Diário do Estudante 2019/2020

 
Status
Não está aberto para novas mensagens.
Bom, dado que passaram cerca de 2 semanas desde que escrevi um dos meus famosos relatos da minha vida (😂), sei que tinha algumas citações guardadas e agora não tenho nada, ai ;-; oh well, mas alguém disse qualquer coisa sobre aparência ou que era e só queria dizer que acho que, consciente ou inconscientemente, já nem sei, só notei a dada altura, que acabo por fazer uma espécie de associação entre a personalidade e a aparência... Não sei se me estou a fazer entender, mas prontos.

Continuando, tenho andado a meetar com algumas pessoas da Uniarea e devo dizer que vocês todos são fofinhos e simpáticos ^-^ e estou partida nas pernas XD
Bom, já me vejo ocupadita, dado que comecei com as aulas de música e que tenho que tratar dos trabalhos todos... Oh well, mas ainda não disse que queria férias, o que deve ser milagre ahahaha estou a gostar muito das aulas, mesmo que aquelas que tenho logo às 8 da manhã custem um bocadinho 😅 podia contar mais algo, mas nada me ocorre. Deve ser da hora.
Hoje não fui à fac porque a prof da única aula que teria hoje não podia vir e avisou-nos, ayyyyy mas claro que tive que (tentar) adiantar cenas e tal...

Contem-me cenas :P
 
Tão isto, mas ao mesmo tempo, só quero as férias de verão de volta.. 🥺
Can't, relate praticamente só vou à faculdade 3 dias por semana. 😇 (E estou a amar cardio. 😍🥰)
Este semestre está a parecer muito calminho, mas já sei que o próximo vai ser simplesmente terrível. xD 🤦‍♀️
 
É complicado escrever diariamente no diário durante o tempo de aulas 🥴

Não que as coisas estejam caóticas, desde que deixei o grupo de teatro sinto que tenho tempo para tudo e isso deixa-me bastante aliviada, porque acho que consigo focar-me melhor e poder relaxar sem me sentir mal. sim, é verdade, fazer teatro tirava-me tempo até para ver os meus amigos
Estou a gostar das cadeiras, no geral. Gostava de contar-vos coisas interessantes, mas faltam-me as palavras. Talvez no final do semestre possa revisitar as cadeiras e deixar-vos um feedback do que gostei mais e menos 🤓

Fora estar a correr tudo bem nas aulas, partilho que tenho andado, citando o starlight crisis, "muito unimeeter". Quando eles não vêm até mim, eu vou até eles e tenho gostado bastante da dinâmica de andar de um lado para o outro 🌝 já tenho um monte de memórias super preciosas feitas no último mês, quase que estou a pensar arriscar usar isso como mote para uma performance que deveria ser um dos meus projectos para o 2º semestre~
reparei nesse cheiro junto da faculdade de letras, mas como aquilo é um mundo à parte
Nós não cheiramos sempre a bosta 😢 às vezes também cheira a substâncias ilícitas
Contextualizando o cheiro a fezes de cavalo: perto da cidade universitária, mais próximo do PN, que é um dos edifícios da FLUL, há um terreno com animalitos. Não é muito comum sentir esse cheiro o dia todo, mas recordo-me de por volta das 8h-10h da manhã, na zona do PN cheirava sempre a cavalinhos e a bosta :>
Continuando, tenho andado a meetar com algumas pessoas da Uniarea e devo dizer que vocês todos são fofinhos e simpáticos ^-^
giphy.gif
 

Que horror, eu espero que as pessoas do Japão consigam recuperar rápido! Coitados também todos os anos tem algo de horrível lá... Juro-vos, cada vez que eu "olho" para o mundo e vejo o que está a acontecer não só com fenómenos naturais mas também com a população a ter revoluções como por exemplo Hong Kong e Iraque, eu fico imensamente triste e por vezes até choro. Vivemos em tempos assustadores...
 
OLHEM IMPORTANTE vocês notaram no cheiro horrível que estava em Lisboa?
Muito quando fiz a pé Entrecampos-Campo Pequeno e melhorou quando me dirigi para o Campo Grande, que estava lotado de lixo pelo chão por causa do jogo da Selecção!
O cheiro deve ter vindo da Margem Sul do Tejo, onde existe uma fábrica de celulose que, dependendo da direcção do vento e da intensidade das descargas, se sente para além da ponte.
No entanto, acho que nada bate o odor a esgoto na baixa de Lisboa ou a sémen de uma certa espécie de árvores perto da FCUL! 😂
 

Que horror, eu espero que as pessoas do Japão consigam recuperar rápido! Coitados também todos os anos tem algo de horrível lá... Juro-vos, cada vez que eu "olho" para o mundo e vejo o que está a acontecer não só com fenómenos naturais mas também com a população a ter revoluções como por exemplo Hong Kong e Iraque, eu fico imensamente triste e por vezes até choro. Vivemos em tempos assustadores...

Wow...esse céu é lindo mesmo.
 
Can't, relate praticamente só vou à faculdade 3 dias por semana. 😇 (E estou a amar cardio. 😍🥰)
Este semestre está a parecer muito calminho, mas já sei que o próximo vai ser simplesmente terrível. xD 🤦‍♀️
Andei a refletir e isto vem por três razões:
- Este foi o primeiro verdadeiro verão que tive, completamente despreocupada, portanto é difícil, para mim, deixá-lo ir;
- Nunca tive problemas em viver longe da terrinha, mas custa sempre o peso adicional de não termos o jantar feito ou a casa limpa e tudo isso depender de nós, para além de todo o estudo... e quando o mood está down, esta parte então é só horrível....
- Saudades de certas rotinas e hobbies que só posso fazer exatamente quando estou de férias de verão. E quando penso “meu deus, só daqui a 10 meses é que posso voltar a fazer isto ou aquilo” dói um bocadinho xD
Por exemplo, ver séries ou passar um dia inteiro a passear sem me sentir culpada por não estar a estudar... só daqui a 10 meses *berro*
Estou um bocadinho nostálgica, isto há de passar...
 
Pois... Nota-se
Screenshot_376.png
Post automatically merged:

In light of what I said... Estão a ver um exemplo? As pessoas são tão superficiais e ignorantes e sinceramente más. Quando se abre a foto é apenas um indivíduo normal, sem nada "extra" para além da sua aparência física que prontos... não é a melhor, mas olhem para quantidade de RTS e Favs... As pessoas dão-me nojo

Screenshot_48.png
 
Última edição:
Olá, esta é a minha primeira vez a escrever no Diário de um estudante e tenho de dizer que sou bastante medíocre! Estou no 11º ano em Ciências e Tecnologia e estou a odiar. Não culpo os professores, colegas e o meu horário de escola que o Diabo fez... No meu 10º ano tive média de 13, e eu merecia muito menos, foi tudo manipulado por mim! Eu só "lambia as botas" deles e ganhava pontos por isso. Inglês tive 19?? IMPOSSÍVEL. Português 14! E eu tive ao longo dos meus anos de escola quase negativa a português... Eu não sei o que quero ser "quando for grande", os meus pais não param de estar em cima de mim e quando não percebo uma matéria pensam logo que não estou a estudar ou estou na "sombra da bananeira". Não sei se o objetivo deste diário é desabafar mas fi-lo mesmo assim. :))
 
Olá, esta é a minha primeira vez a escrever no Diário de um estudante e tenho de dizer que sou bastante medíocre! Estou no 11º ano em Ciências e Tecnologia e estou a odiar. Não culpo os professores, colegas e o meu horário de escola que o Diabo fez... No meu 10º ano tive média de 13, e eu merecia muito menos, foi tudo manipulado por mim! Eu só "lambia as botas" deles e ganhava pontos por isso. Inglês tive 19?? IMPOSSÍVEL. Português 14! E eu tive ao longo dos meus anos de escola quase negativa a português... Eu não sei o que quero ser "quando for grande", os meus pais não param de estar em cima de mim e quando não percebo uma matéria pensam logo que não estou a estudar ou estou na "sombra da bananeira". Não sei se o objetivo deste diário é desabafar mas fi-lo mesmo assim. :))

O objetivo deste diário é tudo, basicamente 😅 Anyways, eu ao longo do meu Básico andei pelo 3/4 a PT (mais pelo 3 do que pelo 4) e tive 13/13/15 ao longo dos 3 anos de secundário e 15,5 no exame. Não é porque eras má no Básico que serás má no Secundário também, tudo é possível manipular aplicando-te (e também com a ajuda certa, se necessário, claro).

Quanto a estares a odiar CT, houve algum motivo para teres escolhido CT em vez de outro curso qualquer? Se não tivesses escolhido CT escolherias o quê? O quê que mais gostas de fazer/estudar?
 
  • Like
Reactions: Naariko
O objetivo deste diário é tudo, basicamente 😅 Anyways, eu ao longo do meu Básico andei pelo 3/4 a PT (mais pelo 3 do que pelo 4) e tive 13/13/15 ao longo dos 3 anos de secundário e 15,5 no exame. Não é porque eras má no Básico que serás má no Secundário também, tudo é possível manipular aplicando-te (e também com a ajuda certa, se necessário, claro).

Quanto a estares a odiar CT, houve algum motivo para teres escolhido CT em vez de outro curso qualquer? Se não tivesses escolhido CT escolherias o quê? O quê que mais gostas de fazer/estudar?
Oh? Eu nunca fui muito apegada à escola ou a alguma matéria. Como os meus pais não me deixavam eu dizia que gostava de biologia, eu gosto de ver e mexer, tenho um "estômago forte" mas não significa que quero fazer. Acho interessante mas nunca na minha vida seria médica ou veterinária, não só devido às notas mas também por eu não querer ter esse tipo de profissão. Eu fiz uns testes na psicóloga da escola e eu deveria ter ido para Economia, eu nunca fui boa a geografia e pensar em ter uma nova disciplina que pode ser (ou não) mais difícil que a matemática esquece... Eu queria experimentar ir para um curso profissional (tecnologia), sempre me interessei nessa área ou experimentar o curso de artes (já que eu gosto de desenhar), eles também não aprovariam pois a minha irmã que está na faculdade de Arqueologia desenha muito melhor que eu e ela não foi para artes. Claro que os meus pais não gostariam disso, logo é impossível isto acontecer já que eles é que assinam os papeis. Sem falar que eu sou a mais nova da turma, têm bastantes expectativas de se eu passar de ano sem chumbar eu vou para a faculdade com 17 anos.
 
Oh? Eu nunca fui muito apegada à escola ou a alguma matéria. Como os meus pais não me deixavam eu dizia que gostava de biologia, eu gosto de ver e mexer, tenho um "estômago forte" mas não significa que quero fazer. Acho interessante mas nunca na minha vida seria médica ou veterinária, não só devido às notas mas também por eu não querer ter esse tipo de profissão. Eu fiz uns testes na psicóloga da escola e eu deveria ter ido para Economia, eu nunca fui boa a geografia e pensar em ter uma nova disciplina que pode ser (ou não) mais difícil que a matemática esquece... Eu queria experimentar ir para um curso profissional (tecnologia), sempre me interessei nessa área ou experimentar o curso de artes (já que eu gosto de desenhar), eles também não aprovariam pois a minha irmã que está na faculdade de Arqueologia desenha muito melhor que eu e ela não foi para artes. Claro que os meus pais não gostariam disso, logo é impossível isto acontecer já que eles é que assinam os papeis. Sem falar que eu sou a mais nova da turma, têm bastantes expectativas de se eu passar de ano sem chumbar eu vou para a faculdade com 17 anos.

Olha eu não sei muito de ti mas tenho a certeza que consegues ser bem sucedida! Eu sou de LH mas eu compreendo a tua situação! Eu não tive a pressão dos meus pais nem de ninguém para além da minha própria pressão que coloco em cima de mim mesmo. Garanto-te com CT tens bastantes saídas e uma delas há de te interessar, e mesmo que não te interesse sempre tens Português que também te dá muitas saídas até para disciplinas de LH. A minha professora de Psicologia por exemplo, esteve sempre em CT e tinha notas boas mas no entanto decidiu ir para uma área de LH e se tornar professora. Ainda és jovem e ainda há tempo para acharmos algo. Eu compreendo que a pressão dos pais é horrível mas tenta estudar, não por eles mas por ti, porque apesar de parecer estúpido, nós precisamos de notas altas para ter uma vida (pelo menos aumentar as nossas chances de ter uma vida boa)
Post automatically merged:

Alunos que estão na Universidade/Faculdade, quais são as maiores diferenças que notaram da transição do secundário para o superior?
 
Olha eu não sei muito de ti mas tenho a certeza que consegues ser bem sucedida! Eu sou de LH mas eu compreendo a tua situação! Eu não tive a pressão dos meus pais nem de ninguém para além da minha própria pressão que coloco em cima de mim mesmo. Garanto-te com CT tens bastantes saídas e uma delas há de te interessar, e mesmo que não te interesse sempre tens Português que também te dá muitas saídas até para disciplinas de LH. A minha professora de Psicologia por exemplo, esteve sempre em CT e tinha notas boas mas no entanto decidiu ir para uma área de LH e se tornar professora. Ainda és jovem e ainda há tempo para acharmos algo. Eu compreendo que a pressão dos pais é horrível mas tenta estudar, não por eles mas por ti, porque apesar de parecer estúpido, nós precisamos de notas altas para ter uma vida (pelo menos aumentar as nossas chances de ter uma vida boa)
Post automatically merged:

Alunos que estão na Universidade/Faculdade, quais são as maiores diferenças que notaram da transição do secundário para o superior?
Obrigada pelo conselho :)) foste uma das únicas pessoas que diz que ainda vou achar alguma coisa e que vou ser bem sucedida!
 
  • Like
Reactions: voidlessmind
Diferenças: Número de horas de sono diárias e existência/não existência de fins-de-semana realmente livres. 🤣🤣
Eu entendo essa parte, mas por acaso para mim não foi nada assim. Eu no 12º tive bastante tempo a dormir super mal, o que era bastante estúpido, eu nem me esforçava para ter um horário decente, então acabava por dormir menos horas na maioria dos dias do que durmo agora. Embora acorde mais cedo que antes, acho que ainda consigo dormir mais. Além disso, compenso as horas de sono ao fim de semana, então costumo estar desperto, o que não acontecia muito antes, andava sempre a dormir pelos cantos da sala :p
 
tenho de dizer que sou bastante medíocre!
Mais confiança, por favor!

eu vou para a faculdade com 17 anos.
Também eu o fiz. Digo já que preferia ter feito um gap year e ter entrado com 18. Mas pronto, por causa (ou melhor, por ausência) de recursos financeiros, acabei por ter de ir direto para a faculdade. Provavelmente teria feito o mesmo que fiz, mas seria diferente. Não sei muito bem como explicar, mas seria um pouquinho diferente. Só acho que não era bem a altura. Para mim, pelo menos ^-^

Hello, guys! How are y'all doing?
 
  • Like
Reactions: davis
Andei a refletir e isto vem por três razões:
- Este foi o primeiro verdadeiro verão que tive, completamente despreocupada, portanto é difícil, para mim, deixá-lo ir;
- Nunca tive problemas em viver longe da terrinha, mas custa sempre o peso adicional de não termos o jantar feito ou a casa limpa e tudo isso depender de nós, para além de todo o estudo... e quando o mood está down, esta parte então é só horrível....
- Saudades de certas rotinas e hobbies que só posso fazer exatamente quando estou de férias de verão. E quando penso “meu deus, só daqui a 10 meses é que posso voltar a fazer isto ou aquilo” dói um bocadinho xD
Por exemplo, ver séries ou passar um dia inteiro a passear sem me sentir culpada por não estar a estudar... só daqui a 10 meses *berro*
Estou um bocadinho nostálgica, isto há de passar...
No início do semestre custou um pouco mais voltar à rotina e ao estudo, mas agora sinto-me mesmo com bastante tempo livre comparando com o 1º ano (ou então não me custa tanto estudar, não sei xD). Tenho tido tempo para ver séries, youtube, etc., é estranho. xD

Olha eu não sei muito de ti mas tenho a certeza que consegues ser bem sucedida! Eu sou de LH mas eu compreendo a tua situação! Eu não tive a pressão dos meus pais nem de ninguém para além da minha própria pressão que coloco em cima de mim mesmo. Garanto-te com CT tens bastantes saídas e uma delas há de te interessar, e mesmo que não te interesse sempre tens Português que também te dá muitas saídas até para disciplinas de LH. A minha professora de Psicologia por exemplo, esteve sempre em CT e tinha notas boas mas no entanto decidiu ir para uma área de LH e se tornar professora. Ainda és jovem e ainda há tempo para acharmos algo. Eu compreendo que a pressão dos pais é horrível mas tenta estudar, não por eles mas por ti, porque apesar de parecer estúpido, nós precisamos de notas altas para ter uma vida (pelo menos aumentar as nossas chances de ter uma vida boa)
Post automatically merged:

Alunos que estão na Universidade/Faculdade, quais são as maiores diferenças que notaram da transição do secundário para o superior?
Uma quantidade de matéria muito maior e a liberdade e a autonomia que temos para estudar sozinhos, decidir se vamos às aulas ou não, etc.
 
Eu entendo essa parte, mas por acaso para mim não foi nada assim. Eu no 12º tive bastante tempo a dormir super mal, o que era bastante estúpido, eu nem me esforçava para ter um horário decente, então acabava por dormir menos horas na maioria dos dias do que durmo agora. Embora acorde mais cedo que antes, acho que ainda consigo dormir mais. Além disso, compenso as horas de sono ao fim de semana, então costumo estar desperto, o que não acontecia muito antes, andava sempre a dormir pelos cantos da sala :p
Claro que cada caso é um caso, mas alguém só dorme pouco com a reduzida carga horária de 12º ano se assim "quiser" :p Já na faculdade, em certos períodos com mais coisas para fazer, não há tanta liberdade de escolha.
O meu comentário surgiu um pouco do facto de hoje ter passado o dia a estudar para colocar as coisas em dia, o que foi cansativo, mas também foi super produtivo :D. E, quando fazemos algo que gostamos, todo este trabalho, apesar de ir cansando, é feito com muito gosto, o que significa que a principal preocupação dos futuros universitários deve ser, correndo o risco de me repetir, escolher algo de que gostem mesmo!
 
Última edição:
Status
Não está aberto para novas mensagens.