UMinho Direito

nair ferreira

Membro Caloiro
Matrícula
20 Janeiro 2015
Mensagens
2
Boa tarde,
gostava de saber se alguem daqui frequenta o curso de direito na Universidade do Minho, pretendo fazer Almeida Garrette nesta faculdade e gostava de saber como funciona a avaliação do curso e se com estudo é relativamente acessivel. Se me puderem dar mais informação acerca dos pofessores e de como as aulas são leccionadas eu agradecia muito.
Antecipadamente grata
 

Orbitron

Membro Veterano
Matrícula
23 Junho 2015
Mensagens
314
Apesar deste tópico já ter o seu tempo aproveito para fazer a mesma pergunta e caso alguém frequente este curso nesta instituição, dê a sua opinião dos mesmos.
 

cute_daniela

Membro Veterano
Matrícula
5 Agosto 2015
Mensagens
105
Curso
Direito
Instituição
UMinho
Olá,

Mais uma pessoa à procura de alguém que tenha informações sobre o curso de direito na UMinho! :)
Obrigada, desde já.
 

DianaMartin Costa0911

Membro Caloiro
Matrícula
23 Junho 2015
Mensagens
3
Boa tarde a todos,

Fui colocada em Direito na Uminho tal como desejava. Como todos os colocados estou a preparar tudo para começar e surgiu-me uma questão: como posso ter acesso à lista de manuais necessários?
Alguém me pode ajudar?

Cumprimentos a todos
 

LBlackMoon

Membro Dux
Colaborador Editorial
Matrícula
27 Fevereiro 2016
Mensagens
3,682
Curso
Direito
Instituição
FDUP
Boas,

A minha primeira opção é a Universidade do Porto, mas como segunda opção estou um pouco em dúvida entre o Minho e Coimbra. Por um lado oiço que o Minho é uma universidade com métodos mais atuais, mais virada para a prática e que Coimbra continua com métodos de avaliação muito clássicos e que é difícil tirar notas altas.

Gostava de saber as vossas opiniões. :))
 

Jéssica_S

Membro
Matrícula
23 Março 2016
Mensagens
15
Olá tb gostva de saber como é direito na Universidade do Minho? Media? Materiais? componente prática e isso.....
Obrigada.
 

cute_daniela

Membro Veterano
Matrícula
5 Agosto 2015
Mensagens
105
Curso
Direito
Instituição
UMinho
Boas,

A minha primeira opção é a Universidade do Porto, mas como segunda opção estou um pouco em dúvida entre o Minho e Coimbra. Por um lado oiço que o Minho é uma universidade com métodos mais atuais, mais virada para a prática e que Coimbra continua com métodos de avaliação muito clássicos e que é difícil tirar notas altas.

Gostava de saber as vossas opiniões. :))
Olá tb gostva de saber como é direito na Universidade do Minho? Media? Materiais? componente prática e isso.....
Obrigada.
Olá a ambas!

Como podem ver pelas mensagens do tópico, há bem pouco tempo eu também procurava informações sobre o curso de Direito na UMinho. E agora, a verdade, é que sou caloira desse mesmo curso. E foi a melhor coisa que me aconteceu.

A UM era a minha primeira opção, sendo que eu poderia entrar em qualquer faculdade de Direito do país. E mesmo tendo noção de que existem outras com mais "nome", não me arrependo, nem um pouco da escolha que fiz.
Quanto ao curso propriamente dito, as cadeiras do primeiro ano são quase todas teóricas, à exceção de Direito Constitucional, Economia Política, e agora no segundo semestre, também Introdução ao Estudo do Direito. Mesmo assim, todas as cadeiras têm aulas teóricas (onde o professor expõe a matéria) e aulas teórico-práticas (onde há uma maior abertura para um debate das matérias, questões, exercícios, casos práticos). Deixo-vos aqui um resumo das várias cadeiras que tive neste primeiro ano:

Direito Constitucional:
O cadeirão do primeiro ano! Estudamos a história constitucional portuguesa e abordamos, ao de leve, a alemã, francesa e inglesa/americana. Desenvolvemos os princípios basilares da CRP (Estado de Direito, Dignidade da Pessoa Humana, Igualdade, etc); os direitos, liberdades e garantias e os direitos económicos, sociais e culturais; e encontramo-nos agora a estudar a organização política.

História do Direito:
Começamos por abordar conceitos operacionais da disciplina. Estudamos o estado atual do Direito. De seguida, "viajamos" até à pré-história, e pudemos ver a evolução do Direito até aos nossos dias, começando precisamente no "pré-direito", passando pelo Direito egípcio, hebraico, muçulmano, hindu, etc; chegamos à época clássica (Grécia e Império Romano), Idade Média, Renascimento, até "regressarmos" ao nosso tempo. Atualmente encontramo-nos a estudar a história do Direito Português.

Introdução ao Estudo do Direito:
É uma cadeira que lida, sobretudo, com conceitos operatórios. Coisas que precisamos de saber para outras cadeiras, mas que não seriam ensinadas nas mesmas. Abordamos conteúdos como a Teoria Pura do Direito, Técnicas de Legislação, Teoria dos Conceitos Fundamentais, Divisão do Direito Público e Privado. Estamos, neste momento, a estudar as relações jurídicas e as suas várias componentes.

Filosofia Política:
Nesta cadeira procuramos responder à pergunta: "Como organizar a sociedade para que esta seja o mais justa possível?". Estudamos o liberalismo-igualitário de John Raws, utilitarismo de Peter Singer, libertarismo de Robert Nozick e o comunitarismo. Já fora deste tema, abordamos ainda o Multiculturalismo. Pessoalmente, apesar de ter achado esta cadeira extremamente interessante e útil para formar bons juristas (e não técnicos de leis), admito que a mesma está um pouco desligada do resto do curso e são-nos ensinados conteúdos que não se interligam com as restantes cadeiras.

Economia Política:
São nos ensinados os princípios da microeconomia e da macroeconomia. Tem uma componente matemática, mas muito simples (não vai além de equações de primeiro grau - e das simples!). É especialmente útil se se interessam por áreas do Direito como Fiscal ou Trabalho. Tem continuação numa disciplina do segundo ano chamada "Finanças Públicas".

Metodologia Jurídica:
Aqui abordamos o método dos juristas. É um pouco difícil de explicar o que estudamos nesta cadeira... Porque é bastante abstrato e faz pensar. Mas imaginem: um cientista, para ver validados os resultados de uma experiência, precisa de seguir determinados passos. Se não o fizer, o resultado não é válido. Acontece o mesmo no Direito.

Inglês Jurídico:
Esta cadeira é opcional... As outras opções são Direito Comparado (onde comparam diferentes sistemas jurídicos) ou Alemão Jurídico (onde aprendem o básico do Alemão e do sistema jurídico Alemão). Estou a gostar muito desta cadeira... Não a aconselho se não se sentirem particularmente à vontade a falar Inglês, uma vez que usamos conceitos bastante específicos. Estudamos a organização do Direito tanto no Reino Unido como nos USA, como se processa a justiça aí, etc. Também há lugar a discussões (em inglês, claro!), de temas como a pena de morte, ou o aborto.

Quanto aos materiais: códigos (que no primeiro ano são o Código Civil e a Constituição), sebentas escritas pelos professores (Constitucional, Comparado, e Introdução), normalmente os professores disponibilizam os seus powerpoints... Dão também uma lista de livros ou artigos que devemos ler ou, pelo menos, consultar para apoiar o nosso estudo. E quanto a mim, o melhor material de todos: apontamentos tirados nas aulas, enquanto ouvimos os professores.

Quanto à média: não sei se te referias à média de entrada (que é mais ou menos 16, no nosso caso) ou à media que é possível obter cá. Há cadeiras onde os professores simplesmente não dão mais do que uma certa nota... Mas para quem trabalha e se empenha é possível ter boas notas (à volta do 15... o que, acreditem, no ensino superior é uma benção). É um curso trabalhoso, onde precisam de ter um raciocínio lógico aguçado.

Em conclusão, estou muito feliz com a minha escolha. É um curso que forma juristas para a vida prática, é uma universidade que nos ensina a agir em casos concretos, e não apenas a doutrina.

Se quiserem saber mais alguma coisa, sobre a avaliação, por exemplo, disponham! Sei bem o que é estar do lado de fora, querer informações e não as ter.... Qualquer coisa, perguntem! E se me quiserem adicionar no facebook, para podermos conversar, também estão à vontade :)

Beijinhos e boa sorte!
 

LordKelvin

O Santo
Especialista
Medicina & Saúde
Matrícula
20 Julho 2015
Mensagens
7,655
Curso
Medicina
Instituição
FMUL
Olá a ambas!

Como podem ver pelas mensagens do tópico, há bem pouco tempo eu também procurava informações sobre o curso de Direito na UMinho. E agora, a verdade, é que sou caloira desse mesmo curso. E foi a melhor coisa que me aconteceu.

A UM era a minha primeira opção, sendo que eu poderia entrar em qualquer faculdade de Direito do país. E mesmo tendo noção de que existem outras com mais "nome", não me arrependo, nem um pouco da escolha que fiz.
Quanto ao curso propriamente dito, as cadeiras do primeiro ano são quase todas teóricas, à exceção de Direito Constitucional, Economia Política, e agora no segundo semestre, também Introdução ao Estudo do Direito. Mesmo assim, todas as cadeiras têm aulas teóricas (onde o professor expõe a matéria) e aulas teórico-práticas (onde há uma maior abertura para um debate das matérias, questões, exercícios, casos práticos). Deixo-vos aqui um resumo das várias cadeiras que tive neste primeiro ano:

Direito Constitucional:
O cadeirão do primeiro ano! Estudamos a história constitucional portuguesa e abordamos, ao de leve, a alemã, francesa e inglesa/americana. Desenvolvemos os princípios basilares da CRP (Estado de Direito, Dignidade da Pessoa Humana, Igualdade, etc); os direitos, liberdades e garantias e os direitos económicos, sociais e culturais; e encontramo-nos agora a estudar a organização política.

História do Direito:
Começamos por abordar conceitos operacionais da disciplina. Estudamos o estado atual do Direito. De seguida, "viajamos" até à pré-história, e pudemos ver a evolução do Direito até aos nossos dias, começando precisamente no "pré-direito", passando pelo Direito egípcio, hebraico, muçulmano, hindu, etc; chegamos à época clássica (Grécia e Império Romano), Idade Média, Renascimento, até "regressarmos" ao nosso tempo. Atualmente encontramo-nos a estudar a história do Direito Português.

Introdução ao Estudo do Direito:
É uma cadeira que lida, sobretudo, com conceitos operatórios. Coisas que precisamos de saber para outras cadeiras, mas que não seriam ensinadas nas mesmas. Abordamos conteúdos como a Teoria Pura do Direito, Técnicas de Legislação, Teoria dos Conceitos Fundamentais, Divisão do Direito Público e Privado. Estamos, neste momento, a estudar as relações jurídicas e as suas várias componentes.

Filosofia Política:
Nesta cadeira procuramos responder à pergunta: "Como organizar a sociedade para que esta seja o mais justa possível?". Estudamos o liberalismo-igualitário de John Raws, utilitarismo de Peter Singer, libertarismo de Robert Nozick e o comunitarismo. Já fora deste tema, abordamos ainda o Multiculturalismo. Pessoalmente, apesar de ter achado esta cadeira extremamente interessante e útil para formar bons juristas (e não técnicos de leis), admito que a mesma está um pouco desligada do resto do curso e são-nos ensinados conteúdos que não se interligam com as restantes cadeiras.

Economia Política:
São nos ensinados os princípios da microeconomia e da macroeconomia. Tem uma componente matemática, mas muito simples (não vai além de equações de primeiro grau - e das simples!). É especialmente útil se se interessam por áreas do Direito como Fiscal ou Trabalho. Tem continuação numa disciplina do segundo ano chamada "Finanças Públicas".

Metodologia Jurídica:
Aqui abordamos o método dos juristas. É um pouco difícil de explicar o que estudamos nesta cadeira... Porque é bastante abstrato e faz pensar. Mas imaginem: um cientista, para ver validados os resultados de uma experiência, precisa de seguir determinados passos. Se não o fizer, o resultado não é válido. Acontece o mesmo no Direito.

Inglês Jurídico:
Esta cadeira é opcional... As outras opções são Direito Comparado (onde comparam diferentes sistemas jurídicos) ou Alemão Jurídico (onde aprendem o básico do Alemão e do sistema jurídico Alemão). Estou a gostar muito desta cadeira... Não a aconselho se não se sentirem particularmente à vontade a falar Inglês, uma vez que usamos conceitos bastante específicos. Estudamos a organização do Direito tanto no Reino Unido como nos USA, como se processa a justiça aí, etc. Também há lugar a discussões (em inglês, claro!), de temas como a pena de morte, ou o aborto.

Quanto aos materiais: códigos (que no primeiro ano são o Código Civil e a Constituição), sebentas escritas pelos professores (Constitucional, Comparado, e Introdução), normalmente os professores disponibilizam os seus powerpoints... Dão também uma lista de livros ou artigos que devemos ler ou, pelo menos, consultar para apoiar o nosso estudo. E quanto a mim, o melhor material de todos: apontamentos tirados nas aulas, enquanto ouvimos os professores.

Quanto à média: não sei se te referias à média de entrada (que é mais ou menos 16, no nosso caso) ou à media que é possível obter cá. Há cadeiras onde os professores simplesmente não dão mais do que uma certa nota... Mas para quem trabalha e se empenha é possível ter boas notas (à volta do 15... o que, acreditem, no ensino superior é uma benção). É um curso trabalhoso, onde precisam de ter um raciocínio lógico aguçado.

Em conclusão, estou muito feliz com a minha escolha. É um curso que forma juristas para a vida prática, é uma universidade que nos ensina a agir em casos concretos, e não apenas a doutrina.

Se quiserem saber mais alguma coisa, sobre a avaliação, por exemplo, disponham! Sei bem o que é estar do lado de fora, querer informações e não as ter.... Qualquer coisa, perguntem! E se me quiserem adicionar no facebook, para podermos conversar, também estão à vontade :)

Beijinhos e boa sorte!
"Finanças Públicas" deve ser um espetáculo! :hearteyes: Que tópicos estruturam essa cadeira?
 
  • Like
Reactions: RMoon99

cute_daniela

Membro Veterano
Matrícula
5 Agosto 2015
Mensagens
105
Curso
Direito
Instituição
UMinho
"Finanças Públicas" deve ser um espetáculo! :hearteyes: Que tópicos estruturam essa cadeira?
Bom voltar a ver-te!! Nem sei se ainda te lembras de mim xD

Aqui ficam os temas abordados em FP:
O Estado como principal agente económico(SPA e SPE): O peso do setor público no PIB
A despesa pública nos diversos setores: Defesa, segurança, saúde, educação, etc.
As receitas públicas e os principais impostos: IVA, IRS, IRC, etc.
O Orçamento Geral do estado (OGE): sua elaboração e aprovação
As Finanças Públicas no contexto da União Europeia (UE): o défice e a dívida.
Contributos recentes sobre a temática fiscal no contexto internacional.


Mal posso esperar!!
 
  • Like
Reactions: LordKelvin

LordKelvin

O Santo
Especialista
Medicina & Saúde
Matrícula
20 Julho 2015
Mensagens
7,655
Curso
Medicina
Instituição
FMUL
Bom voltar a ver-te!! Nem sei se ainda te lembras de mim xD

Aqui ficam os temas abordados em FP:
O Estado como principal agente económico(SPA e SPE): O peso do setor público no PIB
A despesa pública nos diversos setores: Defesa, segurança, saúde, educação, etc.
As receitas públicas e os principais impostos: IVA, IRS, IRC, etc.
O Orçamento Geral do estado (OGE): sua elaboração e aprovação
As Finanças Públicas no contexto da União Europeia (UE): o défice e a dívida.
Contributos recentes sobre a temática fiscal no contexto internacional.


Mal posso esperar!!
Então não me havia de lembrar de ti?...
Vejo que Direito é muito interessante! Espero que não só estejas a aprender, como estejas a aprender por prazer (que retira logo metade do peso do estudo...)!
Espero também que não tenhas mudado de posição no espectro político... ;)
 

cute_daniela

Membro Veterano
Matrícula
5 Agosto 2015
Mensagens
105
Curso
Direito
Instituição
UMinho
Então não me havia de lembrar de ti?...
Vejo que Direito é muito interessante! Espero que não só estejas a aprender, como estejas a aprender por prazer (que retira logo metade do peso do estudo...)!
Espero também que não tenhas mudado de posição no espectro político... ;)

Não poderia estar mais feliz... E apesar de conduzir todos os dias 50 minutos para chegar à universidade, não houve um único dia, desde o inicio do ano em que não me sentisse entusiasmada por ir às aulas. :D
 
  • Like
Reactions: LordKelvin

LordKelvin

O Santo
Especialista
Medicina & Saúde
Matrícula
20 Julho 2015
Mensagens
7,655
Curso
Medicina
Instituição
FMUL
Não poderia estar mais feliz... E apesar de conduzir todos os dias 50 minutos para chegar à universidade, não houve um único dia, desde o inicio do ano em que não me sentisse entusiasmada por ir às aulas. :D
Isso é louvável! Desejo-te sucesso, que bem mereces! (Quem sabe se não serás uma futura Ministra da Justiça ou Finanças?... :rolleyes:)
 

LBlackMoon

Membro Dux
Colaborador Editorial
Matrícula
27 Fevereiro 2016
Mensagens
3,682
Curso
Direito
Instituição
FDUP
Olá a ambas!

Como podem ver pelas mensagens do tópico, há bem pouco tempo eu também procurava informações sobre o curso de Direito na UMinho. E agora, a verdade, é que sou caloira desse mesmo curso. E foi a melhor coisa que me aconteceu.

A UM era a minha primeira opção, sendo que eu poderia entrar em qualquer faculdade de Direito do país. E mesmo tendo noção de que existem outras com mais "nome", não me arrependo, nem um pouco da escolha que fiz.
Quanto ao curso propriamente dito, as cadeiras do primeiro ano são quase todas teóricas, à exceção de Direito Constitucional, Economia Política, e agora no segundo semestre, também Introdução ao Estudo do Direito. Mesmo assim, todas as cadeiras têm aulas teóricas (onde o professor expõe a matéria) e aulas teórico-práticas (onde há uma maior abertura para um debate das matérias, questões, exercícios, casos práticos). Deixo-vos aqui um resumo das várias cadeiras que tive neste primeiro ano:

Direito Constitucional:
O cadeirão do primeiro ano! Estudamos a história constitucional portuguesa e abordamos, ao de leve, a alemã, francesa e inglesa/americana. Desenvolvemos os princípios basilares da CRP (Estado de Direito, Dignidade da Pessoa Humana, Igualdade, etc); os direitos, liberdades e garantias e os direitos económicos, sociais e culturais; e encontramo-nos agora a estudar a organização política.

História do Direito:
Começamos por abordar conceitos operacionais da disciplina. Estudamos o estado atual do Direito. De seguida, "viajamos" até à pré-história, e pudemos ver a evolução do Direito até aos nossos dias, começando precisamente no "pré-direito", passando pelo Direito egípcio, hebraico, muçulmano, hindu, etc; chegamos à época clássica (Grécia e Império Romano), Idade Média, Renascimento, até "regressarmos" ao nosso tempo. Atualmente encontramo-nos a estudar a história do Direito Português.

Introdução ao Estudo do Direito:
É uma cadeira que lida, sobretudo, com conceitos operatórios. Coisas que precisamos de saber para outras cadeiras, mas que não seriam ensinadas nas mesmas. Abordamos conteúdos como a Teoria Pura do Direito, Técnicas de Legislação, Teoria dos Conceitos Fundamentais, Divisão do Direito Público e Privado. Estamos, neste momento, a estudar as relações jurídicas e as suas várias componentes.

Filosofia Política:
Nesta cadeira procuramos responder à pergunta: "Como organizar a sociedade para que esta seja o mais justa possível?". Estudamos o liberalismo-igualitário de John Raws, utilitarismo de Peter Singer, libertarismo de Robert Nozick e o comunitarismo. Já fora deste tema, abordamos ainda o Multiculturalismo. Pessoalmente, apesar de ter achado esta cadeira extremamente interessante e útil para formar bons juristas (e não técnicos de leis), admito que a mesma está um pouco desligada do resto do curso e são-nos ensinados conteúdos que não se interligam com as restantes cadeiras.

Economia Política:
São nos ensinados os princípios da microeconomia e da macroeconomia. Tem uma componente matemática, mas muito simples (não vai além de equações de primeiro grau - e das simples!). É especialmente útil se se interessam por áreas do Direito como Fiscal ou Trabalho. Tem continuação numa disciplina do segundo ano chamada "Finanças Públicas".

Metodologia Jurídica:
Aqui abordamos o método dos juristas. É um pouco difícil de explicar o que estudamos nesta cadeira... Porque é bastante abstrato e faz pensar. Mas imaginem: um cientista, para ver validados os resultados de uma experiência, precisa de seguir determinados passos. Se não o fizer, o resultado não é válido. Acontece o mesmo no Direito.

Inglês Jurídico:
Esta cadeira é opcional... As outras opções são Direito Comparado (onde comparam diferentes sistemas jurídicos) ou Alemão Jurídico (onde aprendem o básico do Alemão e do sistema jurídico Alemão). Estou a gostar muito desta cadeira... Não a aconselho se não se sentirem particularmente à vontade a falar Inglês, uma vez que usamos conceitos bastante específicos. Estudamos a organização do Direito tanto no Reino Unido como nos USA, como se processa a justiça aí, etc. Também há lugar a discussões (em inglês, claro!), de temas como a pena de morte, ou o aborto.

Quanto aos materiais: códigos (que no primeiro ano são o Código Civil e a Constituição), sebentas escritas pelos professores (Constitucional, Comparado, e Introdução), normalmente os professores disponibilizam os seus powerpoints... Dão também uma lista de livros ou artigos que devemos ler ou, pelo menos, consultar para apoiar o nosso estudo. E quanto a mim, o melhor material de todos: apontamentos tirados nas aulas, enquanto ouvimos os professores.

Quanto à média: não sei se te referias à média de entrada (que é mais ou menos 16, no nosso caso) ou à media que é possível obter cá. Há cadeiras onde os professores simplesmente não dão mais do que uma certa nota... Mas para quem trabalha e se empenha é possível ter boas notas (à volta do 15... o que, acreditem, no ensino superior é uma benção). É um curso trabalhoso, onde precisam de ter um raciocínio lógico aguçado.

Em conclusão, estou muito feliz com a minha escolha. É um curso que forma juristas para a vida prática, é uma universidade que nos ensina a agir em casos concretos, e não apenas a doutrina.

Se quiserem saber mais alguma coisa, sobre a avaliação, por exemplo, disponham! Sei bem o que é estar do lado de fora, querer informações e não as ter.... Qualquer coisa, perguntem! E se me quiserem adicionar no facebook, para podermos conversar, também estão à vontade :)

Beijinhos e boa sorte!
Obrigado pelo teu relato!
Até me interesso por Economia, mas algo que me deixa reticente nessa cadeira é, precisamente, a Matemática visto que não é definitivamente a minha especialidade!
A Matemática que mencionaste não vai muito além do básico, certo?
 

cute_daniela

Membro Veterano
Matrícula
5 Agosto 2015
Mensagens
105
Curso
Direito
Instituição
UMinho
Obrigado pelo teu relato!
Até me interesso por Economia, mas algo que me deixa reticente nessa cadeira é, precisamente, a Matemática visto que não é definitivamente a minha especialidade!
A Matemática que mencionaste não vai muito além do básico, certo?

Não, não vai nada além do básico... É bastante simples e quando é necessário a professora faz uma espécie de 'mini-revisão'. Tenho colegas que não tinham matemática há anos e fizeram a cadeira :)
 
  • Like
Reactions: LBlackMoon

Jéssica_S

Membro
Matrícula
23 Março 2016
Mensagens
15
Olá a ambas!

Como podem ver pelas mensagens do tópico, há bem pouco tempo eu também procurava informações sobre o curso de Direito na UMinho. E agora, a verdade, é que sou caloira desse mesmo curso. E foi a melhor coisa que me aconteceu.

A UM era a minha primeira opção, sendo que eu poderia entrar em qualquer faculdade de Direito do país. E mesmo tendo noção de que existem outras com mais "nome", não me arrependo, nem um pouco da escolha que fiz.
Quanto ao curso propriamente dito, as cadeiras do primeiro ano são quase todas teóricas, à exceção de Direito Constitucional, Economia Política, e agora no segundo semestre, também Introdução ao Estudo do Direito. Mesmo assim, todas as cadeiras têm aulas teóricas (onde o professor expõe a matéria) e aulas teórico-práticas (onde há uma maior abertura para um debate das matérias, questões, exercícios, casos práticos). Deixo-vos aqui um resumo das várias cadeiras que tive neste primeiro ano:

Direito Constitucional:
O cadeirão do primeiro ano! Estudamos a história constitucional portuguesa e abordamos, ao de leve, a alemã, francesa e inglesa/americana. Desenvolvemos os princípios basilares da CRP (Estado de Direito, Dignidade da Pessoa Humana, Igualdade, etc); os direitos, liberdades e garantias e os direitos económicos, sociais e culturais; e encontramo-nos agora a estudar a organização política.

História do Direito:
Começamos por abordar conceitos operacionais da disciplina. Estudamos o estado atual do Direito. De seguida, "viajamos" até à pré-história, e pudemos ver a evolução do Direito até aos nossos dias, começando precisamente no "pré-direito", passando pelo Direito egípcio, hebraico, muçulmano, hindu, etc; chegamos à época clássica (Grécia e Império Romano), Idade Média, Renascimento, até "regressarmos" ao nosso tempo. Atualmente encontramo-nos a estudar a história do Direito Português.

Introdução ao Estudo do Direito:
É uma cadeira que lida, sobretudo, com conceitos operatórios. Coisas que precisamos de saber para outras cadeiras, mas que não seriam ensinadas nas mesmas. Abordamos conteúdos como a Teoria Pura do Direito, Técnicas de Legislação, Teoria dos Conceitos Fundamentais, Divisão do Direito Público e Privado. Estamos, neste momento, a estudar as relações jurídicas e as suas várias componentes.

Filosofia Política:
Nesta cadeira procuramos responder à pergunta: "Como organizar a sociedade para que esta seja o mais justa possível?". Estudamos o liberalismo-igualitário de John Raws, utilitarismo de Peter Singer, libertarismo de Robert Nozick e o comunitarismo. Já fora deste tema, abordamos ainda o Multiculturalismo. Pessoalmente, apesar de ter achado esta cadeira extremamente interessante e útil para formar bons juristas (e não técnicos de leis), admito que a mesma está um pouco desligada do resto do curso e são-nos ensinados conteúdos que não se interligam com as restantes cadeiras.

Economia Política:
São nos ensinados os princípios da microeconomia e da macroeconomia. Tem uma componente matemática, mas muito simples (não vai além de equações de primeiro grau - e das simples!). É especialmente útil se se interessam por áreas do Direito como Fiscal ou Trabalho. Tem continuação numa disciplina do segundo ano chamada "Finanças Públicas".

Metodologia Jurídica:
Aqui abordamos o método dos juristas. É um pouco difícil de explicar o que estudamos nesta cadeira... Porque é bastante abstrato e faz pensar. Mas imaginem: um cientista, para ver validados os resultados de uma experiência, precisa de seguir determinados passos. Se não o fizer, o resultado não é válido. Acontece o mesmo no Direito.

Inglês Jurídico:
Esta cadeira é opcional... As outras opções são Direito Comparado (onde comparam diferentes sistemas jurídicos) ou Alemão Jurídico (onde aprendem o básico do Alemão e do sistema jurídico Alemão). Estou a gostar muito desta cadeira... Não a aconselho se não se sentirem particularmente à vontade a falar Inglês, uma vez que usamos conceitos bastante específicos. Estudamos a organização do Direito tanto no Reino Unido como nos USA, como se processa a justiça aí, etc. Também há lugar a discussões (em inglês, claro!), de temas como a pena de morte, ou o aborto.

Quanto aos materiais: códigos (que no primeiro ano são o Código Civil e a Constituição), sebentas escritas pelos professores (Constitucional, Comparado, e Introdução), normalmente os professores disponibilizam os seus powerpoints... Dão também uma lista de livros ou artigos que devemos ler ou, pelo menos, consultar para apoiar o nosso estudo. E quanto a mim, o melhor material de todos: apontamentos tirados nas aulas, enquanto ouvimos os professores.

Quanto à média: não sei se te referias à média de entrada (que é mais ou menos 16, no nosso caso) ou à media que é possível obter cá. Há cadeiras onde os professores simplesmente não dão mais do que uma certa nota... Mas para quem trabalha e se empenha é possível ter boas notas (à volta do 15... o que, acreditem, no ensino superior é uma benção). É um curso trabalhoso, onde precisam de ter um raciocínio lógico aguçado.

Em conclusão, estou muito feliz com a minha escolha. É um curso que forma juristas para a vida prática, é uma universidade que nos ensina a agir em casos concretos, e não apenas a doutrina.

Se quiserem saber mais alguma coisa, sobre a avaliação, por exemplo, disponham! Sei bem o que é estar do lado de fora, querer informações e não as ter.... Qualquer coisa, perguntem! E se me quiserem adicionar no facebook, para podermos conversar, também estão à vontade :)

Beijinhos e boa sorte!
Olá, e obrigada pela informação ajudou me muito! E quanto a média? ( refiro me a média para entrar) Sei que é mais o menos 16 mas entraste com que exame, e é media do secundário só conta a do 12 ano, certo? ( que claro faz media com a dos outros dois anos)
 

lawgirl

Membro Caloiro
Matrícula
13 Abril 2016
Mensagens
9
Curso
Direito
Oh mas que agigantada nostalgia dos tempos de caloira, parece que foi ontem ... Já vi que te responderam à questão, mas de qualquer forma se restarem dúvidas sobre o curso de direito, não hesites em colocá-las, terei todo o gosto em (tentar) ajudar. :)
 

cute_daniela

Membro Veterano
Matrícula
5 Agosto 2015
Mensagens
105
Curso
Direito
Instituição
UMinho
Olá, e obrigada pela informação ajudou me muito! E quanto a média? ( refiro me a média para entrar) Sei que é mais o menos 16 mas entraste com que exame, e é media do secundário só conta a do 12 ano, certo? ( que claro faz media com a dos outros dois anos)

A média do último colocado a entrar em Direito, na UMinho, em 2015, foi de 16,1 se não estou em erro. Eu entrei com exame de Filosofia, com a classificação de 20 e a média é calculada com a nota final de todas as disciplinas que tiveste ao longo do Secundário, excetuando EMRC e Educação Física. :)
 

LBlackMoon

Membro Dux
Colaborador Editorial
Matrícula
27 Fevereiro 2016
Mensagens
3,682
Curso
Direito
Instituição
FDUP
Pessoal da UMinho, acham que as médias vão subir por esses lados? :)
 

RMoon99

Ex-Cupido
Matrícula
16 Outubro 2015
Mensagens
2,012
Curso
Engenharia Mecânica
Instituição
ISEP
A média do último colocado a entrar em Direito, na UMinho, em 2015, foi de 16,1 se não estou em erro. Eu entrei com exame de Filosofia, com a classificação de 20 e a média é calculada com a nota final de todas as disciplinas que tiveste ao longo do Secundário, excetuando EMRC e Educação Física. :)
Eras de Ciências no secundário?