Eng. Biomédia vs Bioquímica vs Ciências Farmacêuticas

Matrícula
3 Outubro 2018
Mensagens
13
Olá! Estou a acabar o 12º ano em Ciências e Tecnologias e espero acabar com média de 17. Estou bastante (muito mesmo) indecisa no curso que seguir para a faculdade. Já revi os cursos disponíveis umas mil vezes e o único que me agrada realmente é medicina (que não consigo devido ao exame de FQ). Então estou indecisa entre Eng. Biomédica em Aveiro ou no ISEP e Bioquímica ou Ciências Farmacêuticas no Porto. Gostaria que alguém me pudesse esclarecer melhor sobre estes cursos em questões de disciplinas, empregabilidade, etc.
 

Andreia C. Teixeira

Membro Caloiro
Matrícula
14 Junho 2016
Mensagens
5
Curso
Bioquímica - FCUP
Olá! Ainda sou aluna do 1º ano de Bioquímica da FCUP, mas posso falar um bocadinho de como está a ser até agora.
Desde o primeiro semestre que se começa a ter contacto com o laboratório (o que é ótimo para quem pretende seguir alguma carreira profissional relacionada, como a investigação).
Em termos de cadeiras centra-se muito tanto na química (desde a geral, passando pela orgânica, inorgânica, entre outras) como na biologia (celular, molecular, plantas, animais, entre outras), tendo ainda um cheirinho de matemática e de física (mas tudo muito ligado à biologia e a química).
É uma licenciatura bastante abrangente e, como tal, tem várias saídas profissionais nas mais variadas áreas da ciência: ciências da saúde, indústria química e alimentar, imunologia, genética, biologia celular, neurociências, entre tantas outras.
Qualquer dúvida que tenhas diz, que ajudo à vontade :wink:
 

Mymelo

Membro Dux
Matrícula
21 Novembro 2017
Mensagens
666
Curso
CF
Instituição
FFUL
Eu posso te falar um bocado de Ciências Farmacêuticas. Não estou na FFUP, mas sim na FFUL, no entanto, após consultar os planos de estudos da FFUP, vejo que não são muito diferentes portanto consigo ajudar-te um pouco.

Ciências Farmacêuticas é um mestrado integrado e como tal possui 5 anos. Os primeiro dois anos são mais gerais, vais aprender muita química com um foco maior em orgânica e MIA (métodos instrumentais de análise), mas também aprender um pouco de inorgânica. Vais ter cadeiras relacionadas com biologia, como bioquímica, biologia celular, microbiologia e biologia molecular. Sendo um curso da área da saúde vais ter cadeiras como Anatomia Humana, Histologia, Fisiologia Humana e Imunologia onde aprendes como o corpo humano se organiza e como funciona de uma maneira geral. Também vais ter algumas cadeira de matemática onde se aprende o essencial para compreender alguma química orgânica e farmaco-cinética e também vais ter alguma física, mas, tal como no caso da matemática, só o essencial para Ciências farmacêuticas e nada de muito pesado.

Chegando ao 3º ano começas a ter cadeiras que já são de farmácia propriamente dita. Vais ter cadeiras como Farmacologia em que aprendes como os medicamentos funcionam e os vários tipos que existem, Farmacognosia onde compreendes a parte farmacêutica das plantas, Química Farmacêutica e Tecnologia Farmacêutica. Estas últimas duas não sei bem o que tratam exatamente ainda. Tens cadeiras onde aprendes como a regulamentação dos fármacos é feita, outras relacionadas diretamente com farmácia comunitária e hospitalar.

Chegando ao 5º ano tens estágio que pode ser tanto em farmácia comunitária como em farmácia hospitalar.

Este curso possui diversas saídas profissionais como: investigação na área da saúde que se estende desde o próprio medicamento a virologia e alimentação, indústria química, alimentar e cosmética, farmácia hospitalar, farmácia comunitária (trabalhar nas farmácias), marketing clínico, laboratórios de análises clínicas, laboratórios de toxicologia entre outros.
 

Alexandre André

Membro Veterano
Matrícula
29 Outubro 2015
Mensagens
360
Curso
Astronomia
Instituição
Hogwarts
Para a área de investigação em cosmética (desenvolvimento de novas moléculas anti.envelhecimento, por ex.) recomendam ciências farmacèuticas ou bioquímica?
Mensagem fundida automaticamente:
 

Mymelo

Membro Dux
Matrícula
21 Novembro 2017
Mensagens
666
Curso
CF
Instituição
FFUL
Para a área de investigação em cosmética (desenvolvimento de novas moléculas anti.envelhecimento, por ex.) recomendam ciências farmacèuticas ou bioquímica?
Mensagem fundida automaticamente:
Eu recomendaria Ciências Farmacêuticas, mas sou suspeito de recomendar este curso :tearsofjoy:
Enfim, em Ciências Farmacêuticas existe uma cadeira, pelo menos na FFUL, que se foca mesmo em cosmética, no entanto não sei se é opcional ou não.
 
  • Like
Reactions: Alexandre André

Emptyrooms

Membro
Matrícula
4 Outubro 2018
Mensagens
59
Bom dia pessoal!

Dermofarmácia e cosmética é opcional na FFUL e obrigatória noutras instituições.

Eu diria que depende da fase do processo de investigação e desenvolvimento em que pretendes actuar. Em áreas transversais é comum os farmacêuticos e bioquímicos trabalharem em conjunto. No entanto, se quiseres desenvolver propostas de formulação, os conhecimentos de tecnologia farmacêutica (fórmula galénica, tecnologia de produção, controlo de qualidade, essencialmente), de farmacocinética/dinâmica(o que o teu organismo faz aos fármacos e como estes chegam ao receptor), guidelines ICH, as GMPs (normas de boas práticas) são essenciais, pelo que CF é, neste caso, mais adequado.
Há imensos bioquímicos/químicos na IF. Normalmente, estăo associados aos laboratórios de síntese, onde é feito o screening, síntese, análise (RMN, HPLC...), optimização de moĺéculas.

Há um curso de cosmetologia na FFUL, mas estou a ficaŕ sem bateria. mais tarde edito o post.
edit: perdoem-me a formatação.

Os produtos de cosmética têm uma regulamentaçao específica, mas a protecção da saúde publica tem de ser garantida e os princípios galénicos e de design de novas moléculas são semelhantes, daí que a não obrigatoriedade da UC de dermofarmácia não seja, a meu ver, crítico. Farmacocinética ser opcional, em algumas faculdades, é que é uma autêntica aberração.
Em Portugal, o curso que prepara especialmente para a área de formulação é o curso de CF. Acredito que no estrangeiro seja diferente, até porque lá fora existe o "formulation chemist".
Posto isto, o curso de cosmetologia da FFUL não se dirige exclusivamente a farmacêuticos. Atendendo ao número reduzido de docentes do departamento de tecnologia farmacêutica, associados à ultima edição, e ao peso da componente regulamentar, diria que formulação não deve ser o seu forte. Talvez abra portas para actuar na farmacovigilância destes produtos; muito sinceramente não sei.

Para finalizar e pegando no que já foi referido em baixo, apesar de cinética química não ser uma área nada estranha a bioquímicos, faz mais sentido que participem nos estudos de velocidade das reacções químicas (estudos de estabilidade química) em stress (pré-formulação) e formais (para a aprovação do produto) do que em estudos farmacocinéticos, os quais envolvem um conhecimento mais específico.
Nas unidades de controlo de qualidade e produção, o número de farmacêuticos é francamente baixo, sendo que estes desempenham essencialmente funções de direcção técnica (especialidade em indústria farmacêutica obrigatória). Como consequência, vai tudo parar a R&D, sendo a formulação uma das áreas da IF mais inalcansáveis.
 
Última edição:

Snarky_Puppy

Membro Veterano
Matrícula
29 Junho 2015
Mensagens
243
Curso
Ciências Biomédicas
Instituição
Universidade de Aveiro
Olá. Eu corroboro o que a @Emptyrooms disse, vou só especificar onde tenho visto mais farmacêuticos/bioquímicos no meu trabalho. Não sou da área da cosmética e o processo pode ter diferenças, mas darei uma perspetiva genérica em produtos de saúde:

Ciências farmacêuticas é uma mais valia em qualquer fase da investigação e desenvolvimento, sendo quase exclusiva em algumas áreas.
- formulação e GMPs (praticamente exclusivo a farmacêuticos)
- cinética/Dinâmica (fora um ou outro caso, é quase tudo farmacêutico)
- farmacovigilância e assuntos regulamentares (na verdade conheço um bioquímico nos assuntos regulamentares, mas é raro)

Os bioquímicos que conheço encontro-os mais aqui:
- fase in silico, de target identification, lead design, lead optimization, etc (não sei se é muito aplicável à cosmetologia)
- síntese de compostos/química medicinal
- estudos pré-clínicos e GLPs
- controlo de qualidade de lotes, testes de estabilidade
- ensaios clínicos na parte operacional (monitorização e compliance GCP, sendo esta uma área inespecífica a um curso e que sai fora da formação base dos bioquímicos)

Dito isto, as áreas onde vejo mais bioquímicos também são acessíveis a farmacêuticos, por isso acho que estás mais seguro com CF.
 
  • Like
Reactions: Alexandre André
Matrícula
3 Outubro 2018
Mensagens
13
Eu posso te falar um bocado de Ciências Farmacêuticas. Não estou na FFUP, mas sim na FFUL, no entanto, após consultar os planos de estudos da FFUP, vejo que não são muito diferentes portanto consigo ajudar-te um pouco.

Ciências Farmacêuticas é um mestrado integrado e como tal possui 5 anos. Os primeiro dois anos são mais gerais, vais aprender muita química com um foco maior em orgânica e MIA (métodos instrumentais de análise), mas também aprender um pouco de inorgânica. Vais ter cadeiras relacionadas com biologia, como bioquímica, biologia celular, microbiologia e biologia molecular. Sendo um curso da área da saúde vais ter cadeiras como Anatomia Humana, Histologia, Fisiologia Humana e Imunologia onde aprendes como o corpo humano se organiza e como funciona de uma maneira geral. Também vais ter algumas cadeira de matemática onde se aprende o essencial para compreender alguma química orgânica e farmaco-cinética e também vais ter alguma física, mas, tal como no caso da matemática, só o essencial para Ciências farmacêuticas e nada de muito pesado.

Chegando ao 3º ano começas a ter cadeiras que já são de farmácia propriamente dita. Vais ter cadeiras como Farmacologia em que aprendes como os medicamentos funcionam e os vários tipos que existem, Farmacognosia onde compreendes a parte farmacêutica das plantas, Química Farmacêutica e Tecnologia Farmacêutica. Estas últimas duas não sei bem o que tratam exatamente ainda. Tens cadeiras onde aprendes como a regulamentação dos fármacos é feita, outras relacionadas diretamente com farmácia comunitária e hospitalar.

Chegando ao 5º ano tens estágio que pode ser tanto em farmácia comunitária como em farmácia hospitalar.

Este curso possui diversas saídas profissionais como: investigação na área da saúde que se estende desde o próprio medicamento a virologia e alimentação, indústria química, alimentar e cosmética, farmácia hospitalar, farmácia comunitária (trabalhar nas farmácias), marketing clínico, laboratórios de análises clínicas, laboratórios de toxicologia entre outros.
Olá! Muito obrigada pela resposta 😊
Por acaso fiquei muito interessada no curso depois de ler a tua resposta, mesmo!! Sabes dizer-me se química de 12ano é muito importante no curso? Ou se é mais biologia? Na minha escola só abriu biologia embora eu quisesse química!!
 

Mymelo

Membro Dux
Matrícula
21 Novembro 2017
Mensagens
666
Curso
CF
Instituição
FFUL
Olá! Muito obrigada pela resposta 😊
Por acaso fiquei muito interessada no curso depois de ler a tua resposta, mesmo!! Sabes dizer-me se química de 12ano é muito importante no curso? Ou se é mais biologia? Na minha escola só abriu biologia embora eu quisesse química!!
Eu tive tanto química como biologia no 12º. Tendo em conta a química, só senti que já sabia alguns conceitos que estavam a ser dados em aula e já tinha algum à vontade com eles, no entanto os professores explicam tudo como se nós nunca tivéssemos ouvido aquilo, só que é ao ritmo da faculdade, portanto vai exigir que tu, no final das aulas, estudes o que foi dado em casa. No 12º fala-se um pouco de química orgânica que é muito importante no curso, mas como fazes parte do novo programa de FQ já deves ter tido alguma coisa disso no 10º ano, mas sugiro que olhes para o que foi dado no 10º de química orgânica quando entrares para não estares perdida.

Tendo em conta biologia do 12º ainda não dei nada que fosse relacionado com isso, mas acho que no 2º ano já se ouve falar sobre o que foi dado aí. Da minha experiência e do que ouço os que já estão em anos mais à frente do meu a falar, acho que o curso tanto biologia como química, mas com o passar do tempo vai-se tornando mais química, sendo esta sempre associada a aspectos biológicos.

Recomendo que passes por este tópico se quiseres ver mais informações sobre o curso.
 
  • Like
Reactions: Beatriz Nogueira
Matrícula
3 Outubro 2018
Mensagens
13
Olá! Ainda sou aluna do 1º ano de Bioquímica da FCUP, mas posso falar um bocadinho de como está a ser até agora.
Desde o primeiro semestre que se começa a ter contacto com o laboratório (o que é ótimo para quem pretende seguir alguma carreira profissional relacionada, como a investigação).
Em termos de cadeiras centra-se muito tanto na química (desde a geral, passando pela orgânica, inorgânica, entre outras) como na biologia (celular, molecular, plantas, animais, entre outras), tendo ainda um cheirinho de matemática e de física (mas tudo muito ligado à biologia e a química).
É uma licenciatura bastante abrangente e, como tal, tem várias saídas profissionais nas mais variadas áreas da ciência: ciências da saúde, indústria química e alimentar, imunologia, genética, biologia celular, neurociências, entre tantas outras.
Qualquer dúvida que tenhas diz, que ajudo à vontade :wink:
Olá! Muito obrigada pela resposta 😊 eu estou interessada no curso porque tem a parte da química e da biologia, as minhas preferidas ahah no entanto não sei se entro no Porto, que era mesmo o meu objetivo! Tenho média de 17.1 (por aí, só no fim do ano saberei mesmo) dos 3 anos e 16.5 no exame de biologia, por isso acho que se entrar vai ser à rasquinha mesmo.
Gostava de saber o que achas do curso, se estás a gostar, se achas muito complicado... e também se sabes se a empregabilidade em Portugal é boa! Obrigada 😊
 
  • Like
Reactions: Andreia C. Teixeira

Andreia C. Teixeira

Membro Caloiro
Matrícula
14 Junho 2016
Mensagens
5
Curso
Bioquímica - FCUP
Olá! Muito obrigada pela resposta 😊 eu estou interessada no curso porque tem a parte da química e da biologia, as minhas preferidas ahah no entanto não sei se entro no Porto, que era mesmo o meu objetivo! Tenho média de 17.1 (por aí, só no fim do ano saberei mesmo) dos 3 anos e 16.5 no exame de biologia, por isso acho que se entrar vai ser à rasquinha mesmo.
Gostava de saber o que achas do curso, se estás a gostar, se achas muito complicado... e também se sabes se a empregabilidade em Portugal é boa! Obrigada 😊
Estou a adorar o curso e não me arrependo da decisão!
Na minha opinião, até agora não tem sido muito difícil, mas é importante tentar ter o estudo em dia para não deixar a matéria acumular (com uma boa gestão de tempo tudo é possível).
Em termos de empregabilidade tanto cá em Portugal como no estrangeiro tem se boas hipóteses (segundo as estatísticas a taxa de desemprego é 1,7%)
 
  • Like
Reactions: Beatriz Nogueira

BárbaraAlves

Membro Caloiro
Matrícula
18 Fevereiro 2019
Mensagens
1
Apenas com a licenciatura de bioquímica , é possível ingressarmos no mercado de trabalho ?
Ou temos de tirar mestrado? Compreendo que os mestrados são uma mais valia , mas tendo a licenciatura já é possível arranjar trabalho na área?
E o que é que recomendam tirar licenciatura e depois mestrado? Ou tirar logo com mestrado integrado?
 

Tiago89

Membro Dux
Matrícula
15 Novembro 2015
Mensagens
875
Apenas com a licenciatura de bioquímica , é possível ingressarmos no mercado de trabalho ?
Ou temos de tirar mestrado? Compreendo que os mestrados são uma mais valia , mas tendo a licenciatura já é possível arranjar trabalho na área?
E o que é que recomendam tirar licenciatura e depois mestrado? Ou tirar logo com mestrado integrado?
Podes entrar no mercado de trabalho na teoria, não sei é se na prática te dão logo emprego. Com licenciatura podes trabalhar na indústria farmacêutica ou alimentar, toxicologia, etc. Em investigação e em docência (seja politécnico, universitário e secundário).
 

Tópicos Semelhantes