Engenharia Aeroespacial

António Gomes

Membro Veterano
Matrícula
4 Agosto 2016
Mensagens
313
Curso
Engenharia de Polímeros
Instituição
UMinho
Olá, se queres trabalhar nesta indústria, e não tens média ou capacidade financeira para ir para Lisboa, eu escolhia mecânica, materiais ou mesmo o meu curso. Em comparação com eng.ª física ficas com mais ferramentas para trabalhar no dep.º de eng.ª/projeto, manutenção ou qualidade. São cursos mais tecnológicos e que estudam matérias mais parecidas com os cursos que pretendes de aeronáutica ou aeroespacial. Para projetar um componente de aviação, um curso de mecânica ou materiais dá-te mais ferramentas porque estudas ciência de materiais, compósitos, desenho, placas e cascas, softwares de elementos finitos...
 
  • Like
Reactions: davis

_claudiaf

Membro Caloiro
Matrícula
26 Setembro 2019
Mensagens
3
Olá, se queres trabalhar nesta indústria, e não tens média ou capacidade financeira para ir para Lisboa, eu escolhia mecânica, materiais ou mesmo o meu curso. Em comparação com eng.ª física ficas com mais ferramentas para trabalhar no dep.º de eng.ª/projeto, manutenção ou qualidade. São cursos mais tecnológicos e que estudam matérias mais parecidas com os cursos que pretendes de aeronáutica ou aeroespacial. Para projetar um componente de aviação, um curso de mecânica ou materiais dá-te mais ferramentas porque estudas ciência de materiais, compósitos, desenho, placas e cascas, softwares de elementos finitos...
Mas não correria o risco de acabar noutra área qualquer?
O meu irmão anda em engenharia mecânica e pelo que vejo do curso dele, as saídas profissionais não me interessam muito... Gostaria de trabalhar numa área que gostasse mesmo, e pelo que vejo as saídas de engenharia física são bastante interessantes e inovativas. Mas de facto talvez seja melhor escolher um desses cursos que sugeriste se a minha esperança é trabalhar na área aeroespacial.
De qualquer maneira obrigada pela resposta.
Mensagem fundida automaticamente:

Olá @_claudiaf

Sim, é possível, tudo dependerá da função e projecto em causa.
Obrigada pela resposta.
Como assim "função e projecto em causa"?
E qual seria a probabilidade de eu realmente conseguir trabalhar na minha área pretendida se seguisse este curso? Seria melhor começar a considerar outros cursos parecidos?
 

davis

Administrador
Equipa Uniarea
Moderador
Matrícula
13 Outubro 2014
Mensagens
19,060
Curso
Eng. Aeroespacial
Instituição
IST - ULisboa
Obrigada pela resposta.
Como assim "função e projecto em causa"?
E qual seria a probabilidade de eu realmente conseguir trabalhar na minha área pretendida se seguisse este curso? Seria melhor começar a considerar outros cursos parecidos?
Dependeria de que projecto/área estamos a falar e que funções estão envolvidas. Imagino que em projectos na ESA estejam certamente envolvidos engenheiros físicos, já no fabrico de helicópteros tenho dúvidas. Mas os cursos que estão mais próximos foram os referidos pelo @António Gomes , nomeadamente Engenharia Mecânica, para o lado todo Aerodinâmica/Propulsão/Estruturas/Materiais ou até, num menor grau, Engenharia Electrotécnica se tiveres mais interesse pelo lado do Controlo/Telecomunicações/Electrónica/Computação.
 

Marco Ramos

Membro Veterano
Matrícula
27 Janeiro 2018
Mensagens
498
Curso
Engenharia Fisica
Instituição
FCUP
Exato como o @davis diz, existe pessoal de eng.fisica na ESA... e sim vai depender da área que te queres inserir. Uma coisa que podes fazer é após 3 anos ficas com a licenciatura e mudas para o mestrado de eng.aeroespacial ...
 
  • Like
Reactions: davis

_claudiaf

Membro Caloiro
Matrícula
26 Setembro 2019
Mensagens
3
Exato como o @davis diz, existe pessoal de eng.fisica na ESA... e sim vai depender da área que te queres inserir. Uma coisa que podes fazer é após 3 anos ficas com a licenciatura e mudas para o mestrado de eng.aeroespacial ...
Então nesse caso ficaria com Licenciatura em Engenharia Física e Mestrado em Aeroespacial?
Não sabia que esta era uma opção, mas de facto parece uma ideia a ser considerada.
Mensagem fundida automaticamente:

Dependeria de que projecto/área estamos a falar e que funções estão envolvidas. Imagino que em projectos na ESA estejam certamente envolvidos engenheiros físicos, já no fabrico de helicópteros tenho dúvidas. Mas os cursos que estão mais próximos foram os referidos pelo @António Gomes , nomeadamente Engenharia Mecânica, para o lado todo Aerodinâmica/Propulsão/Estruturas/Materiais ou até, num menor grau, Engenharia Electrotécnica se tiveres mais interesse pelo lado do Controlo/Telecomunicações/Electrónica/Computação.
Realmente projectos na ESA era o que eu tinha em mente. Mesmo assim vou começar a considerar também Eng. Mecânica.
O @Marco Ramos sugeriu fazer 3 anos em eng. física e depois mestrado em aeroespacial.

Em conclusão, qual dos dois percursos dá-me mais probabilidade de sucesso para trabalhar numa agência espacial ou relacionado?
 
Última edição:
  • Like
Reactions: davis

Marco Ramos

Membro Veterano
Matrícula
27 Janeiro 2018
Mensagens
498
Curso
Engenharia Fisica
Instituição
FCUP
a questão é, aeroespacial não é só ESA, tens outras coisas, e tu com 1 ou 2 anos num curso seja eng.física, mecânica ou espacial vais ter mais noção do que realmente queres e depois tomas as tuas decisões.
 
  • Like
Reactions: _claudiaf and davis

davis

Administrador
Equipa Uniarea
Moderador
Matrícula
13 Outubro 2014
Mensagens
19,060
Curso
Eng. Aeroespacial
Instituição
IST - ULisboa
Realmente projectos na ESA era o que eu tinha em mente. Mesmo assim vou começar a considerar também Eng. Mecânica.
O @Marco Ramos sugeriu fazer 3 anos em eng. física e depois mestrado em aeroespacial.

Em conclusão, qual dos dois percursos dá-me mais probabilidade de sucesso para trabalhar numa agência espacial ou relacionado?
Com uma licenciatura em engenharia física, se concorreres ao mestrado de aeroespacial no Técnico, serás obrigada a fazer cadeiras propedêuticas (pelo menos 5) além das do mestrado, que são cadeiras que o coordenador considera que não tens como base para dares continuação ao curso. Após concluíres esse percurso tens uma formação muito similar a alguém que tenha feito os 5 anos em aeroespacial, pelo que diria que os dois caminhos são válidos. Claro que fazendo os 5 anos em aero tens um mindset mais focado na área, mas é uma questão de em eng. física fazeres cadeiras que sejam o mais perto possível do plano curricular de aero. Mas mecânica continua a ser uma melhor opção para fazer este caminho.
 

António Gomes

Membro Veterano
Matrícula
4 Agosto 2016
Mensagens
313
Curso
Engenharia de Polímeros
Instituição
UMinho
É melhor uma formação de 5 anos numa área só do que fazer uma formação em módulos. Ficas com muito mais ferramentas e com muito maior bagagem para enfrentar os problemas. É que depois o pessoal tira uma determinada formação e queixa-se que tem pouca progressão com o passar dos anos de trabalho, é que tu vais concorrer com pessoas mais especializadas e com uma formação mais orientada e específica, e quem sobe são sempre são essas pessoas mais especializadas (para além de quem concorda mais vezes com o chefe).
 
  • Like
Reactions: _claudiaf

Marco Ramos

Membro Veterano
Matrícula
27 Janeiro 2018
Mensagens
498
Curso
Engenharia Fisica
Instituição
FCUP
Não disse que era o melhor caminho, apenas disse que é um opção porque pode haver pessoas que podem não ter média para eng.aeroespacial no técnico e etc... e pelo menos se acabar os 3 anos de outro curso como eng.mecânica ou eng.física pode até mudar de ideias e ficar para o mestrado nessa área.
 
  • Like
Reactions: _claudiaf and davis

António Gomes

Membro Veterano
Matrícula
4 Agosto 2016
Mensagens
313
Curso
Engenharia de Polímeros
Instituição
UMinho
Não disse que era o melhor caminho, apenas disse que é um opção porque pode haver pessoas que podem não ter média para eng.aeroespacial no técnico e etc... e pelo menos se acabar os 3 anos de outro curso como eng.mecânica ou eng.física pode até mudar de ideias e ficar para o mestrado nessa área.
Eu não me estava a referir ao teu comentário, estava a falar numa forma genérica, estava a dar um conselho a quem vai escolher um curso do superior. Imagina que tiro eng.ª física no Porto, e gosto de mecânica quântica, escolho essas opcionais, faço dissertação de mestrado e doutoramento nesta área e depois trabalho nessa área, a minha progressão vai ser mais rápida e com maior remuneração do que me andar a dispersar pelas diferentes áreas da física. De resto compreendo a tua opinião.
 
  • Like
Reactions: _claudiaf

Marco Ramos

Membro Veterano
Matrícula
27 Janeiro 2018
Mensagens
498
Curso
Engenharia Fisica
Instituição
FCUP
Isso não assim tão linear... mas compreendo o que queres dizer.
 
  • Like
Reactions: davis

davis

Administrador
Equipa Uniarea
Moderador
Matrícula
13 Outubro 2014
Mensagens
19,060
Curso
Eng. Aeroespacial
Instituição
IST - ULisboa
Isso não assim tão linear... mas compreendo o que queres dizer.
Também concordo que não é assim tão linear. Acho que te tornas sem dúvida especialista nessa área, se isso te garante uma maior progressão de carreira é discutível. As posições de liderança não exigem pessoas super especializadas numa matéria, mas sim pessoas versáteis que consigam lidar com várias pessoas e vários temas tipicamente.
 
  • Like
Reactions: _claudiaf

António Gomes

Membro Veterano
Matrícula
4 Agosto 2016
Mensagens
313
Curso
Engenharia de Polímeros
Instituição
UMinho
Compreendo e aceito a vossas opiniões. Por exemplo, uma empresa de alta tecnologia, seja tecnologia mecânica ou desenvolvimento de software, a pessoa que "manda" tem obrigatoriamente de ser um eng.º formado nessa área. Por estas razões, se for uma pessoa com outra formação ela não vai gostar de trabalhar com máquinas ou com computadores, de trabalhar com aspetos muito técnicos todos os dias da semana, se a pessoa que gere não tiver formação na área não vai ter espírito crítico para dizer ao diretor de R&D, "não é bem assim, devemos ir por outro lado" ele vai aceitar tudo por ele não percebe da parte técnica, vai aceitar coisas boas e coisas más e outra razão quando é para fazer investimentos de maquinaria, computadores ou outras questões ele não vai saber o que pretende e o que é necessário para a sua empresa.

O que as empresas pretendem é mesmo capacidade de liderança, é tu por exemplo no teu grupo de amigos, ninguém se decidir para que bar ou discoteca ir e seres tu a tomar a decisão de ir por ali, é por exemplo, interiormente não saberes a 100% que é ir pelo caminho A, mas assumir o risco e a responsabilidade, sabendo as consequências mas assumir o risco, ou teres de gerir 15 eng.ºs num departamento e tu dizeres, Manuel fazes isto, Ana desempenhas aquilo, Luís vai trabalhar noutro departamento. Se tiveres grande capacidade técnica e capacidade de liderança, tens o caminho facilitado.
 

AeroMarques

Membro
Matrícula
29 Março 2015
Mensagens
80
Curso
Engª Aeroespacial
Instituição
Técnico
Com uma licenciatura em engenharia física, se concorreres ao mestrado de aeroespacial no Técnico, serás obrigada a fazer cadeiras propedêuticas (pelo menos 5) além das do mestrado, que são cadeiras que o coordenador considera que não tens como base para dares continuação ao curso. Após concluíres esse percurso tens uma formação muito similar a alguém que tenha feito os 5 anos em aeroespacial, pelo que diria que os dois caminhos são válidos. Claro que fazendo os 5 anos em aero tens um mindset mais focado na área, mas é uma questão de em eng. física fazeres cadeiras que sejam o mais perto possível do plano curricular de aero. Mas mecânica continua a ser uma melhor opção para fazer este caminho.
@davis,
neste momento penso que são duas as UCs que estão a ser pedidas.
Pelo menos pelos resultados deste ano.
JGM
 

davis

Administrador
Equipa Uniarea
Moderador
Matrícula
13 Outubro 2014
Mensagens
19,060
Curso
Eng. Aeroespacial
Instituição
IST - ULisboa
@davis,
neste momento penso que são duas as UCs que estão a ser pedidas.
Pelo menos pelos resultados deste ano.
JGM
É uma boa questão. Fiquei com a ideia que o edital estava cortado:

1575991815098.png

Se reparares aparece ali uma vírgula depois de Satélites, dando a entender que falta ali mais qualquer coisa.
 
  • Like
Reactions: AeroMarques

AeroMarques

Membro
Matrícula
29 Março 2015
Mensagens
80
Curso
Engª Aeroespacial
Instituição
Técnico
É uma boa questão. Fiquei com a ideia que o edital estava cortado:

Ver anexo 10217

Se reparares aparece ali uma vírgula depois de Satélites, dando a entender que falta ali mais qualquer coisa.
Sinceramente não me parece que falte nada.
As coisas mudam.
Quem decide é que sabe o mais ajustado.