho-te a escolheres aquilo que queres mesmo. Pois, conheço colegas que n escolheram aquilo q queriam ou porque achavam que ia ser difícil ou demasiado fácil e arrependeram-se. Por isso, se vieres, escolhe aquilo q mais queres e não te deixes influenciar. Lembra-te que estás sempre a tempo de mudar 😉 Espero que te tenha ajudado.
P.S: outra coisa que eu não fiz no 1° semestre e aconselho a fazer: é escolher uma disciplina isolada (gratuita) assim que entrares. Eu, no 2° semestre, escolhi italiano e estou a adorar.
Muito obrigada pela tua resposta :) conseguiste responder a todas as minhas dúvidas. Diz-me só uma coisa, relativamente às disciplinas isoladas, podemos fazer qualquer língua que seja leccionada no DLC, independentemente desta fazer ou não parte do plano curricular de um curso? Porque referiste o italiano, mas julgo (corrige-me se estou enganada) que essa língua não faz parte do plano de estudos de nenhum curso do DLC (LRE, LEE, LLC e Tradução). Isso quer dizer que, mesmo sendo um curso livre, pode ser feito através das disciplinas isoladas?
Mensagem fundida automaticamente:

Olá! Sou de LEE e vou me meter na conversa. 😂Concordo que, se calhar LRE tem mais saídas e empregabilidade, e tens opções de línguas como o chinês, mas se é a edição que te interessa, pensa melhor na tua decisão. Depois da licenciatura podes sempre tirar mestrado (o que é aconselhado) e assim aprendes mais especificamente do que realmente gostas.
Espero ter ajudado 😊
Olá! E obrigada por te meteres na conversa! Todas as opiniões são bem vindas :D aproveito para te perguntar o que achas do curso de LEE. Como o descreverias? Como são as cadeiras? Demasiado teóricas? São interessantes? Relativamente à questão da edição, pelo plano de estudos, dá-me a impressão que são poucas as cadeiras realmente específicas da área (talvez, história do livro e da edição, multimédia, introdução à edição e técnicas de revisão textual). Estou errada? Caso esteja correta, não seria viável fazer estas 4 cadeiras através de unidades curriculares isoladas, tirando o curso de LRE?
 
Última edição:
Matrícula
22 Junho 2017
Mensagens
23
Gostos
10
#11
Muito obrigada pela tua resposta :) conseguiste responder a todas as minhas dúvidas. Diz-me só uma coisa, relativamente às disciplinas isoladas, podemos fazer qualquer língua que seja leccionada no DLC, independentemente desta fazer ou não parte do plano curricular de um curso? Porque referiste o italiano, mas julgo (corrige-me se estou enganada) que essa língua não faz parte do plano de estudos de nenhum curso do DLC (LRE, LEE, LLC e Tradução). Isso quer dizer que, mesmo sendo um curso livre, pode ser feito através das disciplinas isoladas?
Mensagem fundida automaticamente:


Olá! E obrigada por te meteres na conversa! Todas as opiniões são bem vindas :D aproveito para te perguntar o que achas do curso de LEE. Como o descreverias? Como são as cadeiras? Demasiado teóricas? São interessantes? Relativamente à questão da edição, pelo plano de estudos, dá-me a impressão que são poucas as cadeiras realmente específicas da área (talvez, história do livro e da edição, multimédia, introdução à edição e técnicas de revisão textual). Estou errada? Caso esteja correta, não seria viável fazer estas 4 cadeiras através de unidades curriculares isoladas, tirando o curso de LRE?
Sim, é realmente muito teórico, mas qual o
o curso de línguas que não o é? As cadeiras são muito acessíveis e pelo o que vejo, é no 3° ano que mais tens que dar ao litro.
Se realmente vieres para LEE é importante que percebas que um mestrado, embora não obrigatório, é aconselhado pois é a única forma de te especializares realmente.
As disciplinas são basicamente de muita leitura, não vou mentir que há professores muito massudos, mas nada que não se aguente.
Inglês e português são muito acessíveis. Eu pessoalmente escolhi alemão também e consegue-se aprender com um pouco de estudo.
Tens sim, cadeiras mais viradas para a revisão de texto e edição, principalmente no 2° e 3° ano.
É, de facto, possível tirares cadeiras de outros cursos quando estás inscrita noutro, mas depende muito de cada um, na minha opinião pode de se tornar um pouco overwhelming, mas se fores organizada, deve ser na boa.
 

abs fonseca

Membro Caloiro
Matrícula
18 Junho 2016
Mensagens
4
Gostos
3
#12
Muito obrigada pela tua resposta :) conseguiste responder a todas as minhas dúvidas. Diz-me só uma coisa, relativamente às disciplinas isoladas, podemos fazer qualquer língua que seja leccionada no DLC, independentemente desta fazer ou não parte do plano curricular de um curso? Porque referiste o italiano, mas julgo (corrige-me se estou enganada) que essa língua não faz parte do plano de estudos de nenhum curso do DLC (LRE, LEE, LLC e Tradução). Isso quer dizer que, mesmo sendo um curso livre, pode ser feito através das disciplinas isoladas?
Mensagem fundida automaticamente:


De nada =) Em relação a isso, não estou bem informada, não te quero induzir a erro. Mas sei que, por exemplo, como referiste, existem, as disciplinas isoladas e os cursos livres e que são distintos. Sei que os cursos livres são pagos. Porém, as disciplinas isoladas podem ou não ser pagas, e podes fazer uma delas mesmo que não faça parte do teu departamento.
Daquilo que eu sei, este ano foi a primeira vez que o italiano "apareceu" como língua isolada para "perceber" se seria uma língua a introduzir nos diversos cursos do DLC. Em príncipio, no próximo ano letivo vai constar como uma opção de língua europeia (alemão, espanhol, francês). Peço desculpa se alguma informação estiver errada, mas tentei só falar daquilo que acho que sei.
 
Gostos: Marina Rocha
Matrícula
19 Fevereiro 2018
Mensagens
12
Gostos
1
#13
Obrigada pela resposta 😃 realmente já estava com ideias de usufruir das unidades curriculares isoladas a que temos direito. O espanhol é uma das minhas possíveis escolhas :)