E agora, que curso devo escolher!?

Ana Catarinaa

Membro Caloiro
Matrícula
8 Janeiro 2015
Mensagens
10
Boa noite.
Sou aluna do 12º ano, na área de Humanidades, e por esta altura todos os meus colegas já sabem, ou pelo menos têm uma ideia, do curso que querem seguir. Mas eu não. Já pesquisei no site da DGES e não houve nenhum curso em particular que despertasse o meu interesse. Com excepção do curso de Comunicação Aplicada, que, por azar, só existe numa faculdade privada (que não tenho possibilidades de pagar).
A minha questão é: O que faço agora? Onde devo procurar? O que devo fazer para me decidir?

Espero alguma resposta. Obrigada!
 

davis

Administrador
Equipa Uniarea
Moderador
Matrícula
13 Outubro 2014
Mensagens
23,070
Curso
MEAer + MEGIE
Instituição
Técnico - ULisboa
Boa noite Catarina!
Bem-vinda ao fórum :)
Ainda tens tempo para tomares a tua decisão, não precisas de sofrer por antecipação. Acredito que facilmente encontrarás por aqui outros estudantes que ainda não têm o seu futuro decidido.
O que é que te interessou no curso de Comunicação Aplicada particularmente?
Deixo-te o alerta para tentares ver além do nome dos cursos, porque alguns podem induzir-te em erro.
 

Ana Catarinaa

Membro Caloiro
Matrícula
8 Janeiro 2015
Mensagens
10
Boa noite Catarina!
Bem-vinda ao fórum :)
Ainda tens tempo para tomares a tua decisão, não precisas de sofrer por antecipação. Acredito que facilmente encontrarás por aqui outros estudantes que ainda não têm o seu futuro decidido.
O que é que te interessou no curso de Comunicação Aplicada particularmente?
Deixo-te o alerta para tentares ver além do nome dos cursos, porque alguns podem induzir-te em erro.
Boa tarde!
Desde já agradeço imenso por ter respondido à minha pergunta! Para ser sincera, o que mais me interessou no curso de Comunicação Aplicada foi, especialmente, o facto de ser um curso onde a imaginação, criatividade e expressão escrita serem bastante utilizadas e desenvolvidas (são três características que gostava de desenvolver e trabalhar futuramente). Já pesquisei muito e não encontro nenhum curso onde essas três áreas sejam realmente utilizadas...
 

davis

Administrador
Equipa Uniarea
Moderador
Matrícula
13 Outubro 2014
Mensagens
23,070
Curso
MEAer + MEGIE
Instituição
Técnico - ULisboa

Ana Catarinaa

Membro Caloiro
Matrícula
8 Janeiro 2015
Mensagens
10
Boa noite Catarina!
Bem-vinda ao fórum :)
Ainda tens tempo para tomares a tua decisão, não precisas de sofrer por antecipação. Acredito que facilmente encontrarás por aqui outros estudantes que ainda não têm o seu futuro decidido.
O que é que te interessou no curso de Comunicação Aplicada particularmente?
Deixo-te o alerta para tentares ver além do nome dos cursos, porque alguns podem induzir-te em erro.
Sugeria que explorasses melhor o curso de Ciências da Comunicação nas várias universidades:
http://uniarea.com/cursos/ciencias-da-comunicacao/
Assim o farei. Muito obrigada pelo conselho!
 

Maria

Membro Veterano
Colaborador Editorial
Matrícula
14 Janeiro 2015
Mensagens
319
Curso
Jornalismo
Instituição
ESCS (IPL)
Olá a todos :) ,
Bom, creio que o título deste tópico é um pouco vulgar ou dúbio mas, na realidade, encontro-me no 12º ano do Curso de Línguas e Humanidades e julgo que muitas pessoas se encontram na mesma situação que eu: numa profunda indecisão relativamente ao seu percurso universitário.
Já pensei em Ciências da Comunicação, Jornalismo, Direito, Tradução... E, até mesmo, em cursos que não se encontram directamente relacionados com a minha área.
Espero que todos os que sentem estas profundas dúvidas como eu, possam partilhá-las aqui. :)
 
  • Like
Reactions: Diozinho

luna77

Membro Veterano
Matrícula
6 Janeiro 2015
Mensagens
379
Curso
Direito
Instituição
Universidade de Coimbra
Olá, Maria. :) Bem, antes de tudo, não vás para um curso só porque sim. Eu passo a explicar, eu estou na área de Ciências, estou no 12º ano, acontece que só no ano passado me apercebi do curso que eu quero seguir (Direito), apenas tinha ido para Ciências porque é aquela velha história de "dá para se ter acesso a praticamente todos.", ainda me foi proposto que mudasse de área e realizasse os exames como externa, mas depois de alguma reflexão decidi não o fazer, para além de ser muito arriscado, posso entrar com o exame de Filosofia e Português ou só Português (isto depende das universidades). E sinceramente, não me vejo em mais nada porque o objetivo que tenho é demasiado específico e acho que se não entrar este ano, vai ser um "golpe" e tanto, não vou meter outro curso na listagem só para entrar numa universidade e pronto, o risco de não entrar é elevado...Estou a falar tanto de Direito porque conheço muita gente que entra lá só porque sim e nem sabe o que quer fazer e mesmo quando acaba não sabe, entendes? E não é só em Direito que acontece, é em todos os cursos.
Posto isto, o que quero dizer é: podes até arranjar muitas opções do que achas que gostas (eu também as tinha, tinha na área da saúde também, mas a minha vontade não se equipara a Direito) , mas tem de haver uma que te cative a atenção mais que as outras. Faz esta pergunta a ti mesma " Se for para este curso, quero lutar para fazer isto a vida toda ou vou e depois lá dentro logo decido?" Isso do entrar e decidir depois é um bocado perigoso, não digo que não haja gente que o faça, porque há, por vezes até é melhor porque se conhece a realidade do curso, mas a realidade do curso, em alguns casos é ligeiramente diferente da realidade real, digamos assim. Contacta com profissionais das áreas que te interessam, investiga...
 
Última edição:

Maria

Membro Veterano
Colaborador Editorial
Matrícula
14 Janeiro 2015
Mensagens
319
Curso
Jornalismo
Instituição
ESCS (IPL)
Olá, Maria. :) Bem, antes de tudo, não vás para um curso só porque sim. Eu passo a explicar, eu estou na área de Ciências, estou no 12º ano, acontece que só no ano passado me apercebi do curso que eu quero seguir (Direito), apenas tinha ido para Ciências porque é aquela velha história de "dá para se ter acesso a praticamente todos.", ainda me foi proposto que mudasse de área e realizasse os exames como externa, mas depois de alguma reflexão decidi não o fazer, para além de ser muito arriscado, posso entrar com o exame de Filosofia e Português ou só Português (isto depende das universidades), a única que não posso entrar é na Clássica de Lisboa, que exige exame a História. E sinceramente, não me vejo em mais nada porque o objetivo que tenho é demasiado específico e acho que se não entrar este ano, vai ser um "golpe" e tanto, não vou meter outro curso na listagem só para entrar numa universidade e pronto, o risco de não entrar é elevado...Estou a falar tanto de Direito porque conheço muita gente que entra lá só porque sim e nem sabe o que quer fazer e mesmo quando acaba não sabe, entendes? E não é só em Direito que acontece, é em todos os cursos.
Posto isto, o que quero dizer é: podes até arranjar muitas opções do que achas que gostas (eu também as tinha, tinha na área da saúde também, mas a minha vontade não se equipara a Direito) , mas tem de haver uma que te cative a atenção mais que as outras. Faz esta pergunta a ti mesma " Se for para este curso, quero lutar para fazer isto a vida toda ou vou e depois lá dentro logo decido?" Isso do entrar e decidir depois é um bocado perigoso, não digo que não haja gente que o faça, porque há, por vezes até é melhor porque se conhece a realidade do curso, mas a realidade do curso, em alguns casos é ligeiramente diferente da realidade real, digamos assim. Contacta com profissionais das áreas que te interessam, investiga...
Muito obrigada pelo teu testemunho e conselhos sinceros!
Creio que tenho de escolher o curso que eu gosto verdadeiramente e através do qual me veja realmente a exercer uma determinada profissão!
Espero que tudo corra bem e que entres em Direito tal como ambicionas!
Beijinhos,
Maria
 

luna77

Membro Veterano
Matrícula
6 Janeiro 2015
Mensagens
379
Curso
Direito
Instituição
Universidade de Coimbra
Muito obrigada pelo teu testemunho e conselhos sinceros!
Creio que tenho de escolher o curso que eu gosto verdadeiramente e através do qual me veja realmente a exercer uma determinada profissão!
Espero que tudo corra bem e que entres em Direito tal como ambicionas!
Beijinhos,
Maria
De nada, sempre que precisares e eu possa ajudar, diz.
Exatamente, pensa bem, reflete...
Muito obrigada!
Beijinhos.
 
  • Like
Reactions: Maria

IPBeja-Gicom

Membro Caloiro
Matrícula
21 Janeiro 2015
Mensagens
1
Boa noite.
Sou aluna do 12º ano, na área de Humanidades, e por esta altura todos os meus colegas já sabem, ou pelo menos têm uma ideia, do curso que querem seguir. Mas eu não. Já pesquisei no site da DGES e não houve nenhum curso em particular que despertasse o meu interesse. Com excepção do curso de Comunicação Aplicada, que, por azar, só existe numa faculdade privada (que não tenho possibilidades de pagar).
A minha questão é: O que faço agora? Onde devo procurar? O que devo fazer para me decidir?

Espero alguma resposta. Obrigada!
Olá boa tarde
Vi a tua questão e compreendo bem como deves estar a sentir-te.
O Instituto Politécnico de Beja é uma instituição de ensino superior publica e que tem ao teu dispor uma série de cursos.
Consulta o nosso site www.ipbeja.PT e coloca-nos todas as questões que precisares.
 
Matrícula
22 Janeiro 2015
Mensagens
58
Boa noite Catarina. Quero-te dizer que, tal como tu, também ainda não tenho a mínima ideia daquilo que quero realmente seguir e também estou no 12ºano e todos (ou quase todos) os meus amigos já têm planos, o que me deixa muito preocupada.
Eu tenho pesquisado na Internet vários sites e opiniões mas no fundo, nada disso me tem satisfeito e fico sempre com as mesmas dúvidas e dilemas sobre as diversas experiências que tenho analisado.
Dessa forma, estive também à procura (há uns dias atrás) de informações sobre "Mostras" das universidades. Porque, pelo menos a universidade do Porto sei que tem realizado já há vários anos uma amostra das suas universidades com informações sobre as saídas profissionais de cada curso, palestras sobre o acesso ao ensino superior, informações sobre investigações, entre muitas outras coisas úteis que nos podem ajudar a escolher o curso, pelo que, eu estava super entusiasmada em visitar um "evento" desses, no entanto, na agenda deste ano ainda não encontrei nada, o que me deixou um pouco desiludida. Contudo, tenho esperança que o facto de ainda não ter visto nada tenha a ver com não estar a pesquisar da melhor forma.
Pelo que, queria pedir que se alguém soubesse de alguma coisa me deixasse informação. Se alguém tiver mais informações das universidades que nos possam ajudar seria muito bom. Porque, por vezes, a falta de informação é a principal causa de muitos erros e arrependimentos futuros.
Muito obrigada pela atenção e desejo-te, tanto a ti como a todas as pessoas na mesma situação, boa sorte para estas próximas grandes decisões!
 

MEDICINAjb

Membro Catedrático
Matrícula
24 Novembro 2014
Mensagens
1,600
Eu vou candidatar-me a cinco faculdades públicas de medicina, porque temo não entrar na FMUP. Imagine-se que eu entro no ICBAS: isso significa que também entrei nas restantes por terem médias mais baixas, ou tem a ver com a ordem pela qual eu disponho as faculdades na lista? Se eu puser o ICBAS em segundo lugar e entrar, as faculdades abaixo deixam de interessar?
 

JoanaLima

Ex-Moderadora
Matrícula
22 Outubro 2014
Mensagens
823
Eu vou candidatar-me a cinco faculdades públicas de medicina, porque temo não entrar na FMUP. Imagine-se que eu entro no ICBAS: isso significa que também entrei nas restantes por terem médias mais baixas, ou tem a ver com a ordem pela qual eu disponho as faculdades na lista? Se eu puser o ICBAS em segundo lugar e entrar, as faculdades abaixo deixam de interessar?
Bom dia,

Tu só entras numa instituição e por isso é que a ordem em que colocas as opções é tão importante.
Se entrares na tua 2ª opção significa que não tiveste média para a 1ª e que todas as outras "deixam de interessar", afinal de contas já foste colocado.

Joana
 

Miguel Sousa

Membro Caloiro
Matrícula
22 Janeiro 2015
Mensagens
7
Ana Catarina,
Eu não sou da área de Humanidades, mas vi que gostarias de seguir um curso em que a imaginação, criatividade e expressão escrita estivessem presentes. Mais relacionado com as duas primeiras características, talvez Marketing fosse uma boa opção, na minha opinião.
Espero ter ajudado e boa sorte.
 

Rita

Membro Caloiro
Matrícula
27 Janeiro 2015
Mensagens
7
Boa noite.
Sou aluna do 12º ano, na área de Humanidades, e por esta altura todos os meus colegas já sabem, ou pelo menos têm uma ideia, do curso que querem seguir. Mas eu não. Já pesquisei no site da DGES e não houve nenhum curso em particular que despertasse o meu interesse. Com excepção do curso de Comunicação Aplicada, que, por azar, só existe numa faculdade privada (que não tenho possibilidades de pagar).
A minha questão é: O que faço agora? Onde devo procurar? O que devo fazer para me decidir?

Espero alguma resposta. Obrigada!


Olá :)
Também estou em Humanidades e com bastantes dúvidas.
Um dos meus grandes sonhos era seguir música mas para isso tenho que acabar o conservatório, e é possível fazer um curso superior entretanto.
O meu pai é advogado, tirou a licenciatura na UC e , como deves imaginar, pressiona-me imenso para seguir o mesmo caminho. Basicamente, toda a minha família diz para eu ir para Direito porque teria emprego garantido, e o meu pai pode ajudar-me bastante (etc, etc, etc) .
No entanto, adoro História, e considero seguir história, mas se o fizer estou a ir contra a vontade dos meus pais, que mesmo assim só me deixam ir para Coimbra porque é mais perto e mais barato, a melhor universidade(segundo eles)! Ou seja, além de não saber o que quero, tenho os meus pais a condicionar uma decisão que vai destinar toda a minha vida. Sei que eles só querem o melhor para mim, e que eu tenha uma vida desafogada por assim dizer, mas gostava de seguir algo que gosto. Além disso, muita gente (incluindo os meus pais) dizem que sou demasiado boa aluna e sou mal empregada para ir para história (preconceito on !!)
Relativamente a história, o único problema é o emprego na área que é nulo, completamente. No entanto, e apesar disso,sugeriram-me a Nova de Lisboa e ,como já disse, os meus pais dizem que só me deixam ir para Coimbra!
Já em Direito, a única possível saída de interesse seria PJ, mas não sei...Já quase não abrem concursos e dizem que é muito difícil entrar.
Como vês, há mais gente perdida, infelizmente !!
 
Última edição:

luna77

Membro Veterano
Matrícula
6 Janeiro 2015
Mensagens
379
Curso
Direito
Instituição
Universidade de Coimbra
Olá :)
Também estou em Humanidades e com bastantes dúvidas.
Um dos meus grandes sonhos era seguir música mas para isso tenho que acabar o conservatório, e é possível fazer um curso superior entretanto.
O meu pai é advogado, tirou a licenciatura na UC e , como deves imaginar, pressiona-me imenso para seguir o mesmo caminho. Basicamente, toda a minha família diz para eu ir para Direito porque teria emprego garantido, e o meu pai pode ajudar-me bastante (etc, etc, etc) .
No entanto, adoro História, e considero seguir história, mas se o fizer estou a ir contra a vontade dos meus pais, que mesmo assim só me deixam ir para Coimbra porque é mais perto e mais barato, a melhor universidade(segundo eles)! Ou seja, além de não saber o que quero, tenho os meus pais a condicionar uma decisão que vai destinar toda a minha vida. Sei que eles só querem o melhor para mim, e que eu tenha uma vida desafogada por assim dizer, mas gostava de seguir algo que gosto. Além disso, muita gente (incluindo os meus pais) dizem que sou demasiado boa aluna e sou mal empregada para ir para história (preconceito on !!)
Relativamente a história, o único problema é o emprego na área que é nulo, completamente. No entanto, e apesar disso,sugeriram-me a Nova de Lisboa e ,como já disse, os meus pais dizem que só me deixam ir para Coimbra!
Já em Direito, a única possível saída de interesse seria PJ, mas não sei...Já quase não abrem concursos e dizem que é muito difícil entrar.
Como vês, há mais gente perdida, infelizmente !!

Olá Rita. :)
Quanto à Música, eu por acaso também fiz uns aninhos de música (foram 10), já pensaste em tentar entrar para uma Academia Superior de Música? Tenho colegas meus que optaram por isso...
Quanto ao que os teus pais querem para ti, esquece isso, se tu não sentes que queres o que eles querem, não vás para isso. Dou o meu exemplo, o meu pai tem uma carreira bem consolidada na área da Gestão/Marketing, como deves estar a imaginar, ele queria que eu fosse para isto para ele depois me ajudar também na carreira. Mas fazer o quê, eu não gosto dessa área, recuso-me totalmente a ir para isso, sei que iria estar sempre a pensar no " E se tivesse imposto o meu querer seria mais feliz agora?", o que importa teres uma boa carreira se não gostas do que fazes? Tem de haver bons profissionais em todas as áreas, há bons profissionais em todas e todas são necessárias. A mim passam-me a vida a dizer "Ah e tal, tu vais para Direito, pensas que vais conseguir alguma coisa? Vais é para o desemprego, para se vingar nessa área e com o objetivo que queres (é alto) é preciso ser-se mesmo bom.", concordo que Direito está lotado e que para se conseguir é preciso ser-se muito bom, mas porque razão é que não posso sequer tentar? Por falar em preconceitos, praticamente és alvo disso (pelo menos aqui é assim) se não quiseres ir para Medicina (eu sou da área das Ciências), já não és boa se não o quiseres, enfim, preconceitos para os quais eu tenho pouca paciência.
O que tens de pensar é no que queres para ti, no que pensas que te vai fazer feliz, e não no que vai fazer feliz os outros. Cada um tem uma vida, tu és a personagem principal da tua, não deixes que sejam outros a definir o teu caminho. :)
 

Rita

Membro Caloiro
Matrícula
27 Janeiro 2015
Mensagens
7
Olá Rita. :)
Quanto à Música, eu por acaso também fiz uns aninhos de música (foram 10), já pensaste em tentar entrar para uma Academia Superior de Música? Tenho colegas meus que optaram por isso...
Quanto ao que os teus pais querem para ti, esquece isso, se tu não sentes que queres o que eles querem, não vás para isso. Dou o meu exemplo, o meu pai tem uma carreira bem consolidada na área da Gestão/Marketing, como deves estar a imaginar, ele queria que eu fosse para isto para ele depois me ajudar também na carreira. Mas fazer o quê, eu não gosto dessa área, recuso-me totalmente a ir para isso, sei que iria estar sempre a pensar no " E se tivesse imposto o meu querer seria mais feliz agora?", o que importa teres uma boa carreira se não gostas do que fazes? Tem de haver bons profissionais em todas as áreas, há bons profissionais em todas e todas são necessárias. A mim passam-me a vida a dizer "Ah e tal, tu vais para Direito, pensas que vais conseguir alguma coisa? Vais é para o desemprego, para se vingar nessa área e com o objetivo que queres (é alto) é preciso ser-se mesmo bom.", concordo que Direito está lotado e que para se conseguir é preciso ser-se muito bom, mas porque razão é que não posso sequer tentar? Por falar em preconceitos, praticamente és alvo disso (pelo menos aqui é assim) se não quiseres ir para Medicina (eu sou da área das Ciências), já não és boa se não o quiseres, enfim, preconceitos para os quais eu tenho pouca paciência.
O que tens de pensar é no que queres para ti, no que pensas que te vai fazer feliz, e não no que vai fazer feliz os outros. Cada um tem uma vida, tu és a personagem principal da tua, não deixes que sejam outros a definir o teu caminho. :)



Obrigada! Gostei muito da tua resposta. No entanto, é um pouco difícil pensar só na questão dos sonhos , do que queremos e do que gostamos, tendo em conta a situação do país. E não adianta pensar que vai melhorar, porque não vai (pelo menos nos próximos anos). Ir para fora, para mim, é uma opção que não considero. Gostaria muito de estudar lá fora, trabalhar, mas tenho um irmão com "deficiência" que, quer eu queira quer não, precisa de mim; e eu não posso "abandonar o barco". Não odeio direito, mas não me revejo na área. Penso que vou passar a minha vida toda frustrada a não alcançar nada do que pretendo para mim. Vou estar 4 anos a estudar algo que não me cativa para poder seguir algo que me interessa minimamente e que ,como tudo, está lotado?! É que nem ponho tudo de mim, nem sou feliz, nem faço as coisas como deve ser. Tal como dizia Fernando Pessoa "põe quanto és no mínimo que fazes" e sempre tive essa filosofia de vida; penso que devo continuar a segui-la!

Em relação a seguires direito, se é aquilo que queres, deves seguir em frente! Direito tem a vantagem de ser uma área com imensas saídas profissionais. Também ainda vivo na utopia do "se és mesmo bom e gostas daquilo que fazes, há sempre hipótese"...Sei que na prática não é bem assim, mas não custa sonhar.
 

luna77

Membro Veterano
Matrícula
6 Janeiro 2015
Mensagens
379
Curso
Direito
Instituição
Universidade de Coimbra
Bem, sim, lá nisso tens razão, ser difícil é...E muitas vezes queremos cursos que não sabemos exatamente o que são na prática, conheço algumas pessoas que se meteram em cursos a pensar que gostariam e estão a odiar. É assim, coisas que têm saída agora, elas vão acabar por ficar lotadas também, mas é como tudo, não se pode olhar só para uma variável, nem podes olhar só para o sonho nem só para a saída, o ideal era conjugar-se os dois, mas quantas vezes isso acontece? Uma coisa que muita gente tem informação errada é que só por se ter um curso com saída que se tem emprego logo ali, eu conheço muitos engenheiros informáticos (e dizem que E.Informática tem imensa saída), que estão no desemprego. Mas também conheço outras pessoas nos tais cursos com saída na situação completamente oposta. Em qualquer lado é preciso ser-se bom para se ter sucesso.
Isso de se trabalhar lá fora, é bastante atrativo para cursos "universais", tipo Medicina, Biologia, Física (etc.) , mas para Direito, é muita burocracia para se exercer advocacia (por exemplo) num país estrangeiro e há certas profissões na área do Direito que não se podem mesmo exercer fora do país (e eu quero uma dessas, por isso imagina, é outro peso na minha decisão...). Não vale a pena estares a construir uma coisa sobre algo que não gostas...Não digo que estando no curso não passarias a gostar, há casos em que acontece...E tens um pai a trabalhar na área, faz-lhe perguntas sobre Direito, mas não te pressiones nem te iludas a ti própria a escolher algo que realmente não queres.
E Fernando Pessoa é provavelmente o meu ídolo, de longe. (isto foi um aparte).