Economia/Gestão - perspetivas para o futuro

RMoon99

Ex-Cupido
Matrícula
16 Outubro 2015
Mensagens
2,015
Curso
Engenharia Mecânica
Instituição
FEUP
Olá! :D
Penso que seja um tema importante nos dias que correm: pensar nas perspetivas a longo prazo dos cursos superiores. Como a minha dúvida reside sobre esta área gostava de saber: o que esperar do mercado de trabalho para os licenciados desta área, tanto agora como no futuro? Muito desemprego ou uma crescente procura pelos mesmos?
É verdade que é uma área suscetível a substituições, ou seja, pessoas formadas nas áreas de Engenharia e Línguas Empresarias podem constituir um perigo para os economistas/gestores atuais?
Gostava de saber opiniões sobre este tema e também, se possível, a situação atual do setor dos serviços na região Norte
Obrigado :)
 

BrunaS98

Membro Dux
Especialista
Gestão, Economia & Ensino Privado
Matrícula
28 Maio 2015
Mensagens
1,436
Curso
Economia & MSc Business Economics
Instituição
Católica Porto
o que esperar do mercado de trabalho para os licenciados desta área, tanto agora como no futuro? Muito desemprego ou uma crescente procura pelos mesmos?
A minha perspectiva pessoal é que, apesar da crescente introdução das tecnologias nos serviços, nunca podes substituir um gestor ou um economista por uma máquina - ok, os nossos modelos são muito matematizados, mas são apenas uma simplificação da realidade, tem que existir sempre a parte social que não pode ser matematizada, principalmente a gerir recursos escassos.
É verdade que é uma área suscetível a substituições, ou seja, pessoas formadas nas áreas de Engenharia e Línguas Empresarias podem constituir um perigo para os economistas/gestores atuais?
Há que ter em mente que, para se ser gestor, não é necessário o curso de Gestão (ao contrário do que acontece com um economista ou um engenheiro), daí que tenhas muitos engenheiros no cargo. No entanto, Gestão/Economia oferecem-te muitas mais saídas que as tradicionais, principalmente se as complementares com um mestrado - os principais empregos dos recém licenciados são na área da Auditoria/ Consultoria e existe a crescente procura por gestores de Marketing, por exemplo. O que quero com tudo isto dizer é que são duas áreas muito versáteis e gerais, que são facilmente complementadas com mestrados ou MBAs :)
a situação atual do setor dos serviços na região Norte
Não tens um setor tão desenvolvido como, por exemplo, em Lisboa, mas são cada vez mais as empresas a investirem na região do Porto e em Braga :)
 

RMoon99

Ex-Cupido
Matrícula
16 Outubro 2015
Mensagens
2,015
Curso
Engenharia Mecânica
Instituição
FEUP
A minha perspectiva pessoal é que, apesar da crescente introdução das tecnologias nos serviços, nunca podes substituir um gestor ou um economista por uma máquina - ok, os nossos modelos são muito matematizados, mas são apenas uma simplificação da realidade, tem que existir sempre a parte social que não pode ser matematizada, principalmente a gerir recursos escassos.

Há que ter em mente que, para se ser gestor, não é necessário o curso de Gestão (ao contrário do que acontece com um economista ou um engenheiro), daí que tenhas muitos engenheiros no cargo. No entanto, Gestão/Economia oferecem-te muitas mais saídas que as tradicionais, principalmente se as complementares com um mestrado - os principais empregos dos recém licenciados são na área da Auditoria/ Consultoria e existe a crescente procura por gestores de Marketing, por exemplo. O que quero com tudo isto dizer é que são duas áreas muito versáteis e gerais, que são facilmente complementadas com mestrados ou MBAs :)

Não tens um setor tão desenvolvido como, por exemplo, em Lisboa, mas são cada vez mais as empresas a investirem na região do Porto e em Braga :)
Então, na tua ótica, qual o setor mais desenvolvido no Norte?
 

DDiaz

Membro Veterano
Matrícula
3 Março 2016
Mensagens
248
Existe um artigo cientifico interessante (não me recordo do nome) que fala da "morte do marketing". Isto porque? Porque marketing é puramente especulativo e actualmente temos acesso a grandes quantidades de informação que nos permitem ser mais exactos. Acredito que no futuro sem duvida esta àrea vai mudar e ao contrario do que disseram em cima economistas podem ser substituídos por maquinas (existem muitos artigos sobre machine learning, e.g. Artificial intelligence disrupting the business of law ). Claro que isto é muito a longo prazo. Pessoalmente se tivesse 17 anos actualmente ia para gestão de informação acredito que isto seja um ramo mais "preparado" para o futuro :)
 
Última edição:

chips

Membro Veterano
Matrícula
13 Setembro 2015
Mensagens
118
Instituição
ISCTE Business School
[Vou aqui fazer um testamento que já queria ter feito ao tempo, mas não queria destruir sonhos e ilusões.]

Eu acho que as perspetivas de emprego a longo prazo na área de Gestão não são muito boas, tal como não são em grande parte dos cursos. Cada vez mais os processos em todas as profissões são automatizados e substituídos por software. O que vai ser sempre valorizado, por ser difícil de sistematizar, são as relações humanas. No caso de Gestão, as pessoas que serão sempre necessárias serão as que são líderes e dão a cara pela empresa tanto para a comunicação externa como interna, para os funcionários, as pessoas de vendas que estabelecem relações duradouras com os clientes, pessoas criativas que pensam em novas soluções para a empresa evoluir...

E isto já se vê hoje em dia, nos processos de recrutamento de recém-licenciados. Aqui no fórum falamos muito da faculdade X, do curso Y, da média... mas na realidade as empresas cada vez querem menos saber disso. As grandes empresas usam as faculdades de proveniência e as médias de curso como um fator eliminatório. Por exemplo, as 4 consultoras de Gestão mais conhecidas em Portugal (as chamadas big four) vão às 5 faculdades de topo portuguesas, eliminam quem tenha média abaixo de 14 valores e a partir daí não interessa se eu vim do ISCTE, do ISEG ou da Nova, nem interessa se acabei o curso com 13,5 ou com 16,9. As empresas querem pessoas confiantes, com lábia, proatividade, iniciativa e que lhes deem a impressão que saem do curso e sabem o que estão ali a fazer. Há testes psicotécnicos para avaliar a capacidade lógica e etc. mas também há dinâmicas de grupo para avaliar o que os recrutadores adoram: soft skills. Porque são estas skills que diferenciam um humano de uma máquina e são estas skills que nunca ficarão obsoletas.

No caso de outras grandes empresas, que não são de consultoria, em vez de 7 cães a 1 osso há 70 cães a 1 osso. Estas empresas, como Unilever, L'Oreal, P&G, LIDL, têm processos de recrutamento ainda menos voltados para os nossos conhecimentos. A partir do momento em que aceitam a nossa candidatura, é porque cumprimos os seus requisitos mínimos (uns 13 valores de média e talvez nem restrinjam às top 5 de melhores faculdades). Por isso, mais uma vez, não interessa se tirei Economia na Católica, Finanças no ISEG ou Gestão na FEP. Se ganhei um prémio por estar entre os melhores alunos do curso ou se consegui acabar o curso em por milagre. As empresas querem ver o nosso à vontade, a nossa flexibilidade para desempenhar diferentes tarefas e, cada vez mais, a nossa capacidade para liderar.

Em relação aos engenheiros ocuparem posições de gestores... isso sempre existiu e faz sentido para vários cargos. Mas hoje as restrições sobre licenciaturas são ainda mais ténues. Há empresas, como a Jerónimo Martins, que promovem os seus processos de recrutamento dizendo mesmo que não estão a contratar "degrees". Ou seja, se aparecer alguém que tirou uma licenciatura em Fisioterapia, Sociologia ou Estudos Africanos, tem a possibilidade de ocupar um cargo de Gestão, se mostrar durante o processo de recrutamento a garra e capacidade de liderança que as empresas tanto buscam.

Tenho a dizer que é bastante ingrato. Ir a entrevistas e descobrir uma nova forma de separar o trigo do joio. De repente, ter melhores notas e ter conhecimentos avançados sobre a área não é o mais valorizado, mas sim a nossa capacidade de comunicar e de liderar, apesar de termos passado 3 anos da nossa vida a aprender conhecimentos técnicos. Mas isto é o que faz sentido no mundo atual e o que vai cada vez mais fazer sentido no futuro, em 10 anos, com o aumento da automatização.

Por isso, invistam nas vossas soft skills o quanto antes, ao juntarem-se a organizações universitárias, equipas desportivas e voluntariado. As empresas adoram quem tem hobbies e dá a entender que teve uma vida cheia durante a faculdade.
 

DDiaz

Membro Veterano
Matrícula
3 Março 2016
Mensagens
248
Um pequeno aparte que se calhar não deveria ser discutido neste topico. Esse threshold de 14 imposto pelas consultoras (ou pelo menos inscrito no site de recrutamento deles) não é seguido à linha, conheço muitas pessoas com 11-12 que estão agora na KPMG ou EY.

Concordo com quase todos os pontos.

EDIT: Mas pessoal que ainda desconhece o mercado de trabalho em Portugal, escolham muito bem onde querem entrar, infelizmente existem muitas empresas que praticam escravatura do século XXI e isso inclui todas as big four. Entrem nestas empresas se querem um salario satisfatório e gostem mesmo muito de consultoria/auditoria senão evitem ao máximo.
 
  • Like
Reactions: chips and BrunaS98

chips

Membro Veterano
Matrícula
13 Setembro 2015
Mensagens
118
Instituição
ISCTE Business School
Também conheço quem tenha entrado na PwC com média de 13, mas teve de ser insistente e mostrar o dobro de "garra", para que lhe dessem a oportunidade de passar a barreira e conseguir uma entrevista.
Eu nunca iria para uma consultora. Ganha-se 900 a 1100€ (o que é bom para recém-licenciado), mas a trabalhar 12 horas por dia, sob uma enorme pressão, rotatividade de pessoal e tarefas desgastantes e intelectualmente exigentes. É preciso mesmo gostar de consultoria e ter objetivos claros nessa área, para que alguém se consiga manter motivado e subir na carreira. A maior parte das pessoas passa 1 ano ou 2 numa consultora e depois sai.
 

chips

Membro Veterano
Matrícula
13 Setembro 2015
Mensagens
118
Instituição
ISCTE Business School
Porque eu não sou esse tipo de pessoa. Sou mais de ter boas notas e saber do que falo e há quem tenha o dom da palavra e consiga convencer os empregadores que sabe bem mais do que aquilo que sabe. Mas, como referi, apesar de achar ingrato por não corresponder diretamente à competência, é o recrutamento que faz mais sentido hoje em dia e pessoas como eu é que têm de aprender e se adaptar ao sistema, que foi o que eu fiz.
 

Ricardo Miguel Fernandes

Membro Caloiro
Matrícula
11 Setembro 2017
Mensagens
5
Pode me dizer para onde está mais virado o curso de gestão e também o curso de economia?
Em relaçao a trabalhar na area dos mercados financeiros, é melhor seguir gestão ou economia?
 

Freddy

Membro Veterano
Matrícula
12 Agosto 2016
Mensagens
287

kipogo

Membro Caloiro
Matrícula
9 Outubro 2017
Mensagens
6
Boas malta

Estou em Ciências e Tecnologia e gostava de seguir Economia ou Gestão, de preferência na Universidade do Minho, ou então relativamente perto ( Porto, Viana, Vila Real).
Consigo entrar num dos cursos mesmo estando em Ciências, e o quanto perdi em não ter tido Economia no secundário?

Agradeço respostas
Obrigado!
 

BrunaS98

Membro Dux
Especialista
Gestão, Economia & Ensino Privado
Matrícula
28 Maio 2015
Mensagens
1,436
Curso
Economia & MSc Business Economics
Instituição
Católica Porto
Boas malta

Estou em Ciências e Tecnologia e gostava de seguir Economia ou Gestão, de preferência na Universidade do Minho, ou então relativamente perto ( Porto, Viana, Vila Real).
Consigo entrar num dos cursos mesmo estando em Ciências, e o quanto perdi em não ter tido Economia no secundário?

Agradeço respostas
Obrigado!
Sim, consegues entrar com Matemática A. De Economia A só perdeste uns 30min da primeira aula de Macroeconomia e de Microeconomia :)
 
  • Like
Reactions: kipogo

kipogo

Membro Caloiro
Matrícula
9 Outubro 2017
Mensagens
6
Sim, consegues entrar com Matemática A. De Economia A só perdeste uns 30min da primeira aula de Macroeconomia e de Microeconomia :)
Sempre quis seguir engenharia informática, e nunca me veio a ideia de seguir Ciências Socioeconómicas, apesar de gostar muito do conceito de gestão e economia, finalmente percebi o que queria!
Sendo assim obrigado ;) agora é lutar para as médias
 
  • Like
Reactions: BrunaS98
Tópicos Semelhantes
Thread starter Título Fórum Respostas Dia
J UC Testemunhos sobre a Universidade de Coimbra (Gestão/Economia) Universidade de Coimbra 0
saramoreira262 Indecisão entre Economia, Gestão e Contabilidade Ciências Económicas e Empresariais 1
M Mestrado Gestão e Economia de Saúde Ciências Económicas e Empresariais 0
D Mestrado em Matemática Aplicada à Economia e Gestão - FCUL Ciências 1
I Gestão de Empresas M23 - Exame de Economia Concursos e Regimes Especiais 3
C Iscte Gestão —> Economia Candidatos 2020/2021 - Discussão Geral 0
D Mestrado Gestão e Economia da Saúde na UC vs. Mestrado em Gestão dos Serviços de Saúde na UTAD Ciências Económicas e Empresariais 1
Marco L. Lista de Candidatos a Economia e Gestão - 2020/2021 Listas de Candidatos 2020/2021 162
P Candidatos a Economia & Gestão 2020/2021 Candidatos 2020/2021 - Discussão Geral 283
G Quão grande será o aumento das médias em economia/gestão? Concurso Nacional e Locais - Público 30
F Para os estudantes de Economia e Gestão Ciências Económicas e Empresariais 0
M ISEG ou ISCTE (Gestão/Economia) Ciências Económicas e Empresariais 3
Diana Valença Economia / Finanças / Gestão Ciências Económicas e Empresariais 2
M Economia/gestão: Utad/ UC Ciências Económicas e Empresariais 0
A 20/21 – Economia vs Gestão & Qual a faculdade? Ciências Económicas e Empresariais 8
E Economia vs Gestão no ISCTE Ciências Económicas e Empresariais 0
L UBI Gestão / Economia na UBI Universidade da Beira Interior 7
Leonardo Viegas NOVASBE NOVA SBE Gestão vs Economia Universidade Nova de Lisboa 22
P Para quem está em mestrado em economia/gestão/finanças, tem algum colega com background em engenharia? Ciências Económicas e Empresariais 2
R Medias Economia / Gestão 2ªFase Candidatos 2019/2020 2
Blasty Candidatos Economia e Gestão 2019/2020 Candidatos 2019/2020 19
I Mestrado em Economia ou Gestão? Ciências Económicas e Empresariais 0
I FEUC Mestrado em Economia ou Gestão Universidade de Coimbra 1
M Gestão VS Economia VS Maeg Ciências Económicas e Empresariais 1
B Mestrado FEP: economia e gestão de recursos humanos Ciências Económicas e Empresariais 2
A UMinho Economia/Gestão na U. Minho Universidade do Minho 0
E Área de economia, gestão e contablidade Ciências Económicas e Empresariais 1
Angelzz Candidatos Economia & Gestão 2018/2019 Candidatos 2018/2019 13
rafaeldrrm Gestão/Economia (ISCTE vs ISEG) Ciências Económicas e Empresariais 9
B De Economia para Gestão? Mudança de Curso, Transferência e Reingresso 6
A Gestão/Economia vs Fisioterapia Ensino Superior - Geral 8
K Católica Economia/Gestão - Católica do Porto Universidade Católica Portuguesa 17
JoaoRamosAlbu Gestão de Informação vs Gestão vs Economia Ciências Económicas e Empresariais 0
G Mudança de Economia para Gestão Mudança de Curso, Transferência e Reingresso 1
M UAL Gestão/Economia Universidade Autónoma de Lisboa 1
I ISCTE Geografia A como prova de ingresso- Economia/Gestão ISCTE ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa 13
A Gestão/Economia - Aveiro vs Coimbra Ciências Económicas e Empresariais 7
Paula Mariana UMa Gestão/Economia - Univ da Madeira Universidade da Madeira 0
S Matemática Aplicada à Economia e Gestão ( Dúvida) Arquivo 1
Hazure Minho vs Aveiro - Economia/Gestão Ciências Económicas e Empresariais 7
F Mestrados na área de Economia e Gestão Ciências Económicas e Empresariais 12
V FEP Mestrado em Gestão e Economia de Serviços de Saúde Universidade do Porto 2
Pilar Resende Médias 2ªfase Economia/Gestão Lisboa Concurso Nacional e Locais - Público 4
A De ciências e tecnologias para gestão/economia Concurso Nacional e Locais - Público 2
Lisa Finanças vs Gestão/Economia Ciências Económicas e Empresariais 18
Francisco Santos 18 Economia/Gestão/Etc. - Previsões médias 2016/2017 Ciências Económicas e Empresariais 42
L UA Mestrado em Economia/Gestão - UA Universidade de Aveiro 2
ingo FEP Economia/Gestão - FEP Universidade do Porto 56
R Transferência Gestão->Economia FEP Ciências Económicas e Empresariais 3
J Matemática Aplicada à Economia e Gestão (MAEG) Ciências 54

Tópicos Semelhantes