Engenharia Informática

Matrícula
27 Dezembro 2016
Mensagens
35
Antes de mais muito obrigado, contudo eu já conclui a licenciatura em engenharia informática em coimbra mas devido a querer voltar para a zona norte inscrevi-me nestes dois mestrados, o isep já ouvi falar que a nível de licenciatura é excelente mas de mestrado nunca ouvi daí a minha pergunta
Acho que na UM estarás melhor servido. Boa sorte para o mestrado!
 

sтαяℓιgнт cяιsιs

Moderador
Equipa Uniarea
Moderador
Matrícula
14 Abril 2015
Mensagens
1,753
se fizeres um esforço para fazer amizades e não seres introvertida ou mais calada
No meu caso, mesmo sendo introvertido e calado, consegui logo conhecer pessoas. O pessoal está naturalmente mais receptivo nesta altura em que está num ambiente novo. E se eu consegui, qualquer um consegue 😜

EDIT: Aproveito para perguntar: há aqui alguém a tirar PhD em informática na FCT-UNL?
 

Marco Esperança

Membro Dux
Matrícula
28 Maio 2017
Mensagens
821
Curso
Engenharia Informática
Instituição
UMinho
Ando no ISEP por isso acho que posso ajudar. Vou assumir que estejas a falar de licenciatura + mestrado ou mestrado integrado, caso contrário se não te for útil a ti, será a alguém..

Sobre mestrados no ISEP tenho a ideia que não estão muito bem vistos, pois pessoal que conheço em mestrado está descontente e diz que seria dispensável fazer o mestrado. Eu pessoalmente não acho que sejam bons. (Embora acredito que há gente que tenha gostado e tirado proveito deles, estou só a dar a minha opinião e aquilo que me dizem). Também te posso dizer que são todos exclusivamente em horário pós laboral.

Em contrapartida a licenciatura (vou agora para o 3.º ano) em Eng Informática no ISEP é muito boa, e excedeu as minhas expectativas. E diria que não fica nada aquém de universidades como a UM ou a FEUP. (A minha namorada anda na UM e conheço gente da FEUP). Acho que sais perfeitamente bem preparado para o mundo do trabalho e com o mínimo de empenho tiras alto proveito do que o curso te dá.

A UM acho que também é uma excelente escolha e talvez diria que as instalações são melhores que o ISEP (e tem mais gente do sexo feminino, wink wink). O ponto negativo é de ser mestrado integrado. Tens que fazer os 5 anos creio eu, quando no ISEP podes fazer 3 + 2 noutra universidade (UM ou FEUP) ou ir trabalhar, que é aquilo que vou fazer.

Resumindo: vai pela que te dá mais jeito. Transportes, gente que conheças, cidade que preferes, ou pela questão de no ISEP poderes sair ao fim dos 3 anos e ir trabalhar.

EDIT: Se tu ou alguém, tiver alguma dúvida, fico contente em ajudar!
@davis, corrigi-me se estiver errado, mas o mestrado integrado não obriga a que no final dos 3 anos com a licenciatura feita eu tenha que prosseguir para mestrado com o mesmo curso e na mesma instituição, certo? Por exemplo, posso fazer 3 anos de EI na UM (licenciatura) e mestrado em EI no IST ou até mesmo mestrado noutro curso, certo?
A vantagem dos mestrados integrados é ter a minha vaga garantida se quiser prosseguir para mestrado no mesmo curso da instituição em causa.
 

António Gomes

Membro Veterano
Matrícula
4 Agosto 2016
Mensagens
313
Curso
Engenharia de Polímeros
Instituição
UMinho
No meu caso, mesmo sendo introvertido e calado, consegui logo conhecer pessoas. O pessoal está naturalmente mais receptivo nesta altura em que está num ambiente novo. E se eu consegui, qualquer um consegue 😜

EDIT: Aproveito para perguntar: há aqui alguém a tirar PhD em informática na FCT-UNL?
Está provado, em estudos científicos que um bom ambiente de trabalho ou de estudo aumenta e muito a produtividade, eu sei perfeitamente que existem muitas pessoas assim mais caladas (não é nenhum defeito), mas como vão começar uma nova etapa da vossa vida, convém fazer um esforço para ultrapassar essa situação, pois são as amizades do ensino superior que se vão prolongar pela vida toda, e mesmo em futuros empregos, há imensos casos de alunos que ganham contactos na universidade e que conseguem excelentes trabalhos quando acabam o curso, graças precisamente a esses contactos.
 

davis

Administrador
Equipa Uniarea
Moderador
Matrícula
13 Outubro 2014
Mensagens
19,047
Curso
Eng. Aeroespacial
Instituição
IST - ULisboa
@davis, corrigi-me se estiver errado, mas o mestrado integrado não obriga a que no final dos 3 anos com a licenciatura feita eu tenha que prosseguir para mestrado com o mesmo curso e na mesma instituição, certo? Por exemplo, posso fazer 3 anos de EI na UM (licenciatura) e mestrado em EI no IST ou até mesmo mestrado noutro curso, certo?
Certo. Certo.
A vantagem dos mestrados integrados é ter a minha vaga garantida se quiser prosseguir para mestrado no mesmo curso da instituição em causa.
Sim, embora, por exemplo, no IST, se uma licenciatura e um mestrado tiverem coerência científica, mesmo que não integrados, essa entrada também é garantida. O mestrado integrado tem a vantagem de poderes fazer o curso como se fossem 5 anos corridos, o que permite estares a fazer disciplinas de mestrado enquanto ainda estás a fazer uma cadeira de licenciatura, algo que se não fossem integrados poderia fazer com que ficasses um ano quase parado a acabar uma disciplina de licenciatura, para só depois poderes concorrer a um mestrado.
 
  • Like
Reactions: Marco Esperança

Marco Esperança

Membro Dux
Matrícula
28 Maio 2017
Mensagens
821
Curso
Engenharia Informática
Instituição
UMinho
Certo. Certo.

Sim, embora, por exemplo, no IST, se uma licenciatura e um mestrado tiverem coerência científica, mesmo que não integrados, essa entrada também é garantida. O mestrado integrado tem a vantagem de poderes fazer o curso como se fossem 5 anos corridos, o que permite estares a fazer disciplinas de mestrado enquanto ainda estás a fazer uma cadeira de licenciatura, algo que se não fossem integrados poderia fazer com que ficasses um ano quase parado a acabar uma disciplina de licenciatura, para só depois poderes concorrer a um mestrado.
Muito obrigado pelo esclarecimento @davis.
 
  • Like
Reactions: davis

SofBot

Membro
Matrícula
30 Junho 2019
Mensagens
11
A praxe devia ser uma integração dos novos alunos na universidade com o objectivo de conhecer os outros alunos (do mesmo ano e de anos anteriores), as infraestruturas, os professores, o staff, as tradições da universidade, de facilitar o processo de escolha de horários, do conhecimento das datas importantes do semestre, etc, mas como se sabe a praxe está bastante desvirtuada. Assim sendo tenho dois conselhos:

1. Se tiveres interesse em aceder à informação que é realmente importante para ti tenta saber se na tua universidade existe algum programa de integração liderado pelo staff. Na Universidade de Aveiro participei como voluntário num programa em que íamos com os novos alunos pela universidade conhecer as infraestruturas, falar do processo de escolha de horários, tirar as mais variádas dúvidas, fazer jogos interessantes, plantar árvores no campus, etc.

2. Se quiseres participar na praxe mas não te sentires bem - e aqui sugiro algum espírito crítico porque muitas vezes a malta deixa-se levar pelo "toda a gente está a levar com uma mistura de vinagre, farinha e ovos pela cabeça abaixo, então deve ser normal andar assim todo sujo e mal-cheiroso pela cidade" - simplesmente vem-te embora. Não precisas de justificar nada a ninguém.

Votos de um excelente começa de semestre! :)
Olá. As praxes depende muito da forma como tu te envolves com os teus colegas de curso, mesmo que não frequentes a praxe, se fores com um espírito aberto para conhecer novas pessoas, se fizeres um esforço para fazer amizades e não seres introvertida ou mais calada, rapidamente fazes amizades para toda a vida, não podemos entrar na universidade e ficar a um canto ou quando se fala com os colegas só se fala dos trabalhos, temos de tentar ser mais extrovertidos e isso depende do estudante e não do curso ou da cidade.
E existe sempre uma certa competitividade entre os colegas, e desde que seja de uma forma saudável, sem prejudicar ninguém não há problema, o meu curso é pequeno e com média relativamente baixa, e já havia alguma competitivdade quando alguém tirava uns 17 ou 18, imagino nesses cursos com mais de 100 alunos e com médias altas, acredito (e sei) que existe muito maior competitividade.
Obrigada aos dois pelas respostas! Vou então informar-me melhor sobre alguns serviços que a universidade possa ter.
 
  • Like
Reactions: André Casal

soqueropdf

Membro Caloiro
Matrícula
13 Junho 2019
Mensagens
2
Boas, tenho 21 anos e vou tentar entrar em engenharia informática este ano. Eu acabei o 12 ano por recorrente em humanisticas porque lixeime a matematica e a quimica (era de ciencias), mas só consegui uma média de 12. Fui para uma universidade fazer psicologia mas desisti passado um ano porque não gostei e tive alguns problemas. Eu sempre quis ir para engenharia informática portanto decidi apostar nisso e enfrentar a matemática.

Passei meio ano a estudar mat A mas não foi suficiente e falhei o exame nas duas fases. Este ano estou num externato a ter aulas todos os dias de matemática para fazer o exame nacional outra vez em junho, no entanto, estou-me a ver um pouco encurralado.

Neste momento sei a matéria toda de mat e passo 12 horas por dia a estudar, mesmo assim os exames costumam ser muito dificeis (excluindo o de ano passado).
As minhas dúvidas são.. será que tenho alguma hipotese? Pelo que vi, todas as universidades calculam o ingresso com 65% para a média de segundário e 35% para o exame.
Pensei em fazer o exame de Mat B também, mas pelos vistos só posso fazer um em cada fase.. o exame de MAT B só serve para entrar na lusofona do porto (privada), évora, e nos politecnicos.
Fiz a média, e se tiver um 16 no exame (o que acho dificil) fico com 13.. isso não parece chegar para nada.
Neste momento estou indeciso em estudar só para matemática B este ano, e fazer o exame nas duas fases, e entrar numa privada ou num politecnico, ou fazer A e B na primeira a segunda fase respetivamente.

O que acham? Vale sequer a pena ir para um politecnico visto o estigma com que se fica depois na altura de procurar emprego?
 

Steph N.

Membro
Matrícula
19 Setembro 2016
Mensagens
14
Boa tarde!
Isto não tem a ver com informática mas eu queria saber a vossa opinião sobre o curso de engenharia na lusófona. Sei que normalmente se vai para o técnico ou para fcul.
Obrigado!
 
Matrícula
27 Dezembro 2016
Mensagens
35
O que acham? Vale sequer a pena ir para um politecnico visto o estigma com que se fica depois na altura de procurar emprego?
Depende. Politécnicos não têm todos média abaixo de 13... Não sei como era antes mas agora pelo menos sinto que ISEP em eng. informática está bem ao nível da uminho por exemplo.

Eu no teu lugar via duas hipóteses. Escolhia eng informática de uma ou duas universidades que gostaria de entrar, e procurava cursos que me dariam mais equivalências aos cursos escolhidos. Fazias 1 ano na universidade "mais fácil" e pedias transferência.

Ou

Ia trabalhar, e entrava com 23 anos pelo acesso maiores de 23 (podes entrar com 22 desde que faças 23 naquele ano acho eu). Falando no meu caso, no ISEP, também é matemática A esse exame de ingresso e são poucas vagas para muita gente. É preciso trabalho. Depois no curso as matemáticas + física não são fáceis, mas novamente, com trabalho consegues.

Espero ter ajudado.