Engenharia Informática

 
Boas malta,passei agora para o 12 ano e quando acabar pretendo entrar em engenharia informática.Ouvi dizer que em todos os semestres teremos que realizar um projeto, e esses projetos são sobre quê mais ou menos?

Obrigado

Boas, acredito que dependa da instituição. Terminei o primeiro ano de Eng. Informática no Técnico e fizemos um projeto em todas as cadeiras relacionadas com informática. Apenas um foi em grupo, mas pelo que sei nos próximos anos são mais em grupo. Os projetos que fizemos foram em Python, Assembly, C e Prolog, e estão relacionados com os temas das cadeiras.
 
Boas, acredito que dependa da instituição. Terminei o primeiro ano de Eng. Informática no Técnico e fizemos um projeto em todas as cadeiras relacionadas com informática. Apenas um foi em grupo, mas pelo que sei nos próximos anos são mais em grupo. Os projetos que fizemos foram em Python, Assembly, C e Prolog, e estão relacionados com os temas das cadeiras.

Podes dizer o que fizeste em Python e C? Eu faço alguns trabalhos, mas é mais fazer bibliotecas e tal.... Vocês fazem alguma aplicação gráfica?
 
Projeto de Prolog: hacdias/LP-1718
Projetos de C: hacdias/IAED-1718
Projetos de Python: hacdias/FP-1718
Projetos de Assembly: hacdias/IAC-1718

Está tudo aí. Não foi nada gráfico, mas acho que no segundo ano já fazemos algo gráfico.

Muito top, tenho de usar o git para começar a arquivar os meus projetos tambem.
Vocês no tecnico sempre adoram usar tudo em inglês, na feup o pessoal mete tudo em pt, é uma cena podiamos fazer igual ao ist....
 
  • Like
Reactions: Henrique Dias
Muito top, tenho de usar o git para começar a arquivar os meus projetos tambem.
Vocês no tecnico sempre adoram usar tudo em inglês, na feup o pessoal mete tudo em pt, é uma cena podiamos fazer igual ao ist....

Epa, não sei se adoram. Eu gosto pessoalmente. Só os projetos onde não pude usar inglês é que não foram feitos e comentados em inglês. Git é nice. Acho que no próximo ano há uma cadeira que obriga usar. Não tenho a certeza tho.
 
Epa, não sei se adoram. Eu gosto pessoalmente. Só os projetos onde não pude usar inglês é que não foram feitos e comentados em inglês. Git é nice. Acho que no próximo ano há uma cadeira que obriga usar. Não tenho a certeza tho.

Aprenderam estruturas de dados em alguma cadeira?
Dizem que o pessoal de electro é bem melhor na programaçao de baixo nivel, como C, mas pelo que vejo voces fizeram projetos fixes,
 
Aprenderam estruturas de dados em alguma cadeira?
Dizem que o pessoal de electro é bem melhor na programaçao de baixo nivel, como C, mas pelo que vejo voces fizeram projetos fixes,

Em IAED (Introdução a Algoritmos e Estruturas de Dados) demos bastantes até. A primeira metade foram algoritmos de ordenação e depois estruturas de dados e os seus algoritmos.
 
  • Like
Reactions: Fábio Morais
Podes dizer o que fizeste em Python e C? Eu faço alguns trabalhos, mas é mais fazer bibliotecas e tal.... Vocês fazem alguma aplicação gráfica?
Python não chegámos a usar. Creio que algumas cadeiras da minha licenciatura já foram alteradas (e bem) para incluir essa linguagem.

Quanto ao C, foi à fartazana. :tonguewink:
  • Usámos em sistemas operativos, num projeto que consistia em fazer um simulador de disco. No ano a seguir ao meu, foi um sistema de vendas.
  • Depois, usámos em Sistemas Distribuídos, em que tivemos de implementar em C uma aplicação cliente-servidor que funcionava em vários computadores (um ou mais servidores e um ou mais clientes). Foi giro, mas neste caso é capaz de ter sido um exagero. Talvez me engane, mas parece-me que, nos dias de hoje, quem decide implementar um cliente-servidor em C não está bom da cabeça... :sweatsmile:
  • Usámos C em Sistemas Embebidos e de Tempo-Real (agora a cadeira chama-se Sistemas Ciberfísicos afaik) para implementar o protocolo de comunicação e acender os LEDs (luzinhas, para leigos) de duas plaquitas. Por um lado pode parecer mais simples porque é C limpo sem todo o compêndio de bibliotecas oferecido pelos sistemas operativos. Por outro lado, nem printf()s há, tornando o processo de debugging um bocadinho mais complicado. :tonguewink:
P.S. — Quanto a estruturas de dados, aprendemos numa cadeira chamada... Algoritmos e Estruturas de Dados. :tongueout:
 
  • Like
Reactions: Fábio Morais
Python não chegámos a usar. Creio que algumas cadeiras da minha licenciatura já foram alteradas (e bem) para incluir essa linguagem.

Quanto ao C, foi à fartazana. :tonguewink:
  • Usámos em sistemas operativos, num projeto que consistia em fazer um simulador de disco. No ano a seguir ao meu, foi um sistema de vendas.
  • Depois, usámos em Sistemas Distribuídos, em que tivemos de implementar em C uma aplicação cliente-servidor que funcionava em vários computadores (um ou mais servidores e um ou mais clientes). Foi giro, mas neste caso é capaz de ter sido um exagero. Talvez me engane, mas parece-me que, nos dias de hoje, quem decide implementar um cliente-servidor em C não está bom da cabeça... :sweatsmile:
  • Usámos C em Sistemas Embebidos e de Tempo-Real (agora a cadeira chama-se Sistemas Ciberfísicos afaik) para implementar o protocolo de comunicação e acender os LEDs (luzinhas, para leigos) de duas plaquitas. Por um lado pode parecer mais simples porque é C limpo sem todo o compêndio de bibliotecas oferecido pelos sistemas operativos. Por outro lado, nem printf()s há, tornando o processo de debugging um bocadinho mais complicado. :tonguewink:
P.S. — Quanto a estruturas de dados, aprendemos numa cadeira chamada... Algoritmos e Estruturas de Dados. :tongueout:

Damn, vocês deram bastante cenas, os de informatica afinal tem grandes bases em C
 
Mais ou menos. Houve bastantes colegas meus que não atinaram com aquilo e não querem nem ouvir falar de C. Deve lembrar-lhes a semana da última entrega de Sistemas Distribuídos em que a aplicação tinha de estar toda a funcionar e em que os laboratórios do DI são prolíficos em pessoas a fazerem diretas, café, e até pizas.

Houve colegas meus, bons alunos, até, que chegaram à oral e nada funcionava (isto acontece demasiadas vezes em orais e demonstrações de projeto...). Foram implementar tudo praticamente de novo. Parte do problema deles é que estavam a alocar memória na pilha e a retornar no resultado de uma função. Para quem não é entendido no assunto, isto é um erro básico em C. :p
 
  • Like
Reactions: Rui Veiga
Mais ou menos. Houve bastantes colegas meus que não atinaram com aquilo e não querem nem ouvir falar de C. Deve lembrar-lhes a semana da última entrega de Sistemas Distribuídos em que a aplicação tinha de estar toda a funcionar e em que os laboratórios do DI são prolíficos em pessoas a fazerem diretas, café, e até pizas.

Houve colegas meus, bons alunos, até, que chegaram à oral e nada funcionava (isto acontece demasiadas vezes em orais e demonstrações de projeto...). Foram implementar tudo praticamente de novo. Parte do problema deles é que estavam a alocar memória na pilha e a retornar no resultado de uma função. Para quem não é entendido no assunto, isto é um erro básico em C. :p

Sim, isso é em todo o lado, por acaso na feup nao ha apresentações orais, o que é um erro, acho que devia de haver.
 
  • Like
Reactions: Rui Veiga
Alguém aqui em engenharia informática na UBI, UTAD ou no IPVC, ou mesmo alguém noutra universidade que me consiga dar uma respota, que me possa dizer se o curso é "mau" ou "bom" em relação a outras universidades/politécnicos?
 
Alguém aqui em engenharia informática na UBI, UTAD ou no IPVC, ou mesmo alguém noutra universidade que me consiga dar uma respota, que me possa dizer se o curso é "mau" ou "bom" em relação a outras universidades/politécnicos?
isso é dificil, é preciso andarem em varias faculdades para saberem e conseguirem comparar
 
Boa tarde, gostava de saber que computador aconselham compar para alguém que vai ingressar este ano em emgenharia informática?
O meu colega anda com uma batata desde que entrou mas é doido xD
Um computador com um processador jeitoso e boa ram devem dar conta do trabalho xD
 
  • Like
Reactions: Samueli
Pretendo candidatar-me a Engenharia Informática na Universidade do Minho. Todavia, o grau do curso é Mestrado Integrado, quer dizer que, necessariamente, eu tenho de fazer os 5 anos do curso ou posso abandonar com o diploma de licenciado ao fim de 3 anos?
 
Pretendo candidatar-me a Engenharia Informática na Universidade do Minho. Todavia, o grau do curso é Mestrado Integrado, quer dizer que, necessariamente, eu tenho de fazer os 5 anos do curso ou posso abandonar com o diploma de licenciado ao fim de 3 anos?
Podes abandonar mas o título ao fim de 3 anos não é o mesmo que no final do curso... (Digo eu que nao estudo na UM)
 
  • Like
Reactions: luist18
Podes abandonar mas o título ao fim de 3 anos não é o mesmo que no final do curso... (Digo eu que nao estudo na UM)
Como assim? Eu sei que ao fim de 5 anos iria ter o título de Mestre, mas se eu só preferir a licenciatura não ia ficar com ela ao fim de completar os 3 anos iniciais?