E agora, que curso devo escolher!?

 
Boa tarde a todos,
Estou no 11º ano e ainda não sei que área se adequa mais a mim. Penso que as engenharias se enquadram mais comigo.
Tenho vasto conhecimento na área da informatica, hardware e software. Embora goste muito da area de computadores, também gosto de coisas relacionadas com empresas (area industrial) e eventualmente ambiente ou ensino.
Tive media de 14 no 10º ano, e este ano tenciono fazer exame de Biologia e Filosofia.
Agradecia uma resposta um bocado urgente para me "ir preparando" para o ensino superior (Exames que devo escolher, medias etc).
Muito Obrigado

Se tencionas ir para as áreas das engenharias Matemática A e FQA são exames cruciais, se bem que na área da engenharia informática se não me engano é só Mat A mesmo mas pesquisa no link que foi a cima sugerido.
 
Bom dia a todos, inscrevi - me neste fórum hoje pois estou muito baralhada ou melhor dizendo, completamente perdida. Falta menos de um ano para me candidatar á universidade e continuo sem saber que curso escolher. De certeza que não sou a única mas isto gera um grande stress pois não me consigo decidir e o tempo de ter de tomar uma decisão vai encurtando. Basicamente estou sobrecarregada com tantas escolhas de cursos disponíveis, a maioria deles nem sei bem o são nem que tipo de saídas profissionais dão acesso. Vou tentando encontrar informação no site da universidade sobre alguns deles mas mesmo assim o que encontro não é muito claro ou não consigo perceber e por isso continuo com dúvidas. Gostava de estar num curso sem fisico - Química, o que deixa as engenharias de fora. Também não gostaria que a disciplina central do curso fosse Matemática embora não me importe que tenha alguma Matemática. O que é que aconselham?
 
  • Like
Reactions: ines_cduarte
Bom dia a todos, inscrevi - me neste fórum hoje pois estou muito baralhada ou melhor dizendo, completamente perdida. Falta menos de um ano para me candidatar á universidade e continuo sem saber que curso escolher. De certeza que não sou a única mas isto gera um grande stress pois não me consigo decidir e o tempo de ter de tomar uma decisão vai encurtando. Basicamente estou sobrecarregada com tantas escolhas de cursos disponíveis, a maioria deles nem sei bem o são nem que tipo de saídas profissionais dão acesso. Vou tentando encontrar informação no site da universidade sobre alguns deles mas mesmo assim o que encontro não é muito claro ou não consigo perceber e por isso continuo com dúvidas. Gostava de estar num curso sem fisico - Química, o que deixa as engenharias de fora. Também não gostaria que a disciplina central do curso fosse Matemática embora não me importe que tenha alguma Matemática. O que é que aconselham?
Olá,

Com essas informações não te conseguimos ajudar muito. De que é que gostas de estudar? Em que curso estás?
 
Olá,

Com essas informações não te conseguimos ajudar muito. De que é que gostas de estudar? Em que curso estás?
Olá e obrigada pela resposta.
Estou no 12° ano em Ciências e Tecnologias. Gostava de Filosofia, Português mais ou menos, Biologia e Geologia depende do tema(de forma geral prefiro a Geologia á Biologia se bem que até estou a gostar de estudar a Biologia do 12°ano), Matemática gosto quando entendo a matéria e fisico - quimica não gostava(a parte da física para mim era um pesadelo).
Post automatically merged:

Esqueci - me de referir Inglês. Não posso dizer que gostava de estudar Inglês pois não o estudava para os testes apesar de ter muito contacto com inglês ao ouvir videos no youtube e lendo coisas na net. No geral, gosto do Inglês enquanto língua, não como disciplina de escola.
Post automatically merged:

Queria também acrescentar que não estou muito á vontade com computadores para além de usar algumas funcionalidades básicas para o que preciso no dia a dia e também não tenho grande interesse, por isso há partida cursos como engenharia dos computadores ou algo do género posso riscar da lista.
 
Última edição:
Olá e obrigada pela resposta.
Estou no 12° ano em Ciências e Tecnologias. Gostava de Filosofia, Português mais ou menos, Biologia e Geologia depende do tema(de forma geral prefiro a Geologia á Biologia se bem que até estou a gostar de estudar a Biologia do 12°ano), Matemática gosto quando entendo a matéria e fisico - quimica não gostava(a parte da física para mim era um pesadelo).
Post automatically merged:

Esqueci - me de referir Inglês. Não posso dizer que gostava de estudar Inglês pois não o estudava para os testes apesar de ter muito contacto com inglês ao ouvir videos no youtube e lendo coisas na net. No geral, gosto do Inglês enquanto língua, não como disciplina de escola.
Post automatically merged:

Queria também acrescentar que não estou muito á vontade com computadores para além de usar algumas funcionalidades básicas para o que preciso no dia a dia e também não tenho grande interesse, por isso há partida cursos como engenharia dos computadores ou algo do género posso riscar da lista.
Já pensaste em cursos de saúde ou cursos de economia ou gestão? Parecem ser os tipos cursos que melhor se enquadram aos teus gostos ( Digo estes dois tipos de cursos por exclusão de partes).

Também referiste que gostas de geologia. Cursos relacionados com isso, e sem grande Físico-Química, só conheço o curso de Geologia (pode ser uma opção a considerar, também).
 
Olá pessoal!!
Bem, a mensagem que aqui envio é a combinação de um desabafo com algumas dúvidas que eu tenho relacionadas com a universidade e curso que eu devo escolher.
Em setembro de 2018 eu entrei no curso de Biologia da Universidade da Madeira, foi a minha primeira e única opção, mas no fundo eu sabia que não era o curso certo apesar de Biologia ter sido sempre a minha disciplina favorita no secundário. Eu sempre achei a biologia tão interessante, mas acho que isto não é suficiente para adorarmos um curso.
Então para afastar todas estas dúvidas que iam surgindo eu estudei, estudei e estudei de forma doentia até não poder mais. E eu não estou a ser exagerada, porque passava o dia a estudar sem fazer pausas e acabei por transformat o estudo numa obsessão. Eu queria ter excelentes notas e afastar da minha cabeça que Biologia não era o curso indicado. No final do primeiro ano eu já não andava a sentir-me nada bem, sempre com dores de cabeça, com falta de apetite e senpre ansiosa com tudo e mais alguma coisa. Acabei o primeiro ano com uma média de 17,3, uma média muito boa mas por causa dos meus maus hábitos de estudo quase perdi a minha sanidade mental. No início do segundo ano a minha ansiedade tomou níveis extremos pois passei a ter ataques de pânico, os quais eu nunca tinha experienciado. Eu já nem comia nada porque não tinha apetite nenhum e também dormia muito mal. Só pensava em estudar e mais nada, proibi-me de fazer coisas que gostava só para estudar. Foi um horror!! Durante esses ataques as minhas pernas, mãos, pés e lábios ficavam dormentes. Dá-nos uma sensação de que vamos morrer e sentir isso é horrível. A partir desses momentos eu não consegui estudar mais nada, tendo bloqueado completamente. Então decidi congelar a matrícula. E fi-lo porque não conseguia estudar, a minha ansiedade era tão intensa e eu sabia que reprovaria a todas as cadeiras, e também porque no fundo eu sabia que provavelmente tinha sido um erro candidatar-me a este curso.
Eu não fui genuína comigo mesma porque tentei sempre afastar o curso que eu mais queria da minha cabeça, mas não consegui.
O meu sonho sempre foi ajudar animais e nunca tive outro objetivo de vida e então o curso que eu queria era Enfermagem Veterinária. Eu tentei afastar este sonho porque não tinha coragem de ir estudar para o continente e também porque não acreditava em mim mesma. Eu sou muito agarrada a casa, nada confiante e se na Madeira deu tudo errado, então no continente seria bem pior. Além disso, o meu exame de biologia e geologia já não é válido e teria de o refazer novamente. Mas eu estaria disposta a fazê-lo de novo. E já agora será que alguém me pode sugerir qual a melhor universidade para tirar o curso de Enfermagem Veterinária?

Eu tenho 19 anos e nunca me senti tão perdida na vida e queria saber se alguém me podia dar algum conselho: será que continuo o curso de biologia ( uma vez que já tirei um ano e se desistisse estaria a desperdiçar o dinheiro que os meus pais investiram); ou tento seguir o curso de enfermagen veterinária; ou desisto de tudo e inscrevo-me no desemprego; ou então candidato-me a um curso profissional que me insira rapidamente no mercado de trabalho?
Mas o sonho de ajudar animais não está diretamente relacionado com o curso de enfermagem veterinária. Eu posso sempre concretizar o sonho de ajudá-los ao tornar-me voluntária em canis e gatis. Nem todo o estudante universitário está no curso que mais gosta, por isso eu não posso ser egoísta e pensar só no que eu quero. Eu quero tomar uma atitude responsável e correta e a meu ver nem sempre as decisões mais acertadas são compatíveis com os nossos sonhos e ambições.
Se alguém me desse o seu conselho, eu agradecia imenso ☺. Eu preciso mesmo de ajuda para tomar a decisão certa.
E peço desculpa, desde já, pelo testamento.

Obrigada.
 
Nem todo o estudante universitário está no curso que mais gosta, por isso eu não posso ser egoísta e pensar só no que eu quero.

Neste caso acho que podes sim, é o teu futuro e os teus sonhos que estão em causa, não os de mais ninguém. Se Enfermagem Veterinária é o que sempre sonhaste, just go for it.
 
Olá pessoal!!
Bem, a mensagem que aqui envio é a combinação de um desabafo com algumas dúvidas que eu tenho relacionadas com a universidade e curso que eu devo escolher.
Em setembro de 2018 eu entrei no curso de Biologia da Universidade da Madeira, foi a minha primeira e única opção, mas no fundo eu sabia que não era o curso certo apesar de Biologia ter sido sempre a minha disciplina favorita no secundário. Eu sempre achei a biologia tão interessante, mas acho que isto não é suficiente para adorarmos um curso.
Então para afastar todas estas dúvidas que iam surgindo eu estudei, estudei e estudei de forma doentia até não poder mais. E eu não estou a ser exagerada, porque passava o dia a estudar sem fazer pausas e acabei por transformat o estudo numa obsessão. Eu queria ter excelentes notas e afastar da minha cabeça que Biologia não era o curso indicado. No final do primeiro ano eu já não andava a sentir-me nada bem, sempre com dores de cabeça, com falta de apetite e senpre ansiosa com tudo e mais alguma coisa. Acabei o primeiro ano com uma média de 17,3, uma média muito boa mas por causa dos meus maus hábitos de estudo quase perdi a minha sanidade mental. No início do segundo ano a minha ansiedade tomou níveis extremos pois passei a ter ataques de pânico, os quais eu nunca tinha experienciado. Eu já nem comia nada porque não tinha apetite nenhum e também dormia muito mal. Só pensava em estudar e mais nada, proibi-me de fazer coisas que gostava só para estudar. Foi um horror!! Durante esses ataques as minhas pernas, mãos, pés e lábios ficavam dormentes. Dá-nos uma sensação de que vamos morrer e sentir isso é horrível. A partir desses momentos eu não consegui estudar mais nada, tendo bloqueado completamente. Então decidi congelar a matrícula. E fi-lo porque não conseguia estudar, a minha ansiedade era tão intensa e eu sabia que reprovaria a todas as cadeiras, e também porque no fundo eu sabia que provavelmente tinha sido um erro candidatar-me a este curso.
Eu não fui genuína comigo mesma porque tentei sempre afastar o curso que eu mais queria da minha cabeça, mas não consegui.
O meu sonho sempre foi ajudar animais e nunca tive outro objetivo de vida e então o curso que eu queria era Enfermagem Veterinária. Eu tentei afastar este sonho porque não tinha coragem de ir estudar para o continente e também porque não acreditava em mim mesma. Eu sou muito agarrada a casa, nada confiante e se na Madeira deu tudo errado, então no continente seria bem pior. Além disso, o meu exame de biologia e geologia já não é válido e teria de o refazer novamente. Mas eu estaria disposta a fazê-lo de novo. E já agora será que alguém me pode sugerir qual a melhor universidade para tirar o curso de Enfermagem Veterinária?

Eu tenho 19 anos e nunca me senti tão perdida na vida e queria saber se alguém me podia dar algum conselho: será que continuo o curso de biologia ( uma vez que já tirei um ano e se desistisse estaria a desperdiçar o dinheiro que os meus pais investiram); ou tento seguir o curso de enfermagen veterinária; ou desisto de tudo e inscrevo-me no desemprego; ou então candidato-me a um curso profissional que me insira rapidamente no mercado de trabalho?
Mas o sonho de ajudar animais não está diretamente relacionado com o curso de enfermagem veterinária. Eu posso sempre concretizar o sonho de ajudá-los ao tornar-me voluntária em canis e gatis. Nem todo o estudante universitário está no curso que mais gosta, por isso eu não posso ser egoísta e pensar só no que eu quero. Eu quero tomar uma atitude responsável e correta e a meu ver nem sempre as decisões mais acertadas são compatíveis com os nossos sonhos e ambições.
Se alguém me desse o seu conselho, eu agradecia imenso ☺. Eu preciso mesmo de ajuda para tomar a decisão certa.
E peço desculpa, desde já, pelo testamento.

Obrigada.

Olá Animal's lover! Após ter lido o teu post e de ter empatizado com a tua situação, não consegui ficar indiferente. Apesar da minha situação (atual) não ser exatamente igual à tua, tem vários aspetos bastantes semelhantes. A situação é semelhante na medida em que, tal como tu, o estudo tornou-se uma obsessão para mim, ao ponto de também me proibir de fazer coisas que gostava só para estudar. A primeira coisa que fazia quando me levantava era estudar (antes sequer de tomar o pequeno-almoço), comecei a descompensar imenso mentalmente e, tal como tu, os níveis de ansiedade a subir imenso, de uma forma que eu também nunca tinha experienciado. Comecei a dormir mal também e, várias vezes, quando a ansiedade era muita, sentia as minhas pernas muito frágeis e tremiam. Apesar de sentir que estava, de um modo global, a alcançar a grande parte dos meus objetivos que tinha em relação ao curso, sentia-me cada vez mais miserável e infeliz. Até que chegou a um ponto que, tal como tu, comecei a não conseguir estudar e foi aí que senti que o melhor era desistir ou congelar a matrícula, porque tive a mesma sensação que ia reprovar a tudo. E assim o fiz. Tudo isto aconteceu de forma lenta e gradual durante o meu percurso.
No entanto, tenho 22 anos e, este ano, estava a iniciar o Mestrado. Contrariamente a ti, eu achava que tinha feito a escolha certa em relação ao curso, apesar de algumas dúvidas. Dúvidas porque eu sempre tive interesse e aptidão em várias áreas, desde artes a ciências. Optei pela música por ser uma paixão desde pequena e na altura, no meu 12º ano, não conseguir ver a música como um hobby e decidi arriscar. Mal sabia eu que este ano, ia-me ver numa situação em que sentia que se não parasse, ia começar a afetar severamente a minha sanidade mental (tal como tu sentiste algo semelhante) e, tendo em conta isso, desisti e agora estou a lutar por uma outra paixão, desta vez na área das ciências exatas, não só por ser outra paixão, mas porque acho que é um curso mais adequado para mim que o de música. E posso-te dizer que, apesar de estar a "começar do zero" aos 22 anos, já não me sentia feliz como me senti nestes últimos 3 meses há sabe-se lá quanto tempo e estou muito mais equilibrada mentalmente. Isto para dizer que és tão nova, a tua vida ainda está agora a começar e nunca é tarde para recomeçar! Baseando-me na minha experiência e opinião pessoal, acredito que continuar em Biologia só te fará mal à saúde e, por essa razão, não vejo porque não deves seguir os teus sonhos e lutar por Enfermagem Veterinária! Nota-se que estás com vontade, só tens de acreditar mais em ti e vais ver que vai correr tudo bem :) E cada dia que passa é um passo mais próximo do objetivo! E talvez procura arranjar formas de perder esse "medo" de sair do continente, porque acho que não é isso que te deve impedir de seguires os teus sonhos! No entanto, a decisão é tua e só tu saberás o melhor para ti. Boa sorte :)
 
Olá Animal's lover! Após ter lido o teu post e de ter empatizado com a tua situação, não consegui ficar indiferente. Apesar da minha situação (atual) não ser exatamente igual à tua, tem vários aspetos bastantes semelhantes. A situação é semelhante na medida em que, tal como tu, o estudo tornou-se uma obsessão para mim, ao ponto de também me proibir de fazer coisas que gostava só para estudar. A primeira coisa que fazia quando me levantava era estudar (antes sequer de tomar o pequeno-almoço), comecei a descompensar imenso mentalmente e, tal como tu, os níveis de ansiedade a subir imenso, de uma forma que eu também nunca tinha experienciado. Comecei a dormir mal também e, várias vezes, quando a ansiedade era muita, sentia as minhas pernas muito frágeis e tremiam. Apesar de sentir que estava, de um modo global, a alcançar a grande parte dos meus objetivos que tinha em relação ao curso, sentia-me cada vez mais miserável e infeliz. Até que chegou a um ponto que, tal como tu, comecei a não conseguir estudar e foi aí que senti que o melhor era desistir ou congelar a matrícula, porque tive a mesma sensação que ia reprovar a tudo. E assim o fiz. Tudo isto aconteceu de forma lenta e gradual durante o meu percurso.
No entanto, tenho 22 anos e, este ano, estava a iniciar o Mestrado. Contrariamente a ti, eu achava que tinha feito a escolha certa em relação ao curso, apesar de algumas dúvidas. Dúvidas porque eu sempre tive interesse e aptidão em várias áreas, desde artes a ciências. Optei pela música por ser uma paixão desde pequena e na altura, no meu 12º ano, não conseguir ver a música como um hobby e decidi arriscar. Mal sabia eu que este ano, ia-me ver numa situação em que sentia que se não parasse, ia começar a afetar severamente a minha sanidade mental (tal como tu sentiste algo semelhante) e, tendo em conta isso, desisti e agora estou a lutar por uma outra paixão, desta vez na área das ciências exatas, não só por ser outra paixão, mas porque acho que é um curso mais adequado para mim que o de música. E posso-te dizer que, apesar de estar a "começar do zero" aos 22 anos, já não me sentia feliz como me senti nestes últimos 3 meses há sabe-se lá quanto tempo e estou muito mais equilibrada mentalmente. Isto para dizer que és tão nova, a tua vida ainda está agora a começar e nunca é tarde para recomeçar! Baseando-me na minha experiência e opinião pessoal, acredito que continuar em Biologia só te fará mal à saúde e, por essa razão, não vejo porque não deves seguir os teus sonhos e lutar por Enfermagem Veterinária! Nota-se que estás com vontade, só tens de acreditar mais em ti e vais ver que vai correr tudo bem :) E cada dia que passa é um passo mais próximo do objetivo! E talvez procura arranjar formas de perder esse "medo" de sair do continente, porque acho que não é isso que te deve impedir de seguires os teus sonhos! No entanto, a decisão é tua e só tu saberás o melhor para ti. Boa sorte :)
Post automatically merged:

Muito obrgada
Olá Animal's lover! Após ter lido o teu post e de ter empatizado com a tua situação, não consegui ficar indiferente. Apesar da minha situação (atual) não ser exatamente igual à tua, tem vários aspetos bastantes semelhantes. A situação é semelhante na medida em que, tal como tu, o estudo tornou-se uma obsessão para mim, ao ponto de também me proibir de fazer coisas que gostava só para estudar. A primeira coisa que fazia quando me levantava era estudar (antes sequer de tomar o pequeno-almoço), comecei a descompensar imenso mentalmente e, tal como tu, os níveis de ansiedade a subir imenso, de uma forma que eu também nunca tinha experienciado. Comecei a dormir mal também e, várias vezes, quando a ansiedade era muita, sentia as minhas pernas muito frágeis e tremiam. Apesar de sentir que estava, de um modo global, a alcançar a grande parte dos meus objetivos que tinha em relação ao curso, sentia-me cada vez mais miserável e infeliz. Até que chegou a um ponto que, tal como tu, comecei a não conseguir estudar e foi aí que senti que o melhor era desistir ou congelar a matrícula, porque tive a mesma sensação que ia reprovar a tudo. E assim o fiz. Tudo isto aconteceu de forma lenta e gradual durante o meu percurso.
No entanto, tenho 22 anos e, este ano, estava a iniciar o Mestrado. Contrariamente a ti, eu achava que tinha feito a escolha certa em relação ao curso, apesar de algumas dúvidas. Dúvidas porque eu sempre tive interesse e aptidão em várias áreas, desde artes a ciências. Optei pela música por ser uma paixão desde pequena e na altura, no meu 12º ano, não conseguir ver a música como um hobby e decidi arriscar. Mal sabia eu que este ano, ia-me ver numa situação em que sentia que se não parasse, ia começar a afetar severamente a minha sanidade mental (tal como tu sentiste algo semelhante) e, tendo em conta isso, desisti e agora estou a lutar por uma outra paixão, desta vez na área das ciências exatas, não só por ser outra paixão, mas porque acho que é um curso mais adequado para mim que o de música. E posso-te dizer que, apesar de estar a "começar do zero" aos 22 anos, já não me sentia feliz como me senti nestes últimos 3 meses há sabe-se lá quanto tempo e estou muito mais equilibrada mentalmente. Isto para dizer que és tão nova, a tua vida ainda está agora a começar e nunca é tarde para recomeçar! Baseando-me na minha experiência e opinião pessoal, acredito que continuar em Biologia só te fará mal à saúde e, por essa razão, não vejo porque não deves seguir os teus sonhos e lutar por Enfermagem Veterinária! Nota-se que estás com vontade, só tens de acreditar mais em ti e vais ver que vai correr tudo bem :) E cada dia que passa é um passo mais próximo do objetivo! E talvez procura arranjar formas de perder esse "medo" de sair do continente, porque acho que não é isso que te deve impedir de seguires os teus sonhos! No entanto, a decisão é tua e só tu saberás o melhor para ti. Boa sorte :)
Neste caso acho que podes sim, é o teu futuro e os teus sonhos que estão em causa, não os de mais ninguém. Se Enfermagem Veterinária é o que sempre sonhaste, just go for it.
Muito obrigada pela resposta
Olá Animal's lover! Após ter lido o teu post e de ter empatizado com a tua situação, não consegui ficar indiferente. Apesar da minha situação (atual) não ser exatamente igual à tua, tem vários aspetos bastantes semelhantes. A situação é semelhante na medida em que, tal como tu, o estudo tornou-se uma obsessão para mim, ao ponto de também me proibir de fazer coisas que gostava só para estudar. A primeira coisa que fazia quando me levantava era estudar (antes sequer de tomar o pequeno-almoço), comecei a descompensar imenso mentalmente e, tal como tu, os níveis de ansiedade a subir imenso, de uma forma que eu também nunca tinha experienciado. Comecei a dormir mal também e, várias vezes, quando a ansiedade era muita, sentia as minhas pernas muito frágeis e tremiam. Apesar de sentir que estava, de um modo global, a alcançar a grande parte dos meus objetivos que tinha em relação ao curso, sentia-me cada vez mais miserável e infeliz. Até que chegou a um ponto que, tal como tu, comecei a não conseguir estudar e foi aí que senti que o melhor era desistir ou congelar a matrícula, porque tive a mesma sensação que ia reprovar a tudo. E assim o fiz. Tudo isto aconteceu de forma lenta e gradual durante o meu percurso.
No entanto, tenho 22 anos e, este ano, estava a iniciar o Mestrado. Contrariamente a ti, eu achava que tinha feito a escolha certa em relação ao curso, apesar de algumas dúvidas. Dúvidas porque eu sempre tive interesse e aptidão em várias áreas, desde artes a ciências. Optei pela música por ser uma paixão desde pequena e na altura, no meu 12º ano, não conseguir ver a música como um hobby e decidi arriscar. Mal sabia eu que este ano, ia-me ver numa situação em que sentia que se não parasse, ia começar a afetar severamente a minha sanidade mental (tal como tu sentiste algo semelhante) e, tendo em conta isso, desisti e agora estou a lutar por uma outra paixão, desta vez na área das ciências exatas, não só por ser outra paixão, mas porque acho que é um curso mais adequado para mim que o de música. E posso-te dizer que, apesar de estar a "começar do zero" aos 22 anos, já não me sentia feliz como me senti nestes últimos 3 meses há sabe-se lá quanto tempo e estou muito mais equilibrada mentalmente. Isto para dizer que és tão nova, a tua vida ainda está agora a começar e nunca é tarde para recomeçar! Baseando-me na minha experiência e opinião pessoal, acredito que continuar em Biologia só te fará mal à saúde e, por essa razão, não vejo porque não deves seguir os teus sonhos e lutar por Enfermagem Veterinária! Nota-se que estás com vontade, só tens de acreditar mais em ti e vais ver que vai correr tudo bem :) E cada dia que passa é um passo mais próximo do objetivo! E talvez procura arranjar formas de perder esse "medo" de sair do continente, porque acho que não é isso que te deve impedir de seguires os teus sonhos! No entanto, a decisão é tua e só tu saberás o melhor para ti. Boa sorte :)
Muito obrigada pela resposta antes de mais, ACA. Significa muito para mim ☺.
E fico muito feliz por saber que aos poucos estás a encontrar o teu caminho na área das ciências exatas.
Sim tens toda a razão. Continuar em Biologia seria uma péssima ideia.
E agradeço imenso os teus conselhos e o apoio. Obrigada por teres dispensado um pouco do teu tempo para me escreveres uma mensagem com conselhos muito sábios 😉.
E também espero que corra tudo bem nesta nova etapa da tua vida. Tudo de bom para ti😊
Post automatically merged:

Neste caso acho que podes sim, é o teu futuro e os teus sonhos que estão em causa, não os de mais ninguém. Se Enfermagem Veterinária é o que sempre sonhaste, just go for it.
Quero agradecer antes de pela tua resposta Gonçalo Santos Silva ☺. tens toda a razão, eu vou lutar pelos meus sonhos.
Desejo-te tudo de bom!
 
Última edição:
Olá pessoal!!
Bem, a mensagem que aqui envio é a combinação de um desabafo com algumas dúvidas que eu tenho relacionadas com a universidade e curso que eu devo escolher.
Em setembro de 2018 eu entrei no curso de Biologia da Universidade da Madeira, foi a minha primeira e única opção, mas no fundo eu sabia que não era o curso certo apesar de Biologia ter sido sempre a minha disciplina favorita no secundário. Eu sempre achei a biologia tão interessante, mas acho que isto não é suficiente para adorarmos um curso.
Então para afastar todas estas dúvidas que iam surgindo eu estudei, estudei e estudei de forma doentia até não poder mais. E eu não estou a ser exagerada, porque passava o dia a estudar sem fazer pausas e acabei por transformat o estudo numa obsessão. Eu queria ter excelentes notas e afastar da minha cabeça que Biologia não era o curso indicado. No final do primeiro ano eu já não andava a sentir-me nada bem, sempre com dores de cabeça, com falta de apetite e senpre ansiosa com tudo e mais alguma coisa. Acabei o primeiro ano com uma média de 17,3, uma média muito boa mas por causa dos meus maus hábitos de estudo quase perdi a minha sanidade mental. No início do segundo ano a minha ansiedade tomou níveis extremos pois passei a ter ataques de pânico, os quais eu nunca tinha experienciado. Eu já nem comia nada porque não tinha apetite nenhum e também dormia muito mal. Só pensava em estudar e mais nada, proibi-me de fazer coisas que gostava só para estudar. Foi um horror!! Durante esses ataques as minhas pernas, mãos, pés e lábios ficavam dormentes. Dá-nos uma sensação de que vamos morrer e sentir isso é horrível. A partir desses momentos eu não consegui estudar mais nada, tendo bloqueado completamente. Então decidi congelar a matrícula. E fi-lo porque não conseguia estudar, a minha ansiedade era tão intensa e eu sabia que reprovaria a todas as cadeiras, e também porque no fundo eu sabia que provavelmente tinha sido um erro candidatar-me a este curso.
Eu não fui genuína comigo mesma porque tentei sempre afastar o curso que eu mais queria da minha cabeça, mas não consegui.
O meu sonho sempre foi ajudar animais e nunca tive outro objetivo de vida e então o curso que eu queria era Enfermagem Veterinária. Eu tentei afastar este sonho porque não tinha coragem de ir estudar para o continente e também porque não acreditava em mim mesma. Eu sou muito agarrada a casa, nada confiante e se na Madeira deu tudo errado, então no continente seria bem pior. Além disso, o meu exame de biologia e geologia já não é válido e teria de o refazer novamente. Mas eu estaria disposta a fazê-lo de novo. E já agora será que alguém me pode sugerir qual a melhor universidade para tirar o curso de Enfermagem Veterinária?

Eu tenho 19 anos e nunca me senti tão perdida na vida e queria saber se alguém me podia dar algum conselho: será que continuo o curso de biologia ( uma vez que já tirei um ano e se desistisse estaria a desperdiçar o dinheiro que os meus pais investiram); ou tento seguir o curso de enfermagen veterinária; ou desisto de tudo e inscrevo-me no desemprego; ou então candidato-me a um curso profissional que me insira rapidamente no mercado de trabalho?
Mas o sonho de ajudar animais não está diretamente relacionado com o curso de enfermagem veterinária. Eu posso sempre concretizar o sonho de ajudá-los ao tornar-me voluntária em canis e gatis. Nem todo o estudante universitário está no curso que mais gosta, por isso eu não posso ser egoísta e pensar só no que eu quero. Eu quero tomar uma atitude responsável e correta e a meu ver nem sempre as decisões mais acertadas são compatíveis com os nossos sonhos e ambições.
Se alguém me desse o seu conselho, eu agradecia imenso ☺. Eu preciso mesmo de ajuda para tomar a decisão certa.
E peço desculpa, desde já, pelo testamento.

Obrigada.
Olá,

Tal como tu também queria entrar na área da veterinária ( em específico medicina veterinária desde os meus 7/8 anos ), mas não consegui e acabei por seguir Biologia. Dentro da biologia ainda ponderei seguir ecologia, mas rapidamente desisti da ideia pois não iria ser o mesmo. No meu 2° ano decidi manter a média ( 17,6 ) para me candidatar como licenciado ao curso de medicina veterinária.

Resumindo, agora no meu 3° ano, estou certo da area que pretendo seguir e já não está (tão) relacionada com a veterinária, por isso, nem sempre é mau ficar num curso para abrir os horizontes !

Tens que avaliar os teus valores. Estas disposta a exercer como enfermeira veterinária mesmo tendo em conta a precariedade da área em Portugal ? Recomendo tentar entrar em contacto com profissionais na área ou até mesmo fazer voluntariado em clínicas veterinárias ( como também fiz há 2 anos ) para ver a realidade da área. Ajudou-me a ver os aspectos negativos e positivos da áreas ( desde precariedade até ao stress emocional ) e vi que ter entrado em biologia não foi assim tão mau.

No próximo ano vou enviar a candidatura para o mestrado em Biomedicina Molecular e, no futuro, pretendo trabalhar na indústria farmacêutica e já nem penso em candidatar-me a medicina veterinária através do concurso especial para licenciados.

Não quero que este texto te desmotive - apenas quero que tenhas noção que a tua primeira opção não é o fim do mundo e tens tempo para seguir o que realmente queres ou, tal como eu, para encontrar uma área que gostes durante a licenciatura ( que nem sabia que existia na altura da candidatura ao curso de biologia ). Avalia os teus valores, mas não deixes que eles criem um "tunnel vision", pois, podes estar a perder oportunidades que nem sabes que existiam!

Abraço e maior dos sucessos!
 
Olá,

Tal como tu também queria entrar na área da veterinária ( em específico medicina veterinária desde os meus 7/8 anos ), mas não consegui e acabei por seguir Biologia. Dentro da biologia ainda ponderei seguir ecologia, mas rapidamente desisti da ideia pois não iria ser o mesmo. No meu 2° ano decidi manter a média ( 17,6 ) para me candidatar como licenciado ao curso de medicina veterinária.

Resumindo, agora no meu 3° ano, estou certo da area que pretendo seguir e já não está (tão) relacionada com a veterinária, por isso, nem sempre é mau ficar num curso para abrir os horizontes !

Tens que avaliar os teus valores. Estas disposta a exercer como enfermeira veterinária mesmo tendo em conta a precariedade da área em Portugal ? Recomendo tentar entrar em contacto com profissionais na área ou até mesmo fazer voluntariado em clínicas veterinárias ( como também fiz há 2 anos ) para ver a realidade da área. Ajudou-me a ver os aspectos negativos e positivos da áreas ( desde precariedade até ao stress emocional ) e vi que ter entrado em biologia não foi assim tão mau.

No próximo ano vou enviar a candidatura para o mestrado em Biomedicina Molecular e, no futuro, pretendo trabalhar na indústria farmacêutica e já nem penso em candidatar-me a medicina veterinária através do concurso especial para licenciados.

Não quero que este texto te desmotive - apenas quero que tenhas noção que a tua primeira opção não é o fim do mundo e tens tempo para seguir o que realmente queres ou, tal como eu, para encontrar uma área que gostes durante a licenciatura ( que nem sabia que existia na altura da candidatura ao curso de biologia ). Avalia os teus valores, mas não deixes que eles criem um "tunnel vision", pois, podes estar a perder oportunidades que nem sabes que existiam!

Abraço e maior dos sucessos!
Olá Rafael!
Antes de mais quero agradecer por teres dado a tua opinião. Fico muito agradecida :)

Sim é lá isso é verdade. Por vezes temos uma opinião à cerca de algo, neste caso, de um determinado curso, mas até o experimentarmos não sabemos verdadeiramente se gostamos ou não.

Eu também sei que a empregabilidade é muito baixa e que temos de ser emocionalmente muito fortes para lidar com as situações numa clínica veterinária.
E acho que vou seguir o te conselho e fazer voluntariado em clínicas ☺. Vou ponderar tudo isso, mas também tenho de ser sincera. Estar em Biologia não me faz sentir realizada.
Desejo-te boa sorte para o teu percurso escolar e espero que tenhas sucesso no mestrado de Biomedicina molecular.

Não te preocupes o texto não me desmotivou. Até que ajudou! Sabes, fizeste-me ver que eu tenho de entrar e conhecer a área da veterinária para ter mesmo a certeza de que conseguirei lidar com o que vier.

Muito obrigada pelos conselhos Rafael!! E também desejo-te tudo de bom 😊
 
  • Like
Reactions: Rafael.
Olá ! Estou no 11º ano em Línguas e Humanidades e estou indecisa sobre qual é o curso que deva escolher sei que ainda tenho o 12º ano mas eu antes reconhecia o que desejava que era Direito ( exclui cursos relacionados a ciências, sáude para além de tar em Humanidades em vez de Macs tenho biologia e geologia e também educação) é algo que não me chama muito desses mencionados sou mais de cursos de serviços, línguas..., mas Direito era o que queria mas agora não sei mais... pois não gosto de advocacia nem falar em público (por enquanto) o que me atrai é a PJ e juiza, todavia sou muito boa a comunicar e sou aluna de 18 para cima mas não sei mesmo que me aconselham e cursos que me poderia dar bem... deem a vossa opinião de cursos ou se devia manter direito odeio sentir me indecisa ahahaha
Tens tempo para pensar e tomar uma decisão ainda. O meu conselho é explorares o índice de cursos no site da DGES, dá pra pesquisares tendo em conta a área ou até mesmo outros factores que te possam interessar (como as Universidades). Se não te interessas pela área de Direito, não faz muito sentido propores-te estudar 4 anos de uma coisa que provavelmente tens a noção ilusória de gostar, ainda que Direito não seja única e exclusivamente advocacia. De qualquer das formas, o índice de cursos da DGES é muito útil porque ficas a saber que cursos existem e podes depois pesquisar nos sites das faculdades para descobrires mais sobre os planos de estudos, as saídas profissionais, etc. Aqui pelo Uniarea, depois, podes chegar a encontrar pessoas do curso e da faculdade que te interessam.

 
  • Love
Reactions: bixukillu
Olá, eu sou o Tiago e neste momento estou no 10 ano em ciências, devem se estar a perguntar pq é que quero decidir um curso sendo que comecei agora o secundário. A verdade é que ultimamente ando com uma enorme desmotivação para estudar e sinto que me falta um objetivo uma meta para conseguir entrar no curso que quero.
Não sei se alguém consegue me ajudar nesta escolha, mas digo que estou com interesse em tirar medicina para vir a ser anestesista , em bioengenharia e por fim gostava tb de ser controlador de trafego aéreo.
Muito obrigado pela atenção, aceito qualquer ajuda.
 
Olá, eu sou o Tiago e neste momento estou no 10 ano em ciências, devem se estar a perguntar pq é que quero decidir um curso sendo que comecei agora o secundário. A verdade é que ultimamente ando com uma enorme desmotivação para estudar e sinto que me falta um objetivo uma meta para conseguir entrar no curso que quero.
Não sei se alguém consegue me ajudar nesta escolha, mas digo que estou com interesse em tirar medicina para vir a ser anestesista , em bioengenharia e por fim gostava tb de ser controlador de trafego aéreo.
Muito obrigado pela atenção, aceito qualquer ajuda.


Olá! Eu estou no 11º ano e sim ter um propósito, um objetivo futuro, pode influenciar a nossa motivação já me ajudou, porém nos tempos anteriores eu fui percebendo que não valia a pena estar focada numa coisa pois ainda me resta algum tempo até terminar o secundário e na altura certa pensarei. Pois eu no 10 até agora já mudei muito a minha opinião do que queria ser, é inevitável. No 10º pensei que queria ir para ciências forenses, depois no início do 11 queria direito e agora Ciência Política e Relações Internacionais, e sei que vou mudar, pois no 10 eu julgava que era mesmo aquilo e que tava certa, mas não é bem assim, nós estamos em constante mudança independentemente do quão seguros estamos sobre algo. Se estás desmotivado, o que deves fazer é tentar perceber o porque e não te foques nisso do curso, tens tempo, há coisas mais importantes em te focares como procurar motivar te, experimenta ver vídeos sobre a matéria é muito interessante, ou procura fazer exercícios, para saberes o que te vai trazer a motivação tens de experienciar. O que motiva a mim é pensar que se não estudar não vou conseguir ter boa nota nem ter uma boa média logo não consigo ir para um bom curso, ou seja é esta estratégia que ativa logo a tua vontade, pelo menos para mim. Espero ter ajudado. E também ontem terminou o 2P e como não vais ter exames tenta descansar e não pensar muito nisso.
 
Última edição:
Agradeço imenso a resposta, e acho que vou seguir o teu conselho de não ficar obsecado com a escolha do curso e apenas procurar algumas informações do que cada traz.
 
  • Like
Reactions: bixukillu
Olá! Eu estou bastante indecisa sobre a área que quero seguir na faculdade, porque eu tenho mais facilidade com números e com fisica-quimica mas ao mesmo tempo também gosto de debater assuntos do dia a dia. Estou atualmente no último ano do secundário em ciências e tecnologias e sempre tive melhores notas a matemática e a fisica-quimica do que as disciplinas mais teóricas. Gostaria que vocês dessem a vossa opinião.
 
Olá! Eu estou bastante indecisa sobre a área que quero seguir na faculdade, porque eu tenho mais facilidade com números e com fisica-quimica mas ao mesmo tempo também gosto de debater assuntos do dia a dia. Estou atualmente no último ano do secundário em ciências e tecnologias e sempre tive melhores notas a matemática e a fisica-quimica do que as disciplinas mais teóricas. Gostaria que vocês dessem a vossa opinião.
Se escolheres um curso pela aptidão que, à priori, tens nas disciplinas, talvez devesses considerar a área de engenharias ou até um curso de matemática.
 
  • Like
Reactions: Miclina
Olá! Eu estou bastante indecisa sobre a área que quero seguir na faculdade, porque eu tenho mais facilidade com números e com fisica-quimica mas ao mesmo tempo também gosto de debater assuntos do dia a dia. Estou atualmente no último ano do secundário em ciências e tecnologias e sempre tive melhores notas a matemática e a fisica-quimica do que as disciplinas mais teóricas. Gostaria que vocês dessem a vossa opinião.

Bem, qual delas é que te verias a fazer profissionalmente e sentir realização?
 
  • Like
Reactions: Miclina
Se escolheres um curso pela aptidão que, à priori, tens nas disciplinas, talvez devesses considerar a área de engenharias ou até um curso de matemática.
Obrigada!
Sim estou a pensar em seguir esse caminho, só que tenho algum receio se devo considerar as notas às disciplinas.
Post automatically merged:

Bem, qual delas é que te verias a fazer profissionalmente e sentir realização?
Obrigada!
Já pensei em várias possibilidades desde direito a gestão mas são cursos tão distintos que fica dificil decidir que ramo quero se letras ou números
 
Bom dia.
Estou com uma dúvida em saber o caminho melhor a seguir, espero que me possam ajudar.

1-ctesp em gestão indústrial(ipmaia) e seguir para a licenciatura engenharia mecânica(ispgaya)

2-ctesp em electrónica e automação industrial(ispgaya)e seguir para a licenciatura em engenharia mecânica(ispgaya)

Obrigado