Doutoramento: Sim ou não?

SofiaAzevedo

Membro Caloiro
Matrícula
15 Janeiro 2018
Mensagens
2
Olá a todos!

Sou licenciada em Estatística Aplicada e estou neste momento a terminar o mestrado em Bioestatística. A dúvida agora é se valerá a pena seguir para doutoramento ou não, em Portugal. Sei que lá fora os salários para doutorados são bastante mais elevados do que para mestres, mas em Portugal não faço ideia (e falo no ramo empresarial). Neste momento estou também a dar aulas na Faculdade de Ciências, daí a ideia do doutoramento. A verdade é que existe muito emprego em estatística, pelo que doutoramento não seria obrigatório. No entanto, para atingir determinados cargos, pode ser relevante. O que acham? Opiniões, por favor!
 

Snarky_Puppy

Membro Veterano
Especialista
Apoiante Uniarea
Ciências & Indústria Farmacêutica
Matrícula
29 Junho 2015
Mensagens
428
Curso
Ciências Biomédicas
Instituição
Universidade de Aveiro
Olá. Eu conheço várias pessoas em bioestatística, uma área vasta de diversas aplicações, portanto a minha opinião é baseada no que eu vejo, não é propriamente um "consenso científico". Espero que mais pessoas possam contribuir para esta discussão

Trabalho na área empresarial, em investigação clínica farmacêutica. Muitos bioestatistas com quem trabalhei não são doutorados, são pessoas em áreas de ciências biológicas/saúde ou matemática que seguiram pós-graduações ou mestrados em bioestatística. Algumas pessoas que conheço nesta área têm uma carreira incrível e só têm a licenciatura pré-bolonha.

Com PhD e a trabalhar na área conheço 2 pessoas. Uma delas acabou há relativamente pouco tempo e já dava aulas antes na Universidade, mas teve mesmo de o fazer para conseguir prosseguir carreira académica em saúde pública e conduzir investigação epidemiológica. Para seguires este caminho mais académico o PhD faz realmente sentido. Outra pessoa tirou um doutoramento (fora da estatística) mas começou a trabalhar numa empresa porque tinha uma pós-graduação em bioestatística, portanto o PhD não teve impacto direto.

Em Portugal, no meu meio de trabalho eu não noto especial atenção a pessoas doutoradas nem diferença em termos de posição/salário/estabilidade. Noto maior atenção em formação específica na área e experiência profissional. Realço que falo só da minha experiência pessoal, que a nível nacional é com empresas mais pequenas, onde esta me parece uma tendência natural. Em empresas maiores e com alto grau de diferenciação (ou seja multinacionais estrangeiras), concordo com o que tu dizes, um PhD pode realmente ajudar a assegurar certos cargos de direção muito mais facilmente (se bem que já trabalhei com diretores PhD e com diretores BSc, mais uma vez a experiência profissional também importa).

Agora um aparte: só porque um PhD não me parece fazer diferença ao empregador empresarial nacional (e posso estar errado, como disse, bioestatística é muito abrangente), pode ser uma mais valia pessoal, porque treina imenso a capacidade de síntese, de comunicação, desenrascanço e raciocínio científico. Lá fora têm muito isso em conta e várias propostas de trabalho na minha área (normalmente para países europeus) para cargos de mais responsabilidade pedem PhD, BSc com 6+ anos de experiência ou MSc com 3+ anos de experiência (por exemplo).
 

SofiaAzevedo

Membro Caloiro
Matrícula
15 Janeiro 2018
Mensagens
2
Obrigada pela resposta. De facto, considero-me uma pessoa bastante ambiciosa, pelo que a questão salarial para mim tem um peso elevado. Aquilo que disse de haver pessoas com carreiras brilhantes sem PhD, prendeu-me a atenção. É um assunto que tenho de explorar. Há a possibilidade de tirar o doutoramento em estatística em Lisboa, com uns meses em St. Andrews (o que também seria valorizado, creio), mas claro que ainda é tudo baseado em ideias. Confesso que não quero tirar um doutoramento para, no final de contas, fazer o mesmo que faria sem ele. Gosto demasiado da minha área para isso. Tenho 23 anos, e acabaria o doutoramento por volta dos 27-28. Serei "velha" para o mercado de trabalho?... Aqui em Portugal é tudo demasiado ambíguo.
 

Snarky_Puppy

Membro Veterano
Especialista
Apoiante Uniarea
Ciências & Indústria Farmacêutica
Matrícula
29 Junho 2015
Mensagens
428
Curso
Ciências Biomédicas
Instituição
Universidade de Aveiro
Do que eu vejo, neste contexto não noto grande diferença nas empresas nacionais entre doutorados e não doutorados, excepto se quiseres fazer carreira académica, trabalhando como consultora à parte para empresas que usam serviços de bioestatística (e não sei se isto se faz muito ou não, por questões de exclusividade). Diria que com uma licenciatura em estatística e mestrado em bioestatística, as bases estão muito bem lançadas para uma boa carreira. Após entrada no mercado de trabalho, tens tudo para poder crescer. Assim, numa perspetiva puramente profissional em contexto empresarial nacional, não acho que o PhD vá fazer grande diferença.

Tendo isto em conta, pondera bem, a decisão de tirar um doutoramento deve ter em conta a realização profissional e pessoal assim como o que te vês a fazer no futuro. Se decidires que queres tirar o PhD, aconselho a fazer já, porque depois de entrares no mercado de trabalho, quanto mais adiares mais difícil é voltar atrás.

Outra coisa não incomum na minha área é negociar com o empregador para realizar PhD em pós-laboral. Até agora nunca vi nenhum stress das empresas, mas em teoria podem não gostar, porque terás de tirar 1-2 dias por semana do teu trabalho para te dedicares a isso. Além disso, em termos pessoais pode ser difícil: demoras mais tempo a acabar, tens de balancear 2 empregos a tempo inteiro, torna-se praticamente impossível a realização de estágios ou programas prolongados no estrangeiro e dificulta a ida a congressos e outros eventos importantes para o teu currículo académico. Decidir este caminho requer muita ponderação pois serão vários anos da tua vida neste ritmo.

A parte da idade não te sei dizer... Eu acho que na área da estatística há muito emprego ainda disponível, pelo que talvez não seja por aí, mas isto é uma suposição minha...
 

Lume

Membro Veterano
Matrícula
18 Agosto 2017
Mensagens
144
Curso
Medicina
Instituição
FMUP
Não estou por dentro do assunto de doutoramento e especialmente bioestatistica mas uma observação:

Se houver diferença salarial será de quanto valor? +200€ (disse um valor à sorte)? Compensa não trabalhar durante 4 anos para depois ganhares + isso? Com a experiência e aumentos salariais acho que consegues em 4 anos ganhar pelo menos o mesmo não? para além da experiência que levas na bagagem e todo o dinheiro ganho durante esse tempo. Acho que colocar o aumento salarial como ser o factor determinante não é boa ideia.

Boa sorte na decisão!
 

Babrun

Membro Veterano
Matrícula
4 Novembro 2017
Mensagens
172
Olá, sou mais nova que tu, mas acho que te posso dar algumas opiniões. A meu ver, pelo menos a nível nacional, ou seja, se pretendes trabalhar cá em Portugal, só vale a pena efetuares um doutoramento se pretendes seguir uma carreira académica (ser professora universitária e/ou investigadora). Agora, se pretendes ter um emprego "normal" e não académico, a nível nacional (porque não sei como é nos outros países), não acho que seja necessário um doutoramento. Pelo que já percebi, um doutoramento é um ciclo de estudos muito dispendioso, cansativo e demorado, onde tens que conduzir mesmo uma investigação "a sério" para a tua tese (daí a ênfase que dão a este ciclo de estudos na via académica, é essencialmente para isto que te preparam num doutoramento: investigação/criação de conhecimento). Eu estou bem longe de um mestrado, ainda nem licenciatura tenho, mas pelas informações que tenho recolhido julgo até que um doutoramento consegue ser ainda mais exaustivo que um mestrado, tens mesmo que ter a certeza que o queres fazer. Pensa bem nas tuas soluções, boa sorte.
 

Isabel22

Membro Caloiro
Matrícula
30 Junho 2018
Mensagens
4
Boa tarde,

É a primeira vez que escrevo neste fórum e faço-o num ato de desespero, com o intuito de ser ajudada.

Bem, neste momento sou estudante da Licenciatura em Engenharia e Gestão Industrial (no próximo ano sou finalista), em Coimbra, e ando um bocado preocupada com o meu futuro. Eu vim para este curso por ser abrangente e abordar áreas que desde sempre me interessaram, no entanto, no primeiro ano andei um bocado desmotivada e as minhas notas não foram as melhores, pelo que neste momento estou com uma média de 13 valores. Apesar de já ter falado com colegas meus e eles dizerem que não é uma média má, eu sinto que não será suficiente para atingir os meus objetivos e estou a desesperar. Passo a explicar:
Ao longo do tempo, tenho-me apercebido que não me vou identificar a trabalhar numa industria/ entidade empresarial (como é habitual logo que se acabe o curso e se arranje emprego), mas sim gostava de fazer investigação ou mesmo dar aulas na universidade, porém não sei bem o que se pode fazer em investigação nesta área e as condições que os investigadores têm, embora tenha a noção que ser professora na faculdade me dará uma vida mais estável. No fundo, entre ser investigadora ou professora, não sinto que a nível pessoal me faça muita diferença, eu sonho é um dia trabalhar na universidade e ajudar a contribuir para o ensino ou descoberta de novas coisas.
Eis que, aqui, começam os meus receios: será que vou ter média suficiente para isso? é necessário ter média mínima para tal? como se chega a esse patamar de dar aulas ou ficar a fazer investigação? (não entendo como se chega a essa situação e gostava que me ajudassem), devo fazer mestrado e doutoramento ou ficar só pelo mestrado?
Eu sei que podem parecer questões um pouco absurdas dado que só acabei agora o 2º ano deste percurso que não será curto, mas eu gosto de ter os pés bem assentes na terra, lutar pelos meus objetivos e, por isso, é que gostava de ter o feedback de alguém que tenha o mesmo objetivo da investigação ou de dar aulas ou que já tenha passado pelo mesmo e me possa, de certo modo, orientar e esclarecer. Quero perceber o que devo fazer daqui para a frente, o que se pode melhorar, os passos a seguir porque sei que o caminho não vai ser fácil e preciso de me dedicar desde já.

Espero mesmo que me consigam ajudar.

Cumprimentos,

Isabel
 
  • Like
Reactions: mariana faria
Tópicos Semelhantes
Thread starter Título Fórum Respostas Dia
C Doutoramento fora de Portugal: sim ou não? Estudar no Estrangeiro e Programas de Mobilidade 6
A Prolongamento do prazo para entrega de Dissertações de mestrado e Teses de doutoramento Ensino Superior 4
miguel9ac Bolsa de estudos para doutoramento no Brasil Bolsas e Residências 1
R Média de Doutoramento Ensino Superior 1
C UAb Whatsapp Estudantes UaB Doutoramento Universidade Aberta 2
L UTAD Doutoramento em Desenvolvimento, Sociedades e Território Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro 0
Annie_ Os SASUP têm quartos de casal para estudantes de doutoramento e investigadores. Será possível um casal de estudantes de mestrado ter direito a um? Bolsas e Residências 0
F Mestrado em politécnico e doutoramento em universidade? Ensino Superior 1
T Doutoramento sem aulas teóricas Ensino Superior 1
J Licenciatura, Mestrado e Doutoramento Ensino Superior 17
U Enfermagem, sim ou não? Saúde 8
C Mestrado em gestão de empresas (com uma licenciatura em turismo) sim ou não? Ciências Económicas e Empresariais 5
M Tecnologias do Ambiente, sim ou não? Tecnologias 0
cersux Alguém dos Açores vai concorrer para a UÉvora? Se sim, qual curso? Candidatos 2020/2021 - Discussão Geral 0
M Praxe: SIM ou NÃO Tradições Académicas 7
Ines88 2 fase, sim ou não? Exames Nacionais e Provas de Ingresso 1
M Exame de filosofia, sim ou não? Exames Nacionais e Provas de Ingresso 5
M Neuropsicologia ?? sim ou nao Saúde 0
R Praxe (sim ou não?) - FCT Tradições Académicas 4
C Mestrado em bioquimica, sim ou não? Ciências 0
S Direito: sim ou não? Onde? Ciências Sociais e Serviços 10
M Acesso ao ES pelo contingente especial (aluna surda) Sim ou Não?? Concurso Nacional e Locais - Público 2
L Ficar 1 ano a fazer melhoria: sim ou não? Ensino Secundário 7
C Residência de Paranhos (Porto) - sim ou não? Bolsas e Residências 2
M Mudança de curso - sim ou não? Arquivo 1
F Praxe - sim ou não? Tradições Académicas 747
A Posso fazer exame a uma disciplina bienal (em que não estou matriculada) no 12º? Ensino Secundário 1
A Curso superior ou não? Ensino Superior 3
P Qual é o melhor curso para quem não sabe o que quer? Mudança de Curso, Transferência e Reingresso 3
B Mestrado em Ciências da Educação. Bom ou não vale a pena? Educação 0
KingTavares Não sei se me encontro no curso certo Tecnologias 9
K Não sei que curso é que escolho no futuro. Ensino Superior 2
casinia Ciobanu Quero medicina, mas acho que não consigo entrar. Que outras opções tenho? Ensino Superior 3
M Não tenho amigos Ensino Superior 3
M Não sei o que fazer Ensino Superior 3
A Calculadora TI 84 Plus não liga. Qual a melhor para a faculdade? Geral 1
M UMinho Não tenho mais como pagar as propinas e o prazo de cancelamento encerrou Universidade do Minho 4
L Será possível que mesmo que já não frequente o secundário possa ir fazer o exame por externo? Ensino Secundário 8
M Dilema que não consigo resolver Ensino Secundário 10
S Dívidas por não fazer matrícula? Ensino Superior 3
A Plataforma Beon não aparece o meu curso Bolsas e Residências 2
V Mudar de curso para curso não pertencente à área de estudo do Secundário Mudança de Curso, Transferência e Reingresso 3
MariaaPinto Não-colocado na 2ª fase com média superior a último colocado Concurso Nacional e Locais - Público 7
Valentina Guedes Urgente!! Submeti a candidatura ao alojamento sem querer e não anexei o IRS Bolsas e Residências 1
marina c E quem decidiu não se matricular este ano?? Por N motivos??? Tipo ano sabático Ensino Superior 10
B Entrei num curso e não sei se é o que eu quero Ensino Superior 4
12345teste Não frequentar disciplina (universidade) Ensino Superior 7
L ULHT Alguém já concorreu á Lusófona de Lisboa e não ficou colocado?? Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias 10
M Não consigo aceder ao email académico Ensino Superior 9
Deniz Ozturk Arquitetura: não entrei na primeira fase e agora? Arquitetura, Artes Plásticas e Design 0

Tópicos Semelhantes