Doutoramento fora de Portugal: sim ou não?

Catalme

Membro Caloiro
Matrícula
15 Março 2018
Mensagens
2
Acabei o mestrado há 1 ano e estou a trabalhar em Portugal desde essa altura. No entanto, ultimamente comecei a pensar fazer um doutoramento e tendo em conta que sempre imaginei passar pelo menos uma temporada fora de Portugal podia ser uma boa ideia, mas gostava de saber se alguém já teve ou têm esta experiência para poder partilhar algumas ideias. Tirei Ciências Farmacêuticas e estava a pensar dar continuidade aos estudos.
 

curiousbeing

Membro
Matrícula
6 Maio 2018
Mensagens
23
Olá, estou numa posição similar à tua: tirei CF também, trabalhei 1 ano e meio, estou desempregada e agora estou indecisa entre prosseguir a via de investigação ou aceitar propostas em indústria farmacêutica.

Pelo que me dizem, doutoramento no estrangeiro é sempre uma mais-valia comparando com doutoramento cá, por isso se tiveres essa possibilidade é melhor.

Qual a tua área de interesse me termos de investigação e em que área estás a trabalhar agora?
 
  • Like
Reactions: Catalme

Catalme

Membro Caloiro
Matrícula
15 Março 2018
Mensagens
2
O meu receio é de enveredar pelo doutoramento e depois não ser realmente o que queria. É um grande investimento em termos financeiros e de tempo, especialmente de tempo, para me arrepender a meio. Acho que seria sempre uma mais valia, mas também tenho receio que não me vá abrir as portas que eu gostaria.
Também tenho algum receio relativamente à indústria, mas acho que sempre seria um pouco mais amplo em termos de oportunidades de carreira do que a investigação.
 

Luís Todo Bom

Membro Dux
Matrícula
23 Agosto 2016
Mensagens
1,595
Curso
Engenharia dos juros
Instituição
ISEG
O meu receio é de enveredar pelo doutoramento e depois não ser realmente o que queria. É um grande investimento em termos financeiros e de tempo, especialmente de tempo, para me arrepender a meio. Acho que seria sempre uma mais valia, mas também tenho receio que não me vá abrir as portas que eu gostaria.
Também tenho algum receio relativamente à indústria, mas acho que sempre seria um pouco mais amplo em termos de oportunidades de carreira do que a investigação.
Podes sempre fazer um ano de testes.Ou seja trabalhas sob o prejuizo de nao gostar mas se nao gostares juntaste algum dinheiro e podes fazer o douturamento depois.
 

curiousbeing

Membro
Matrícula
6 Maio 2018
Mensagens
23
O meu receio é de enveredar pelo doutoramento e depois não ser realmente o que queria. É um grande investimento em termos financeiros e de tempo, especialmente de tempo, para me arrepender a meio. Acho que seria sempre uma mais valia, mas também tenho receio que não me vá abrir as portas que eu gostaria.
Também tenho algum receio relativamente à indústria, mas acho que sempre seria um pouco mais amplo em termos de oportunidades de carreira do que a investigação.

Ah, não, não te atires para doutoramento de cabeça, isso não é uma boa ideia, nem é o que recomendam. Candidata-te a bolsas de investigação para mestre, são bolsas temporárias de 6 meses (algumas de 12 meses, outras de 4) geralmente renováveis ao fim desses 6 meses. Ficas a trabalhar com o grupo de investigação durante alguns meses e se gostares usas os resultados do teu trabalho para te candidatares a um doutoramento, se não gostares, sais. Essas bolsas são remuneradas, são 980€.
 

Isabel22

Membro Caloiro
Matrícula
30 Junho 2018
Mensagens
4
Boa tarde,

É a primeira vez que escrevo neste fórum e faço-o num ato de desespero, com o intuito de ser ajudada.

Bem, neste momento sou estudante da Licenciatura em Engenharia e Gestão Industrial (no próximo ano sou finalista), em Coimbra, e ando um bocado preocupada com o meu futuro. Eu vim para este curso por ser abrangente e abordar áreas que desde sempre me interessaram, no entanto, no primeiro ano andei um bocado desmotivada e as minhas notas não foram as melhores, pelo que neste momento estou com uma média de 13 valores. Apesar de já ter falado com colegas meus e eles dizerem que não é uma média má, eu sinto que não será suficiente para atingir os meus objetivos e estou a desesperar. Passo a explicar:
Ao longo do tempo, tenho-me apercebido que não me vou identificar a trabalhar numa industria/ entidade empresarial (como é habitual logo que se acabe o curso e se arranje emprego), mas sim gostava de fazer investigação ou mesmo dar aulas na universidade, porém não sei bem o que se pode fazer em investigação nesta área e as condições que os investigadores têm, embora tenha a noção que ser professora na faculdade me dará uma vida mais estável. No fundo, entre ser investigadora ou professora, não sinto que a nível pessoal me faça muita diferença, eu sonho é um dia trabalhar na universidade e ajudar a contribuir para o ensino ou descoberta de novas coisas.
Eis que, aqui, começam os meus receios: será que vou ter média suficiente para isso? é necessário ter média mínima para tal? como se chega a esse patamar de dar aulas ou ficar a fazer investigação? (não entendo como se chega a essa situação e gostava que me ajudassem), devo fazer mestrado e doutoramento ou ficar só pelo mestrado?
Eu sei que podem parecer questões um pouco absurdas dado que só acabei agora o 2º ano deste percurso que não será curto, mas eu gosto de ter os pés bem assentes na terra, lutar pelos meus objetivos e, por isso, é que gostava de ter o feedback de alguém que tenha o mesmo objetivo da investigação ou de dar aulas ou que já tenha passado pelo mesmo e me possa, de certo modo, orientar e esclarecer. Quero perceber o que devo fazer daqui para a frente, o que se pode melhorar, os passos a seguir porque sei que o caminho não vai ser fácil e preciso de me dedicar desde já.

Espero mesmo que me consigam ajudar.

Cumprimentos,

Isabel
 

Ms. Angie

Membro Veterano
Matrícula
1 Abril 2016
Mensagens
371
Curso
Engenharia Química
Instituição
FEUP
Olá. Alguém que tenha tirado engenharia na FEUP e que depois fez doutoramento no estrangeiro?