Direito - discussão

Status
Não está aberto para novas mensagens.

_ac0nitum_

Membro Veterano
Matrícula
7 Julho 2017
Mensagens
312
Curso
Direito
Instituição
Universidade de Coimbra
Vistas da mesma forma até podem não ser, mas dizerem que um 12 vale mais numa faculdade X do que um 14 numa faculdade Y é, digamos, extremamente ridículo.
Tanto não é ridículo que é exatamente o que acontece e nisto estou a excluir os casos do pessoal que vai de Erasmus e vê 17's e 18's a ser convertidos para 14's e 15's.
E com isto não quero dizer que seja descabido que tenham orgulho da vossa Alma Mater, porque não o é. Todos nós devemos ter orgulho do local onde estudamos e do que estudamos porque foi uma escolha que foi feita por nós. Ao levantarmos o pano e permitirmos um breve vislumbre desta realidade não temos por intuito dizer que a nossa faculdade é intrinsecamente melhor do que a vossa só por ter mais história e mais reconhecimento, dizer que o método pedagógico de x e y universidade é melhor que o de w e z é mesmo muito relativo e altamente pessoal, até porque temos de ter em consideração a visão global do panorama. É normal que os professores sejam menos próximos de nós do que são no minho por exemplo, dado que todos os anos entram 334 alunos na fduc e no minho já só entram 70 ou algo do género. No porto só entram 120. Querendo ou não isso é relevante. Assim como o nível de exigência é relevante para as entidades empregadoras. Sobretudo se as entidades empregadoras forem privadas. Há escritórios de advogados que vendo um aluno de Coimbra ou de Lisboa com média final de 13 e um proveniente de outra faculdade mais recente com um 16 preferem o primeiro. E isso não constitui mera lenda urbana. O nível de exigência também é relevante por outros motivos. Quanto mais exigente a avaliação melhor te vais preparar para atingires os teus objetivos dentro da faculdade e isso acaba por ser muito útil em cenários específicos como é o exame de ingresso na ordem dos advogados.
Além disso, um pequeno à parte sem querer desrespeitar ninguém e tendo em conta que todos nós temos experiências pessoais completamente diferentes (e não sendo esta parte diretamente direcionada para ti Gonçalo), acho apenas que quando queremos fazer comparações do género "estou tão melhor agora do que estava na instituição x" devemos ter conhecimento de causa. E isso não se ganha em meio semestre ou um terço de semestre. É isso.
Espero que estejam todos a ter um bom dia e que esta mensagem vos encontre bem dispostos, desejo de ótima continuação, caríssimos colegas.
 

luna77

Membro Veterano
Matrícula
6 Janeiro 2015
Mensagens
378
Curso
Direito
Instituição
Universidade de Coimbra
Eu não costumo julgar cursos e instituições através deste método, mas tendo em conta que é mais difícil entrar na UM do que na FDUL não me parece que os alunos que saiam da UM sejam piores que os da FDUL 😉
Se calhar pelas nº de vagas?...🤨🤔
 

tiagopaiva

Membro Dux
Especialista
Direito & Ensino Superior
Matrícula
4 Janeiro 2018
Mensagens
530
Curso
Direito
Instituição
FDUC
Sem querer ofender ninguém, eu acho que é uma vantagem estudar na Clássica de Lisboa ou em Coimbra. Há empregadores que só contratam recém - formados destas duas faculdades. Também é verdade que tomam em atenção que a média é mais baixa nestas duas que nas outras. Mesmo assim não é impossível ter uma carreira jurídica de sucesso formando - se em outras faculdades principalmente na FDUP e na UMinho que são faculdades em crescimento, sendo na minha opinião um pouquinho mais difícil mas também é de notar que estas faculdades têm um numerus clausus bem mais baixo que as "duas grandes". Também, falo pela FDUC, é preciso mais autonomia e isso preparar-nos melhor para a vida adulta visto que temos que aprender a "desenrascar - nos com o que temos". Apesar de haver vantagens sempre num ou noutro sítio, o importante é sermos bons no que fazemos até porque os empregadores só prestam atenção ao estágio da ordem ou ao primeiro emprego.
 

MARIANA-A

Membro Dux
Colaborador Editorial
Matrícula
22 Abril 2019
Mensagens
1,738
Curso
Medicina
Instituição
UBI
Pessoal, estão todos aqui a falar da taxa de desemprego/ empregabilidade e as diferenças que existem entre a FDUC, FDUP e FDUL. Para que conste que, por curiosidade, fui pesquisar qual a taxa de desemprego entre e FDUC e a FDUP e, segundo o Instituto do Emprego e Formação Profissional (República Portuguesa) refere que a taxa de desemprego (das pessoas registadas) na FDUC é de 4% enquanto que na FDUP é de 3,2%... São factos. E contra factos não há argumentos.

Em Lisboa a taxa de desemprego ronda, sim, os 1,4%.
 

_ac0nitum_

Membro Veterano
Matrícula
7 Julho 2017
Mensagens
312
Curso
Direito
Instituição
Universidade de Coimbra
Eu não costumo julgar cursos e instituições através deste método, mas tendo em conta que é mais difícil entrar na UM do que na FDUL não me parece que os alunos que saiam da UM sejam piores que os da FDUL 😉
Essa parte do teu discurso é altamente falaciosa e faz-me ponderar se estás a responder somente porque não tens nada para fazer ou se queres apenas fazer figura de parvo. Atenção, não te estou a chamar parvo! Porque isso seria ad hominem. Tens direito a ter a tua opinião e ainda bem que todos a podemos expressar livremente! Todavia, permite-me que te elucide nessa questão. As médias de ingresso na faculdade são coisas muito relativas, caríssimo colega. Até porque não podes comparar duas coisas diferentes, deves tratar o que é igual de forma igual e o que é diferente de forma diferente e na medida da sua diferença. Quantas vagas é que tem a fduc anualmente? 334. Quantas é que tem o Minho? Vou verificar agora mesmo para não dizer baboseiras: 110 atualmente (mais do que eu estava à espera, por acaso). Quantas provas de ingresso é que a Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra exigia até 2018? Duas. Quantas é que o Minho exige? Uma. Por isso é que enquanto a minha média de candidatura para a FDUC foi de 17,3 a minha média para o Minho já subia para o 18,5 (e mesmo assim a fduc foi a minha primeira opção, no entanto, já vamos entrar noutro tema se me aprofundar). Este ano, 2018, foi o primeiro ano em que a FDUC passou a exigir somente uma prova de ingresso e a média de entrada subiu de 146,8 (2017) para 156,5. Isso já nos diz alguma coisinha sobre a influência do facto de deixar de haver duas provas de ingresso para haver somente uma. Não nos podemos esquecer, todavia, que a fduc continua com 334 vagas ;)
 

tiagopaiva

Membro Dux
Especialista
Direito & Ensino Superior
Matrícula
4 Janeiro 2018
Mensagens
530
Curso
Direito
Instituição
FDUC
Pessoal, estão todos aqui a falar da taxa de desemprego/ empregabilidade e as diferenças que existem entre a FDUC, FDUP e FDUL. Para que conste que, por curiosidade, fui pesquisar qual a taxa de desemprego entre e FDUC e a FDUP e, segundo o Instituto do Emprego e Formação Profissional (República Portuguesa) refere que a taxa de desemprego (das pessoas registadas) na FDUC é de 4% enquanto que na FDUP é de 3,2%... São factos. E contra factos não há argumentos.

Em Lisboa a taxa de desemprego ronda, sim, os 1,4%.
Esses indicadores não olham para fatores como estar empregado na área. Não são muito confiáveis na minha opinião.
 

luna77

Membro Veterano
Matrícula
6 Janeiro 2015
Mensagens
378
Curso
Direito
Instituição
Universidade de Coimbra
Pessoal, estão todos aqui a falar da taxa de desemprego/ empregabilidade e as diferenças que existem entre a FDUC, FDUP e FDUL. Para que conste que, por curiosidade, fui pesquisar qual a taxa de desemprego entre e FDUC e a FDUP e, segundo o Instituto do Emprego e Formação Profissional (República Portuguesa) refere que a taxa de desemprego (das pessoas registadas) na FDUC é de 4% enquanto que na FDUP é de 3,2%... São factos. E contra factos não há argumentos.

Em Lisboa a taxa de desemprego ronda, sim, os 1,4%.
Well...Tendo em conta que o IEFP não te diz se estão a trabalhar na área ou não...Parece-me lógica a conclusão de que isso significa, tudo somado, 10 batatas e 2 cebolas. Ou seja, nada. Até podem estar num supermercado a lavar o chão ou como magistrados, é igual. :)
 
Última edição:

MARIANA-A

Membro Dux
Colaborador Editorial
Matrícula
22 Abril 2019
Mensagens
1,738
Curso
Medicina
Instituição
UBI
Well...Tendo em conta que o IEFP não te diz se estão a trabalhar na área ou não, e tendo também em conta que a FDUC tem um número considerável de alunos...Parece-me lógica a conclusão de que isso significa, tudo somado, 10 batatas e 2 cebolas. Ou seja, nada. Até podem estar num supermercado a lavar o chão ou como magistrados, é igual. :)
Então quando falam em maior empregabilidade na faculdade X fiam-se em quê? 😉
 
Última edição:

Marco L.

marq muito físiq
Equipa Uniarea
Moderador
Matrícula
8 Julho 2016
Mensagens
10,621
Curso
Física
Instituição
FCUP
Vamos por uns pontos nos i's. As faculdades são todas diferentes, de facto. Não podemos negar que uma certa nota numa faculdade X seja mais complicado de atingir que Y (e que um 12 equivalha a um 14, eventualmente). Isto é válido para qualquer curso. A questão é: até que ponto é que isto significa que a qualidade de ensino faculdade X seja melhor que a da faculdade Y? Estarmos a limitar a nota que uma pessoa pode ter a uma cadeira é indicador de qualidade (por exemplo, um 14)? Não. Qualquer buraco de faculdade poderia fazer isto, não quer dizer que a formação seja melhor. Não se gabem por estarem numa faculdade cuja nota máxima é um 13 e a inferiorizar os outros estarem numa em que há 16 e 17. Isto não é indicador de que as pessoas aprendam melhor no primeiro caso, por vezes pelo contrário. A questão do nome da faculdade é uma cena, mas não vamos entrar por aí: o mercado de trabalho é uma coisa esquisita, ainda para mais em direito onde nome é tudo (mais o nome do que propriamente as notas...).
 

Blasty

ModFofa
Equipa Uniarea
Moderador
Matrícula
29 Abril 2016
Mensagens
5,566
Curso
Medicina
Instituição
FMUP
Vamos por uns pontos nos i's. As faculdades são todas diferentes, de facto. Não podemos negar que uma certa nota numa faculdade X seja mais complicado de atingir que Y (e que um 12 equivalha a um 14, eventualmente). Isto é válido para qualquer curso. A questão é: até que ponto é que isto significa que a qualidade de ensino faculdade X seja melhor que a da faculdade Y? Estarmos a limitar a nota que uma pessoa pode ter a uma cadeira é indicador de qualidade (por exemplo, um 14)? Não. Qualquer buraco de faculdade poderia fazer isto, não quer dizer que a formação seja melhor. Não se gabem por estarem numa faculdade cuja nota máxima é um 13 e os outros estarem numa em que há 16 e 17. Isto não indicador de que as pessoas aprendam melhor no primeiro caso, por vezes pelo contrário. A questão do nome da faculdade é uma cena, mas não vamos entrar por aí: o mercado de trabalho é uma coisa esquisita, ainda para mais em direito onde nome é tudo (mais o nome do que propriamente as notas...).
Finalmente um comentário razoável. 😍🌈
 

Jovem_estudante123

Membro Dux
Matrícula
7 Junho 2017
Mensagens
531
Curso
E. Biomédica
Instituição
UNL | FCT
Vamos por uns pontos nos i's. As faculdades são todas diferentes, de facto. Não podemos negar que uma certa nota numa faculdade X seja mais complicado de atingir que Y (e que um 12 equivalha a um 14, eventualmente). Isto é válido para qualquer curso. A questão é: até que ponto é que isto significa que a qualidade de ensino faculdade X seja melhor que a da faculdade Y? Estarmos a limitar a nota que uma pessoa pode ter a uma cadeira é indicador de qualidade (por exemplo, um 14)? Não. Qualquer buraco de faculdade poderia fazer isto, não quer dizer que a formação seja melhor. Não se gabem por estarem numa faculdade cuja nota máxima é um 13 e a inferiorizar os outros estarem numa em que há 16 e 17. Isto não indicador de que as pessoas aprendam melhor no primeiro caso, por vezes pelo contrário. A questão do nome da faculdade é uma cena, mas não vamos entrar por aí: o mercado de trabalho é uma coisa esquisita, ainda para mais em direito onde nome é tudo (mais o nome do que propriamente as notas...).
Lucidez , até que em fim .
 

_ac0nitum_

Membro Veterano
Matrícula
7 Julho 2017
Mensagens
312
Curso
Direito
Instituição
Universidade de Coimbra
Olá! É assim, eu realmente de Direito percebo 0, falo mais por Enfermagem (poderá ser diferente claro), mas dando apenas um exemplo, no meu estágio de Enfermagem não tive X nota porque segundo o superior 'não se dava mais que X nota', mas não é isso que faz a escola ser uma escola exigente! É o tipo de pessoa que está a lecionar, porque depois concretiza apanhas professores mais benevolentes... Quanto à 'melhor escola do pais' ou aquela que 'dá maior empregabilidade', a minha dizia n vezes isso, se eu acreditava? Acreditava... Se as outras o diziam também? Também.

Agora temos de entender uma coisa, TODAS as escolas, TODOS os cursos, têm as suas dificuldades, têm as suas exigências, claro. No final do curso não saem todos Licenciados em Direito? Claro que sim! Não saem todos iguais? Claro que sim! Eu também pensei que a ESEL me iria garantir mais empregabilidade por ser uma faculdade de 'prestigio', no final? Nas entrevistas tiveram-se a BORRIFAR para saber em que escola me formei, o que eles me avaliaram mais foi - personalidade, capacidade de resposta, currículo, atividades extra-curriculares, presença em seminários.

Mais uma vez digo, falo do que sei na área de Enfermagem, em Direito poderá ser diferente. Coloquei apenas o meu testemunho para terem uma perceção um pouco diferente das coisas. Não podemos generalizar 😉
Mensagem fundida automaticamente:


Então quando falam em maior empregabilidade na faculdade X fiam-se em quê? 😉
Feliz ou infelizmente, Direito não funciona do mesmo modo que enfermagem. Espero que o curso te tenha corrido bem, btw, é das profissões mais heróicas que existem e não te estou a dizer isto para dizer que há profissões melhores que outras, mas porque tenho plena noção que não é qualquer pessoa que dedica a sua vida a ajudar os outros quando estão mais frágeis/débeis fisicamente (assim como os psicólogos também são pretty bad ass porque a saúde psicológica é mesmo muito underrated mas é das coisas mais importantes que existem). Vejo que estás a estudar Medicina, good luck and may u become a great doctor.
* Fim do off topic*
Direito é uma área muito tradicional e feliz ou infelizmente ainda é muito relevante qual a tua Alma Mater, quem foram os teus mestres. Claro está que podes arguir que se calhar é tudo um raminho de lendas urbanas delicadamente floreado pelos nossos professores e pelos nossos colegas mais velhos que estão já no mercado de trabalho (ou até dos conhecidos dos nossos pais que têm ou trabalham em escritórios ou firmas de advogados) para nos encorajar, mas, honestamente, não me cheira que assim o seja. Há muita coisa a acontecer nos bastidores.
 
  • Sad
Reactions: MARIANA-A

dino3

Membro Dux
Matrícula
13 Outubro 2017
Mensagens
2,661
Curso
Engenharia Civil
Instituição
Universidade do Minho
Vamos por uns pontos nos i's. As faculdades são todas diferentes, de facto. Não podemos negar que uma certa nota numa faculdade X seja mais complicado de atingir que Y (e que um 12 equivalha a um 14, eventualmente). Isto é válido para qualquer curso. A questão é: até que ponto é que isto significa que a qualidade de ensino faculdade X seja melhor que a da faculdade Y? Estarmos a limitar a nota que uma pessoa pode ter a uma cadeira é indicador de qualidade (por exemplo, um 14)? Não. Qualquer buraco de faculdade poderia fazer isto, não quer dizer que a formação seja melhor. Não se gabem por estarem numa faculdade cuja nota máxima é um 13 e a inferiorizar os outros estarem numa em que há 16 e 17. Isto não indicador de que as pessoas aprendam melhor no primeiro caso, por vezes pelo contrário. A questão do nome da faculdade é uma cena, mas não vamos entrar por aí: o mercado de trabalho é uma coisa esquisita, ainda para mais em direito onde nome é tudo (mais o nome do que propriamente as notas...).
#cunha
 

MARIANA-A

Membro Dux
Colaborador Editorial
Matrícula
22 Abril 2019
Mensagens
1,738
Curso
Medicina
Instituição
UBI
Feliz ou infelizmente, Direito não funciona do mesmo modo que enfermagem. Espero que o curso te tenha corrido bem, btw, é das profissões mais heróicas que existem e não te estou a dizer isto para dizer que há profissões melhores que outras, mas porque tenho plena noção que não é qualquer pessoa que dedica a sua vida a ajudar os outros quando estão mais frágeis/débeis fisicamente (assim como os psicólogos também são pretty bad ass porque a saúde psicológica é mesmo muito underrated mas é das coisas mais importantes que existem). Vejo que estás a estudar Medicina, good luck and may u become a great doctor.
* Fim do off topic*
Direito é uma área muito tradicional e feliz ou infelizmente ainda é muito relevante qual a tua Alma Mater, quem foram os teus mestres. Claro está que podes arguir que se calhar é tudo um raminho de lendas urbanas delicadamente floreado pelos nossos professores e pelos nossos colegas mais velhos que estão já no mercado de trabalho (ou até dos conhecidos dos nossos pais que têm ou trabalham em escritórios ou firmas de advogados) para nos encorajar, mas, honestamente, não me cheira que assim o seja. Há muita coisa a acontecer nos bastidores.
Muito obrigado 😝 pronto, tal como disse, não percebo NADA de direito, só quis mesmo deixar uma perspetiva diferente, porque nem tudo é como achamos que é 😌
 

luna77

Membro Veterano
Matrícula
6 Janeiro 2015
Mensagens
378
Curso
Direito
Instituição
Universidade de Coimbra
Olá! É assim, eu realmente de Direito percebo 0, falo mais por Enfermagem (poderá ser diferente claro), mas dando apenas um exemplo, no meu estágio de Enfermagem não tive X nota porque segundo o superior 'não se dava mais que X nota', mas não é isso que faz a escola ser uma escola exigente! É o tipo de pessoa que está a lecionar, porque depois concerteza apanhas professores mais benevolentes... Quanto à 'melhor escola do pais' ou aquela que 'dá maior empregabilidade', a minha dizia n vezes isso, se eu acreditava? Acreditava... Se as outras o diziam também? Também.

Agora temos de entender uma coisa, TODAS as escolas, TODOS os cursos, têm as suas dificuldades, têm as suas exigências, claro. No final do curso não saem todos Licenciados em Direito? Claro que sim! Não saem todos iguais? Claro que sim! Eu também pensei que a ESEL me iria garantir mais empregabilidade por ser uma faculdade de 'prestigio', no final? Nas entrevistas tiveram-se a BORRIFAR para saber em que escola me formei, o que eles me avaliaram mais foi - personalidade, capacidade de resposta, currículo, atividades extra-curriculares, presença em seminários.

Mais uma vez digo, falo do que sei na área de Enfermagem, em Direito poderá ser diferente. Coloquei apenas o meu testemunho para terem uma perceção um pouco diferente das coisas. Não podemos generalizar 😉
Mensagem fundida automaticamente:


Então quando falam em maior empregabilidade na faculdade X fiam-se em quê? 😉
Em falácias para enganar tolos, se forem a buscar as estatísticas do IEFP. Olhem para de onde vêm o pessoal que entra na OA, no CEJ...E depois falamos.
 

Gonçalo Santos Silva

Spammer Profissional
Matrícula
4 Junho 2016
Mensagens
8,794
Curso
Farmácia
Instituição
ESS-IPP
Essa parte do teu discurso é altamente falaciosa e faz-me ponderar se estás a responder somente porque não tens nada para fazer ou se queres apenas fazer figura de parvo. Atenção, não te estou a chamar parvo! Porque isso seria ad hominem. Tens direito a ter a tua opinião e ainda bem que todos a podemos expressar livremente! Todavia, permite-me que te elucide nessa questão. As médias de ingresso na faculdade são coisas muito relativas, caríssimo colega. Até porque não podes comparar duas coisas diferentes, deves tratar o que é igual de forma igual e o que é diferente de forma diferente e na medida da sua diferença. Quantas vagas é que tem a fduc anualmente? 334. Quantas é que tem o Minho? Vou verificar agora mesmo para não dizer baboseiras: 110 atualmente (mais do que eu estava à espera, por acaso). Quantas provas de ingresso é que a Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra exigia até 2018? Duas. Quantas é que o Minho exige? Uma. Por isso é que enquanto a minha média de candidatura para a FDUC foi de 17,3 a minha média para o Minho já subia para o 18,5 (e mesmo assim a fduc foi a minha primeira opção, no entanto, já vamos entrar noutro tema se me aprofundar). Este ano, 2018, foi o primeiro ano em que a FDUC passou a exigir somente uma prova de ingresso e a média de entrada subiu de 146,8 (2017) para 156,5. Isso já nos diz alguma coisinha sobre a influência do facto de deixar de haver duas provas de ingresso para haver somente uma. Não nos podemos esquecer, todavia, que a fduc continua com 334 vagas ;)
Eu dei uma resposta parva mesmo, mas não me parece que seja razoável andarem aqui a gabar-se que a sua faculdade só atribui 14's aos alunos mais lendários que existem até porque sejamos sinceros, é um comportamento ridículo por parte dos professores fazerem isso quando a escala vai de 0 a 20 e este não me parece um comportamento que a gente deva passar paninho para nos exibirmos, apenas isso
 

_ac0nitum_

Membro Veterano
Matrícula
7 Julho 2017
Mensagens
312
Curso
Direito
Instituição
Universidade de Coimbra
Eu dei uma resposta parva mesmo, mas não me parece que seja razoável andarem aqui a gabar-se que a sua faculdade só atribui 14's aos alunos mais lendários que existem até porque sejamos sinceros, é um comportamento ridículo por parte dos professores fazerem isso quando a escala vai de 0 a 20 e este não me parece um comportamento que a gente deva passar paninho para nos exibirmos, apenas isso
Ressalto que quando utilizei o vocábulo "parvo" me estava exclusivamente à tua resposta e ao tom usado (mas creio que percebeste). Comentar que a nota máxima é um 14 ou o que seja não tem por intuito exibir-mo-nos (pelo menos, esse não é o meu intuito em específico, quanto aos restantes já não sei) até porque é uma situação que acaba por ser profundamente injusta quando comparas o conhecimento de alguém que tem 14 em x lugar e alguém que já tem 17 noutro. Acho que o pessoal usa esse como o maior sinónimo de exigência precisamente pelo facto de precisares de ser verdadeiramente excecional para conseguir um 17. Posso dar um exemplo parvo e pessoal? Eu no meu primeiro ano acabei com média de 12,4 na FDUC, uma amiga minha acabou com 16,8 no Minho (sim, eu sei que a este ponto parece perseguição à Escola de Direito do Minho e juro que não é esse o intuito </3 ) e o conhecimento que ela tinha das matérias que eram comuns no nosso plano de estudos era bastante mais superficial que o meu, ao ponto de ela me perguntar como é que eu não tinha notas mais altas (também me contou coisas que me deixaram abismada como o facto de não ter aprendido princípios básicos de direito constitucional e de a nota mais baixa costumar ser um 12 aahahha e que por x e w motivos optou por ir para a FDUP). E porque é isto se haveria de traduzir no facto de as entidades empregadoras compararem candidatos com x nota provindos de x local com candidatos provindos de w local com uma nota inferior? Precisamente por terem perfeita noção do que se passa dentro das faculdades.

Claro que assim como nós somos livres de ter essa perceção da realidade, pessoas vindas doutros cursos e até mesmo que estejam neste curso, podem ter uma persepetiva completamente diferente. Também são livres de se queixar deste debate noutros tópicos, acho que, basicamente, no fim de contas é a isso que tudo se reduz: ao facto de sermos livres. Se este é um daqueles casos em que devemos concordar em discordar? Possível e provável. Se isso faz com que uma das perspetivas corresponda à realidade independentemente do que cada um gostaria que fosse efetivamente a realidade? Igualmente possível.

Desejo de uma boa continuação!
 
Status
Não está aberto para novas mensagens.