Enfermagem

Boa tarde, eu estou extremamente dividida entre estes dois cursos, alguém me poderia esclarecer umas duvidas, nomeadamente:
- Qual dos dois tem mais prestigio?
- Em termos salariais, qual o melhor?
- E em termos de carga horária?
- Existe busca de emprego em fisiologia clínica?
- Em fisiologia clínica, o facto de formar técnicos tem alguma desvantagem?

Desculpem tantas perguntas... :D
Já te deram varias respostas mas aqui vai a minha...
Fisiologia Clinica ou Enfermagem, eu fui para enfermagem e nunca tive indeciso relativamente a estas opções...
Em termos salariais Enfermagem depende muito do nível de carreira a que chegas, em que sector trabalhas, qual é a tua especialidade etc etc etc... Se estas em portugal ou lá fora... porque sim... Um enfermeiro com pós graduação em Inglaterra pode receber à hora lá, aquilo que os enfermeiros cá recebem ao dia ( mesmo assim é preciso ter cuidado com as realidades dos países). Em termos de carga horária, arrisco a dizer que enfermagem tem muito mais... mas mais uma vez depende muito se estás num serviço de urgências ou se estás a trabalhar numa parte administrativa.
Quanto à profissão posse te dizer, é muito trabalhosa exigente, mesmo o curso afoga-te em coisas, mas rapidamente percebes que é uma profissão única que em 99% tem algo que mais nenhum curso tem, que é uma ligação única com a pessoa a quem tiveres a prestar cuidados.
 
Em que pólo é que as aulas da escola superior de enfermagem do Porto ocorrem?
 
Olá pessoal, alguém do fórum entrou em enfermagem por transferência de curso? Realizei hoje o exame de acesso a maiores de 23, mas infelizmente n me parece que vá conseguir.. com os anos a passar e eu a não conseguir entrar mais uma vez, acho que me vou candidatar a mais que um curso para o ano, mas se não gostasse gostava da possibilidade de pedir transferência.. Eu estava a pensar no curso de terapia ocupacional, que me dizem?
 
Boa tarde,

Vou concorrer à ESEL este ano :) estava também a pensar em candidatar-me à residência, no Polo Calouste Gulbenkian. Há alguém aqui que a frequente e me possa explicar como funciona quer o processo de candidaturas quer a própria residência? Obrigado!
 
Boa tarde,

Vou concorrer à ESEL este ano :) estava também a pensar em candidatar-me à residência, no Polo Calouste Gulbenkian. Há alguém aqui que a frequente e me possa explicar como funciona quer o processo de candidaturas quer a própria residência? Obrigado!
Também me vou candidatar mas só à ESEL, porque eu moro em Lisboa, espero que entremos! Boa sorte!
 
Boa tarde,

Vou concorrer à ESEL este ano :) estava também a pensar em candidatar-me à residência, no Polo Calouste Gulbenkian. Há alguém aqui que a frequente e me possa explicar como funciona quer o processo de candidaturas quer a própria residência? Obrigado!
Não frequento a residência e não sei bem como funciona, mas daquilo que já ouvi colegas meus falar ;) usa as indicações do site :)!!!
 
Bom dia.

Gostava muito que me conseguissem ajudar nesta difícil escolha. Eu quero sair do curso de contabilidade e administração para ir para um curso da área da saúde. Estou muito indecisa entre terapia ocupacional e enfermagem.
Gostava de saber qual destes cursos dá mais oportunidades de trabalho no nosso país e de saber mais sobre cada um deles.

Obrigada :)
 
Estou numa dúvida incessante, estou entre enfermagem e fisioterapia....
Apesar de tudo sempre fui mais inclinado para enfermagem, adoro poder ajudar as pessoas, ter aquela sensação de que as pessoas nos ficam gratas... Mas depois existem coisas que não me agradam muito, como por exemplo a questão de dar banhos e fazer as limpezas pessoais (será que este tipo de coisas é realizado mais pelos auxiliares de enfermagem ou é mesmo pelos enfermeiros?) Não sei mesmo o que escolher... O que acham?
 
Estou numa dúvida incessante, estou entre enfermagem e fisioterapia....
Apesar de tudo sempre fui mais inclinado para enfermagem, adoro poder ajudar as pessoas, ter aquela sensação de que as pessoas nos ficam gratas... Mas depois existem coisas que não me agradam muito, como por exemplo a questão de dar banhos e fazer as limpezas pessoais (será que este tipo de coisas é realizado mais pelos auxiliares de enfermagem ou é mesmo pelos enfermeiros?) Não sei mesmo o que escolher... O que acham?

Bem, eu vou falar da minha experiência (que não é muita porque, enfim, ainda estou no 12º) e pode ser que te ajude.
Desde pequeno que soube que queria ter uma profissão relacionada com ajudar pessoas. Então, sempre me direcionaram e eu próprio me mentalizei que o curso que eu iria seguir era Medicina. Com todo o mérito que eu possa atribuir aos profissionais de medicina e ao curso em si, peças-chave fundamentais na abordagem ao paciente com doença, não é o curso certo para mim. E só cheguei a essa conclusão há 6 meses atrás, quando no meio de uma tarde de voluntariado no serviço de Pediatria do Hospital Garcia de Orta se acendeu a luzinha do interesse pela enfermagem, que eu não tinha noção que fosse o mundo que é. Em termos de curso e de profissão, adequa-se muito mais a mim do que Medicina. Uma coisa te posso dizer: os enfermeiros são os profissionais indispensáveis à prática médica. Se eles não existirem, nada do resto se pode realizar. Em termos de funções, penso que depende um pouco das condições que existem de hospital para hospital, quer a nível de serviços como a nível de pessoal. Mas quando sai do curso, um enfermeiro deve estar preparado para Cuidar. E dentro de este Cuidar, engloba-se tudo o que se pode fazer para melhorar a qualidade de vida do doente enquanto este está internado. Um enfermeiro não é só um enfermeiro, mas também um amigo, um companheiro, alguém com quem se pode desabafar e que está na linha da frente.
Sobre o curso de Fisioterapia, nunca pesquisei muito sobre ele já que nunca ponderei sequer o curso. Porém, considero que deve ser uma área bastante interessante!
O que escolher ninguém te pode dizer, só tu podes decidir. E tens que ir à procura disso. Fala com as faculdades, manda emails, marca visitas, fala com profissionais para teres uma ideia :) resume-se tudo, no fundo, a ser feliz.
Espero ter ajudado, pelo menos na parte de enfermagem! Ahahah :)

Boa sorte!
 
Estou numa dúvida incessante, estou entre enfermagem e fisioterapia....
Apesar de tudo sempre fui mais inclinado para enfermagem, adoro poder ajudar as pessoas, ter aquela sensação de que as pessoas nos ficam gratas... Mas depois existem coisas que não me agradam muito, como por exemplo a questão de dar banhos e fazer as limpezas pessoais (será que este tipo de coisas é realizado mais pelos auxiliares de enfermagem ou é mesmo pelos enfermeiros?) Não sei mesmo o que escolher... O que acham?
Boa noite!
Vou dar-te a minha opinião mas tem em conta que isto é apenas daquilo que fui ouvindo ao longo deste último ano e não daquilo que vivi.
Estive este último ano na ESEP mas como não era aquilo que queria, não me dediquei afincadamente. Foi mais para não estar parada. Posso falar-te daquilo que fui ouvindo nas aulas que iríamos fazer e assim...
Pela descrição que me fizeste de ti e daquilo que gostas de fazer, pareces uma pessoa ideal para enfermagem. É preciso ter muito gosto para ajudar pessoas. No entanto, quanto àquilo que vais ou não ter de fazer... Cada profissão tem as suas partes boas e más. Supostamente, tratar de higiene e essas coisas, deviam estar mais viradas para um auxiliar. Mas os enfermeiros também o fazem. Se é mais ou menos que os auxiliares não sei, mas vais fazê-lo muito provavelmente, mais vezes do que desejarias. Penso que isso seja um dos problemas de enfermagem. Mas é um curso muito bonito, para quem gostar. E acredito que seja muito gratificante ter um contacto tão próximo com as pessoas.
Em comparação a fisioterapia, ajudas muito mais as pessoas em enfermagem (acho) mas talvez haja outras coisas que são importantes ponderar.
Volto a referir que isto é apenas a minha opinião, e sou um pouco suspeita porque não era isto que queria. Aquilo que que aconselho é que te informes muito bem quanto aos 2 cursos e que tentes falar com alguém que esteja por dentro dessas áreas. Aconselho-te que antes de te candidatares entendas aquilo que vais fazer na profissão e como é a faculdade/plano de estudos e chegues a alguma conclusão
Espero ter ajudado! não sei para onde vais concorrer, mas se for a ESEP e tiveres alguma dúvida, não hesites em perguntar!
 
@David Loura @Marta Reis Obrigado pela vossa opinião e ajuda! :)
Na verdade sempre quis algo na área da saúde em que pudesse ajudar as pessoas e estar em contacto direto com elas. E como muitas pessoas a ideia que sempre tive foi de medicina (e além disso também por ter um fascínio por cirurgia). Andei meio perdido durante o secundário porque a minha média não dava nem de perto para medicina de maneira que não sabia o que fazer. Infelizmente à 2 anos uma pessoa cá de casa teve um acidente bastante grave e teve de ficar durante 1 mês no hospital, teve várias operações, e eu ia todos os dias ao hospital. O atendimento ri mesmo prestável entre os vários hospitais em que teve, e foi então que comecei a reparar em enfermagem, e em como é uma profissão tão bondosa e gratificante. Porque só mesmo quem gosta de ajudar é que escolhe esta profissão. É realmente acho que é algo que me ia fazer sentir realizado, e a passado uns dias lembrei-me "como é que é possível eu nunca me ter lembrado disto?".
Em relação à escola, não tenho muitas opções a não se lá ESEL, é a única pública que existe em Lisboa. Isto é, se conseguir uma boa no exame de biologia e geologia. Mas é superar que corra bem! :);)
 
Última edição:
Olá, vou para o 12º ano. Tenho de escolher 2 disciplinas para o ano mas estou indecisa entre Química e Psicologia. Quero seguir enfermagem, dá-me alguma vantagem seguir Química ou é preferível seguir Psicologia para subir a média? Obrigada!
 
Estou numa dúvida incessante, estou entre enfermagem e fisioterapia....
Apesar de tudo sempre fui mais inclinado para enfermagem, adoro poder ajudar as pessoas, ter aquela sensação de que as pessoas nos ficam gratas... Mas depois existem coisas que não me agradam muito, como por exemplo a questão de dar banhos e fazer as limpezas pessoais (será que este tipo de coisas é realizado mais pelos auxiliares de enfermagem ou é mesmo pelos enfermeiros?) Não sei mesmo o que escolher... O que acham?

Olá, estou no primeiro ano de Fisioterapia e agora estou em estágio. Falaste sobre ajudar as pessoas, e estás errado se achas que os utentes não te ficam gratos! Ainda hoje uma senhora disse-me que a minha educadora clínica tinha "mãos de ouro", com um sorriso (coisa que não tinha feito até então). A maior recompensa que se recebe é poder acompanhar a recuperação das pessoas (por exemplo, alguém conseguir voltar a andar) ou então ajudar alguém a manter a sua funcionalidade, para não perder as suas capacidades. Ou ainda ajudares jogadores lesionados a voltarem mais rapidamente à competição. Estás apenas a aplicar os conhecimentos que aprendeste a estas pessoas mas vês vidas a serem transformadas por tua causa, e para mim, não há melhor que isso, adoro o curso e a profissão :) Acho que a diferença maior entre Fisio e Enfermagem, já que em ambos ajudas as pessoas, passa por nós em Fisio lidarmos muito com o conceito de movimento e de mobilidade e perceber o que é expectável ou não uma pessoa fazer e dps aplicar técnicas de intervenção para essa pessoa retomar a mobilidade. Em enfermagem não lidam tanto com isso.

Quanto a enfermagem, não sou a pessoa mais indicada para te responder a isso, mas tenho amigas em enfermagem, sei que pelo menos no curso aprendem a dar banhos e mudar fraldas, agora, quanto à frequência com que o fazem na profissão em si, não te sei dizer. Mas por certo se enfermagem for mesmo o que queres, isso não te vai custar nada porque "quem corre por gosto não cansa" ;)

Onde estudo, e por certo noutros sítios, houve pessoas que começaram por Enfermagem e nas primeiras semanas quiseram trocar para Fisioterapia (e vice-versa). Esta é uma escolha importante, sim, mas não definitiva.

Se quiseres colocar alguma questão, estás à vontade :)
 
Estou numa dúvida incessante, estou entre enfermagem e fisioterapia....
Apesar de tudo sempre fui mais inclinado para enfermagem, adoro poder ajudar as pessoas, ter aquela sensação de que as pessoas nos ficam gratas... Mas depois existem coisas que não me agradam muito, como por exemplo a questão de dar banhos e fazer as limpezas pessoais (será que este tipo de coisas é realizado mais pelos auxiliares de enfermagem ou é mesmo pelos enfermeiros?) Não sei mesmo o que escolher... O que acham?
Estou numa dúvida incessante, estou entre enfermagem e fisioterapia....
Apesar de tudo sempre fui mais inclinado para enfermagem, adoro poder ajudar as pessoas, ter aquela sensação de que as pessoas nos ficam gratas... Mas depois existem coisas que não me agradam muito, como por exemplo a questão de dar banhos e fazer as limpezas pessoais (será que este tipo de coisas é realizado mais pelos auxiliares de enfermagem ou é mesmo pelos enfermeiros?) Não sei mesmo o que escolher... O que acham?
Olá Rodrigo. Venho-te responder a parte do Técnico Auxiliar de Saúde. Sou TAS e pelos estágios que tive em conjunto com equipas de estagiários, eles em relação ao doente deles ele era totalmente da responsabilidade deles desde a higienização, alimentação, colheita de análises, medicação e fazer-lhe a cama. Durante o estágio é isto, agora quando já tens o curso. Só dás banhos no leito aos que precisarem mesmo (mesmo muito) se não tudo ao chuveiro com os Técnicos. Espero ter-te ajudado!
 
Estou numa dúvida incessante, estou entre enfermagem e fisioterapia....
Apesar de tudo sempre fui mais inclinado para enfermagem, adoro poder ajudar as pessoas, ter aquela sensação de que as pessoas nos ficam gratas... Mas depois existem coisas que não me agradam muito, como por exemplo a questão de dar banhos e fazer as limpezas pessoais (será que este tipo de coisas é realizado mais pelos auxiliares de enfermagem ou é mesmo pelos enfermeiros?) Não sei mesmo o que escolher... O que acham?
Olá Rodrigo, sou enfermeira à 15 anos e posso dizer-te que é uma profissão apaixonante, mas dura, muito dura. Tens como em todas as profissões o lado bom e o mau. Os bons vão desde a gratificação pessoal, aos doentes e famílias que te reconhecem, ao companheirismo dos colegas, não só enfermeiros mas de toda a equipa multidisciplinar, entre muitos outros. Os maus aspectos são vários, fáceis de enumerar, desanimadores em muitos momentos mas mesmo assim ainda não me fizeram desistir: trabalhar por turnos é difícil especialmente nas festas fins de semana e datas importantes; ter de lidar com doentes e famílias exigentes, agressivos, mal agradecidos e que te acham criado deles; o salário não compensa tudo o que fazes em cada turno; tens de estudar e te manter actualizado para toda a vida... E sim tens de dar banhos e mudar fraldas, e aspirar secreções, levar com vómitos em cima e urina nos pés... Vais ter de fazer múmias e dizer à família que o seu familiar morreu... E nem sempre vais conseguir controlar as lágrimas, nem sempre vais conseguir esquecer aquele doente... Não é fácil mas habituas-te sem dar conta porque na hora só pensas em deixar o doente limpo e confortável e a sentir-se digno outra vez... E no fim do turno, vais estourado para casa, a pensar que raio de profissão foste escolher, mas no dia a seguir um outro doente vai agarrar a tua mão, vai-te pedir ajuda, pode até nem conseguir falar mas vai-te olhar nos olhos e tudo vale a pena mais uma vez...
 
Estou numa dúvida incessante, estou entre enfermagem e fisioterapia....
Apesar de tudo sempre fui mais inclinado para enfermagem, adoro poder ajudar as pessoas, ter aquela sensação de que as pessoas nos ficam gratas... Mas depois existem coisas que não me agradam muito, como por exemplo a questão de dar banhos e fazer as limpezas pessoais (será que este tipo de coisas é realizado mais pelos auxiliares de enfermagem ou é mesmo pelos enfermeiros?) Não sei mesmo o que escolher... O que acham?

Olá. Também eu tenho um enorme gosto pela saúde e principalmente por ser o principio de todo o bem-estar de uma pessoa. A verdade é que sem saúde, não existe paz. Outro lado ótimo destas duas profissões é de facto, como referiste, darmos o nosso melhor a quem mais precisa, este acto de cuidar, e sem esperar, receber um enorme carinho daqueles que nos rodeiam. No entanto, o que muitas vezes acontece, é que acima desta preocupação, estão outros interesses, como um bom ordenado ao fim de um mês. Na minha opinião, e isto, seja em que profissão for, só somos felizes naquilo que realmente nos realiza, como profissionais, mas acima de tudo, como humanos. Infelizmente, também tenho contactado muito com o ambiente hospitalar e já me cruzei com mil e um profissionais. Dou os meus sinceros parabéns àqueles que me mostraram que depois de todas as coisas menos boas na sua profissão, fazem-no com todo o gosto, e que reconhecem que não existe nada melhor do que o carinho que recebem todos os dias. Por outro lado, também existe um grande grupo de "personagens" que, como se diz na minha terra, não valem a ponta de um c*rno e que simplesmente não têm vocação nenhuma para a profissão em que estão. É isto que faz com o meu sistema nervoso não regule bem, pessoas que se matam a estudar para entrar num curso que realmente é o reflexo das suas caras e do seu coração e do outro lado, bem lá em cima, os grandiosos doutores, que muitíssimas vezes têm lugar no curso mais concorrido, devido aos paizinhos e que talvez até as suas notas tenham mérito próprio, mas o maior mérito que deviam demonstrar, é nulo - a capacidade de sentir aquele instinto e felicidade por ter ajudado alguém. Quantos não são os senhores, que se estão bem lixando para o bem-estar dos seus pacientes, muitas vezes sendo arrogante e tenho apenas uma preocupação primária, um salário regelante e um bom nome.
Com isto tudo, queria dizer-te que, se enfermagem é realmente o teu instinto e aquilo que sempre te imaginaste a fazer, que lutes por isso. Cada vez me conformo mais que, em todas as profissões existem coisas em que não vamos estar tão confortáveis, ou porque não gostamos tanto. Mas deixo-te um conselho:
Um dia talvez sejas tu a precisares que te limpem o rabinho e que cuidem de ti, que preservem o teu bem-estar.
Espero que sejas feliz, naquilo que te deixa ser realmente aquilo que és.
E lembra-te, mais que receber, a alegria está no dar e realmente, enfermagem é um curso estrondoso! :)