Desabafo

lourencomanuel2003@gmail.

Membro Caloiro
Matrícula
19 Agosto 2021
Mensagens
3
Muito bom dia a todos!
Precisava de vos pedir uma opinião sincera e direta sobre a minha situação atual.
O meu nome é Lourenço, tenho 18 anos, terminei este ano o meu secundário em economia e neste momento estou num curso de matemática.
Sempre dês de miúdo que tive um grande gosto pela área da saúde, em particular pela medicina, mas quando cheguei ao meu 10ano não fui para ciências e tecnologias pois muita gente dizia que era "difícil" devido à FQ e à BG e que nunca eu iria conseguir alcançar uma grande média em ciências. Creio que fui influenciado a não ir para ciências... Portanto escolhi economia no secundário pois eu até gostava de matemática e era bom na mesma, e de facto matemática foi a minha disciplina favorita do secundário, e com isso acabei por entrar numa licenciatura em matemática este ano. O problema é que eu estou a odiar o curso... O curso é super secante, teórico e não me estou a identificar lá muito com as saídas profissionais que a matemática oferece pois todas são à base de empresas e computadores.
Neste momento estou a pensar ficar em matemática até ao final do primeiro semestre deste ano e a ponderar o curso de medicina, o problema é que eu não tenho a capacidade de tirar quase 20 nos exames de FQ e BQ e a minha média não é o suficiente para medicina(16.4), portanto, a melhor opção é entrar num curso de saúde como enfermagem, ciências da saúde etc e depois entrar em medicina pelo concurso especial para licenciados. São mais anos a estudar mas eu estou disposto a fazê-lo.
Gostaria de saber se isto seria um bom caminho na vossa opinião.
 
  • Like
Reactions: ina_3 and Shark_57

Shark_57

Membro Caloiro
Matrícula
15 Julho 2020
Mensagens
9
Olá!
Eu também tenho 18 anos e estou a passar por uma situação semelhante.
No meu caso, eu sempre adorei design gráfico, modelação 3D, fotografia, desenho e desenvolver videojogos.
Com estes interesses, principalmente na questão dos videojogos, sempre pensei que engenharia informática fosse uma boa ideia, daí no secundário ter ido para ciências e não para artes.
Entrei. Mas já cheguei à conclusão que estou a detestar isto, contrariamente a alguns amigos que, mesmo com muito trabalho (e noutas licenciaturas ligadas às artes), adoram o que estão a fazer.
Vou te ser brutalmente honesto, se estás já assim no primeiro semestre tenho MUITAS dúvidas se realmente gostarás do que farás no 2º e 3º anos, mesmo sendo cadeiras mais práticas (projeto, por exemplo). Digo isto por já ter falado com algumas pessoas que passaram por situações semelhantes. O que acabaria por acontecer era fazer as cadeiras quase todas em recurso ou chumbar sucessivas vezes.
A minha situação é diferente, eu estou a ponderar no segundo semestre fazer cadeiras por externo em artes e depois concorrer para o curso que realmente me identifico. Felizmente, eu tenho média para tudo o que envolva artes.
Eu não digo que as outras pessoas queiram o teu ou o meu mal, mas, assim como tu, eu fui influenciado pelo mercado português e por pessoas que dizem assim e assado...
Segue o teu coração, mas a resiliência é muito importante, se fores para medicina no futuro provavelmente também farás muita coisa que não gostes, mas claro que vai "balançar" com o que gostas.
Pondera as tuas possibilidades. Eu não sei muito bem como é que funcionam os alunos por externo, mas também te digo que mesmo com em alguns meses e sem bases, fazer os exames de biologia e física e ter uma boa nota é difícil mas não é impossível! Digo isto porque já conheci um caso de uma pessoa que foi de artes para medicina, fazendo 3 exames!
Também ouvi falar do concurso especial para licenciados, but it's outside my area of expertise.
Pesquisa muito bem e nada é tempo perdido, foi preciso ires para matemática para saberes que o que realmente gostas é medicina!

Espero ter ajudado e lembra-te que há sempre muitas pessoas que passam pelo mesmo! Independentemente do quão bons são e do que gostam!
Se quiseres conversar comigo, estás à vontade.
 

lourencomanuel2003@gmail.

Membro Caloiro
Matrícula
19 Agosto 2021
Mensagens
3
Olá!
Eu também tenho 18 anos e estou a passar por uma situação semelhante.
No meu caso, eu sempre adorei design gráfico, modelação 3D, fotografia, desenho e desenvolver videojogos.
Com estes interesses, principalmente na questão dos videojogos, sempre pensei que engenharia informática fosse uma boa ideia, daí no secundário ter ido para ciências e não para artes.
Entrei. Mas já cheguei à conclusão que estou a detestar isto, contrariamente a alguns amigos que, mesmo com muito trabalho (e noutas licenciaturas ligadas às artes), adoram o que estão a fazer.
Vou te ser brutalmente honesto, se estás já assim no primeiro semestre tenho MUITAS dúvidas se realmente gostarás do que farás no 2º e 3º anos, mesmo sendo cadeiras mais práticas (projeto, por exemplo). Digo isto por já ter falado com algumas pessoas que passaram por situações semelhantes. O que acabaria por acontecer era fazer as cadeiras quase todas em recurso ou chumbar sucessivas vezes.
A minha situação é diferente, eu estou a ponderar no segundo semestre fazer cadeiras por externo em artes e depois concorrer para o curso que realmente me identifico. Felizmente, eu tenho média para tudo o que envolva artes.
Eu não digo que as outras pessoas queiram o teu ou o meu mal, mas, assim como tu, eu fui influenciado pelo mercado português e por pessoas que dizem assim e assado...
Segue o teu coração, mas a resiliência é muito importante, se fores para medicina no futuro provavelmente também farás muita coisa que não gostes, mas claro que vai "balançar" com o que gostas.
Pondera as tuas possibilidades. Eu não sei muito bem como é que funcionam os alunos por externo, mas também te digo que mesmo com em alguns meses e sem bases, fazer os exames de biologia e física e ter uma boa nota é difícil mas não é impossível! Digo isto porque já conheci um caso de uma pessoa que foi de artes para medicina, fazendo 3 exames!
Também ouvi falar do concurso especial para licenciados, but it's outside my area of expertise.
Pesquisa muito bem e nada é tempo perdido, foi preciso ires para matemática para saberes que o que realmente gostas é medicina!

Espero ter ajudado e lembra-te que há sempre muitas pessoas que passam pelo mesmo! Independentemente do quão bons são e do que gostam!
Se quiseres conversar comigo, estás à vontade.
Antes de tudo, muito obrigado por teres respondido ao meu tópico, foi sem dúvida muito fixe ter lido as tuas palavras!
De facto não é impossível tirar grandes notas nas 3 provas de ingresso para medicina, mesmo por uma pessoa como eu que esteve em economia e não em ciências, mas eu acho que também preciso de ser um pouco realista e com a média que eu tenho (16,4) e com o facto de eu nunca ter tido bases de BG e FQ torna-se praticamente impossível chegar perto da média de medicina e portanto o concurso especial para licenciados pareceu-me ser uma escolha muito mais acertada.
Estou a ponderar bastante o curso de ciências da saúde da Egas Moniz pois é o curso que talvez mais se assemelha a medicina. Muito provavelmente o que eu vou fazer é ficar em Matemática até ao final do primeiro semestre e começar já a estudar para o exame de BG para me poder candidatar.
Ah e já agora podes explicar me um pouco melhor essa questão de fazer cadeiras por externo? Nunca tinha ouvido falar nesse termo...
Mais uma vez um grande obrigado meu pela tua resposta e pela tua disponibilidade!
Um forte abraço
 

Shark_57

Membro Caloiro
Matrícula
15 Julho 2020
Mensagens
9
Hello Again!
Depende do curso, mas adianto que praticamente todas as universidades oferecem uma modalidade chamada "disciplinas isoladas".
As disciplinas isoladas podem ser utilizadas por aqueles alunos que fazem o ano zero ou por alguém que simplesmente queira aprofundar os seus conhecimentos, ou seja, tu podes fazer cadeiras SEM estar no curso e estou quase certo que nem precisas de estar numa universidade.
Eu vou dar-te o exemplo do meu caso:
Se eu for para belas artes posso fazer até 2 cadeiras (metade das ECTS) do segundo semestre, ou seja, se concorrer para o ano já não preciso de fazer estas duas cadeiras que ficam já feitas neste.
Precisas de te informar na universidade, mas adianto já que as vagas costumam ser limitadas (2 por cadeira no meu caso) e que o preço de cada cadeira anda à volta dos 220eur.
Também precisas de currículo, consultar os prazos e provavelmente de uma boa justificação para querer entrar.

Tens aqui exemplos de algumas universidades:


Pelo que vi, medicina em Coimbra não podes fazer algumas cadeiras e a de Lisboa em 2019/20 nem abriu vagas para medicina.

Informa-te e espero ter ajudado!