Discussões político-sócio-económicas

 

Em quem votarás nas eleições legislativas 2022?

  • PS - Partido Socialista

    Votes: 7 13.7%
  • PPD/PSD - Partido Social Democrata

    Votes: 5 9.8%
  • PCP-PEV - Coligação Democrática Unitária

    Votes: 6 11.8%
  • BE - Bloco de Esquerda

    Votes: 9 17.6%
  • CDS-PP - Partido Popular

    Votes: 0 0.0%
  • PAN - Pessoas–Animais–Natureza

    Votes: 2 3.9%
  • IL - Iniciativa Liberal

    Votes: 11 21.6%
  • NC - Nós, Cidadãos!

    Votes: 0 0.0%
  • PCTP/MRPP - Partido Comunista dos Trabalhadores Portugueses

    Votes: 0 0.0%
  • PTP - Partido Trabalhista Português

    Votes: 0 0.0%
  • E - Ergue-te (ex-PNR - Partido Nacional Renovador)

    Votes: 0 0.0%
  • PDR - Partido Democrático Republicano

    Votes: 0 0.0%
  • MPT - Partido da Terra

    Votes: 0 0.0%
  • PURP - Partido Unido dos Reformados e Pensionistas

    Votes: 0 0.0%
  • L - LIVRE

    Votes: 4 7.8%
  • MAS - Movimento Alternativa Socialista

    Votes: 0 0.0%
  • PPM - Partido Popular Monárquico

    Votes: 1 2.0%
  • JPP - Juntos pelo Povo

    Votes: 0 0.0%
  • A - Aliança

    Votes: 0 0.0%
  • CH - Chega

    Votes: 6 11.8%
  • R.I.R. - Reagir Incluir Reciclar

    Votes: 0 0.0%
  • VP - Volt Portugal

    Votes: 0 0.0%

  • Total voters
    51
Não se dá liberdade de expressão a quem é a favor do fim da mesma. Quando se dá, eles tratam de acabar com ela.

Não percebo se isto é circular, tautológico ou contraditório. Imagina que sou contra a liberdade de expressão como liberdade fundamental. Como é que provarias que estou errado sem argumentares comigo?

Eu percebo que haja relutância em dar tempo de antena a representantes de determinadas posições ideológicas, mas não é barrando o acesso ao debate a certas pessoas ou ideias que se defende a liberdade de expressão e a democracia como estas merecem.
 
Não percebo se isto é circular, tautológico ou contraditório. Imagina que sou contra a liberdade de expressão como liberdade fundamental. Como é que provarias que estou errado sem argumentares comigo?

Eu percebo que haja relutância em dar tempo de antena a representantes de determinadas posições ideológicas, mas não é barrando o acesso ao debate a certas pessoas ou ideias que se defende a liberdade de expressão e a democracia como estas merecem.
A vida em democracia tem regras. Uma instituição tem o direito, e bem, de não permitir que quem não respeita essas regras tenha uma plataforma para expressar a sua opinião. A democracia defende-se combatendo quem a quer destruir. Não podemos normalizar movimentos destes.

O próprio Hitler disse isto: "Only one danger could have jeopardised this development – if our adversaries had understood its principle, established a clear understanding of our ideas, and not offered any resistance. Or, alternatively, if they had from the first day annihilated with the utmost brutality the nucleus of our new movement."
 
A democracia defende-se combatendo quem a quer destruir. Não podemos normalizar movimentos destes.

Eu percebo isso, mas questiono a forma de combate. Em democracia, parece-me que devemos agir de modo democrático. O debate é uma ferramenta democrática.
 
  • Like
Reactions: Alterado
Eu argumentaria que, numa democracia, devemos ser tolerantes com tudo - menos com a intolerância. Tolerar a intolerância é, obviamente, contraditório e põe em causa a existência da própria democracia.

Como escreveu Popper em A Sociedade Aberta e os Seus Inimigos, "A tolerância ilimitada leva ao desaparecimento da tolerância. Se estendermos tolerância ilimitada até mesmo para aqueles que são intolerantes, se não estivermos preparados para defender a sociedade tolerante contra a investida dos intolerantes, então os tolerantes serão destruídos, e a tolerância junto destes."

Rawls, por outro lado, argumenta em Uma Teoria da Justiça que "ao passo que uma seita intolerante não possui pretexto para reclamar de intolerância, a sua liberdade deve ser restringida somente quanto os tolerantes, sinceramente e com razão, acreditam que a sua própria segurança, e daquelas instituições da liberdade, estão em perigo."

Agora, não tolerar a intolerância não significa puni-la criminalmente ou silenciar as pessoas que têm opiniões intolerantes. Eu diria que não tolerar a intolerância é eliminá-la, o que é possível através do debate. Silenciar essas crenças, mais do que imoral, é contraproducente.
 

17202982_828165090674701_905992816708046169_n.jpg
 
Última edição:
O movimento alt-right também se demarca dos neonazis, mas citam Hitler e fazem saudações nazis.

O movimento alt-right é demasiado extenso para que se possam fazer esse tipo de generalizações. Acredito que haja quem admire Hitler dentro do movimento alt-right, mas haverá muitos que não o fazem e que não podem ser considerados fascistas e/ou extrema-direita.

Quanto ao NP, pode ter alguns aspetos que o aproxime do fascismo (como a admiração por Salazar ou o seu nacionalismo), mas está consideravelmente longe de ser de facto um movimento fascista.
 

Porque o ser fascista implica muito mais do que o mero nacionalismo ou a admiração por figuras fascistas (até porque o líder do NP admira Salazar mas, pormenor de que pouco se fala, também admira Evo Morales ou Hugo Chavez...). O NP não admira Salazar ou Chavez pela ideologia que apresentavam (que é totalmente distinta num caso do outro), mas porque consideram que são figuras nacionalistas e que defendiam a pátria.

De qualquer modo, ser fascista implica ser anti-democrático, anti-liberal e/ou anti-comunista. E se encontras isso no PNR, não encontras propriamente isso no NP.
 
Sim, porque o Chavez de facto era uma jóia de pessoa :D

De certo que não, mas isso de modo algum invalida o que eu disse: o NP não é um movimento fascista. A questão aqui não é se o Chavez era uma joia de pessoa ou não, a questão aqui é que muitas pessoas acusam o NP de ser fascista por causa da homenagem que o seu líder prestou a Salazar e no entanto esse mesmo líder admira famosas figuras comunistas. Se o Chavez era isto ou aquilo é um assunto diferente daquele que está aqui em causa.
 
http://www.economist.com/news/leade...ections-catch-them-early-and-teach-them-value

O que é que pensam sobre isto? Eu sei que está em Inglês, mas não tenho tempo para o tentar traduzir, infelizmente.

Claro que é possível argumentar que a maioria das pessoas com 16 anos, por exemplo, são ignorantes em relação à Política e não deveriam votar. Ou que são demasiado imaturos. Ou que estão expostos à opinião de pais e familiares e são facilmente influenciáveis... e que as suas convicções não derivam de uma introspecção e da sua análise, mas que se limitam a copiar o que ouvem outras pessoas dizer ou escrever.

Por outro lado, não é difícil argumentar que tudo isso também é verdade para a maioria das pessoas que tem idade para votar e o fazem...
 
http://www.economist.com/news/leade...ections-catch-them-early-and-teach-them-value

O que é que pensam sobre isto? Eu sei que está em Inglês, mas não tenho tempo para o tentar traduzir, infelizmente.

Claro que é possível argumentar que a maioria das pessoas com 16 anos, por exemplo, são ignorantes em relação à Política e não deveriam votar. Ou que são demasiado imaturos. Ou que estão expostos à opinião de pais e familiares e são facilmente influenciáveis... e que as suas convicções não derivam de uma introspecção e da sua análise, mas que se limitam a copiar o que ouvem outras pessoas dizer ou escrever.

Por outro lado, não é difícil argumentar que tudo isso também é verdade para a maioria das pessoas que tem idade para votar e o fazem...

Queria só deixar 3 ou 4 notas em relação a isto:
1- As pessoas podem votar apenas a partir dos 18 anos e, se não estou em erro, nalguns paises até é mais tarde (20 ou 21?), não conheço nenhum que permita votar aos 16 anos, pessoalmente... é só um pequeno reparo

2- Em relação a isso: não deixas de ter razão quando dizem que estão expostos à opinião e que, em muitos casos, ainda não terão idade para ter uma opinião clara e objetiva formada: no entanto, acho que isso acontece com pessoas de todas as faixas etárias, principalmente os mais idosos, que se deixam "convencer" por uns abraços e uns beijinhos em muitos casos... portanto, se a ideia é críticar a falta de raciocínio lógico e de bom senso na hora de votar; não acho que sejam os jovens os piores em muitos casos (embora muitos não queiram saber porque...enfim)...

3- Sou também contra a ideia de se proibir os jovens de votar: acho que esta ideia de voto à sorte (não quero usar esta expressão, mas acho que sabem o que quero dizer) será tanto mais combatida quanto maior for a literacia e o grau de conhecimento por parte das pessoas que vivem numa determinada sociedade: a escola não serve só para ensinar os alunos a ler e a escrever e a educar especificamente para uma determinada área/profissão, também ensina às pessoas o espírito crítico e a reflexão para pensar no que é melhor para elas, para a sociedades e para o país como uma comunidade e, cada vez mais, para o mundo... e, que saiba, as pessoas mais literadas em Portugal são os jovens...

Já agora, pessoalmente lanço outra questão: não acham um bocado idiota e até injusto que pessoas que não saibam ler nem escrever (são analfabetas) possam ir votar? Essas sim não tem o mais mínimo capacidade de raciocínio e são votos completamente à sorte...
 
  • Like
Reactions: Alterado
não acham um bocado idiota e até injusto que pessoas que não saibam ler nem escrever (são analfabetas) possam ir votar? Essas sim não tem o mais mínimo capacidade de raciocínio e são votos completamente à sorte...
?

Claro que não. Há gente analfabeta que tem "mais raciocínio" do que pessoas que sabem ler e escrever. Isso não se mede assim.
Nem assim nem de outra forma, não consegues ver quem é que está "apto" ou "não apto" para votar. E precisamente por não consegues verificar isso é que toda a gente pode, e bem, votar
 
  • Like
Reactions: LordKelvin
?

Claro que não. Há gente analfabeta que tem "mais raciocínio" do que pessoas que sabem ler e escrever. Isso não se mede assim.
Nem assim nem de outra forma, não consegues ver quem é que está "apto" ou "não apto" para votar. E precisamente por não consegues verificar isso é que toda a gente pode, e bem, votar

Como é que podes ter elevada capacidade de raciocínio se não sabes ler e escrever... eu associo raciocínio a um nível mínimo de educação... e mesmo assim nem todos chegam lá, como bem salientaste...
 
Como é que podes ter elevada capacidade de raciocínio se não sabes ler e escrever... eu associo raciocínio a um nível mínimo de educação... e mesmo assim nem todos chegam lá, como bem salientaste...
Se explicares às pessoas as coisas básicas elas percebem. E têm "street smarts". Simplesmente não lhes podes negar o direito ao voto. E, se assim o fosse, também tinhas de negar a muito mais gente, segundo essa lógica.
 
  • Like
Reactions: Alfa
Se explicares às pessoas as coisas básicas elas percebem. E têm "street smarts". Simplesmente não lhes podes negar o direito ao voto. E, se assim o fosse, também tinhas de negar a muito mais gente, segundo essa lógica.

Eu concordo que deveria haver mais gente colocada nessa "interdição" por essa lógica... mas esses sabes que não conseguem ter capacidade suficiente para votar (em minha opinião), como saberias dos outros?
 
como saberias dos outros?
Exatamente, não sabes! Não tens forma de saber se uma pessoa está apta a votar ou não. O que é que significa estar apto para votar? O que é que é estar informado?
E depois há outra coisa: porque é que não poderiam votar? Porque era um voto "desperdiçado"? E o que é que é isso, um voto desperdiçado? Simplesmente há liberdade de voto a toda a gente e para votarem em quem quiserem. E não há votos bons nem maus, nem uns valem mais do que outros. São votos, simplesmente.
 
  • Like
Reactions: Alterado