Direito

CarolinaDR

Membro Veterano
Matrícula
12 Maio 2018
Mensagens
128
Olá a todos! Sou uma aluna do 11ano e queria seguir direito. Por este motivo, gostava de saber qual é a melhor universidade e também se vale a pena investir numa escola privada como a ucp ?
"Melhor" é algo relativo. Eu estudo na FDUL e é uma instituição conceituada bem como a FDUC.
Na FDUNL penso que o conhecimento de um aluno mediano bate o conhecimento de um aluno mediano da FDUL, porque tens muito mais apoio e acompanhamento (e recursos), mas os melhores alunos da FDUL são muito melhores que os melhores da FDUNL. A FDUNL tem ultimamente melhorado imenso a sua reputação no estrangeiro, especialmente para saídas profissionais mais internacionalizadas. É de notar que pela reputação, capital, estilo clássico de ensino e número de alunos a FDUL e a FDUC continuam ser as mais prestigiadas e reconhecidas no estrangeiro apesar de não investirem tanto na internacionalização (eu já estive a estudar estrangeiro em Inglaterra por exemplo e há académicos que nunca ouviram sequer falar da FDUNL).
Se quiseres seguir a via académica vai para a FDUC ou FDUL. Se quiseres ser juiz não escolhas a FDUNL; eles já foram muitas vezes prejudicados em concursos nacionais. Para advogado a maioria das faculdades serve.
A FDUP também é relativamente boa.
A UCP é uma ótima faculdade e das melhores, mas a nível financeiro não se justifica para a maioria das pessoas.

O meu conselho é olhares para o currículo e veres o que te interessa mais, saídas profissionais e falares com alguém já a trabalhar que tenha estudado numa. Eu acabei por escolher a FDUL porque não gostei da mudança de currículo da FDNL (muitas pessoas gostaram) e porque as opções de transporte eram mais complicadas. Porém, digo-te que a taxa de desistência da FDUL é muito alta e nem toda a gente tolera isto. Pesquisa bem.

Há que referir também o ambiente das faculdades. A FDUC até tem um bom ambiente de colegas e a FDUNL tem um ambiente muito amistoso e próximo. A FDUL tem ninhos de cobras em muito maior quantidade. Essa foi a pior coisa da faculdade na minha opinião (andei muito deprimida por causa disso no 1° semestre - era tão difícil encontrar pessoas que não fossem excessivamente calculistas e egoistas), mas também é uma oportunidade de crescimento.
Post automatically merged:

Boa noite , eu estou no 12º ano do curso de ciências e tecnologia. Eu pretendo seguir direito, no entanto não sei se é a decisão certa a tomar . Gostaria de saber se o curso é assim tão difícil como dizem .
Obrigada.
Há muita gente de ciências e tecnologia no curso! Acho a matéria bastante acessível na verdade; o pior é o método de avaliação: em algumas faculdades é muito mais difícil que outras. Direito com avaliação contínua (FDUL) é especialmente complicado: tentar equilibrar estudar para exame/frequência e ainda participar como deve ser nas aulas (e por vezes com trabalhos e outras tarefas à mistura) é um desafio.
 
Última edição:

TMJ

Membro
Matrícula
16 Agosto 2016
Mensagens
19
Olá a todos. Estou no terceiro ano de Licenciatura na FDUNL ou, como agora se chama, da NOVA School of Law. Se tiverem algumas dúvidas, não se coíbam de perguntar.

A Faculdade de Direito da NOVA não fica nada atrás das suas congéneres, como a Clássica ou Coimbra. Em boa verdade, diria que em muitas áreas está mais à frente: o currículo é muito diversificado, muitas opcionais por onde escolher, o ensino é mais próximo do que se encontra na maioria das restantes faculdades.
 

CarolinaDR

Membro Veterano
Matrícula
12 Maio 2018
Mensagens
128
Olá a todos. Estou no terceiro ano de Licenciatura na FDUNL ou, como agora se chama, da NOVA School of Law. Se tiverem algumas dúvidas, não se coíbam de perguntar.

A Faculdade de Direito da NOVA não fica nada atrás das suas congéneres, como a Clássica ou Coimbra. Em boa verdade, diria que em muitas áreas está mais à frente: o currículo é muito diversificado, muitas opcionais por onde escolher, o ensino é mais próximo do que se encontra na maioria das restantes faculdades.
Discordo com a questão das optativas. Foi um fator que me fez não escolher a FDUNL. A quantidade de optativas era muito reduzida e algumas não eram verdadeiras cadeiras mas sim mais estágios e experiências práticas que se pode perfeitamente fazer à parte. Com certeza tem mais optativas que a de Coimbra em que a possibilidade de um currículo minimamente personalizado é miserável, mas devido ao reduzido número de alunos da FDUNL não há muitas turmas ou alunos suficientes para um grande leque de optativas como tem a FDUL. Eu pessoalmente não gostei muito do leque de optativas da FDUNL.
 

Mafalda_

Membro
Matrícula
5 Junho 2019
Mensagens
64
Curso
Direito
Instituição
FDUC
Olá!
Uma das minhas opções para candidatura é Direito na UC, e sempre vi, tanto no site da universidade como na DGES, que apenas é necessária 1 prova de ingresso (escolher entre português, filosofia ou história). No entanto, foi-nos entregue na escola um folheto da UC a promover os cursos, e dizia que para Direito são necessárias 2 destas provas.
Assim, queria saber se alguém me pode esclarecer quanto a isto. Já voltei a verificar os sites e em todo o lado diz que é apenas 1, por isso não sei se será erro do folheto.
Obrigada! 🙂
 

Ariana_

Mod Bolinhos
Equipa Uniarea
Moderador
Apoiante Uniarea
Matrícula
26 Junho 2017
Mensagens
13,338
Curso
Estudos de Teatro
Instituição
FLUL
Olá!
Uma das minhas opções para candidatura é Direito na UC, e sempre vi, tanto no site da universidade como na DGES, que apenas é necessária 1 prova de ingresso (escolher entre português, filosofia ou história). No entanto, foi-nos entregue na escola um folheto da UC a promover os cursos, e dizia que para Direito são necessárias 2 destas provas.
Assim, queria saber se alguém me pode esclarecer quanto a isto. Já voltei a verificar os sites e em todo o lado diz que é apenas 1, por isso não sei se será erro do folheto.
Obrigada! 🙂
Provavelmente o folheto que te distribuíram era um pouco mais antigo, porque até 2018, a FDUC aceitava, de facto, apenas conjuntos de 2 provas. A partir de 2019, passou a aceitar apenas uma prova, tal como viste em todos os sites.
 
  • Like
Reactions: tiagopaiva

Mafalda_

Membro
Matrícula
5 Junho 2019
Mensagens
64
Curso
Direito
Instituição
FDUC
Provavelmente o folheto que te distribuíram era um pouco mais antigo, porque até 2018, a FDUC aceitava, de facto, apenas conjuntos de 2 provas. A partir de 2019, passou a aceitar apenas uma prova, tal como viste em todos os sites.
Obrigada desde já pela tua resposta!
O folheto tinha a data de 2020, daí a minha dúvida. Mas penso que realmente terá sido um erro de impressão, porque os sites estão atualizados e apenas indicam 1 prova.
 

Ariana_

Mod Bolinhos
Equipa Uniarea
Moderador
Apoiante Uniarea
Matrícula
26 Junho 2017
Mensagens
13,338
Curso
Estudos de Teatro
Instituição
FLUL
Obrigada desde já pela tua resposta!
O folheto tinha a data de 2020, daí a minha dúvida. Mas penso que realmente terá sido um erro de impressão, porque os sites estão atualizados e apenas indicam 1 prova.
Isso é realmente muito estranho. Poderá ter sido um lapso do folheto sim, mas fica atenta ao site e a quando sair na DGES o Guia de Candidatura, porque estará lá a informação correcta. No entanto, visto que em 2019 mudaram para uma só prova, não estou a ver retrocederem na acção este ano, deve ter sido mesmo um erro.
 
  • Like
Reactions: Mafalda_

TMJ

Membro
Matrícula
16 Agosto 2016
Mensagens
19
Discordo com a questão das optativas. Foi um fator que me fez não escolher a FDUNL. A quantidade de optativas era muito reduzida e algumas não eram verdadeiras cadeiras mas sim mais estágios e experiências práticas que se pode perfeitamente fazer à parte. Com certeza tem mais optativas que a de Coimbra em que a possibilidade de um currículo minimamente personalizado é miserável, mas devido ao reduzido número de alunos da FDUNL não há muitas turmas ou alunos suficientes para um grande leque de optativas como tem a FDUL. Eu pessoalmente não gostei muito do leque de optativas da FDUNL.

Há aqui uma questão que é preciso ter em conta, e que muitas vezes é ignorada: ao contrário de todas as outras faculdades de direito do país (pelo menos as públicas), as cadeiras na NOVA têm diferentes valores de ECT's conforme a importância e o volume de matéria - nós temos muitas cadeiras de 8 créditos, em que muitas vezes é leccionada matéria das vossas cadeiras opcionais; e temos optativas que mais ninguém tem, como sejam Análise Económica do Direito, Programação para Juristas e Legal Drafting (da maior utilidade). Por outro lado, no campo das obrigatórias, mas também da maior utilidade, Informação e Documentação Jurídicas (uma coisa básica que infelizmente nem todos sabem fazer, como procurar legislação) e Direito e Tecnologia.
Depois, não vejo de que forma a creditação de estágios e de experiências internacionais possa ser um problema: é antes uma excelente vantagem para o aluno, saber que o seu esforço extra-escola pode ser considerado para aliviar a carga horária que tem.
 

CarolinaDR

Membro Veterano
Matrícula
12 Maio 2018
Mensagens
128
Há aqui uma questão que é preciso ter em conta, e que muitas vezes é ignorada: ao contrário de todas as outras faculdades de direito do país (pelo menos as públicas), as cadeiras na NOVA têm diferentes valores de ECT's conforme a importância e o volume de matéria - nós temos muitas cadeiras de 8 créditos, em que muitas vezes é leccionada matéria das vossas cadeiras opcionais; e temos optativas que mais ninguém tem, como sejam Análise Económica do Direito, Programação para Juristas e Legal Drafting (da maior utilidade). Por outro lado, no campo das obrigatórias, mas também da maior utilidade, Informação e Documentação Jurídicas (uma coisa básica que infelizmente nem todos sabem fazer, como procurar legislação) e Direito e Tecnologia.
Depois, não vejo de que forma a creditação de estágios e de experiências internacionais possa ser um problema: é antes uma excelente vantagem para o aluno, saber que o seu esforço extra-escola pode ser considerado para aliviar a carga horária que tem.
A tua resposta tem pouco a ver com quantidade de opcionais, que foi o teu argumento de resposta pela FDUNL a alguém que perguntou. Em quantidade, FDUL ganha (26 opcionais contra 13 opcionais + 2 de opção restrita --> praticamente o dobro). Qualidade é discutível. Direito e Tecnologia como obrigatória e outras cadeiras que são o coração de Direito como meras optativas foi também algo que me afastou da FDUNL. A FDUL tem o mais sólido currículo de Direito em cadeiras obrigatórias na verdade. Quanto à "qualidade" podes tentar vender a tua sardinha a dizer que a Nova está mais à frente com cadeiras modernas, mas a verdade é que por exemplo Direito do Ambiente nem é uma opção na FDUNL.
 
  • Like
Reactions: Paulo Inácio

Ariana_

Mod Bolinhos
Equipa Uniarea
Moderador
Apoiante Uniarea
Matrícula
26 Junho 2017
Mensagens
13,338
Curso
Estudos de Teatro
Instituição
FLUL
Vim só deixar um pequeno aviso para tomarem atenção ao rumo desta conversa. Desde 2015, o Uniarea partilha informação das mais diversas faculdades, incluindo, claro, todas as que possuem Direito por este país fora. Sempre foi um local acolhedor, onde cada um pode expressar livremente o que pensa do currículo da sua faculdade. Essa é a informação mais útil que podem dar a qualquer aspirante a Direito - a informação que vocês possuem sobre a Universidade que frequentam que, à partida, será aquela que conhecem.

Assim sendo, não me parece que seja positivo tomar cada um o ponto de comparação da sua faculdade e tentar argumentar que a sua é a melhor escolha face à outra faculdade por X ou Y motivos. Tenham calma, as vossas faculdades não vão ter falta de alunos por isso. De certeza que a fornecerem informação do que sabem mesmo é mais produtivo do que cada um discutir qual é a melhor faculdade no parâmetro X (que até pode ser subjectivo) e criar guerra, mau ambiente e tudo aquilo que de certeza que os interessados em Direito não gostariam de ouvir. Talvez até ficassem confusos, por verem disparos de todos os lados...

Com isto, o Uniarea agradece a todos aqueles que, ao longo dos anos, mantêm este espaço como partilha e forma de entreajuda. Mantenham este espaço longe dessas conversas de teor mais agressivo. Obrigada 🤗
 

CarolinaDR

Membro Veterano
Matrícula
12 Maio 2018
Mensagens
128
Vim só deixar um pequeno aviso para tomarem atenção ao rumo desta conversa. Desde 2015, o Uniarea partilha informação das mais diversas faculdades, incluindo, claro, todas as que possuem Direito por este país fora. Sempre foi um local acolhedor, onde cada um pode expressar livremente o que pensa do currículo da sua faculdade. Essa é a informação mais útil que podem dar a qualquer aspirante a Direito - a informação que vocês possuem sobre a Universidade que frequentam que, à partida, será aquela que conhecem.

Assim sendo, não me parece que seja positivo tomar cada um o ponto de comparação da sua faculdade e tentar argumentar que a sua é a melhor escolha face à outra faculdade por X ou Y motivos. Tenham calma, as vossas faculdades não vão ter falta de alunos por isso. De certeza que a fornecerem informação do que sabem mesmo é mais produtivo do que cada um discutir qual é a melhor faculdade no parâmetro X (que até pode ser subjectivo) e criar guerra, mau ambiente e tudo aquilo que de certeza que os interessados em Direito não gostariam de ouvir. Talvez até ficassem confusos, por verem disparos de todos os lados...

Com isto, o Uniarea agradece a todos aqueles que, ao longo dos anos, mantêm este espaço como partilha e forma de entreajuda. Mantenham este espaço longe dessas conversas de teor mais agressivo. Obrigada 🤗
Não me sinto pouco acolhida pela resposta do TMJ e penso que em nada a minha resposta o intimida ou a pessoa que pediu ajuda.
Eu estive com a mesma indecisão de que quem pediu ajuda, e face a isso pesquisei e visitei imensas faculdades e falei com mais de uma centena de alunos no total. Todas as comparações que fiz se focaram em dados objetivos, números e opiniões consensualmente maioritárias de quem anda nelas e quem não anda nas faculdades mencionadas. São exatamente dados desse tipo que pessoas indecisas precisam.
 

Ariana_

Mod Bolinhos
Equipa Uniarea
Moderador
Apoiante Uniarea
Matrícula
26 Junho 2017
Mensagens
13,338
Curso
Estudos de Teatro
Instituição
FLUL
Não me sinto pouco acolhida pela resposta do TMJ e penso que em nada a minha resposta o intimida ou a pessoa que pediu ajuda.
Eu estive com a mesma indecisão de que quem pediu ajuda, e face a isso pesquisei e visitei imensas faculdades e falei com mais de uma centena de alunos no total. Todas as comparações que fiz se focaram em dados objetivos, números e opiniões consensualmente maioritárias de quem anda nelas e quem não anda nas faculdades mencionadas. São exatamente dados desse tipo que pessoas indecisas precisam.
Objectivamente falando, quem lê o teu comentário anterior poderá ver algumas coisas, que talvez não correspondam à tua intenção, mas que fazem crer que estás a tentar defender a FDUL face a uma outra faculdade (que menorizas), nomeadamente quando dizes isto: "A FDUL tem o mais sólido currículo de Direito em cadeiras obrigatórias na verdade. Quanto à "qualidade" podes tentar vender a tua sardinha a dizer que a Nova está mais à frente com cadeiras modernas, mas a verdade é que por exemplo Direito do Ambiente nem é uma opção na FDUNL." Por mais opiniões que tenhas recolhido, a história de currículo mais sólido ou menos sólido poderá ser subjectivo e poderá ser tomado como estares a dizer que uma outra faculdade não tem um bom currículo a nível de obrigatórias por ter a cadeira X e não ter a Y. No final do teu comentário até dás a entender que a FDNUL não é assim tão moderna por não ter Direito do Ambiente como opção.

Claro que o meu comentário não se prendia unicamente com o que disseste, mas sim do que tem sido dito por ambas as partes. Mantenho a ideia de que, se há pessoas de ambas as faculdades, podem fornecer as informações sem dizer que uma é melhor que a outra por X ou Y motivos. São diferentes 😊 Não levem isto a mal.
 
  • Like
Reactions: Teresa P.

CarolinaDR

Membro Veterano
Matrícula
12 Maio 2018
Mensagens
128
Objectivamente falando, quem lê o teu comentário anterior poderá ver algumas coisas, que talvez não correspondam à tua intenção, mas que fazem crer que estás a tentar defender a FDUL face a uma outra faculdade (que menorizas), nomeadamente quando dizes isto: "A FDUL tem o mais sólido currículo de Direito em cadeiras obrigatórias na verdade. Quanto à "qualidade" podes tentar vender a tua sardinha a dizer que a Nova está mais à frente com cadeiras modernas, mas a verdade é que por exemplo Direito do Ambiente nem é uma opção na FDUNL." Por mais opiniões que tenhas recolhido, a história de currículo mais sólido ou menos sólido poderá ser subjectivo e poderá ser tomado como estares a dizer que uma outra faculdade não tem um bom currículo a nível de obrigatórias por ter a cadeira X e não ter a Y. No final do teu comentário até dás a entender que a FDNUL não é assim tão moderna por não ter Direito do Ambiente como opção.

Claro que o meu comentário não se prendia unicamente com o que disseste, mas sim do que tem sido dito por ambas as partes. Mantenho a ideia de que, se há pessoas de ambas as faculdades, podem fornecer as informações sem dizer que uma é melhor que a outra por X ou Y motivos. São diferentes 😊 Não levem isto a mal.
Eu não menosprezo faculdade nenhuma. Mais acima até dei argumentos a favor da FDUNL. Mas o ponto de quantidade tem que ver com números e isso não é subjetivos em nada. A solidez das obrigatórias é melhor na FDUC e FDUL; isso não é a minha opinião: é a opinião tendencialmente consensual de quem lá anda, de quem lá já não anda e de quem contrata (claro que este ponto não é tudo, já que o currículo não interessa se o método de avaliação não lhe corresponder). Lá por eu estar a defender a faculdade em que ando quanto a uma crítica em particular, não quer dizer que esteja a tentar recrutar alunos porque a FDUL não precisa de técnicas de recrutamento. Eu só estava a tentar densificar alguns aspetos mencionados pelo meu colega da FDUNL.

O que disseste "FDNUL não é assim tão moderna por não ter Direito do Ambiente como opção." tem um tom de verdade quanto ao meu comentário. Se perceberes alguma coisa de todas as faculdades vais entender muito depressa que aquelas frases de "Rigor, tradicionalismo e exigência" da FDUL e "modernismo e antítese da burocracia" na FDUNL não significam que o que projectam seja exclusivo da sua faculdade. A FDUL tem muitas cadeiras modernas e diversificadas (até Direito do Urbanismo tens se quiseres!) e a FDUNL e FDUC também tem professores rigorosos por exemplo. Com a minha observação acerca da falta de "algumas cadeiras modernas" numa faculdade que se orgulha do seu modernismo foi para isso que quis alertar. As coisas não são assim tão preto e branco, e se me tivesse deixado ir por narrativas construídas na base de rótulos e estereótipos de cada faculdade não tinha escolhido a que escolhi nem tomado uma boa decisão.
 

TMJ

Membro
Matrícula
16 Agosto 2016
Mensagens
19
A tua resposta tem pouco a ver com quantidade de opcionais, que foi o teu argumento de resposta pela FDUNL a alguém que perguntou. Em quantidade, FDUL ganha (26 opcionais contra 13 opcionais + 2 de opção restrita --> praticamente o dobro). Qualidade é discutível. Direito e Tecnologia como obrigatória e outras cadeiras que são o coração de Direito como meras optativas foi também algo que me afastou da FDUNL. A FDUL tem o mais sólido currículo de Direito em cadeiras obrigatórias na verdade. Quanto à "qualidade" podes tentar vender a tua sardinha a dizer que a Nova está mais à frente com cadeiras modernas, mas a verdade é que por exemplo Direito do Ambiente nem é uma opção na FDUNL.
Eu não referi obrigatoriamente que tinha "mais opcionais por onde escolher", mas sim "muitas opcionais": de qualquer das formas, temos 23 opcionais actualmente a serem leccionadas, isto sem contar com as tais cadeiras de trabalho extra-curricular e de internacionalização.
Genuinamente, não sei a que cadeiras te referes com "coração do direito que são opcionais" - quer dizer, há uma que eu acho que deveria ser obrigatória e nós não temos, é Filosofia do Direito (se bem que a nossa cadeira de introdução, por ter 8 créditos e não 6, tem tempo para leccionar partes de alguns desses conteúdos), mas essa também é opcional na Clássica.
Quanto à questão de Direito do Ambiente, por acaso ela até está no plano curricular, mas não tem sido leccionada por falta de inscrições, assim como Direito Comunitário Especial.
 
  • Like
Reactions: Ariana_

CarolinaDR

Membro Veterano
Matrícula
12 Maio 2018
Mensagens
128
Eu não referi obrigatoriamente que tinha "mais opcionais por onde escolher", mas sim "muitas opcionais": de qualquer das formas, temos 23 opcionais actualmente a serem leccionadas, isto sem contar com as tais cadeiras de trabalho extra-curricular e de internacionalização.
Genuinamente, não sei a que cadeiras te referes com "coração do direito que são opcionais" - quer dizer, há uma que eu acho que deveria ser obrigatória e nós não temos, é Filosofia do Direito (se bem que a nossa cadeira de introdução, por ter 8 créditos e não 6, tem tempo para leccionar partes de alguns desses conteúdos), mas essa também é opcional na Clássica.
Quanto à questão de Direito do Ambiente, por acaso ela até está no plano curricular, mas não tem sido leccionada por falta de inscrições, assim como Direito Comunitário Especial.
O plano curricular que me foi apresentado pela vossa diretora não continha nenhum Direito do Ambiente. Uma coisa é oferta, outra coisa é o currículo oferecido em concreto; aqueles alunos que escolheram Direito do Ambiente e não tiveram por conta de falta de alunos prova mesmo o meu ponto de ser uma das desvantagens de ser apenas 100 alunos (insuficiência para formar turmas), portanto não beneficiaram da pretensa inclusão de cadeiras como essa no currículo. Essas situações de insuficiência quase nunca acontecem na FDUL.

Filosofia do Direito também me fez inclinar para FDUL é verdade. Mas acabei por não a ter de qualquer forma (não escolham só por optativas, porque depois podem mudar de ideias) porque achei História das Ideias Políticas mais completa e também tocava em muitos pontos de Filosofia. Para além disso muitos dos conhecimentos de Filosofia são dados em várias cadeiras optativas do 2º ano que eu vou escolher, por isso também não há crise.

A nossa faculdade não funciona à base de créditos diversos, é verdade. É tudo média aritmética. Mas tendencialmente vais apanhar muito mais cadeiras que são fundamentais que são obrigatórias, por isso a tua média vai sempre tê-las em conta com relevo significativo. Permite no entanto, contabilizar TODAS as tuas notas. Não acho nenhum sistema superior, nem o de créditos diferenciados nem o de nota calculada aritmeticamente por igualdade de ECTS por cadeira; isso acaba só por fazer diferença em situações muito específicas. Não acho isso muito decisivo entre duas faculdades. Vai tendencialmente dar ao mesmo.
 
Última edição:

TMJ

Membro
Matrícula
16 Agosto 2016
Mensagens
19
O plano curricular que me foi apresentado pela vossa diretora não continha nenhum Direito do Ambiente. Uma coisa é oferta, outra vez é o currículo oferecido em concreto; aqueles alunos que escolheram Direito do Ambiente e não tiveram por conta de falta de alunos prova mesmo o meu ponto de ser uma das desvantagens de ser apenas 100 alunos (insuficiência para formar turmas), portanto não beneficiaram da pretensa inclusão de cadeiras como essa no currículo. Essas situações de insuficiência quase nunca acontecem na FDUL.

A nossa faculdade não funciona à base de créditos diversos, é verdade. É tudo média aritmética. Mas tendencialmente vais apanhar muito mais cadeiras que são fundamentais que são obrigatórias, por isso a tua média vai sempre tê-las em conta com relevo significativo. Permite no entanto, contabilizar TODAS as tuas notas. Não acho nenhum sistema superior, nem o de créditos diferenciados nem o de nota calculada aritmeticamente por igualdade de ECTS por cadeira; isso acaba só por fazer diferença em situações muito específicas. Não acho isso muito decisivo entre duas faculdades.
Se fores ao Regulamento da Licenciatura as acadeiras estão lá, o que não impede de serem leccionadas (de resto, depende como é óbvio de toda a conjuntura).

Honestamente, creio que ficam muito a perder por não utilizarem o sistema de créditos: simplesmente, é evidente que há cadeiras no curso a que deve ser dado maior tempo lectivo porque a matéria a ser leccionada deve ser mais aprofundada ou em maior quantidade; o que permite, é claro, fazer cadeiras semestrais e não anuais (o que acaba por acontecer nas outras faculdades). Por exemplo, a nossa cadeira de Obrigações tem 8 créditos, e depois temos uma outra de 6 de Responsabilidade Civil - isto faz todo o sentido, adequa completamente a quantidade de matéria abordada ao tempo no horário; por outro lado, há cadeiras que simplesmente não precisam de tanto tempo, e por isso têm menos créditos. Claro que, com tudo isto, a média será sempre ponderada em conformidade com a importância da cadeira no currículo.

Certamente que a Clássica e a NOVA, cada uma, terá coisas boas e coisas más; deixemos cada um julgar por si.
 

CarolinaDR

Membro Veterano
Matrícula
12 Maio 2018
Mensagens
128
Se fores ao Regulamento da Licenciatura as acadeiras estão lá, o que não impede de serem leccionadas (de resto, depende como é óbvio de toda a conjuntura).

Honestamente, creio que ficam muito a perder por não utilizarem o sistema de créditos: simplesmente, é evidente que há cadeiras no curso a que deve ser dado maior tempo lectivo porque a matéria a ser leccionada deve ser mais aprofundada ou em maior quantidade; o que permite, é claro, fazer cadeiras semestrais e não anuais (o que acaba por acontecer nas outras faculdades). Por exemplo, a nossa cadeira de Obrigações tem 8 créditos, e depois temos uma outra de 6 de Responsabilidade Civil - isto faz todo o sentido, adequa completamente a quantidade de matéria abordada ao tempo no horário; por outro lado, há cadeiras que simplesmente não precisam de tanto tempo, e por isso têm menos créditos. Claro que, com tudo isto, a média será sempre ponderada em conformidade com a importância da cadeira no currículo.

Certamente que a Clássica e a NOVA, cada uma, terá coisas boas e coisas más; deixemos cada um julgar por si.
O nosso currículo é super equilibrado em termos de cadeiras e nós não temos muitas obrigatórias que seja menos trabalhosas, isso acontece mais com optativas. As optativas são uma minoria das cadeiras que tens em qualquer curso e mesmo assim são maioritariamente igualmente trabalhosas. O método aqui é muito diferente; não há aqui quase nenhuma cadeira em que seja só exame, por isso são todas trabalhosas, com vários trabalhos, apresentações. Não faz qualquer sentido dar menos valor a cadeiras igualmente importantes. Por exemplo, eu Introdução ao Estudo do Direito II tive 16 com menos estudo e muito conhecimento e tive igualmente 16 a Direito Romano que achei muito mais difícil para mim por exemplo e precisei de muito mais trabalho. Não faz qualquer sentido a universidade julgar por si uma hierarquia de dificuldade de cadeiras. TODAS as cadeiras aqui exigem imenso trabalho a não ser 1 ou 2, e isso não justifica um regime especial de valor.
 

TMJ

Membro
Matrícula
16 Agosto 2016
Mensagens
19
O nosso currículo é super equilibrado em termos de cadeiras e nós não temos muitas obrigatórias que seja menos trabalhosas, isso acontece mais com optativas. As optativas são uma minoria das cadeiras que tens em qualquer curso e mesmo assim são maioritariamente igualmente trabalhosas. O método aqui é muito diferente; não há aqui quase nenhuma cadeira em que seja só exame, por isso são todas trabalhosas, com vários trabalhos, apresentações. Não faz qualquer sentido dar menos valor a cadeiras igualmente importantes. Por exemplo, eu Introdução ao Estudo do Direito II tive 16 com menos estudo e muito conhecimento e tive igualmente 16 a Direito Romano que achei muito mais difícil para mim por exemplo e precisei de muito mais trabalho. Não faz qualquer sentido a universidade julgar por si uma hierarquia de dificuldade de cadeiras. TODAS as cadeiras aqui exigem imenso trabalho a não ser 1 ou 2, e isso não justifica um regime especial de valor.
O facto de uma cadeira ter menos ECT's não quer dizer que lhe dás menor valor: quer dizer sim que o tempo que dispensas a essa cadeira corresponde efectivamente à matéria que é preciso saber, e isso cria um equilíbrio muito maior. E claro que eu quando estudo, não estudo o mesmo para uma cadeira de 8 créditos do que para uma de 4 (para começar, o volume da matéria é completamente diferente). Não tem nada que ver com dificuldade, há cadeiras de 4 créditos que são mais difíceis do que cadeiras de 6 créditos; tem sim que ver com volume de matéria leccionada, o que faz todo o sentido.
Olhando para Direito Penal, está distribuído em 2 cadeiras de 8 créditos + 1 opcional de 4 = 20 créditos. Eu mesmo assim achei pouco o tempo dispensaso para Penal, dada a complexidade e a extensão da matéria - mas ainda assim, o facto de as ECT's serem variáveis permite um currículo muito mais flexível e que traduz a verdadeira quantidade de matéria que é essencial aprender naquela UC.
 

tiagopaiva

Membro Dux
Especialista
Direito & Ensino Superior
Matrícula
4 Janeiro 2018
Mensagens
552
Curso
Direito
Instituição
FDUC
Eu li a discussão por alto e tenho que dizer que concordo que hajam cadeiras que tenham mais créditos que outras visto haver cadeiras mais trabalhosas que outras e isso faria todo o sentido. E eu sei o porquê de não aplicarem isso na minha faculdade e presumo que seja pela mesma razão na Clássica: é que as notas cá são muito baixinhas e ainda mais baixinhas são nas cadeiras mais trabalhosas. Só para terem uma ideia, na cadeira que eu considero mais trabalhosa do 2º ano que é Teoria Geral do Direito Civil II tive um 12 e esse 12 na escala ECTS deu um B o que equivale a um 16-17 noutras faculdades (é o que está na nossa plataforma pelo menos). Se se pusesse esse tipo de cadeiras a 8 créditos ia acabar tudo o curso com médias miseráveis.
Em relação ao tema das opcionais, não sou a favor de um vasto leque muito vasto de opcionais visto que se desprezaria muitas áreas fundamentais do curso. A licenciatura é para nós aprendermos o básico da área em que nos queremos especializar, não é para nos especializarmos logo, as especializações estão destinadas à pós-graduações, mestrados e doutoramentos. Por isso, não acho muito lógico ter logo cadeiras como "Direito do Ambiente" ou "Responsabilidade Civil" na licenciatura pois acho mais lógico integrar em módulos de cadeiras mais abrangentes.
 

Blasty

Moderadora
Equipa Uniarea
Moderador
Matrícula
29 Abril 2016
Mensagens
6,709
Curso
Medicina
E eu sei o porquê de não aplicarem isso na minha faculdade e presumo que seja pela mesma razão na Clássica: é que as notas cá são muito baixinhas e ainda mais baixinhas são nas cadeiras mais trabalhosas. Só para terem uma ideia, na cadeira que eu considero mais trabalhosa do 2º ano que é Teoria Geral do Direito Civil II tive um 12 e esse 12 na escala ECTS deu um B o que equivale a um 16-17 noutras faculdades (é o que está na nossa plataforma pelo menos). Se se pusesse esse tipo de cadeiras a 8 créditos ia acabar tudo o curso com médias miseráveis.
Mas é suposto os ECTS representarem a carga de trabalho que uma determinada cadeira exige, independentemente dos resultados que os alunos conseguem atingir. Se há algo nessa cadeira que faz com que os alunos tenham notas bastante abaixo do que seria suposto/esperado, o problema está na cadeira em si, não no número de ECTS.
A minha pior nota foi a uma cadeira de 9 ECTS (e a minha melhor foi a uma cadeira de 1,5 ECTS) e não vejo nada de mal nisso. Claro que não fiquei "feliz", mas é aquilo que é justo tendo em conta o tempo que usei para cada uma delas. xD

E isto tal como não acho que faça sentido as disciplinas de secundário valerem todas o mesmo na média, deviam ser ponderadas. Como é que uma cadeira de 3 anos que te dá imenso trabalho pode valer o mesmo que uma opcional de 12º ano em que não fazes "nada"? 🤔