IPBeja Enfermagem - Beja

Alguém que esteve ou esteja em enfermagem no ipb? Têm feedback?
Olá, Sofia! Conheço algumas pessoas desse curso no IPB. Se quiseres fazer algumas perguntinhas, posso tentar enviar ☺
 
Olá, Sofia! Conheço algumas pessoas desse curso no IPB. Se quiseres fazer algumas perguntinhas, posso tentar enviar ☺

olá, obrigada pela disponibilidade!! acho que as minhas maiores dúvidas é quanto ao ambiente da universidade e da exigência do curso em si, uma vez que beja nem sempre foi a minha primeira opção. então gostava de saber, por exemplo, a opinião sobre a praxe e sobre a exigência do curso nessa universidade.
 
olá, obrigada pela disponibilidade!! acho que as minhas maiores dúvidas é quanto ao ambiente da universidade e da exigência do curso em si, uma vez que beja nem sempre foi a minha primeira opção. então gostava de saber, por exemplo, a opinião sobre a praxe e sobre a exigência do curso nessa universidade.
Vou perguntar e depois entro em contacto contigo 🤗
 
muito obrigada!
Consegui uma resposta de um ex-colega meu e ele disse isto:

"A nossa escola é super acolhedora e toda a gente se cumprimenta uns aos outros! Em relação ao grau de exigência, como todos os cursos, há sempre aquele ano mais difícil; eu vou para o terceiro ano e achei o segundo mais difícil que o primeiro, mas nada que com trabalho e estudo não se consiga.
Em relação à praxe, depende bastante de quem praxa e se gostas do conceito, falo por mim: gostei de algumas coisas, mas outras não tolerei e saí... Mas é uma questão de experimentares...
Em termos de curso, é muito bom porque temos vários estágios, já para não falar que a taxa de emprego neste momento é de 100%, pelo menos nas últimas sondagens do IPBeja."

Mais alguma coisa que queiras perguntar, fica à vontade 🤗
 
Consegui uma resposta de um ex-colega meu e ele disse isto:

"A nossa escola é super acolhedora e toda a gente se cumprimenta uns aos outros! Em relação ao grau de exigência, como todos os cursos, há sempre aquele ano mais difícil; eu vou para o terceiro ano e achei o segundo mais difícil que o primeiro, mas nada que com trabalho e estudo não se consiga.
Em relação à praxe, depende bastante de quem praxa e se gostas do conceito, falo por mim: gostei de algumas coisas, mas outras não tolerei e saí... Mas é uma questão de experimentares...
Em termos de curso, é muito bom porque temos vários estágios, já para não falar que a taxa de emprego neste momento é de 100%, pelo menos nas últimas sondagens do IPBeja."

Mais alguma coisa que queiras perguntar, fica à vontade 🤗
fiquei só com uma dúvida agora quanto ao estágio, vi que em enfermagem o estágio era só mesmo no último semestre... é verdade? muito obrigada mais uma vez ☺️
 
fiquei só com uma dúvida agora quanto ao estágio, vi que em enfermagem o estágio era só mesmo no último semestre... é verdade? muito obrigada mais uma vez ☺
São vários estágios - é sempre no último semestre de cada ano!

Como entretanto me deram mais respostas, vou transcrever o que outras pessoas me disseram:

Daniela Caiano:
"A Escola Superior de Saúde, que incorpora o IPBeja, é um ambiente escolar totalmente equipado, preparado como qualquer outro instituto académico. Dentro da nossa escola, para além do curso superior de Enfermagem, incorpora também o curso superior de Terapia Ocupacional, o que permite que seja um ambiente mais uníssono e acolhedor. Para além destes, também existem as turmas de mestrados e os TESPs. A exigência é grande como em qualquer outro curso da área da Saúde, no entanto, como temos um papel fundamental e de valor em ambiente hospitalar, a exigência deste curso, especificamente, em Beja, é grande, tendo por isso em todos os semestres ensinos clínicos (estágios) respectivos às disciplinas leccionadas no respectivo semestre (como por exemplo, Saúde Materna, Saúde Infanto-Juvenil, Cirurgia, Medicina, entre muitos outros), o que te permite passar por todos os ramos da área da saúde e, quando finalizares o curso, teres uma ideia mais clara daquilo que queres trabalhar. Estes estágios são o ex libris do IPBeja, o que faz dele único, pois raras escolas a nível nacional têm os estágios organizados como nós e isso tem alguma representabilidade, perante Hospitais e outras instituições, tanto pela experiência, como pelo ensino teórico. Novamente, saiu uma notícia recente com a taxa deste curso nos 100%.
Relativamente às praxes, como qualquer noutro meio académico, elas existem e são importantíssimas para estimular a união entre a turma e entre os diversos cursos, a aquisição de alguns valores, o conhecimento da cidade de Beja, entre muitas outras coisas. Por experiência própria, eu adorei a praxe, foram semanas incríveis, cheias de desafios e novas coisas para aprender... Fiz lá os meus melhores amigos e as melhores madrinhas que podia ter. Ajudou, sem dúvida, na minha integração e tenho muitas saudades. Não posso revelar mais porque o que faz na praxe, fica na praxe :wink: , mas nada de comportamentos abusivos ou extremos, pois é de lembrar que estamos numa área da Saúde. Ainda tens a oportunidade de participar na TAEB, a Tuna Académica de Enfermagem de Beja. Nunca me arrependerei de ter colocado Enfermagem em Beja como 1ª opção, é preciso estudar muito, muita dedicação, empenho, persistência, gosto pela área e vais ver que tudo se faz e vais adorar o curso, assim como Beja, que tal como os outros sítios, tem vida académica, tem as "noites académicas", praxes, aprendizagens, amizades, companheirismo e o mundo todo à tua espera."

Diogo:
"O curso, no geral, é exigente, muita matéria, muito nome estranho e novo e ao longo do curso exigem que saibas tudo dos semestres anteriores de trás para a frente e até as coisas mais simples vão sendo esquecidas, se não houver estudo e prática. O primeiro ano é bem fácil, é mais de adaptação e para adquirir os conhecimentos básicos. No segundo, a coisa já começa a complicar, nos estágios, por exemplo, já ficamos com um enfermeiro só para nós e temos de começar a fazer trabalho de enfermeiro a sério.
Quanto às praxes, são exigentes fisicamente e principalmente, psicologicamente, o que talvez seja bom para mais tarde, em estágios e no trabalho, talvez seja mais fácil lidar com situações de doentes ou com colegas com quem não gostas de trabalhar. Os veteranos querem trabalho de equipa e que nos ajudemos uns aos outros: ter empatia e não ser egoísta, isto é o mais importante desta profissão. E no geral todos entendem isto, o que cria um bom clima. Os professores estão sempre dispostos a tirar dúvidas, os mais velhos ajudam sempre os mais novos com conselhos e sebentas e dentro da turma, mesmo os que não se dão tão bem, acabam por trabalhar em conjunto quando é preciso. E é isto, basicamente, com um pouco de estudo e muito café dá para terminar o curso e ir-se preparando para esta difícil profissão. Aproveita um pouco as noitadas para aliviar a tensão. Boa sorte para o futuro!"

A primeira pessoa do post anterior mostrou-se disponível para eu te enviar o contacto do Facebook, caso aches necessário, para esclareceres alguma dúvida. Espero ter ajudado! 🤗
 
São vários estágios - é sempre no último semestre de cada ano!

Como entretanto me deram mais respostas, vou transcrever o que outras pessoas me disseram:

Daniela Caiano:
"A Escola Superior de Saúde, que incorpora o IPBeja, é um ambiente escolar totalmente equipado, preparado como qualquer outro instituto académico. Dentro da nossa escola, para além do curso superior de Enfermagem, incorpora também o curso superior de Terapia Ocupacional, o que permite que seja um ambiente mais uníssono e acolhedor. Para além destes, também existem as turmas de mestrados e os TESPs. A exigência é grande como em qualquer outro curso da área da Saúde, no entanto, como temos um papel fundamental e de valor em ambiente hospitalar, a exigência deste curso, especificamente, em Beja, é grande, tendo por isso em todos os semestres ensinos clínicos (estágios) respectivos às disciplinas leccionadas no respectivo semestre (como por exemplo, Saúde Materna, Saúde Infanto-Juvenil, Cirurgia, Medicina, entre muitos outros), o que te permite passar por todos os ramos da área da saúde e, quando finalizares o curso, teres uma ideia mais clara daquilo que queres trabalhar. Estes estágios são o ex libris do IPBeja, o que faz dele único, pois raras escolas a nível nacional têm os estágios organizados como nós e isso tem alguma representabilidade, perante Hospitais e outras instituições, tanto pela experiência, como pelo ensino teórico. Novamente, saiu uma notícia recente com a taxa deste curso nos 100%.
Relativamente às praxes, como qualquer noutro meio académico, elas existem e são importantíssimas para estimular a união entre a turma e entre os diversos cursos, a aquisição de alguns valores, o conhecimento da cidade de Beja, entre muitas outras coisas. Por experiência própria, eu adorei a praxe, foram semanas incríveis, cheias de desafios e novas coisas para aprender... Fiz lá os meus melhores amigos e as melhores madrinhas que podia ter. Ajudou, sem dúvida, na minha integração e tenho muitas saudades. Não posso revelar mais porque o que faz na praxe, fica na praxe :wink: , mas nada de comportamentos abusivos ou extremos, pois é de lembrar que estamos numa área da Saúde. Ainda tens a oportunidade de participar na TAEB, a Tuna Académica de Enfermagem de Beja. Nunca me arrependerei de ter colocado Enfermagem em Beja como 1ª opção, é preciso estudar muito, muita dedicação, empenho, persistência, gosto pela área e vais ver que tudo se faz e vais adorar o curso, assim como Beja, que tal como os outros sítios, tem vida académica, tem as "noites académicas", praxes, aprendizagens, amizades, companheirismo e o mundo todo à tua espera."

Diogo:
"O curso, no geral, é exigente, muita matéria, muito nome estranho e novo e ao longo do curso exigem que saibas tudo dos semestres anteriores de trás para a frente e até as coisas mais simples vão sendo esquecidas, se não houver estudo e prática. O primeiro ano é bem fácil, é mais de adaptação e para adquirir os conhecimentos básicos. No segundo, a coisa já começa a complicar, nos estágios, por exemplo, já ficamos com um enfermeiro só para nós e temos de começar a fazer trabalho de enfermeiro a sério.
Quanto às praxes, são exigentes fisicamente e principalmente, psicologicamente, o que talvez seja bom para mais tarde, em estágios e no trabalho, talvez seja mais fácil lidar com situações de doentes ou com colegas com quem não gostas de trabalhar. Os veteranos querem trabalho de equipa e que nos ajudemos uns aos outros: ter empatia e não ser egoísta, isto é o mais importante desta profissão. E no geral todos entendem isto, o que cria um bom clima. Os professores estão sempre dispostos a tirar dúvidas, os mais velhos ajudam sempre os mais novos com conselhos e sebentas e dentro da turma, mesmo os que não se dão tão bem, acabam por trabalhar em conjunto quando é preciso. E é isto, basicamente, com um pouco de estudo e muito café dá para terminar o curso e ir-se preparando para esta difícil profissão. Aproveita um pouco as noitadas para aliviar a tensão. Boa sorte para o futuro!"

A primeira pessoa do post anterior mostrou-se disponível para eu te enviar o contacto do Facebook, caso aches necessário, para esclareceres alguma dúvida. Espero ter ajudado! 🤗
acho que já me ajudaste a esclarecer as dúvidas todas mas se ficar colocada tenho a certeza que vão surgir outras ahahaha podes enviar-me o contacto pf?
 
  • Like
Reactions: Ariana_
Olá já vi que já te esclareceram as tuas dúvidas se tiveres mais alguma podes entrar em contacto cmg. ☺
Acabei agora o primeiro ano de enfermagem no ipbeja

Olá!
Estou a pensar candidatar-me ao IPBeja, não é a minha primeira opção, será a minha 2ª ou 3ª porque estou indecisa entre Beja e o IPSetúbal.
Podes esclarecer-me quanto ao acesso à cidade e mesmo ao instituto em si? A minha 1ª opção é Faro e mesmo sendo uma cidade movimentada, os transportes públicos não são muito desenvolvidos e tenho receio que Beja seja semelhante ainda para mais sendo uma cidade ainda mais pacata.
E relativamente aos alojamentos? Achas que é fácil de encontrar T1? Achas que são em conta, por exemplo 300€? É que Faro está um abuso... 😤
Obrigada e beijinhos!
 
Olá!
Estou a pensar candidatar-me ao IPBeja, não é a minha primeira opção, será a minha 2ª ou 3ª porque estou indecisa entre Beja e o IPSetúbal.
Podes esclarecer-me quanto ao acesso à cidade e mesmo ao instituto em si? A minha 1ª opção é Faro e mesmo sendo uma cidade movimentada, os transportes públicos não são muito desenvolvidos e tenho receio que Beja seja semelhante ainda para mais sendo uma cidade ainda mais pacata.
E relativamente aos alojamentos? Achas que é fácil de encontrar T1? Achas que são em conta, por exemplo 300€? É que Faro está um abuso... 😤
Obrigada e beijinhos!

Ola😊
Quanto ao acesso à cidade normalmente os estudantes chegam de autocarro é só procurar os horários online (Expresso ou rodoviária). Por outro lado dentro da cidade existem autocarros eu particularmente acho que só andei uma vez, porque é tudo muito perto e a maior parte das casas alugadas a estudantes são na zona da universidade, temos um pingo doce perto e o resto fica mais longe mas tbm da para ir a pé.
Quanto ao t1 eu não sei os preços porque todas as pessoas que conheço alugam quartos em casas com 2/3 quartos. Os quartos normalmente ficam entre 160 e 200 euros existem com e sem despesa.
Espero ter ajudado, beijinhos
 
Última edição: