Enfermagem

Tenho uma questão, sendo que enfermagem é um curso politécnico, quais são as diferenças entre enfermagem no ensino politécnico e enfermagem no ensino universitário? Ou não há diferenças sem ser "o nome"? Obrigada :)
Olá Nicoleta :) é assim, até mesmo entre os politécnicos existem diferenças na forma como o curso é lecionado (a carga horária, os estágios, as cadeiras, etc.), por isso suponho que no ensino universitário também haja diferenças, mas que com toda a certeza não difere muito da dos politécnicos. Relativamente ao prestígio que dão ao ensino universitário, isso na minha opinião, não é minimamente relevante, até porque dizem que as melhores escolas de enfermagem são Institutos Politécnicos.
 
  • Like
Reactions: Nicoleta
Olá Fresh off Mars :) Quanto à "expressão" que coloquei, acerca da forma como o enfermeiro cuida da pessoa, de uma forma simples de explicar: a visão holística é olhar para a pessoa como um todo, não simplesmente para uma pessoa com um braço partido ou como um cancro terminal, é ver para além disso, cuidar não só daquele braço ou daquele tumor mas sim da pessoa no seu geral, prestar-lhe cuidados de enfermagem face às suas necessidades. É olhar para a pessoa como um todo e não por partes.
Relativamente ao médico prescrever medicação, na frase logo a seguir escrevi com: "Obviamente que isto é de uma forma muito geral e obviamente que um médico não prescreve somente a medicação, o que com isto quero dizer é que a medicina é mais direcionada para tratar do problema que a pessoa". Espero ter-me feito entender.
Lamento mas não posso concordar com a medicina ser o "mais direccionada para tratar o problema da pessoa". Isso talvez se aplique a um mau médico. O bom médico, tal como o bom enfermeiro, segue essa visão holística que dizes também. Pegando no teu exemplo: o bom médico preocupa-se com o braço partido, mas também se preocupa com todos os factores associados que possam ter levado a esse braço partido: desde osteoporose, outras patologias subjactentes, até ao facto de ter uma casa que não se adequa e que facilita quedas (p.e. ter tapetes, fios no chão, usar banheira, não ter apoios, materiais de uso diário de dificil acessibilidade), dificuldades que vai ter nas AVDs e em termos profissionais e como resolver, etc etc etc.....
Não é uma particularidade da enfermagem como eu interpreto do teu texto :)
 
  • Like
Reactions: Ana D and Alexa
Olá Nicoleta :) é assim, até mesmo entre os politécnicos existem diferenças na forma como o curso é lecionado (a carga horária, os estágios, as cadeiras, etc.), por isso suponho que no ensino universitário também haja diferenças, mas que com toda a certeza não difere muito da dos politécnicos. Relativamente ao prestígio que dão ao ensino universitário, isso na minha opinião, não é minimamente relevante, até porque dizem que as melhores escolas de enfermagem são Institutos Politécnicos.
Obrigada!!! :)
 
@davis será que podias fazer um tópico semelhante ao de medicina das notas dos candidatos desde ano, só que para enfermagem ? Obrigada :)
 
A minha média é de 143,8 a média na esel está em 139,6. Acham que consigo entrar na 1ª fase?
 
Boa Noite, por acaso sabem dizer-me quais os livros que são mais importantes para o segundo ano de Enfermagem?

Cumps
 
Para o 1º, há algum que aconselhes aos caloiros? :-D


Seeley Anatomia - não há melhor livros para se estudar anatomia;
Perry & Potter - Fundamentos de Enfermagem - é bastante bom se entender os conceitos básicos da enfermagem, e também dá bastante jeito quando temos de fazer trabalhos de enfermagem;
Elkin; Perry & Potter Nursing Interventions - também é bastante bom para percebermos os conceitos base e alguns procedimentos (de que forma devem ser realizados e em que situações podem ser aplicados);

Alguns guias que a Ordem dos Enfermeiros disponibiliza também são bons para fundamentar trabalhos. Existem mais livros, mas estes foi os que eu achei mais importantes durante este meu primeiro ano.

Espero ter ajudado em alguma coisa.
 
Seeley Anatomia - não há melhor livros para se estudar anatomia;
Perry & Potter - Fundamentos de Enfermagem - é bastante bom se entender os conceitos básicos da enfermagem, e também dá bastante jeito quando temos de fazer trabalhos de enfermagem;
Elkin; Perry & Potter Nursing Interventions - também é bastante bom para percebermos os conceitos base e alguns procedimentos (de que forma devem ser realizados e em que situações podem ser aplicados);

Alguns guias que a Ordem dos Enfermeiros disponibiliza também são bons para fundamentar trabalhos. Existem mais livros, mas estes foi os que eu achei mais importantes durante este meu primeiro ano.

Espero ter ajudado em alguma coisa.
Muito obrigada!
 
  • Like
Reactions: nessa
Será que uma média de 143,8 chega para entram na esel em que a média do ano passado foi 139,6 ?
 
Olá, sou aluna do 12º ano e o meu objectivo era seguir enfermagem. Acontece que aqui no Porto a média está demasiado alta para mim, apesar de ainda ter esperança nesta 2ª fase de biologia...:fearscream::fearscream:Ainda assim, estou a pensar no destino mais perto de casa:Aveiro. A minha questão é: com que frequência a ESEP aceita transferências de outras instituições? E se tenho alguma hipótese em conseguir mudar no 2º ano...
Beijinho a todos :kissingheart:
 
Olá. Estou a pensar seguir enfermagem e tenho muita dúvida entre qual será a melhor faculdade. Porto, Lisboa, ou Coimbra?
Gostava que me dessem as vossas opiniões, já fui à ESEL e a ESEP e pareceu-me que em termos de instalações a ESEP está bastante melhor. No entanto ao analisar as estatisticas em Dados e Estatísticas de Cursos Superiores pareceu-me que no porto existe mais desemprego nesta área, no entanto, já ouvi dizer precisamente o contrário, sendo que a ESEP está melhor a nivel de empregabilidade, mas o curso é mais exigente.
Gostava de ouvir as vossas opiniões. Obrigada.
 
Olá. Estou a pensar seguir enfermagem e tenho muita dúvida entre qual será a melhor faculdade. Porto, Lisboa, ou Coimbra?
Gostava que me dessem as vossas opiniões, já fui à ESEL e a ESEP e pareceu-me que em termos de instalações a ESEP está bastante melhor. No entanto ao analisar as estatisticas em Dados e Estatísticas de Cursos Superiores pareceu-me que no porto existe mais desemprego nesta área, no entanto, já ouvi dizer precisamente o contrário, sendo que a ESEP está melhor a nivel de empregabilidade, mas o curso é mais exigente.
Gostava de ouvir as vossas opiniões. Obrigada.

Olá xD queria começar por dizer que, as instalações acabam por ser algo irrelevante (desde que não sejam muito evidentes). No caso da ESEL (minha faculdade) posso concordar que não são as instalações mais recentes mas são bastante boas comparado com muitas faculdades. Mas gostaria de te dizer, ainda, outra coisa, "don't judge a book by its cover". Na verdade o que fazem as faculdades são os docentes que lá leccionam e acredita, excepto uns menos simpáticos, a nossa faculdade tem um corpo docente espetacular. Eu tive a sorte de ter, no meu primeiro ano, alguns dos melhores professores que leccionam na minha faculdade. E isto é algo muito importante porque acabam por ser os docentes que te acompanham que "moldam" o teu percurso académico. Eu tive alguns docentes muito exigentes que me ajudaram a ser melhor e a ultrapassar-me a mim mesmo.
Em relação a empregabilidade, penso que quase todas as faculdades, digamos, "centrais" (Lisboa, Coimbra e Porto) do país têm empregabilidade total (quase, atenção).
Não sei como são as outras faculdades, mas pessoalmente recomendo Lisboa, porque estou a adorar e tenho que admitir que foi um dos melhores anos da minha vida ahahah
Qualquer dúvida dispõe :)
 
Por si só, claro que não mas também influência!
Temos protocolos com o ICBAS, sendo que são os profs de lá que nos leccionam cadeiras como Anatomia, Fisiologia, Bioquímica e Microbiologia e fazemos mesmo uma visita ao Museu Anatómico e temos contacto com peças cadavéricas.
Para além disso, existe ainda o facto de que o nosso edifício está praticamente "colado" ao hospital São João e temos contacto quase diário com todo o ambiente hospitalar.

Tenho colegas que vieram de transferência do Minho e de Aveiro e dizem que, realmente notam uma diferença assustadora a nível de exigência e mesmo de conteúdos.

Claro que também é uma questão de gosto!

Olá! Vi que no post em cima tinhas dito que eras aluna de enfermagem no porto, e apesar de não saber se ainda o és, era muito bom se me pudesses esclarecer em relação aos estágios na ESEP. Fui informada que havia estágios todos os anos, mas recentemente disseram-me que só a partir do 3º ano. Sabes como é que, afinal, isso se passa?
 
Olá! Vi que no post em cima tinhas dito que eras aluna de enfermagem no porto, e apesar de não saber se ainda o és, era muito bom se me pudesses esclarecer em relação aos estágios na ESEP. Fui informada que havia estágios todos os anos, mas recentemente disseram-me que só a partir do 3º ano. Sabes como é que, afinal, isso se passa?
são só no 3 ano e 4 ano :)